Documents

ATIVIDADES RECUPERACAO FINAL 6 ano (1).doc

Description
ATIVIDADES RECUPERAÇÃO FINAL LÍNGUA PORTUGUESA – 6º ANO Profª Marisa Martins CONTEÚDOS: SUBSTANTIVO / ADJETIVO / ARTIGO / NUMERAL / INTERPRETAÇÃO DE TEXTO Para fazer as atividades, leia atentamente os textos. 1 – Indique, em cada item, o substantivo que não pertence ao mesmo grupo de formação de gênero. Indique também o grupo a que ele pertence. a) Jornalista, dentista, gerente, indivíduo, intérprete b) Carrasco, pessoa, vítima, cônjuge, imigrante 2 –
Categories
Published
of 6
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  ATIVIDADES RECUPERAÇÃO FINALLÍNGUA PORTUGUESA – 6º ANO Profª Marisa Mari!sCONTE DOS# SU$STANTIVO % AD&ETIVO % ARTIGO % NUMERAL % INTERPRETAÇÃO DE TE'TO Para fazer as atividades, leia atentamente os textos.1 – Indique, em cada item, o substantivo que não pertence ao mesmo grupo de formação de gênero. Indique tambm o grupo a que ele pertence.a! ornalista, dentista, gerente, indiv#duo, intrpreteb! $arrasco, pessoa, v#tima, c%n&uge, imigrante' – () substantivos que possuem gêneros diferentes para significados diferentes. *screva o significado do substantivo em destaque dos con&untos de frases a seguir.a! +arcos Paulo considerase o cabeça do grupo de estudo.Parece que aquele garoto tem uma cabeça muito grande.b! +oral da f)bula- +uito mais se consegue com a brandura que com a violência/.c! $omo não questionar o moral dos corruptos0d! a viagem que fizemos a +inas 2erais, nossa guia era muito inteligente.e! 2an3ei o novo guia da cidade do 4io de aneiro.f! 5s adolescentes ouvem muito a r)dio &ovem.g! +uitas pessoas gostariam de adquirir aquele r)dio antigo.6 $lassifique os substantivos uniformes em comuns de dois gêneros, sobrecomuns e epicenos. 7aça colunas serapandoos.v#tima capivara testemun3a &ovem &ornalista criaturacolega onça indiv#duogirafa c8mplice c%n&ugeestudante formiga9 – Informe o gênero dos substantivos, usando os artigos o ou a.eclipse lançaperfume clã grama :peso!omoplata c8tis dinamite gengibresucuri alface c3ampan3a dermedecalcomania d; guaran) sentinelatelefonemacal< – =eia a tira 4ecruta >ero, de +ort ?al@er.  a! *m que consiste o 3umor da tira0b! Identifique o substantivo composto que aparece nos quadrin3os.c! $omo esse substantivo foi formado0d! () nas falas da tirin3a um substantivo abstrato. Identifiqueo.AB =eia o poema abaixo para responder Cs questDes.$ontente, alegre, ufano Passarin3o,Eue enc3endo o bosque de 3armonia,+e est) dizendo a tua melodia,Eue  maior tua voz, que o teu biquin3o.$omo da pequenez desse corpin3oFai taman3o tropel de vozeria0 2reg;rio de +atos. Poemas escol3idos.Fão Paulo- $ultrix, p)g. 61G a! Identifique os substantivos presentes nesses versos.b! Hlguns desses substantivos estão no grau diminutivo. Identifiqueos.c! $omo são formados esses diminutivos0d! m dos substantivos encontrase no grau aumentativo. Identifiqueo.e! $omo  formado esse aumentativo0AJ Kos sentimentos relacionados a seguir, escreva qual est) presente nas frases. elogio – carin3o – desprezo – ironiaa! Hquele  autor de um livreco.b! 5 4onaldin3o  mesmo um garoto tão santin3oLc! Fão muitas saudades, mãezin3a.d! M um mul3eraço de dar inve&a.AG =eia a tirin3a e depois responda ao que se pede.a! a tirin3a, 3) uma frase em que aparece uma locução ad&etiva. Eual  essa frase0b! Kestaque a locução ad&etiva e transformea em um ad&etivo.c! 5bserve as cenas apresentadas e tente substituir a locução ad&etiva por outras na fala do +enino +aluquin3o.AN =eia o poema a seguir. Identifique artigos e ad&etivos que aparecem no texto e informe a que substantivos eles se referem.amarga m)goao pobre pranto tempor que cargasdO)guac3ove tanto Paulo =emins@i. =a vie em close. ' *d. Fão Paulo- Qrasiliense, p.9G.  1A Identifique se as palavras destacadas nas frases são artigos ou numerais.a! Kas laran&as que comprei, uma estava estragada.b! Fomos três irmãos- dois são professores e um  advogado.c! $ontaramme uma 3ist;ria engraçada sobre um amigo meu.d! *u li um conto cu&o conflito envolvia um s; personagem.e! Hpenas uma das quatro faixas da avenida estava interditada.5 texto abaixo embasa as questDes de 1 a <*FR4H(HF 2*RI=*>HF*stão acontecendo coisas estran3as. Fabese que as pessoas nas grandescidades não têm o 3)bito da gentileza. ão  por ruindade,  falta de tempo. 2astam apaciência nos %nibus, no trSnsito, nas filas, nos mercados, nas salas de espera, nosembates familiares, e depois economizam com a gente.$omigo d)se o contr)rio,  o que estou notando de uns dias para c). Rratamme com inquietante delicadeza. ) captava aqui e ali sinais suspeitos, imprecisosventin3os de asas de borboleta, quase nada. H impressão de que algo estran3o tomoucorpo mesmo foi na semana passada. m vizin3o que &) fora meu amigo telefonoumedesfazendo o engano que nos afastava, intriga de pessoa que nem con3eço e queafinal resolvera esclarecer tudo. Kif#cil reconstruir a amizade, mas a inimizade morriaali. :Ivan Tngelo. 5 comprador de aventuras e outras cr%nicas. F.Paulo- Utica, 'AAA! 1Ke acordo com o texto,  correto afirmar que-a!Rodas as pessoas da cidade grande são extremamente gentis, isto , muitoeducadas.b!5 narrador, 3abituado a ser tratado de forma pouco gentil, percebe que aspessoas começam a tomar atitudes de gentileza pouco comuns.c!5 narrador perdeu a paciência com o seu vizin3o que provocou uma intriga edestruiu a amizade dos dois.d!Hs pessoas gastam sua paciência nos %nibus, mas conservam a educaçãoquando estão com os amigos. ' “Comigo dá-se o contrário, é o que estou notando de uns dias para cá.”   – *xplique essa fala do narrador, baseandose nas informaçDes contidas no texto.6 Você aprendeu em classe que os artigos são usados para generalizar ou para particularizar os seres. H 8ltima frase do texto  a seguinte- “Difícil reconstruir a amizade, mas a inimizade morria ali.”   – Partindo do aprendizado sobre os artigos, responda por que nessa 8ltima frase do texto o narrador fez uso do artigo indefinido H09 5 texto  composto de dois par)grafos. 7aça o que  solicitado-a!4etire do primeiro parágrafo  uma frase que apresente um substantivoabstrato. 2rifeo.b!4etire do segundo parágrafo  uma frase que apresente dois ad&etivos. 2rifeos.<5 texto em questão a!$onta uma 3ist;ria de amizade.b!Kescreve como  uma amizade.c!7az uma reflexão sobre a atitude das pessoas.  d!Vende ao leitor a imagem do que  uma amizade. Hs atividades abaixo não mais se baseiam no texto *stran3as 2entilezas/B $oloque V  para verdadeiro e F para falso  nas afirmaçDes abaixo. 5bserve bem o contexto.a!Hquela VELHA  irritou o guarda. – H palavra destacada e um substantivo . : !b!4oupa VELHA precisa ser substitu#da. – H palavra destacada  um adjetivo . :!c!aquela aldeia todos se ajudavam . – Verbo ajudar – Presente do Indicativo .: !d!+eus pais têm uma casa DE ADEI!A . – Hs palavras destacadas formamuma locu #o adjetiva .e!H cidade VI$I%HA  ficava a 9AA @m dali. – H palavra destacada  um adjetivo . :!f!Fapatos DE VE!%I$ eram os seus preferidos. – Hs palavras destacadasformam uma locu #o adjetiva&  : !J *m- a! os gregos  sa#ram de dentro do cavalo/ b! 5s cavalos gregos  assustaram o inimigo.Eual  a classe gramatical das palavras sublin3adasRexto para as questDes de A1 a A6- A 'an #o dos (aman)uin*os Rroc... troc... troc... troc...ligeirin3os, ligeirin3os,troc... troc... troc... troc...vão cantando os tamanquin3os...+adrugada. Rroc... troc...pelas portas dos vizin3osvão batendo, troc... troc...vão cantando os tamanquin3os...$3ove. Rroc... troc... troc...no silêncio dos camin3osalagados, troc... troc...vão cantando os tamanquin3os...* at mesmo, troc... troc...os que têm sedas e armin3os,son3am, troc... troc... troc...com seu par de tamanquin3os... $ec#lia +eireles.  Antologias Escolares . *di&ovem. Poemas para a infância .(enriqueta =isboa 1! H 8nica alternativa I$544*RH em relação ao poema -a. : ! Poesia  brincar com palavras e isso $ec#lia +eireles fez muito bem em Hcanção dos tamanquin3os .b. : ! () semel3ança de sons entre as palavras.c. : ! 5 poema conta com a repetição de versos.d. : ! $ec#lia +eireles trabal3a com as palavras utilizando a sonoridade delas paraelaborar expressivamente o ritmo do seu poema.e. : ! ão 3) encanto algum na tra&et;ria dos tamanquin3os.

Air Live

Aug 1, 2017
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x