Documents

Apostila Hérnia de Disco Lombar

Description
pdf
Categories
Published
of 7
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
    DEFINIÇÃO: É o extravasamento do núcleo pulposo de sua cavidade srcinal, após a ruptura no ânulo fibroso. Hérnia com compressão do saco dural. CAUSA: A maioria das hérnias ocorre em discos previamente degenerados. O Enfraquecimento do anel fibroso facilita ruptura do mesmo, permitindo assim o extravasamento do núcleo pulposo. Na maioria das vezes o mecanismo de trauma é um movimento de flexo-rotação do tronco com carga. INCIDÊNCIA   A hérnia de disco é rara em pessoas jovens, mas é comum entre pessoas acima dos 35 a 55 anos de idade. De todos os fatores responsáveis pela hérnia de disco, envelhecer é provavelmente o mais importante. Com a idade, a camada exterior do disco parece lentamente se degenerar, provavelmente por causa de décadas de postura vertical e da flexão das costas. Na região lombar os segmentos mais comprometidos são L5-S1 seguido de L4-L5. HÉRNIA DE DISCO LOMBAR    CLASSIFICAÇÃO QUANTO A GRAVIDADE I  –  Protrusão  –  Ocorre ruptura parcial das fibras do ânulo fibroso. A pressão do núcleo produz um abaulamento da periferia do disco. A protrusão é suficiente para produzir dor, principalmente se gerar compressão neural. II  –  Extrusão  –  Ocorre ruptura de todas as fibras do ânulo fibroso e extravasamento do núcleo. III  –  Seqüestro  –  Ocorre ruptura de todas as fibras do ânulo fibroso e extravasamento do núcleo com separação do material remanescente do material extravasado. Possui, quase sempre, indicação cirúrgica.    CLASSIFICAÇÃO QUANTO A SENTIDO DO DESLOCAMENTO 1  –  Anterior  –  Quando o núcleo se desloca anteriormente (rara). 2  –  Posterior  –  Quando o núcleo se desloca posteriormente. 3  –  Póstero-lateral  –  Quando o núcleo se desloca póstero-lateralmente (mais comum). QUADRO CLÍNICO    Dor local e/ou irradiada para região glútea ou região posterior do membro inferior (ciatalgia).    Parestesia (“dormência”)  e hipoestesia em membro inferior. Normalmente nos dermátomos da raiz de L5 ou S1. Dermátomos do membro inferior    Diminuição da força (peresia) em membros inferiores, muitas vezes o paciente relata que o joelho “falha” e que a perna fica “mole”. Nos casos mais graves podem ocorrer paraparesias tão severas que o individuo é incapaz de se sustentar em posição ortostática, ou mesmo paraplegia temporária.    A inclinação anti-álgica para o lado da dor, indica hérnia de disco mediana a raiz nervosa.        A inclinação anti-álgica para o lado oposto a dor, indica hérnia de disco lateral a raiz nervosa. Testes: Lasegue, Valsalva, Hoover, Kernig e Milgram  

Alg1f Dec7

Aug 4, 2017
Search
Tags
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks