Magazine

Beijo Da Palavrinha (Cont )

Description
CONTINUAÇÃO DA HISTÓRIA O Beijo da Palavrinha EB 1 Santo António – Tomar Alunos do 4º B Março 2016 Continuação da História O Beijo da Palavrinha 2 Depois…
Categories
Published
of 8
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
CONTINUAÇÃO DA HISTÓRIA O Beijo da Palavrinha EB 1 Santo António – Tomar Alunos do 4º B Março 2016 Continuação da História O Beijo da Palavrinha 2 Depois de Maria Poeirinha morrer Zeca Zonzo ficou muito triste e disse ao tio Jaime Litorânio que gostaria de ver o mar. Por isso, o tio Jaime levou-o a ver o mar. Quando lá chegaram sentiu o aroma do mar e disse com muita saudade: — Quem me dera a que a minha maninha estivesse aqui! Lembrou-se então de levar numa concha um pouco de água e noutra concha um pouco de areia da praia. Ao chegar a casa pousou as duas conchas ao lado da cama da Maria Poeirinha e foi para a cozinha. Foi então que ouviu a voz da irmã e perguntou: — És tu Poeirinha?! Zeca Zonzo não acreditava, mas logo correu para os braços de Maria Poeirinha abraçando-a com toda a força que tinha. Ao observar este acontecimento o tio perguntou se gostariam de ir ver o mar, Claro que ambos responderam que sim. E assim viveram, felizes para sempre. Fim Texto elaborado por Mafalda Matos, março de 2016 EB1 Santo António – Tomar – Turma 4.º B Continuação da História O Beijo da Palavrinha 3 (...) Pois, a sua irmã tinha adormecido num sono eterno. Zeca Zonzo tinha imensas saudades dela, das brincadeiras e das conversas dos dois. De minuto a minuto pensava nela. Mas com o passar dos anos, Zeca Zonzo ganhara uma irmã, a Maria do Mar. Sua mãe decidira dar-lhe este nome para homenagear sua filha que morrera. Zeca Zonzo andava sempre preocupado com ela, com medo que também ela ficasse vizinha da morte. Na verdade, Zeca Zonzo preocupava-se com toda a gente, mesmo que fosse um animal, ou o vizinho. Um dia Maria do Mar teve uma ideia um pouco perigosa e aventureira: ir à praia conhecer o mar. A missão tornou-se quase impossível, mas quando falaram com o tio Jaime Litorânio, ele disse que os ia ajudar. O tio só os ajudava porque gostava muito do mar, porque era um bom marinheiro e também porque achava que o mar atribuía mais sabedoria e enriquecia as almas das pessoas. Os três combinaram não dizer nada aos pais de Maria do Mar e de Zeca Zonzo, pois eles iriam ficar preocupados, sem motivo. Eles estariam em segurança, com o tio Jaime. Já no dia seguinte, seguiram viagem logo pela madrugada. Atravessaram montes, vales e montanhas, mas por fim lá chegaram ao MAR. E quando voltaram… tinham muitas histórias interessantes para contar... Fim Texto elaborado por Matilde Salgueiro, março de 2016 EB1 Santo António – Tomar – Turma 4.º B Continuação da História O Beijo da Palavrinha 4 Um dia Zeca Zonzo pensou: — A minha maninha não pode ver o mar, mas eu ainda tenho oportunidade para o ver. E assim foi, Zeca Zonzo perguntou ao Tio Jaime Litorânio se queria ir com ele. Ele respondeu-lhe que sim. E no dia seguinte partiram. O Tio Jaime Litorânio já sabia o caminho. Primeiro tiveram que subir a uma montanha, passar por alguns rios, atravessar as cidades e por fim lá chegaram ao mar. Ao ver o mar, Zeca Zonzo exclamou: — Uau! Nunca tinha visto nada assim! Que ondas enormes! As gaivotas voam sobre o mar. Tudo isto me faz lembrar a minha maninha. Quando chegar a casa vou contar tudo o que vi! Espero que Maria Poeirinha ouça tudo lá do céu. Antes de ir para casa, Zeca Zonzo agarrou numa caixa e lá dentro guardou um bocadinho da água do mar para mostrar à sua família. E assim ficou aquela família pobre a saber como era o mar. Fim Texto elaborado por Rita Chico, março de 2016 EB1 Santo António – Tomar – Turma 4.º B Continuação da História O Beijo da Palavrinha 5 Um dia Zeca Zonzo estava à procura de materiais para poder fazer um brinquedo na lixeira da cidade vizinha. Foi aí que encontrou uma tábua de madeira. Por baixo dela, estava uma máquina feita de metal, que o Zeca Zonzo levou para casa. Muito curioso, Zeca Zonzo carregou num botão vermelho, que a máquina tinha. A máquina estremeceu, apareceu uma luz vermelha muito brilhante e ele desapareceu. Demorou algum tempo a perceber que estava no passado. Zeca Zonzo reparou então que a sua irmã ainda não adoecera. Por isso, pediu ao tio Jaime para os levar a ver o mar. Zeca Zonzo explicou-lhe tudo o que se iria passar no futuro, por isso o tio Jaime disse que não havia tempo a perder. De repente, Maria Poeirinha perguntou: — Que coisa azul é aquela? O tio Jaime respondeu: — É o mar!!! Já chegámos ao mar!!! Todos ficaram muito felizes. O Zeca Zonzo entrou no mar e disse: — Isto é tão fresco, tão bom! E a partir daí Maria Poeirinha e Zeca Zonzo passaram a ir muitas vezes ao mar com o tio Jaime. Fim Texto elaborado por Tiago Chico, março de 2016 EB1 Santo António – Tomar – Turma 4.º B Continuação da História O Beijo da Palavrinha 6 Depois, os dois foram até ao mar com o Tio Jaime e gostaram muito. Pisaram água salgada pela primeira vez, desenharam muitas coisas na areia: uma flor, árvores, ou cascatas. Mas de repente, Zeca Zonzo teve uma grande ideia, e disse: — Porque é que não imaginamos que somos exploradores, que se aventuram nas profundezas do mar? — Grande ideia!- respondeu Maria Poeirinha. E lá imaginaram, que tinham sido engolidos por um tubarão baleia, mas o Tio Jaime tinha atirado uma corda e eles conseguiram escapar. Que lutaram com tubarões, encontraram um barco pirata afundado, viram águas vivas, medusas, enguias e muitas criaturas do mar. Quando voltaram para casa, vinham muito contentes por terem visto o mar. Maria gostou tanto que até contou o que tinha imaginado às crianças mais novas. Zeca Zonzo escreveu um livro acerca do que tinha imaginado. E ficaram todos felizes para sempre. Fim Texto elaborado por Gabriel Nascimento, março de 2016 EB1 Santo António – Tomar – Turma 4.º B Continuação da História O Beijo da Palavrinha 7 E esse ferir ao tocar no “r” do mar, foi o aviso da morte. Zeca Zonzo foi até ao quadro da sala onde estava a foto da Maria Poeirinha e disse baixinho: — Eu hei-de conseguir curar a minha mana. — Mas já não vai resultar! – disse-lhe a mãe. — Porquê? – perguntou ele. — Porque a tua irmã… morreu. – disse a mãe muito triste. Zeca Zonzo foi a chorar até à irmã e abraçou-a. A mãe, reparou então numa coisa que a deixou surpreendida. Caiu uma lágrima, azul e salgada como o mar que fez com que Maria Poeirinha abrisse os olhos e abraçasse o seu irmão. Zeca Zonzo parou de chorar e sorriu. E a partir daí viveram felizes para todo o sempre. Fim Texto elaborado por Guilherme Duarte, março de 2016 EB1 Santo António – Tomar – Turma 4.º B Continuação da História O Beijo da Palavrinha 8 Foi então que seu irmão Zeca Zonzo encontrou um búzio, teve logo uma ideia. Correu para casa, foi até junto da irmã e disse: — Maria Poeirinha oiça o mar!- encostando-lhe o búzio ao ouvido. No dia seguinte, logo de manhãzinha, Zeca Zonzo entrou em silêncio no quarto de sua irmã e encostou-lhe o búzio de novo ao ouvido e ela começou a sonhar. Sonhou que estava num barco a navegar no mar tão azul como o céu, com peixes coloridos como o arco-íris e algas longas como mantos. As gaivotas faziam razias às ondas do mar e os golfinhos saltavam de alegria. De repente os olhos de Maria Poeirinha abriram-se e ela olhou para seu irmão e sorriu… — Meu irmão, obrigada por me teres ajudado a ver a beleza infinita do mar e por fazeres de mim a criança mais feliz do mundo. Fim Texto elaborado por Guilherme Costa, março de 2016 EB1 Santo António – Tomar – Turma 4.º B
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x