Health & Medicine

BIG DATA ENFIM VIRANDO REALIDADE, QUAIS SÃO OS RISCOS E OS BENEFÍCIOS? BIG DATA. Andreia Rizzatto de Gouveia

Description
1 BIG DATA ENFIM VIRANDO REALIDADE, QUAIS SÃO OS RISCOS E OS BENEFÍCIOS? BIG DATA Andreia Rizzatto de Gouveia 2 A princípio, podemos definir o conceito de Big Data como sendo
Published
of 11
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
1 BIG DATA ENFIM VIRANDO REALIDADE, QUAIS SÃO OS RISCOS E OS BENEFÍCIOS? BIG DATA Andreia Rizzatto de Gouveia 2 A princípio, podemos definir o conceito de Big Data como sendo conjuntos de dados extremamente amplos e que, por este motivo, necessitam de ferramentas especialmente preparadas para lidar com grandes volumes, de forma que toda e qualquer informação nestes meios possa ser encontrada, analisada e aproveitada em tempo hábil. O CONCEITO DE BIG DATA De maneira mais simplista, a ideia também pode ser compreendida como a análise de grandes quantidades de dados para a geração de resultados importantes que, em volumes menores, dificilmente seriam alcançados. O termo vem sendo cada vez mais conhecido, a tecnologia implementada nas empresas e o debate sobre o risco das informações vem ficando cada vez mais acalorados. Afinal de contas, o Big Data vai ter mais contribuições negativas ou positivas para população? 3 BIG DATA: CONTRIBUIÇÕES Naturalmente, nenhuma dessas práticas de coleta de dados são novas. Na verdade, as técnicas de banners e rastreamento de cookies na web estão em vigor e são quase tão antigas quanto a própria Internet. Os desenvolvedores da web utilizam técnicas de rastreamento de dados para fornecer uma variedade de serviços para os seus visitantes, incluindo: Inovação social e bases para a criação Smarter Societies: O MIT (Massachusetts Institute of Technology) está utilizando a análise de grandes volumes de dados para pesquisar maneiras de construir cidades mais inteligentes que ajudam a reduzir as emissões, reduzir custos e aumentar a qualidade de vida. Além do mais, ele controla o comportamento do usuário por meio de dispositivos móveis sem recolher qualquer informação de identificação - proporcionando um equilíbrio ético entre a captura das informações e a manutenção da privacidade de cada indivíduo. Saúde: O Big Data também tem uma mão em pesquisar curas e opções de tratamento para o câncer e ebola, com várias iniciativas mundiais em andamento. 4 Ambientalismo: O acesso a grandes conjuntos de dados acelerou a investigação sobre quão grave o aquecimento global tornou-se e ajudou pesquisadores a analisar os efeitos da poluição sobre o meio ambiente global. Segurança: Identificar riscos de atentados à segurança com base nos padrões de posts nas redes sociais. Trânsito: Tirar conclusões sobre trânsito em grandes centros com base nas informações de localização de telefones celulares; A Análise e processamento de grande quantidade de dados por meio do Big Data pode melhorar de forma significativa trabalhos estatísticos e de inteligência de mercado que hoje dependem de grande esforço e horas de trabalho para levantamento de dados em campo. Nesse sentido, uma grande mudança conceitual reside no fato de Big Data analisar eventos em andamento, enquanto grandes estudos estatísticos revelam uma situação já ocorrida, e é aí que ocorre a grande mudança conceitual. Estudos estatísticos com coletas de milhões de amostras podem consumir semanas ou meses entre a coleta e análise de dados. 5 EXEMPLOS DE BOA UTILIZAÇÃO DO BIG DATA Netflix Os executivos da Netflix queriam criar e vender a primeira série de TV na história com base em dados que seriam um sucesso antes que alguém gritasse ação. A empresa observou 20 milhões de clientes anteriores e meticulosamente gravou todos os dados criados por eles. Quantos usuários pausaram um filme em determinado ponto, que diálogos eram irrelevantes, etc. Toda essa massa de informação processada fez com que a companhia criasse produtos mais completos como o seriado House Of Cards. CVS Pharma A segunda maior cadeia de farmácias dos Estados Unidos, devido à análise de dados, descobriu que um terço dos consumidores deixaram de tomar remédios prescritos após um mês e 50% pararam após um ano. O que eles fizeram? A empresa iniciou o programa automatizado de textos, telefonemas e s para lembrar as pessoas a reabastecer suas receitas. Eles também adicionaram um alerta especial para perfis de clientes que permitisse que os farmacêuticos trocassem informações com eles, a fim de saber se estavam tomando os medicamentos prescritos para entender o real motivo da interrupção, quando ocorrida. 6 Telecom A Sprint aplicou análise de grandes volumes de dados para melhorar a qualidade e a experiência do consumidor, ao mesmo tempo em que reduzia a taxa de erros da rede e o descontentamento dos clientes. A tecnologia lida com dezenas de bilhões de transações por dia - para 53 milhões de usuários e o analytics injetou inteligência em tempo real na rede, aumentando sua capacidade em 90%. Assim, com tudo isso de bom a ser feito, qual é o nosso problema com a utilização do Big Data? Aí vem o problema, a informação sempre pode ser utilizada para o bem ou para mal, depende de quem vai utilizá-la, porém convém analisar os fatos do outro lado da moeda. 7 BIG DATA: CONTRIBUIÇÕES NEGATIVAS Embora tenha um potencial incrível para melhorar o nosso mundo, ele pode ser facilmente utilizado para propósitos de monitorar o comportamento das pessoas com o intuito apenas de ganhar dinheiro, ou ainda, em casos como o de utilização de dados pessoais, como, por exemplo, o genoma de um indivíduo que, se mostrado para um potencial empregador, poderia levar à discriminação no trabalho ou na contratação com base na sua probabilidade de desenvolver uma doença degenerativa. Embora existam alguns insatisfeitos, a forma como os governos e megacorporações atualmente utilizam o Big Data é tolerável. Indivíduos com experiência em tecnologia com más intenções podem manipular pessoas e governos por meio do uso das informações do Big Data. A mentalidade de fazer o que for preciso para ter sucesso se transforma de forma estranha na Internet. Há sempre alguém que quer o que você tem só para mostrar simplesmente que é capaz de roubá-lo, como, por exemplo, o hacker mal-intencionado que vazou dados e fotos de celebridades do icloud para o público. 8 Em resumo, na equação do Big Data não somos os únicos a determinar o equilíbrio na utilização dos dados, por isso devemos controlar os nossos dados pessoais e liberá-los apenas como e quando acharmos conveniente. É também nossa responsabilidade saber como as organizações e corporações estão utilizando esses dados. CONCLUSÃO O Big Data é uma realidade que será utilizada para melhorar nossa vida, nossos relacionamentos e uma infinidade de serviços, mas, porém, pode ser utilizado para fins nefastos. Pessoalmente, eu sou otimista sobre a utilização do Big Data e o bem que ele pode fazer para a sociedade, mas também sou realista sobre as sérias preocupações de privacidade que se apresentam. Estamos vendo uma nova frente com uma poderosa ferramenta ser criada e que será capaz de beneficiar a qualidade de vida humana e, ao fim, nós é quem seremos mais beneficiados. 9 LINKS PARA SABER MAIS Links Há 18 anos, a DBACorp atua na área de TI e garante resultados reais para os seus investimentos. Afinal, 95% dos nossos clientes aprovam e recomendam os serviços que oferecemos. Temos soluções sob medida para os mais diversos projetos em banco de dados, infraestrutura e cloud computing. Oferecemos serviços como suporte 24x7x365, alocação de profissionais, venda de licenças, monitoração proativa, alta disponibilidade e sustentação. Tudo isso com equipes certificadas de DBAs e de infraestrutura, prontas para atender todos os segmentos e tamanhos de empresas. E para garantir ainda mais a qualidade, a DBACorp é parceira dos principais players do mercado, como Oracle, Microsoft, Amazon Web Services e WMware. DBACorp. Inteligência aplicada a TI e ao seu negócio. ESCRITÓRIOS Andreia Rizzatto de Gouveia São Paulo - SP R. Samuel Morse, 74, Conj. 21 Brooklin Novo - CEP Rio de Janeiro - RJ Av. Rio Branco, 1-12º andar Centro - CEP REDES SOCIAIS
Search
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x