Education

Biologia celular aula 6- Prof. Amilcar Sousa

Description
1. A U L A № 6 P R O F . A M I L C A R S O U S A Biologia Celular 2. Ciclo Celular  A vida da maioria das células pode ser dividida em dois momentos: quando ela…
Categories
Published
of 22
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  • 1. A U L A № 6 P R O F . A M I L C A R S O U S A Biologia Celular
  • 2. Ciclo Celular  A vida da maioria das células pode ser dividida em dois momentos: quando ela não está se dividindo e quando se desenrola o processo de divisão celular.  A sucessão desses dois eventos chama-se de ciclo celular.  Células de organismos unicelulares dividem-se repetidamente, desde que haja nutrientes e o ambiente externo lhes seja favorável.  Células de organismos multicelulares só devem se dividir se uma célula adicional for importante para todo o conjunto.
  • 3. Ciclo Celular  O ciclo celular é dividido em dois momentos: intérfase e fase M (mitose).  Como ocorrem muitos eventos tanto na intérfase como na fase M, divide-se em subfases, como mostra o quadro abaixo:  Intérfase:  G1  S  G2  Fase M:  Prófase  Metáfase  Anáfase  Telófase  Citocinese
  • 4. Ciclo Celular  A intérfase é todo o período em que a célula aumenta o seu volume e duplica o seus cromossomas.  O primeiro período da intérfase é o G1, aonde acontece a produção de RNS mensageiro.  O seu DNA encontra-se na forma de eucromatina e heterocromatina e sua transcrição ocorre normalmente.  No decorrer do período G1 a célula vai aumentando gradualmente sua massa.
  • 5. Ciclo Celular Fig. 2 → Aspecto do cromossoma durante o período G1. Fig. 1 → O Ciclo de uma Célula
  • 6. Ciclo Celular  Ela precisa aumentar sua massa antes da mitose porque caso isso não ocorra suas células filhas serão cada vez menores.  Antes que a célula se divida em duas ela precisa duplicar o seu material genético para que cada uma das células filhas receba a mesma quantidade de DNA que ela possui.  A próxima fase é o período S. É no período S que ocorre a replicação do DNA.  Devido a replicação, no final do período S a quantidade de DNA da célula encontra-se duplicada.
  • 7. Ciclo Celular  A última fase da intérfase é o G2.  Nele a célula certifica-se de que todo o DNA já foi duplicado e cresce um pouco mais.  Se for necessário termina de duplicar os centríolos , processo que iniciou no período S, e aparecem as proteínas que formarão o fuso mitótico ou fuso acromático.  Após a intérfase a célula entra em divisão celular (mitose). Nesse período de intérfase, todas as outras actividades celulares estão ocorrendo.
  • 8. Ciclo Celular  A fase M (mitose) inicia-se após o termino da intérfase e uma sequência de eventos ocorre e culminara com a divisão da célula em duas, cada uma com o mesmo número de cromossomas da célula-mãe.  A primeira etapa da fase M é a Prófase aonde cada centrossomo se afasta do núcleo dirigindo-se para os pólos da célula. Ao redor deles formam-se os ásteres e à medida que eles se afastam surge entre eles o fuso mitótico ou acromático.  O conjunto formado pelos centríolos, ásteres e fuso acromático é o aparelho mitótico.
  • 9. Ciclo Celular Figuras da Fase M do ciclo celular
  • 10. Ciclo Celular  Na Metáfase os cromossomas são dispostos pelo fuso no meio da célula, formando a placa equatorial ou placa metafásica.  É na metáfase que os cromossomas atingem o seu mais alto grau de compactação. Por isso a metáfase é também conhecida como a fase do cariótipo.  Ė na Anáfase que ocorre a separação das cromátides irmãs dos cromossomas.  Cada cromátide vai para um pólo diferente da célula, de tal forma que no final desse período cada pólo da célula tem o mesmo número de cromossomas da célula quando iniciou o processo.
  • 11. Ciclo Celular  A Telófase é basicamente o contrário da Prófase, nela os cromossomas se descondensam, surgindo novamente o nucléolo e o envoltório nuclear.  Começa a divisão do citoplasma, com a formação de anel contráctil.  A Citocinese é a parte final do ciclo celular ou melhor a fase que termina um ciclo e começa outro.  A Citocinese equivale também a divisão do citoplasma. O citoplasma se estreita de fora para dentro até a célula se dividir em duas, que voltara ao período G1 da intérfase.
  • 12. Ciclo Celular  Importância da mitose é indispensável porque permite propagar com fidelidade o programa genético.  Nos seres unicelulares permite que a reprodução em si gere dois seres idênticos a partir de um.  Mais nos seres pluri e multi celulares possui funções básicas que são:  Crescimento corpóreo.  Regeneração de lesões.  Renovação dos tecidos.
  • 13. Ciclo Celular  Outro processo celular na qual é fundamental para os seres vivos é o processo da Meiose.  Processo na qual a divisão celular do qual uma célula tem o seu numero de cromossomas reduzidos pela metade.  Este processo não tem como finalidade a formação de gâmetas mais sim a formação de esporos.  A meiose permite a recombinação gênica, na qual cada célula diplóide forma quatro células haplóides geneticamente diferentes entre si.  Ocorrem duas divisões nucleares: meiose I e II.
  • 14. Ciclo Celular Figura 3 → Ilustrando o processo da meiose.
  • 15. Ciclo Celular  Neste processo originam-se quatro células filhas com metade do numero de cromossomas da célula inicial(mãe) devido a separação dos cromossomas homólogos.  Cada célula filha possui apenas um cromossoma de cada par de homólogos, denominada célula haplóide(n).  A intérfase que precede a meiose é idêntica a que precede a mitose.  A primeira divisão é também conhecida de divisão reducional.
  • 16. Ciclo Celular  Separação de homólogos ( {2n} → 2{n} ).  As fase de divisão são: Prófase I, Metáfase I, Anáfase I, Telófase I e Citocinese.  A prófase I é a fase de grande duração, os cromossomas tornam-se mais condensados.  Ocorre o emparelhamento dos cromossomas homólogos ( sinapse, bivalente, díada cromossómica e tétrada cromatídica).  Esta fase e dividida em 5 subclasses: leptóteno, zigóteno, paquíteno, diplóteno e diacinese.
  • 17. Ciclo Celular  A metáfase I é aonde os bivalentes ligam-se aos microtúbulos.  Na anáfase I os emparelhamentos são desfeitos.  A telófase I faz com que a descondensação do nucléolo e formação de dois núcleos com metade de cromossomas sege elaborada.  Por final acontece a citocinese que pode não ocorrer e levar a formação de duas células haplóides.  O processo seguinte é a divisão II ou divisão Equacional.
  • 18. Ciclo Celular  Neste processo acontece a separação das cromátides ( 2 {n} → 4 {n} ).  As fases de divisão são: Prófase II, Metáfase II, Anáfase II, Telófase II e Citocinese.  A prófase II é mais rápida que a prófase I, os cromossomas tornam-se condensados.  Na metáfase II os cromossomas ficam dispostos com os centrômeros no plano equatorial e com as cromátides voltadas cada uma para seu pólo.
  • 19. Ciclo Celular  A anáfase II faz com que os centrômeros se quebrem, separando-se as duas cromátides que passam a formar dois cromossomas independentes.  Na telófase II os cromossomas descondensam-se ao atingir os pólos e formam-se de novo um núcleo em torno de cada quatro células haploides.  Por final acontece a citocinese na qual as quatro células filhas haploides são denominadas de tétrades.  Cada célula contem apenas um cromossoma de cada par de homólogos.
  • 20. Ciclo Celular  A meiose é importante para a manutenção da vida dos seres pluricelulares, pois é através dela que se formam as células de reprodução ( gâmetas: espermatozóide e óvulo).  A meiose e a fecundação na reprodução sexuada são processos complementares porque permitem que o numero de cromossomas de espécie se mantenham constantes ao longo de gerações.  No ciclo de vida de um ser com reprodução sexuada ocorrem duas fases: Haplófase que leva a formação de celulas haploides e a Diplófase que origina celulas diplóides.
  • 21. Ciclo Celular  A estrutura cromossómica é formado por duas cromátides irmãs, uma delas oriunda do processo de duplicação da cromatina. As cromátides se encontram presas por um região delgada, chamada construção primária ou centrómero.  O centrómero divide a cromátide em dois braços cromossômicos, ou pode estar localizado na região terminal de um braço, formando um Cromossoma com um braço apenas.  Em alguns cromossomas pode ser visualizada ainda uma construção secundária.
  • 22. Ciclo Celular Figura 4 → Estrutura cromossómica
  • We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks
    SAVE OUR EARTH

    We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

    More details...

    Sign Now!

    We are very appreciated for your Prompt Action!

    x