Documents

administração de sistemas de informação - pedro luiz cortês

Description
INFORMAÇÃO: CONCEITOS, DEFINIÇÕES E EXEMPLOS 2.1 INTRODUÇÃO Para compreender melhor o funcionamento dos sistemas de informação, serão apresentadas algumas definições, discutidos alguns conceitos, e também serão ana­ lisadas questões de ordem teórica que ajudarão no entendimento de aspectos mais práticos e operacionais. Além disso, serão apresentados exemplos que mostrarão usos de sistemas de informação, ilustrando na prática os conceitos apresentados. 2.2 DEFININDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Como s
Categories
Published
of 112
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  INFORMAÇÃO: CONCEITOS,DEFINIÇÕES E EXEMPLOS 2.1 INTRODUÇÃO Para compreender melhor o funcionamento dos sistemas de informação, serãoapresentadas algumas definições, discutidos alguns conceitos, e também serão ana-lisadas questões de ordem teórica que ajudarão no entendimento de aspectos maispráticos e operacionais.Além disso, serão apresentados exemplos que mostrarão usos de sistemas deinformação, ilustrando na prática os conceitos apresentados. 2.2 DEFININDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Como será possível perceber ao longo deste capítulo, o termo sistemas de in-formação é bastante amplo, dando margem até mesmo a certas dúvidas. Buscando  24 ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO uma melhor compreensão inicial, será interessante verificar o que alguns autores epesquisadores entendem por sistemas de informação, procurando um núcleo co-mum a todos eles. Para isso, nas transcrições apresentadas a seguir, foram destaca-dos alguns termos para uso em uma definição posterior.Laudon & Laudon (2001, p. 4) consideram que “sistema de informação pode serdefinido tecnicamente como um conjunto de componentes interrelacionados  que coleta (ou recupera), processa, armazena e distribui informação para darsuporte à tomada de decisão e ao controle da organização”. Adicionalmente,os autores indicam que “além de apoiar, coordenar e controlar a tomada de decisão,os sistemas de informação também podem ajudar os gerentes e trabalhadores a ana-lisar problemas, visualizar assuntos complexos e criar novos produtos”.O’Brien (2002, p. 17), num primeiro momento, define sistema de um pontode vista mais universal e, posteriormente, efetua considerações mais sintéticas eaplicáveis à área de informações. Para ele “sistema pode ser definido simplesmentecomo um grupo de elementos interrelacionados, ou em interação, que formamum todo unificado”. Ele observa que “muitos exemplos de sistemas podem serencontrados nas ciências físicas e biológicas, na tecnologia moderna e na sociedadehumana”. Prosseguindo, O’Brien apresenta uma definição genérica, porém apon-tando para componentes essenciais aos sistemas de informação: “um sistema é um grupo de componentes interrelacionados que trabalham juntos rumo a umameta comum recebendo insumos e produzindo resultados em um processo   organizado de transformação”, indicando que um sistema dessa ordem possuitrês componentes ou funções básicas de interação: entrada, processamento e saída. Para Albertão (2005, p. 67), um sistema de informação “é uma série de ele-mentos ou componentes interrelacionados, numa ordem específica, que co-letam (entrada), manipulam (processamento), disseminam (saída) os dados e informações e fornecem um mecanismo de feedback (retroalimentação). Essasinformações são então utilizadas pelos usuários para a tomada de decisões”. Polloni (2000, p. 29) inicialmente define sistema como “um conjunto de  partes   coordenadas que concorrem para a realização de um conjunto de objetivos, segundoum plano”. Para ele, “qualquer sistema pode ser encarado como um subsistema de umoutro maior, sendo isso denominado hierarquia de sistemas”. Prosseguindo, o autordefine sistemas de informação (SI): “SI é qualquer sistema usado para prover infor-mações (incluindo seu processamento), qualquer que seja sua utilização”.  Sistemas de informação: conceitos, definições e exemplo'. De acordo com Mattos (2005, p. 56), um sistema de informação “é um m.',le-ma especializado no processamento e na comunicação de dados (máquitu.)ou de informações (organismos vivos)” sendo constituído por “um conjunto <l<módulos (objetos) de comunicação, de controle, de memórias e de processiiiloiinterligados entre si por meio de uma rede com protocolo comum”. O autoi .iíikI.i observa que “as relações lógicas entre esses módulos são definidas pelos proj;i.un.r.executados pelo sistema de informação”.Zwass (1997, p. 5), por sua vez, define sistema de informação com<> muconjunto de componentes organizados que realizam a coleta, traiisniis   são, armazenamento e processamento de dados, fornecendo iniorm.i   ções para o desenvolvimento de ações. Segundo ele, nas empresas <ã organizações, essa informação é necessária tanto para a área operacional qu.itiWipara o gerenciamento.Turban, Rainer Jr. e Potter (2003, p. 17) observam que um sistem.i <lcinformação “coleta, processa, armazena, analisa e dissemina inform.ições com um propósito específico”. Adicionalmente, observam que “comoqualquer outro sistema, um sistema de informação abrange entradas (<l,idos) e saídas (relatórios, cálculos), processa essas entradas e gera saídas qu<são enviadas para o usuário ou outros sistemas”. Também consideram que ‘Vpossível incluir um mecanismo de resposta — feedback — que controle i  operação”.Nesta obra, sistema de informação será considerado o conjunto de componentesou módulos interrelacionados que possibilitam a entrada ou coleta de dados, muprocessamento e a geração de informações necessárias à tomada de decisões volt.ul.i■,ao planejamento, desenvolvimento e acompanhamento de ações. Adicionalmente,é necessário considerar a existência de mecanismos de retroalimentação (feedlun /■),possibilitando que o sistema seja realimentado com informações anteriormente ju-radas (ou em função delas), permitindo o refinamento dos resultados obtidos ou .ianálise de outras situações e possibilidades. 2.3 DEFININDO DADO, INFORMAÇÃO, CONHECIMENTO,   INTELIGÊNCIA E SABEDORIA Conforme explicitado iio tópico anterior, um sistema de informação envolve“a entrada ou coleta de dados, seu processamento e a geração de informações   ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Dessa forma, é possível verificar — ainda que de maneira introdutória — que dado e informação podem não ser a mesma coisa (e realmente não são), uma vezque — de acordo com a definição adotada — a informação é obtida a partir doprocessamento de dados. Dessa forma, é possível supor uma certa hierarquia, comas informações estando em um nível mais elevado (ou posterior) àquele ocupadopelos dados. É provável, num primeiro momento, que isso possa causar uma certa confu-são, uma vez que, em geral, os termos dado e informação são tomados comosinônimos, sem maiores problemas. Mesmo assim, é necessário que seja feita umadistinção entre esses termos, o que será fundamental para a compreensão de comose desenvolvem o conhecimento, a inteligência e a sabedoria. 2.3.1 DADOS São sucessões de fatos brutos, que não foram organizados, processados, relacio-nados, avaliados ou interpretados, representando apenas partes isoladas de eventos,situações ou ocorrências. Constituem as unidades básicas, a partir das quais infor-mações poderão ser elaboradas ou obtidas. Exemplo: 24°C. A temperatura, sem qualquer outro atributo ou comple-mento, constitui um exemplo de dado. Para que ela tenha significado, outrosdados complementares precisam ser obtidos e relacionados.  S  Analogia: um dado representa um tijolo isolado. Nessa situação, ele não temum valor significativo, necessitando estar associado a outros dados (tijolos)para que algo maior possa ser concebido. 2.3.2 INFORMAÇÃO Quando os dados passam por algum tipo de relacionamento, avaliação, interpreta-ção ou organização, temse a geração de informação (Figura 2.1). A partir do momen-to que os dados são transformados em informações, decisões podem ser tomadas.É necessário ressaltar, entretanto, que a qualidade dessas decisões dependeráda quantidade e qualidade dos dados disponíveis e do relacionamento efetuado.Um mesmo conjunto de dados, quando processado por sistemas diversos, poderágerar informações qualitativamente diferentes. Para referências adicionais, videQuadro 2.1.
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x