Documents

agroecologia manejo de pragas e doenças

Description
No6 2010 Agricultura Familiar, Agroecologia e Mercado EXPEDIENTE Projeto Agricultura Familiar, Agroecologia e Mercado Desenvolvimento Sustentável da Agricultura Familiar no Nordeste Representante da Fundação Konrad Adenauer Fortaleza: Anja Czymmeck Coordenadora Geral: Angela Küster Coordenador técnico: Jaime Ferré Martí Coordenadora administrativa: Pollyana Vieira Equipe técnica: Narciso Ferreira Mota e Pollyanna Quemel Elaboração de textos: Jaime Ferré Martí, Angela Küster e Pollyanna Queme
Categories
Published
of 44
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
      A   g   r   i   c   u    l   t   u   r   a    F   a   m   i    l   i   a   r ,     A   g   r   o   e   c   o    l   o   g   i   a   e    M   e   r   c   a    d   o        N      o        6       2       0       1       0   EXPEDIENTE  Projeto Agricultura Familiar, Agroecologia e Mercado Desenvolvimento Sustentável da Agricultura Familiar no Nordeste Representante da Fundação Konrad Adenauer Fortaleza: Anja CzymmeckCoordenadora Geral:Angela KüsterCoordenador técnico: Jaime Ferré Martí Coordenadora administrativa: Pollyana VieiraEquipe técnica:Narciso Ferreira Mota e Pollyanna QuemelElaboração de textos:Jaime Ferré Martí, Angela Küster e Pollyanna QuemelRevisão e edição de texto:Maristela CrispimRevisão Técnica:Jaime Ferré Martí Projeto gráco, capa e ilustrações:Fernando LimaFotos:Arquivo Fundação Konrad Adenauer (exceto quando disposto em contrário)Jornalista responsável:Maristela Crispim (CE0095JP) Todos os direitos para a utilização desta cartilha são livres. Qualquer parte poderá ser utilizada ou reprodu- zida, desde que se mantenham todos os créditos e seu uso seja exclusivamente sem ns lucrativos. Disponível para download em www.agroecologia.inf.br Esta publicação foi realizada com apoio da União Européia(UE).O seu conteúdo não expressa necessariamente a opinião da UE ou da Fundação Konrad Adenauer.  O Brasil ganhou uma posição nada louvável no ranking internacional do consumo de agrotóxicos. Com cerca de 700 milhões de toneladas de veneno aplicados por ano, cou em primeiro lugar, superando os Estados Unidos, em 2008, pela primeira vez. Os pesticidas e fertilizantes químicos persistem por muito tempo na natureza, con-taminando os alimentos, o solo e a água, com consequências ainda desconhecidas para a saúde humana e a vida na Terra.Não faltam alertas sobre os riscos desses produtos químicos para os(as) agricultores(as), trabalhadores(as) rurais e os consumidores. Como consequência, a demanda por alimentos orgânicos – produzidos sem veneno e sem agredir a nature-za – vem crescendo.Mas os agroecossistemas foram desequilibrados com o uso indiscriminado dos agrotóxicos, que não matam somente os insetos ou microorganismos considerados pragas, mas também os inimigos naturais, que mantém o equilíbrio das populações, por meio do controle biológico. As plantas enfraquecem e ninguém sabe dizer, quais serão as consequências das modicações genéticas que pretendem deixar as plantas mais resistentes aos próprios venenos aplicados para matar tudo ao seu redor, menos a planta cultivada. Assim também é eliminada a vida nos solos, que cam doentes e não conseguem mais gerar plantas saudáveis e resistentes. Ao nal são as “pragas” que cam cada vez mais resistentes contra os diversos produtos químicos.A solução do problema dessas “pragas” pode estar em não usar mais veneno. Para isso é mais do que necessário investir no desenvolvimento e na divulgação das alternativas do manejo ecológico, que inicia com a prevenção, através do equilíbrio nutricional do solo, da diversicação da produção nos agroecossistemas, do controle biológico através do equilíbrio natural entre as espécies e da plantação e aplicação de plantas que afastam ou atraem os insetos e microorganismos dos cultivos, antes de tratar infestações e doenças com remédios naturais.É preciso produzir em sistemas integrados e diversicados em pequenas e me-dias propriedades. Isso signica uma mudança de paradigma, proposta pela Agroe-cologia, que se constrói no diálogo dos conhecimentos das diferentes ciências com os saberes dos povos campesinos e agricultores tradicionais.Esta cartilha tem o objetivo de disponibilizar informações sobre algumas das tan-tas alternativas de manejo ecológico, com receitas já aprovadas por agricultores(as) familiares, mas que precisam ser experimentadas em cada caso - com o registro dos seus efeitos - para avançar no seu desenvolvimento, ajudando a natureza a reencon-trar o seu equilíbrio para que ela possa continuar a produção dos nossos alimentos de forma saudável. APRESENTAÇÃO   Projeto Agricultura familiar, Agroecologia e Mercado O Projeto Agricultura Familiar, Agroecologia e Mercado (AFAM), co-nanciado pela União Européia (UE) de 2006 a 2011, tem como objetivo promover a melhoria da quali-dade de vida, soberania alimentar e empoderamento da população no semi-árido do Nor-deste do Brasil, por meio do fortalecimento da agricultura familiar ecológica e sustentável. Trabalha, para tanto, o fortalecimento da organização social e da qualicação de agricultores familiares, na produção, planejamento, gestão e comercialização de produtos agroecológicos, promovendo uma maior participação de mulheres e jovens.No Estado do Ceará, o projeto está contribuindo para a criação e fortalecimento de redes de agricultores(as) familiares ecológicos(as) nas regiões do Vale do Curu e Ara-tiaçu, no Sertão Central e no Maciço de Baturité, em parceria com as organizações não-governamentais (ONGs) Núcleo de Iniciativas Comunitárias (NIC), Instituto SESEMAR e Agência do Desenvolvimento Econômico Local (ADEL). O Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Ceará (CCA-UFC) é parceiro no apoio cientíco ao projeto, que conta também com a colaboração de outros parceiros locais e estaduais.Além disso, existem articulações com redes e entidades em outros Estados do Nordeste, promovendo a troca de experiências e construção de estratégias para avançar na difusão da proposta agroecológica.e-mail: agroecologia@agroecologia.inf.brhomepage: http://www.agroecologia.inf.br  Fundação Konrad Adenauer  A Fundação Konrad Adenauer é uma fundação política da República Federal da Alemanha que, naquele país e no plano internacional, vem trabalhando em prol dos direitos humanos, da democracia representativa, do Estado de Direito, da economia social de mercado, da justiça social e do desenvolvimento sustentável. Os principais campos de atuação da Fundação são a formação política, o desenvolvimento de pes-quisas aplicadas, o incentivo à participação política e social e a colaboração com as organizações civis e os meios de comunicação.No Brasil, realiza seu programa de cooperação por meio de um escritório no Rio de Janeiro e de uma Representação em Fortaleza, para o Nordeste e Norte do País, sempre em conjunto com parceiros locais. Com suas publicações, pretende contribuir para a ampliação do debate público sobre temas de importância nacional e interna-cional.Nas publicações da Fundação Konrad Adenauer, os trabalhos têm uma metodolo-gia cientíca e tratam de temas da atualidade, principalmente nos campos das ciên-cias sociais, políticas, econômicas, jurídicas e ambientais. As opiniões externadas nas contribuições desta publicação são de exclusiva responsabilidade de seus autores.e-mail: kas-fortaleza@kas.dehomepage: http://www.kas.de/brasil

Dominando o SSH

Aug 19, 2017

Como Fazer Um Blog

Aug 19, 2017
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks