Internet & Web

Atividades S O

Description
Atividades S O
Categories
Published
of 4
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  Nome: Rafaela Cristina L. da SilvaRespostas das atividades 1Quais são as unidades funcionais de um sistemacomputacional? Processador ou unidade central de processamento, memória principale dispositivos de entrada/saída. 2Quais os componentes de um processador e quais são suasfunçes? Um processador é composto por unidade de controle, unidade lógicae aritmética, e registradores. A unidade de controle (UC) éresponsável por gerenciar as atividades de todos os componentes docomputador, como a gravaço de dados em discos ou a !usca deinstruç"es na memória. A unidade lógica e aritmética (U#A), como onome indica, é responsável pela reali$aço de operaç"es lógicas(testes e comparaç"es) e aritméticas (somas e su!traç"es). !Como a mem"ria principal de um computador #or$ani%ada? A memória é composta por unidades de acesso c%amadas células,sendo cada célula composta por um determinado n&mero de !its.Atualmente, a grande maioria dos computadores utili$a o !'te ( !its)como taman%o de célula. &'escreva os ciclos de leitura e $ravação da mem"riaprincipal. o ciclo de leitura, a UCP arma$ena no *A+, o endereço da célula aser lida e gera um sinal de controle para a memória principal,indicando ue uma operaço de leitura deve ser reali$ada. -conte&do da(s) célula(s), identicada(s) pelo endereço contido no*A+, é transerido para o *0+.o ciclo de gravaço, a UCP arma$ena no *A+, o endereço da célulaue será gravada e arma$ena no *0+, a inormaço ue deverá sergravada. A UCP gera um sinal de controle para a memória principal,indicando ue uma operaço de gravaço deve ser reali$ada e ainormaço contida no *0+ é transerida para a célula de memóriaendereçada pelo *A+ (Qual o n)mero m*+imo de c#lulas endereçadas emarquiteturas com ,-R de 1/ !2 e & 0its? *A+123 !its n&mero ma4 células 1 5 23 *A+165 !its n&mero ma4 células 1 5 65 *A+137 !its n&mero ma4 células 1 5 37  que são mem"rias vol*teis e nãovol*teis? *emórias voláteis precisam estar sempre energi$adas para mantersuas inormaç"es, o ue no acontece com as no8voláteis. 3Conceitue mem"ria cac4e e apresente as principaisvanta$ens no seu uso. A memória cac%e é uma memória volátil de alta velocidade, porémcom peuena capacidade de arma$enamento. - tempo de acesso a  um dado nela contido é muito menor ue se o mesmo estivesse namemória principal. - propósito do uso da memória cac%e é minimi$ara disparidade e4istente entre a velocidade com ue o processadore4ecuta instruç"es e a velocidade com ue dados so acessados namemória principal. 5. Qual a import6ncia do princ7pio da localidade na e8ci9nciada mem"ria cac4e? - princípio da localidade consiste no ato de ue as reer9ncias: memória eitas por um processo no so aleatórias, dado uminstante de e4ecuço. ; muito mais provável ue itens de memóriaue sero acessados, dentro de um período ra$oável de tempo. . Quais os 0enef7cios de uma arquitetura de mem"ria cac4ecom m)ltiplos n7veis? Para o cac%e uanto maior a capacidade, maior a pro!a!ilidadede encontrar nele uma cópia do dado ue se procura. Por outro lado,uanto maior o cac%e, maior a lat9ncia, pois mais tempo se leva paraencontrar alguma coisa ue nele este<a arma$enada. A soluço oi%ierarui$ar o cac%e. Criou8se ento dois níveis de cac%e, am!os nointerior da UCP, o primeiro um cac%e peueno, rapidíssimo, lat9nciacurta devido ao menor taman%o, !em <unto ao =mago da UCP e osegundo, entre o primeiro e o mundo e4terior, um cac%e !em maior,portanto aumentando a pro!a!ilidade de encontrar nele uma cópia dodado dese<ado, porém de maior lat9ncia 1;. Quais as diferenças entre a mem"ria principal e amem"ria secund*ria? A memória principal é um dispositivo de arma$enamento, ondeso arma$enados instruç"es e dados utili$ados pelo processadordurante a e4ecuço de programas, e4emplo *emória +A*. A memóriasecundária é um dispositivo com maior capacidade dearma$enamento, porém com menor velocidade de acesso aos seusdados arma$enados, e4emplo o >?. 11. 'iferencie as funçes 0*sicas dos dispositivos de <=S. -s dispositivos de @/ podem ser divididos em duas categoriasBos ue so utili$ados como memória secundária e os ue servem paraa interace usuário8máuina. -s dispositivos utili$ados como memóriasecundária caracteri$am8se por ter capacidade de arma$enamento!astante superior ao da memória principal. eu custo é relativamente!ai4o, porém o tempo de acesso : memória secundária é !emsuperior ao da memória principal. -utros dispositivos t9m comonalidade a comunicaço usuário8máuina, como teclados, monitoresde vídeo, impressoras entre outros. 12. Caracteri%e os 0arramentos processadormem"ria/ <=S e0ac>plane .-s !arramentos Processador8*emória so de curta e4tenso ealta velocidade para ue se<a otimi$ada a transer9ncia de inormaço  entre processadores e memórias. -s !arramentos de @/ possuemmaior e4tenso, so mais lentos e permitem a cone4o de dierentesdispositivos. @nuanto o !arramento de !acplane tem a unço deintegrar os dois !arramentos. 1!. Como a t#cnica de pipelinin$ mel4ora o desempen4o dossistemas computacionais? ?ei4ando ue o processador e4ecute m&ltiplas instruç"esparalelamente em níveis dierentes. 1&. Compare as arquiteturas de processadores RSC e CSC. A aruitetura +DC (+educed Dnstruction et Computer), é umalin%a de aruitetura de computadores ue avorece um con<untosimples e peueno de instruç"es ue levam apro4imadamente amesma uantidade de tempo para serem e4ecutadas. A maioria dosmicroprocessadores modernos so +DCs. - tipo de microprocessadormais utili$ado em ?estops, é mais CDC do ue +DC. Ascaraterísticas da aruitetura +DC soB con<unto redu$ido e simples deinstruç"esE ormatos simples e regulares de instruç"esE operandossempre em registrosE modos simples de endereçamento : memóriaEuma operaço elementar por ciclo máuina e o uso do pipeline. Fá oCDC (Comple4 Dnstruction et Computer) é uma lin%a de aruiteturade processadores capa$ de e4ecutar centenas de instruç"escomple4as dierentes sendo, assim, e4tremamente versátil. @4emplosde processadores CDC so os 63 e os 73 da Dntel. -s processadores!aseados na computaço de con<unto de instruç"es comple4ascont9m uma microprogramaço, ou se<a, um con<unto de códigos deinstruç"es ue so gravados no processador, permitindo8l%e rece!eras instruç"es dos programas e e4ecutá8las, utili$ando as instruç"escontidas na sua microprogramaço. 1(. Conceitue a t#cnica de 0enc4mar> e como # suareali%ação. - 0enc%mar permite uma análise de desempen%o comparativaentre sistemas computacionais. este método, um con<unto deprogramas é e4ecutado em cada sistema avaliado e o tempo dee4ecuço comparado. A escol%a dos programas deve ser criteriosapara reGetir os dierentes tipos de aplicaço. 1. @or que o c"di$oo0Aeto $erado pelo tradutor ainda nãopode ser e+ecutado? Pois ele ca esperando por alguma su!8rotinas e4ternas, pois otradutor no tem pode associar o programa principal :s su!8rotinasc%amadas. @sta unço é desempen%ada através do liner. 1(. Conceitue a t#cnica de 0enc4mar> e como # suareali%ação. - 0enc%mar permite uma análise de desempen%o comparativaentre sistemas computacionais. este método, um con<unto deprogramas é e4ecutado em cada sistema avaliado e o tempo de  e4ecuço comparado. A escol%a dos programas deve ser criteriosapara reGetir os dierentes tipos de aplicaço. 1. @or que o c"di$oo0Aeto $erado pelo tradutor ainda nãopode ser e+ecutado? Pois ele ca esperando por alguma su!8rotinas e4ternas, pois otradutor no tem pode associar o programa principal :s su!8rotinasc%amadas. @sta unço é desempen%ada através do liner. 13. @or que a e+ecução de pro$ramas interpretados # maislenta que a de pro$ramas compilados? Como no e4iste a geraço de um código e4ecutável, asinstruç"es de um programa devem ser tradu$idas toda ve$ ue esteor e4ecutado. Um e4emplo e o <ava ue passa pela H* antes de sere4ecutada pois antes tem ue ser interpretada e compilada. 15. Quais as funçes do lin>er? eu papel e de resolver todas as reer9ncias sim!ólicase4istentes entre os módulos de um programa e reservar memóriapara sua e4ecuço. 1. Qual a principal função do loader? 0uscar na memória principal um programa ou processo para sere4ecutado. 2;. Quais as facilidades oferecidas pelo depurador? - depurador oerece ao usuário recursos de acompan%ar a e4ecuço de um programa passo8a8passo, possi!ilitar a alteraço e visuali$aço do conte&do de variáveisE implementar pontos de paradadentro do programa.

Ilmu Tauhid

Jan 11, 2019

filosofi

Jan 11, 2019
Search
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks