Brochures

1. O TRABALHO DO GESTOR ESCOLAR E OS IMPACTOS NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: UMA REFLEXÃO SOBRE UMA FORMAÇÃO PROFISSIONAL PARA ALÉM DO CAPITAL 1

Description
1. O TRABALHO DO GESTOR ESCOLAR E OS IMPACTOS NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: UMA REFLEXÃO SOBRE UMA FORMAÇÃO PROFISSIONAL PARA ALÉM DO CAPITAL 1 Giselle Feeia Amaal de Mianda Azevedo Mestanda em Educação Univesidade
Categories
Published
of 6
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
1. O TRABALHO DO GESTOR ESCOLAR E OS IMPACTOS NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: UMA REFLEXÃO SOBRE UMA FORMAÇÃO PROFISSIONAL PARA ALÉM DO CAPITAL 1 Giselle Feeia Amaal de Mianda Azevedo Mestanda em Educação Univesidade Fedeal do Maanhão Maia José Pies Baos Cadozo Doutoa em Educação Univesidade Fedeal do Maanhão O pesente atigo pate dos estudos iniciais que estamos desenvolvendo paa a elaboação da dissetação do Mestado em Educação da UFMA e discute a impotância do tabalho do gesto escola na efetivação dos pincípios fundamentais da gestão democática na escola. Desta foma taz à tona os debates povindos das difeentes concepções de educação estabelecidas ente o campo empesaial e o campo educacional. O objetivo deste tabalho é discuti as influências neolibeais na educação basileia, bem como sua elação com a administação clássica e seus impactos na consolidação de páticas antidemocáticas na escola, po outo lado taz à tona a impotância de se pomove a eflexão sobe a esponsabilidade do gesto na fomação do sujeito cítico e constuto de sua ealidade históico-social. Pimeiamente, este estudo, buscaá taze elucidações aceca da educação no contexto capitalista, bem como uma beve eflexão sobe o papel do gesto como aticulado de uma educação pofissional emancipadoa. Palavas-chave: Gestão Escola. Tabalho Integado. Educação Emancipadoa. 1. INTRODUÇÃO As gandes tansfomações sociais, científicas e tecnológicas passaam a exigi um novo pefil de pofissional da educação, de modo mais específico do gesto escola que deve possui uma fomação que inclua conhecimentos específicos paa o cago de gesto. Paa que a escola cumpa com o seu papel social hoje, é necessáio que este pofissional supee o enfoque da administação clássica baseada nas teoias de Taylo e Fayol 2, e constua uma gestão pautada no coletivo, na 1 O pesente atigo pate dos estudos iniciais que estamos desenvolvendo paa a elaboação da dissetação do Mestado em Educação do Pogama de Pós-Gaduação em Educação da Univesidade Fedeal do Maanhão- UFMA. A pati de uma pesquisa bibliogáfica que discute a impotância do tabalho do gesto escola na efetivação dos pincípios fundamentais da gestão democática na escola, assim como os impactos que a educação basileia vem sofendo em elação as políticas neolibeais que pezam po uma gestão pautada na eficiência, podutividade e na acionalização de ecusos. 2 Félix (1989) destaca que Taylo é o pincipal potagonista do movimento da Administação Científica, pois foi quem desenvolveu métodos de oganização do tabalho manual, visando uma opeação mais acional paa alcança uma podução-padão altamente lucativa. A divisão ente as funções de execução e planejamento foi apefeiçoada po Taylo (p ). Segundo Fayol, divisão do tabalho, autoidade, disciplina, unidade de comando, unidade de dieção, subodinação de inteesses individuais aos inteesses geais, emuneação, centalização, hieaquia, odem, equidade, estabilidade do quado de pessoal, iniciativa, espíito de solidaiedade e lealdade são as bases paa uma Teoia da Administação. Não é difícil entende poque esses pincípios continuam sendo aplicados à administação, de um modo geal (p.43). paticipação, na autonomia e na constução contínua de um espaço escola de qualidade. Qualidade 3 aqui compeendida como nos coloca Pedo Demo (1996) no sentido de intensidade, paticipação, ou seja, está diecionado mais paa o se do que paa o te, a intensidade da qualidade não é da foça (som intenso, po exemplo), mas da pofundidade, da sensibilidade, da ciatividade (p. 12). Desta foma pezamos po um conceito de qualidade que valoize a ação humana, como foma de paticipação, conscientização e tansfomação do contexto históico em busca de valoes e concepções eticamente desejáveis. Nessa configuação, a concepção de gestão que almejamos tem como caacteística a descentalização, a constução contínua de ações em busca da melhoia da qualidade da educação, o desenvolvimento da consciência cítica, a paticipação, a pática do planejamento coletivo e a constução do Pojeto Político Pedagógico (PPP) como foma de efetiva uma fomação pofissional integada, ompendo com a históica dualidade educacional, ente educação popedêutica paa as classes abastadas e educação pofissional paa as classes menos favoecidas. Esses são pilaes fundamentais paa a efetivação de uma gestão democática e de uma educação pofissional emancipadoa que ompa com a pepaação exclusiva paa atende ao mecado. No que se efee a constução do Pojeto Político Pedagógico, o gesto desempenha um papel fundamental na constução coletiva desse pojeto da escola, pois de acodo com a Lei de Dietizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN), at.12, a escola teá a incumbência de elaboa e executa a sua poposta pedagógica, envolvendo pais, alunos e a todos os integantes da comunidade escola. Desta foma esta pesquisa tem como objetivo pincipal efleti sobe os modelos de gestão das instituições de ensino, compeendendo as modificações desses modelos de acodo com o contexto e inteesses de classes pesentes em difeentes épocas da sociedade. Como metodologia de elaboação deste estudo utilizamos a pesquisa bibliogáfica com o intuito de da amplitude conceitual e embasamento nas eflexões, mesmo que de modo inicial, aceca da gestão escola democática e seu impacto na fomação pofissional paa além do capital. 2. O TRABALHO DO GESTOR ESCOLAR E A EDUCAÇÃO NO CONTEXTO CAPITALISTA 3 Ao longo da históia, a oganização do sistema escola público estatal basileio foi movido pela cença da educação salvadoa da nação, supostamente capaz de elimina as mazelas povocadas pelas desigualdades sociais e econômicas. A educação ea entendida como a única esponsável em soluciona todos os poblemas do país. De acodo com os teóicos Baudelot e Establet (1971 apud CAMPELLO, 2009) existe uma ilusão ideológica da unidade da escola e da existência de um tipo único de escolaidade. Paa eles a escola não pode se compeendida como única e nem unificadoa, mas constituída de duas edes de escolaização: Uma voltada paa a fomação de tabalhadoes manuais (ede pimáio-pofissional), e a outa é a ede de fomação de tabalhadoes intelectuais (ede secundáia-supeio). A históia da educação no Basil sempe foi macada po pofundas contadições e lutas de classes, o que denominamos de dualidade educacional. Ou seja, de um lado temos os defensoes de uma educação pública como dieito social e do outo os defensoes de uma educação pivada, mecantil, baseada na pedagogia da exclusão, no conceito de tabalho alienado pautado na exploação da foça de tabalho, na divisão social do tabalho e na geação do luco. No Basil, essa difeenciação se consolidou com o apaecimento de escolas de fomação pofissional, e escolas de fomação acadêmica. Cada uma voltada paa o atendimento de alunos de difeentes oigens e classes sociais, ensino médio paa os que iam cusa o nível supeio e o ensino pofissionalizante paa os desfavoecidos. Machado (1991) faz uma difeenciação ente duas concepções de pedagogia que nos ajudam a compeende melho a colocação acima: [...] uma pedagogia especial é aticulada de foma a pemiti a capacitação paa as funções de planejamento e contole e a compeensão dos fundamentos científicos do tabalho na sua globalidade. Uma outa pedagogia, poém, está esevada àqueles encaegados da atividade de execução, cujo pimado petence à pática imediata, desvinculada da ciação e eciação teóicas (p. 29). Nessa configuação podemos obseva claamente que a difeenciação do ensino ea evidente, pois existia uma pedagogia específica paa o tabalho manual, ou atividade de execução confome cita a autoa e uma pedagogia mais ampla que se vinculava a uma fomação popedêutica, dada a necessidade de uma pequena pacela contola e planeja, o que esulta na pepetuação da hegemonia de uma classe sobe a outa. Convém lemba que no contexto neolibeal 4, o Estado está mais peocupado com setoes buocáticos, e que geem lucos imediatos paa o país do que com políticas públicas consistentes que 4 Sobe a concepção neolibeal, Oliveia (2003) explicita que: Vive-se hoje um momento de estabelecimento de estatégias divesas tentando supimi as conquistas dos últimos anos pelas classes tabalhadoas. Paa tanto, pocua-se, dissemina uma nova fomulação simbólico-cultual, cujo pincípio seja o fato de que a libedade concoencial é a única capaz de gaanti a satisfação dos inteesses individuais. Ou seja, difunde-se a ideia de que só pela live ação do mecado seão gaantidos e satisfeitos os desejos do se humano (p. 18). venham atende a gande pacela da população maginalizada e contibui paa melhoa efetivamente a qualidade da educação no Basil, e consequentemente a consciência do povo basileio. Ratificando as consideações acima, Oliveia (2003) faz o seguinte destaque: Difeentemente de peíodos ecentes da históia da educação no Basil, nos quais conceitos como democatização, paticipação, igualdade e solidaiedade diecionavam os discusos educacionais, obsevamos hoje uma fote ênfase em conceitos, se não de oigem mecantil, como entabilidade, competitividade, poduto, cliente etc., pelo menos despovidos de sentidos políticos emancipatóios como os que até então pedominavam nas discussões sobe a poblemática educacional basileia (p. 16). Nessa configuação obsevamos que o discuso neolibeal adentou as políticas educacionais com fote tendência a diminuição do Estado na intevenção nas políticas sociais, com pevalência da concepção pivatista que tansfoma a educação em um negócio com fote influência na agenda econômica. Desta foma obsevamos que estão sendo ciados pogamas e pojetos educacionais peocupados tão somente, com a quantidade, e a apidez paa a solução dos poblemas apesentados pela educação, esquecendo, dos aspectos mais substanciais e emegenciais de que necessita a escola pública basileia, a escola das classes subaltenas e dos opimidos, isso acentua a históica dualidade educacional, e impacta na fomação e na valoização dos pofissionais da educação, que cada vez são mais desespeitados e pessionados a paticipa de avaliações de cunho classificatóio. 3. CONCLUSÃO Compeende a gestão escola dento de um contexto integado eque um novo pefil de pofissional, compometido com os valoes da ética, do espeito, e da coletividade. Logo o sistema educacional basileio vem tentando assumi uma função social mais cítica, e dialética onde a educação não se esume em pomessas de qualidade, mas efetivamente luta com os seus pofissionais pela consolidação de páticas mais humanas, dento e foa das salas de aula. Se a escola consegui alcança esse objetivo, com ceteza fomaá pessoas mais íntegas e socialmente esponsáveis. Diante do exposto, paa fins de conclusão deve-se assegua que atavés de uma gestão competente, que peze po pincípios éticos, pofissionais e sociais que compeenda o papel social da escola, que defenda um pojeto social voltado paa a paticipação da comunidade escola, onde exista uma aticulação dialógica paa a gaantia da qualidade na apendizagem paa todos os estudantes, com desenvolvimento de uma convivência espeitosa, tendo a divesidade como fonte de iqueza humana. Esse é o nosso maio desafio. REFERÊNCIAS CAMPELLO, Ana Magaida. Dualidade educacional. Disponível em: Acesso em 10 jun CURY, C. R. J. O Conselho Nacional de Educação e a gestão democática. In: Oliveia, D. A. (Og.). Gestão democática da educação: desafios contempoâneos. 6. Ed. Petópolis: Vozes, 2005 DEMO, Pedo, 1941: Educação e qualidade 3 ed. Campinas SP: Papius, (Coleção Magistéio: Fomação e Tabalho Pedagógico). FÉLIX, Maia de Fátima Costa. Administação escola: um poblema educativo ou empesaial? São Paulo: Cotez: Autoes associados, FERREIRA, Naua Syia Caapeto (Og.). Políticas públicas e gestão da educação: polêmicas, fundamentos e análises. Basília: Líbe Livo Editoa, 2006 FREIRE, Paulo. Pofessoa sim, tia não FRIGOTTO, Gaudêncio, CIAVATTA, Maia, RAMOS Maise (ogs): Ensino médio integado: concepção e contadições. São Paulo: Cotez, A fomação integada: a escola e o tabalho como lugaes de memóia e de identidade. (Maia Ciavatta) FRIGOTTO, Gaudêncio. Educação e tabalho: base paa debate a Educação pofissional emancipadoa. Pespectiva, Floianópolis, v.19, n.1, p.71-87, jan./jun GOMES, Ana Maia Coutinho. Diigi uma escola um desafio: o dieto deve domina aspectos financeios, administativos e pedagógicos. Cadeno AMAE-IBD e Administação escola LIBÂNEO, José Calos. Oganização e gestão da escola: teoia e pática. 5 ed. ev. e ampl. Goiânia: Altenativa, 2004 MÉSZÁROS, István. A educação paa além do capital. 2. ed. São Paulo: Boitempo, 2008 MACHADO, Lucília Regina de Souza. Politecnia, escola unitáia e tabalho. 2. ed. São Paulo: Cotez: Autoes associados, Coleção Educação Contempoânea NOGUEIRA, Cláudio Maques Matins. NOGUEIRA, Maia Alice. A sociologia da educação de Piee Boudieu: limites e contadições. Educação e Sociedade, ano XXIII, nº 78, Abil/2002 OLIVEIRA, Ramon de: A (des) qualificação da educação pofissional basileia. São Paulo: Cotez, (Coleção questões da nossa época; v.101) SILVA, Maia Apaecida. Uma beve eflexão sobe o tabalho coletivo na escola. Disponível em: http://www.psicopedagogia.com.b/novas/tabalho_coletivo.htm . Acesso em: 7 abil 2013 VEIGA, Ilma Passos A. (Og.). Pojeto político pedagógico da escola: uma constução possível. Coleção Magistéio: Fomação e Tabalho pedagógico São Paulo: Papius, 1995 WERRI, Ana Paula Salvado. MACHADO, Maia Cistina Gome. A função social da educação paa Paulo Feie ( ). Univesidade Estadual de Maingá, setembo de Semináio de Pesquisa: pogama de pós-gaduação em educação ZAINKO, Maia Amélia Sabbag. PINTO, Maia Lucia Accioly Teixeia. Gestão da Instituição de Ensino e Ação Docente. Cuitiba: Ibpex, 2008
Search
Similar documents
View more...
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks