Documents

Análise Do Comportamento Aplicada à Prática Pedagógica Na Educação Infantil.

Description
Description:
Categories
Published
of 13
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  www .psicologia.pt ISSN 1646-6977 Documento produzido em 30.06.2013   Johnatan da Silva Costa 1   Siga-nos em ace!oo .com#psico$ogia.pt   ANÁLISE DO COMPORTAMENTO APLICADA A PRÁTICA PEDAGÓGICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL 2011 Johnatan da Silva Cota Bacharel em Administração. Graduado em Psicologia pela aculdade Santo Agostinho !SA # $eresina !Brasil %mail&  ps'cologo(hotmail.com   RESUMO  )esse estudo pretende*se+ apresentar a import,ncia da a-ordagem comportamental+ especiicamente / modalidade de ensino programado na educação inantil+ permitindo compreender os -enecios desta para o corpo discente. Para tanto+ oi realiado um estudo de a-ordagem ualitativa+ onde o m3todo de procedimento t3cnico 3 de cunho -i-liogr4ico. Para realiação dessa  proposta+ na revisão de literatura esta-eleceu*se os seguintes o-5etivos especicos& Apresentou*se a inlu6ncia da a-ordagem analtico comportamental na relação ensino*aprendiagem+ identiicou*se o papel da instrução programada no processo ensino*aprendiagem e caracteriou*se a unção das t3cnicas comportamentais para nortear as intervenç7es do proessor na sala de aula. )a an4lise e interpretação das inormaç7es apresentadas+ esta-eleceu*se o conronto de ideias dos autores apresentados na undamentação te8rica+ a im de validar a eic4cia da perspectiva comportamental na educação inantil. Palav!a #hav$%  Comportamento+ reorço+ educação+ aluno+ proessor INTRODUÇÃO A pesuisa tem o prop8sito de destacar a import,ncia da perspectiva comportamental com 6nase no ensino programado na pr4tica pedag8gica atual+ -uscando compreender os -enecios desta para o corpo discente+ visando proporcionar o desenvolvimento cognitivo do mesmo  www .psicologia.pt ISSN 1646-6977 Documento produzido em 30.06.2013   Johnatan da Silva Costa 2   Siga-nos em ace!oo .com#psico$ogia.pt   durante o processo ensino*aprendiagem. %sse estudo de naturea -i-liogr4ica+ oi produido e undamentado em recursos te8ricos so-re as vantagens da utiliação da a-ordagem analtico comportamental ue enatia v4rias t3cnicas respons4veis pela instalação e manutenção de comportamentos assertivos ue implicam no desenvolvimento contnuo da criança no processo de aprendiagem. Compreende*se+ ue a a-ordagem comportamental+ 3 erroneamente criticada pelas atuais tend6ncias pedag8gicas+ pois+ postulam ue a mesma 3 uma perspectiva tecnicista e reducionista+  pois sua postura+ não englo-a a visão holstica ideol8gica de li-erdade disseminada pelas tend6ncias pedag8gicas atuais. A visão ut8pica so-re a an4lise do comportamento compromete a ampliação de novos repert8rios comportamentais dos proessores e principalmente dos alunos+ ue necessitam tam-3m de uma a-ordagem t3cnica+ com undamentação te8rica e pr4tica consolidada interessada em compreender o comportamento e a interação do mesmo com as conting6ncias !estmulos do am-iente . Ao contr4rio das criticas impostas a ela+ compreende*se ue essa a-ordagem tra muitos -enecios para a nossa realidade+ pois a mesma não tra-alha com r8tulos de categoriação em uadros nosogr4icos+ isto 3+ essa perspectiva não 3 a-soluta ou universal+ e nem visa prescrever o comportamento do su5eito atrav3s das caractersticas nas uais enuadram o mesmo em um transtorno ou um sistema de reer6ncia para classiicar*lo em um comportamento ideal. A an4lise do comportamento compreende os alunos em sua totalidade englo-ando aspectos cognitivo+ corporal e social+ atrav3s da an4lise das conting6ncias de reorçamento do mesmo+ dierentemente da visão pedag8gica li-ert4ria+ onde criticam ue na perspectiva comportamental e9iste uma aprendiagem ue envolve o controle coercitivo da naturea de adestração onde o aluno não tem a suposta :li-erdade; ou :livre ar-trio; para decidir+ conceitos esses ue serão discutidos e desmistiicados ao longo desse estudo. < estudo tem o o-5etivo geral de analisar a a-ordagem comportamental com 6nase no ensino programado na pr4tica pedag8gica atual+ -uscando compreender os -enecios desta para o corpo discente. Para consecução dessa proposta+ esta-eleceu*se os seguinte o-5etivos especicos& Apresentou*se o impacto da a-ordagem analtico comportamental na relação ensino*aprendiagem+ caracteriou*se a unção das t3cnicas comportamentais e identiicou*se o papel da instrução programada no processo ensino*aprendiagem. Antes de discorrer so-re as vantagens do ensino programado na escola+ a*se necess4rio compreender ue a escolha do tema+ partiu da concepção ue o li-eralismo ideol8gico conce-e a causa do comportamento de racassar ao aluno+ como se ele osse culpado pela alta de ha-ilidade dos proessores em ministrar a disciplina. )o ensino pautado em concepç7es idealistas de educação+ não e9istem o-5etivos+ metas+ ou conte=do program4tico a ser seguido+ na a-ordagem humanista os pr8prios alunos são respons4veis pela sua construção+ não havendo hieraruia na transmissão de conhecimento ou comportamento governado por regras+ portanto  www .psicologia.pt ISSN 1646-6977 Documento produzido em 30.06.2013   Johnatan da Silva Costa >   Siga-nos em ace!oo .com#psico$ogia.pt   nessa perspectiva o aluno depara*se em uma am-ig?idade+ ora não sa-e se 3 aluno ou proessor+ e uando sente culpa por não ter realiado determinada tarea+ atri-ui a causa a uma srcem mentalista ou se5a o aluno não realia a atividade+ porue não tem vontade ou dese5o. Por outro lado 3 importante compreender ue a verdadeira etiologia do comportamento tem uma implicação pr4tica+ e sua unção est4 relacionada aos repert8rios ue oram construdos durante o  processo ensino*aprendiagem ue servem de reer6ncia para emissão do comportamento assertivo. Perce-e*se+ ue a pedagogia com 6nase na pr4tica comportamental atrav3s do ensino  programado apresenta muitas vantagens pela t3cnica de reorço e a discriminação das conting6ncias de reorçamento+ essa a-ordagem 3 muito importante para ue os alunos construam repert8rios ou classe de comportamentos ue serão -ase para inserção dos mesmos no mercado de tra-alho+ sa-e*se+ ue essa a-ordagem 3 essencial em todo o processo de aprendiagem+  porue 3 o-5etiva. %ssa perspectiva 3 norteada por o-5etivos e tem a inalidade de revelar as caractersticas mais marcantes do aprendi+ tais como a participação ativa do mesmo no processo de aprendiagem+ com isso+ as t3cnicas dessa modalidade+ poder4 proporcionar ao proessor um acompanhamento gradativo para avaliar o desempenho do corpo discente no processo ensino*aprendiagem. Para responder a essa uestão+ a pesuisa se deter4 so-re o seguinte pro-lema& porue se aplicar a perspectiva comportamental em sala de aula@ %sta pesuisa 3 de a-ordagem ualitativa+ te8rico*metodol8gica+ onde se utilia a undamentação te8rica reerente aos autores ue enatiam so-re a utiliação da perspectiva analtico comportamental na educação inantil. Para isso+ esse estudo -usca risar o desenvolvimento de repert8rios comportamentais durante a aplicação dessa vertente+ -uscando constituir ha-ilidades e compet6ncias necess4rias no cumprimento eetivo nas atividades escolares+ ue serve de -ase para inserção desse su5eito no mercado de tra-alho uturamente.  )essa pesuisa toma como -ase as concepç7es de v4rios te8ricos+ tais como& Sinner !1D + $ei9eira !200D + Braghirolli !2002 + Eina'o !200> entre outros+ ue contri-uem para realiação desse estudo. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA An&li$ do #o'(o!ta'$nto no (!o#$o $nino a(!$ndi)a*$' A teoria comportamental 3 muito importante no processo ensino*aprendiagem na educação inantil+ pois as t3cnicas da analise do comportamento -aseia*se na realidade o-5etiva do mundo  www .psicologia.pt ISSN 1646-6977 Documento produzido em 30.06.2013   Johnatan da Silva Costa D   Siga-nos em ace!oo .com#psico$ogia.pt   contempor,neo+ procurando as causas do comportamento do aluno racassar+ atrav3s de vari4veis ue controlam o seu desempenho+ e não atri-uindo a etiologia de naturea mental ou sem causa aparente. A perspectiva comportamental aplicada na educação inantil 3 undamental para se manter a disciplina dos alunos+ pois 3 nessa etapa de aprendiagem+ ue a criança começa a construir repert8rios ue promovam o -em*estar+ auto*motivação e reorça o desenvolvimento crtico do aprendi+ porue as t3cnicas empregadas durante o ensino+ são apresentadas de maneira gradativa ocorrendo o-servação+ mensuração e uantiicação dos resultados o-tidos dos alunos. %ssa perspectiva oi desenvolvida no s3culo FF+ e conigura*se como uma a-ordagem voltada para a aplicação dos conceitos vistos em sala de aula no mundo e9terior+ as t3cnicas utiliada nos processo de ensino conce-e+ o -eneicio do ensino programado+ e simultaneamente desmistiica a concepção diundida de maneira errnea so-re a an4lise do comportamento+ na ual 3 vista como uma a-ordagem de cunho reducionista e ue não oerece autonomia para su5eito construir sua identidade ou sua su-5etividade. So-re a tradição da sociedade -uscar a causa do comportamento atrav3s de entidades mentais+ Sinner ! 1D+ p. 2H airma& o h4-ito de -uscar dentro do organismo uma e9plicação do comportamento tende a o-scurecer as vari4veis ue estão ao alcance de uma an4lise cientica. %stas vari4veis estão ora do organismo+ em seu am-iente imediato e em sua hist8ria am-iental. < pressuposto revela ue a diiculdade de aprendiagem do aluno não est4 relacionado apenas a disunção na capacidade cognitiva+ 3 preciso entender as conting6ncias ou estmulos am-ientais ue aca-am por inluenciar na constituição de comportamentos inadeuados+ com isso o aluno ica rustrado+ porue não apresenta classe de comportamento assertivos como reer6ncia ue concorram com os inadeuados. A maioria dos alunos ue conseguem atingir um o-5etivo durante as atividades escolares+ ap8ia*se sempre no signiicado das conse?6ncias do resultado da etapa anterior a atividade ue oi realiada+ ue unciona assim+ como estmulo discriminativo ou reerencia para o desenvolvimento contnuo dos processos cognitivos. A recorr6ncia do proessor a classiicação nosol8gicas ora do conte9to na ual o aluno est4 inserido para e9plicar comportamentos especicos considerados inadeuados+ diicilmente contri-ui para a resolução do comportamento*pro-lema do aluno+ pois assumir a culpa como entidade mentalista não 3 a causa do comportamento*pro-lema. %ssa realidade alude a concepção Iu-ner  Earinotti !200D+ p.>10 & Euitas vees se o-serva ue diagn8sticos ue encai9em a criança em algum transtorno neurol8gico ou psiui4trico uncionam como prete9to para ue as pessoas ue a cercam se e9imam de responsa-ilidade so-re seu desenvolvimento ou melhora+ so-retudo se o diagn8stico vier acompanhado do ualiicativo :crnico; ou :sem
Search
Similar documents
View more...
Tags
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks