Documents

BAP41P115+V7

Description
Procedimentos Operacionais
Categories
Published
of 5
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
                                               Cópia controlada se impressa em papel Documentos do SGI Título:Operação do Elevador de Carga da ETA K-4102Nº Documento: BA/P.41.P.115 (7) Página 1 1. DESCRIÇÃO: (Fazer) 1.1. O que? -Operar o elevador de carga K-4102 na ETA, Essa atividade é considerada crítica e foi classificada com nível de gravidade 2. 1.2. Por que? -Para transportar insumos ou outros materiais com peso máximo de 650kgdo térreo para opiso superior ou vice-versa. 1.3. Quem? -O operadores da DUTIL/ETA. 1.4. Quando? -Sempre que for preciso transportar materiais com peso máximo de 650 kg. 1.5. Onde? -Estação de Tratamento de Água 2. RECURSOS MATERIAIS NECESSÁRIOS2.1. Equipamentos de produção: N/a 2.2. Equipamentos de medição: N/A; 2.3. Ferramentas: Paleteira; 2.4. EPI: Farda; Capacete; Óculos amplavisão; Bota de segurança; Luvas; 2.5. Insumos: Sacos de Sulfato de alumínio; Sacos de Cal hidratada; Embalagem de Hipoclorito de cálcio; 3. AÇÕES DESENVOLVIDAS:3.1 - Transportar carga do piso inferior para o superior:3.1.1 -Na partida verificar a condição das correntes, se o elevador está no piso inferior e se a botoeira está travada;3.1.3 -Testar os dois fins de curso e checar as duas travas de segurança do elevador antes de colocar a carga; 3.1.4 -Abrir a grade de proteção, puxar a gaiola para colocar o produto a ser                                               Cópia controlada se impressa em papel Documentos do SGI Título:Operação do Elevador de Carga da ETA K-4102Nº Documento: BA/P.41.P.115 (7) Página 2 tansportado, certificando-se que a quantidade de produto está dentro da capacidade de carga do elevador que é de 0.65 t.3.1.5 -Colocar a gaiola de volta no lugar, travar, fechar a grade de proteção do elevador e destravar a botoeira no piso inferior. No piso superior acionar a botoeira de subida até que ele pare. 3.1.6 -No piso superior travar a botoeira, abrir a grade de proteção destravar e puxar a gaiola para retirar o produto.Logo após retirado o produto colocar a gaiola de volta no lugar e travar , fechar a grade de proteção, destravar e acionar a botoeira de descida atéque ele pare;OBS.1: O operador deverá estar no piso superior quando acionar o elevador para transportar a carga. 3.2 - Transportar carga do piso superior para o inferior:3.2.1 -Na partida verificar a condição das correntes, se o elevador está no piso superior e se a botoeira está travada;3.2.2 -Testar os dois fins de curso e checar as duas travas de segurança do elevador antes de colocar a carga; 3.2.3 -Abrir a grade de proteção, puxar a gaiola para colocar o produto a ser tansportado, certificando-se que a quantidade de produto está dentro da capacidade de carga do elevador que é de 0.65 t3.2.4 -No piso superior fechar a grade de proteção do elevador e acionar a botoeira de descida até que ele pare . Após parada travar botoeira. 3.2.5 -Chegando ao piso inferior abrir a grade de proteção destravar e remover a gaiola e retirar o produto. Logo após retirado o produto colocar a gaiola de volta no lugar, travar e fechar a grade de proteção e travar a botoeira.OBS2: O operador deverá estar no piso superior quando acionar o elevador para transportar a carga.OBS3: Cera protetora utilizada nas correntes: QUIMATIC 30 (Fabricante TATMATIC) . 4. RESULTADOS ESPERADOS:                                               Cópia controlada se impressa em papel Documentos do SGI Título:Operação do Elevador de Carga da ETA K-4102Nº Documento: BA/P.41.P.115 (7) Página 3 4.1. Realização das tarefas descritas com pessoal devidamente treinado e conscientizado a respeito de suas funções e responsabilidades perante os aspectos comportamentais de Saúde, Segurança e Meio Ambiente e diante das rotinas da atividade operacional; 4.2. Efetuar o transporte de insumos ou outros materiais de forma segura sem comprometer a integridade física do operador e do equipamento; 5. DESVIOS:5.1.  A não utilização dos EPI’s necessários para o operador e o fornecedor, caracterizará um ato inseguro, podendo contribuir para a ocorrência de acidentes e/ou agravar suas consequências. 5.2. Queda do elevador devido a quebra da corrente; Isolar a área solicitar o bloqueio de energia e travamento do equipamento; 5.3. Parada do acionador; 5.4. Utilização de carga superior a capacidade; 5.5 Gaiola destravada; 5.6 Falha na chave fim de curso. Desligar manualmente o motor da talha travando a botoeira ; 5.7 Lubrificação inadequada das correntes; 5.8 Falha na trava dos ganchos superior e inferior. 6. CONSEQUÊNCIAS DAS NÃO CONFORMIDADES:6.1. Ocorrência de acidentes e/ou incidentes durante a realização das tarefas, com possíveis prejuízos à integridade física do indivíduo, além de impactar negativamente na performancede segurança da fábrica e de todo grupo Cristal Global; 6.2. O comprometimento da integridade do equipamento. Nesse caso deve-se informar ao operador II para emissão de relatório de incidente de confiabilidade e ocorrência para manutenção; 6.3. Impossibilidade de movimentação do elevador.Informar ao operador II para emitir                                               Cópia controlada se impressa em papel Documentos do SGI Título:Operação do Elevador de Carga da ETA K-4102Nº Documento: BA/P.41.P.115 (7) Página 4 Ocorrência e relatório de incidente de confiabilidade; 6.4. Poderá ocorrer quebra das partes de sustentação do elevador, caracterizando descumprimento do procedimento; 6.5.  A gaiola poderá ficar presa em algum obstáculo impedindo a movimentação do elevador. 6.6. Poderá ocorrer a quebra da corrente e danos nos suportes e guias da gaiola do elevador, nesse caso deve-se desligar manualmente o motor da talha travando a botoeira. 6.7. Corrosão com enfraquecimento da estrutura. Caracterizando descumprimento da NS-005; 6.8. O gancho pode se desprender da gaiola, causando a queda da mesma. 7. EMERGÊNCIAS:7.1. Queda de força, interromper a atividade e seguir o procedimento para queda de energia na ETA. Ao retornar a energia após partida do tratamento prosseguir com a atividade; 8. ANEXOS:Não Aplicável.9. ( ) CT. Com Treinamento ( x ) ST. Sem Treinamento

rf-4490.pdf

Aug 4, 2017

Soalan Temuduga

Aug 4, 2017
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x