Magazine

Boletim Informativo Abril 2012

Description
RECICLEAINFORMAÇÃO;PENSEANTESDEIMPRIMIR OMEIOAMBIENTEAGRADECE A Universidade Pedagógica está em todo o País Director: Camilo Ussene ã Editor: Vasco Davane ã…
Categories
Published
of 6
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
RECICLEAINFORMAÇÃO;PENSEANTESDEIMPRIMIR OMEIOAMBIENTEAGRADECE A Universidade Pedagógica está em todo o País Director: Camilo Ussene • Editor: Vasco Davane • Ano III /Nº 4 • Abril 2012 BOLETIM INFORMATIVO Decorreu no campus universitário da Universidade Pedagógica (UP), em Lhanguene, um work shop de pintura com participação de estudantes sob a orientação do Mestre Noel Langa, que culminou com uma exposição em homenagem à Malangatana Ngoenha. O work shop tinha como objectivo perpetuar o legado deste que foi um grande impulsionador das artes. Assinalou-se, a 14 de Fevereiro do ano em curso, o décimo aniversário da assinatura da Declaração de Budapeste sobre o Acesso Livre, uma declaração que incentivou a mudança no sistema de comunicação científica e de disseminação dos resultados de pesquisa. Boletim Mensal/ Registo: DISP.REG/GABINFODEC/2008; Proprietário - Universidade Pedagógica * Director: Camilo Ussene * Editor: Vasco Davane Redacção:HortênsioEliseuSueia,DiogoHomoeDanielSiquisse*Revisão:NélisFelixElias*Colaboradores:MarcosMuthewuye, AdelinoNhampuleeJoãoMaurício* Design e Grafismo: GCI UP (Gabinete de Comunicação e Imagem da Universidade Pedagógica) * Direcção, Redacção e Administração: Rua João Carlos Raposo Beirão 135 * Email: boletiminfoup@gmail.com * Telefone: 21 303827, Fax: 21305090 Ficha Técnica Cont. Pág. 03 Cont. Pág. 05 UP homenageia o ícone das Artes moçambicanas UP celebra 10º aniversário do Acesso Livre GCI AFINA A MÁQUINA Com o objectivo de melhor conhecer e compreender o funcionamento dos Departamentos e Repartições de Comunicação e Imagem nas Delegações da UP, discutir formas de melhorar a comunicação entre as Delegações e a UP Sede, sugerir formas de melhorar a relação entre as Delegações e os diferentes órgãos Públicos e Privados com os quais interagem, discutir e aferir melhores formas de relacionamento entre as Delegações e os órgãos de comunicação social locais, revisitar os processos de comunicação interna, políticas de comunicação, imagem corporativa e cultura institucional, bem como revisitar formas de potenciar a imagem das Delegações e de toda a Universidade, o Director do Gabinete de Comunicação e Imagem da UP, Prof. Doutor Camilo Ussene, iniciou uma série de visitas às delegações. Com efeito, numa primeira ronda, fazendo-se acompanhar do Dr. Eliseu Sueia, Chefe do departamento de Jornalismo e Comunicação Corporativa, Camilo Ussene visitou as Delegações de Gaza, Sagrada Família e Massinga, onde deixou importantes recomendações tendo em vista uma visão global da comunicação e imagem da UP. Até aqui, as delegações têm vindo a funcionar cada uma à sua maneira no que se refere a comunicação e imagem, situação que se pretende ver alterada. Nas próximas semanas a mesma equipa do GCI vai escalar Beira e Chimoio. Por Eliseu Sueia. Profs. Drs. Camilo Ussene e André Gulube Profs. Drs. Camilo Ussene e Gustavo Dgedge Mestre Noel Langa Jaime Santos, declamador U N I V E RSIDADE PEDAGÓ G I C A M OCAMBIQUE Bolentim informativo 4.indd 1 4/23/12 11:02 AM 02 BOLETIMINFORMATIVO AUPestáemtodooPaís Abril 2012 Suíça doa computadores à UP No âmbito da cooperação entre Moçambique e Suíça na área de formação científica, este país europeu, ofereceu dezassete computadores de marca Macintosh à Escola Superior Técnica (ESTEC), o material informático é destinado aos cursos de pós-graduação, na área de educação visual. O acto de entrega foi testemunhado pelo Reitor da UP, Prof. Doutor Rogério Uthui, Pró-Reitor para Pós Graduação, Prof. Doutor José Castiano, representante da Embaixada da Suíça, Niculin Jaeger, docentes e corpo técnico administrativo da UP. Moira Laffronchini Ngoenha, docente da UP e mentora da parceria disse na ocasião que, a mesma deveria continuar, através de troca de experiências entre estudantes, professores, faculdades da UP e da Suíça, o que vai contribuir para o processo de ensino e aprendizagem. Por seu turno, Niculin Jeager manifestou a sua felicidade pela flexibilidade com que o projecto de cooperação científica se materializou. Ademais, afirmou que em, 2013, a Suíça irá oferecer bolsas de estudo para os melhores estudantes. Na sua intervenção, o reitor destacou a importância do material, tendo em conta que estamos na era das Tecnologias de Informação e Comunicação e que o mesmo vai permitir uma integração entre a teoria e a prática. Por: Daniel Siquisse Profs. Drs. Rogério Uthui, Niculin Jeager e Moira Ngoenha Computadores doados pela Suíça UP adquire imóvel na Vila Olímpica A Universidade Pedagógica (UP) celebrou com o Fundo de Fomento para Habitação (FFH), no dia do 28 de Março do ano em curso, um contrato de compra e venda de um imóvel de oito apartamentos na Vila Olímpica. Assinaram o contrato, o Magnífico Reitor, Prof. Doutor Rogério José Uthui, em representação da UP, e o Arquitecto Rui Costa, por parte do FFH. Intervindo na ocasião, o Arquitecto Rui Costa referiu que na Vila Olímpica há 250 instalações destinadas para as instituições públicas, para além das que se destinam aos funcionários do Estado. Segundo a nossa fonte, a ideia é de colocar algumas instituições públicas nestas instalações. De referir que este contrato é o primeiro a ser efectuado entre o FFH e uma instituição pública com vista à ocupação daqueles imóveis da Vila Olímpica. Por seu turno, o Magnífico Reitor disse que os apartamentos serão pagos com fundo do orçamento interno. “Este edifício será de uso académico. Veio também para colmatar algumas necessidades dos docentes jovens e dos funcionários de Estado. Nós comprometemo-nos a honrar o nosso compromisso”. Falando à margem da cerimónia, o director da Direcção do Património, Mestre José Guambe, disse que o edifício será usado também como casa de hóspedes, para além de funcionarem os centros de pesquisa, nomeadamente, Centro de Estudos e Politicas Educacionais (CEPE), Centro de Ensino Aberto e a Distância (CEAD), Centro de Tecnologias Educativas (CTE) e Centro de Pós-Graduação (CEPOG). De referir que para esta operação a UP vai desembolsar trinta e dois milhões, novecentos e noventa e nove, setenta centavos, que serão pagos em quatro anos. Por: Vasco Davane Arqto . Rui Costa e o Prof. Doutor Rogério Uthui Bolentim informativo 4.indd 2 4/23/12 11:02 AM AUPestáemtodooPaís BOLETIMINFORMATIVO 03 Abril 2012 A Associação dos Estudantes da Universidade Pedagógica (AEUP-Sede) promoveu na segunda quinzena de Março uma cerimónia de recepção de novos ingressos. Este evento teve como objectivo inserir os estudantes recém admitidos na UP à vida académica. Para o presente ano, a associação projecta organizar um ciclo de palestras com a nata académica e docentes da UP, onde os “caloiros” serão informados sobre a vida da instituição, visão e projectos académicos. Segundo o presidente da AEUP-Sede, Zainadin Mudenguma, “a associação trouxe uma outra forma de abordagem no que diz respeito ao “baptismo” ou recepção de novos ingressos, que consiste na organização de palestras com académicos e docentes da UP, abdicando do velhométodoqueeraconsideradoumpouco violento”. Num outro desenvolvimento, o nosso interlocutor referiu que o evento teve como lema “aposiçãodoprofessornavidaacadémicana era digital e o papel e dever do estudante”. O “baptismo” constituiu um momento de entrega dos instrumentos que poderão guiar o estudante na universidade. Para colorir a festa, a AEUP-Sede programou actividades desportivas, culturais e gastronómicas. De referir que a cerimónia de recepção teve lugar no dia 31 de Março do ano em curso. Por: Vasco Davane As actividades constituíram um momento de exaltação artística, aprendizagem e troca de experiências entre estudantes da UP e profissionais da área. Com o objectivo de criar uma oportunidade para expressar, lembrar e perpetuar o legado de Malangatana que o Departamento de Cultura da UP, em colaboração com o Centro de Estudos Moçambicanos e de Etnociência (CEMEC) e o Departamento de Desenho e Construção da Escola Superior Técnica (ESTEC), convidou Noel Langa (Mestre de pintura), colega de Malangatana, para orientar um work shop de pintura na UP. O convite ao mestre Langa teve em conta as actividades e preocupações pessoais, dentre formar e divulgar a pintura a todas pessoas. É nesse contexto que tem envolvido jovens em acções de pintura no seu próprio ateliê, professores e estudantes da UP, em visitas de estudo. A maneira de estar do mestre Langa nas artes usando a pintura para representar e recrear os elementos figurativos da flora, fauna e cultura popular moçambicanas, impulsionou uma nova abordagem que ajudou a despertar consciências, curiosidades e motivações diversas para os apreciadores das artes, que ajudou a criar ambiente cordial, dinâmico e cheio de entusiasmo no work Shop. Para além do pintor Noel Langa, foram oradores no work Shop o dramaturgo Lindo Chongo, o pastor Evaristo Mabjaia e o primogénito de Malangatana, Muchine Ngoenha. No entanto, os palestrantes foram unânimes no sentido de se conhecer, estudar e entender a vida de Malagatana como ser social, humanista e artista. Durante o work Shop, os participantes visitaram o Centro Cultural de Matalana, fundado porMalangatana,oquecrioumaismotivação aos participantes no sentido de tornar reais as histórias e vivências de Malangatana. Os cânticos e as conversas no Campus de Lhanguene e em Matalana, testemunharam o ambiente interactivo vividos durante o work Shop que culminou com a exposição no Campus de Lhanguene, como resultado dos ensinamentos do Mestre Noel Langa e a aprendizagem dos docentes e discentes da UP. Por: Marcos Muthewuye UP HOMENAGEIA O ÍCONE DAS ARTES MOÇAMBICANAS *CONTINUAÇÃO AEUP-SEDE ORGANIZA RECEPÇÃO DE “CALOIROS” Marcos Muthewuye dando explicação sobre a exposição Mestre de pintura Noel Langa e a Prof.a Dra Cecília Mavale Zainadin Mudenguma, Presidente da AEUP-SEDE Bolentim informativo 4.indd 3 4/23/12 11:02 AM 04 BOLETIMINFORMATIVO AUPestáemtodooPaís Abril 2012 A Delegação da Universidade Pedagógica (UP) de Montepuez, abriu o ano académico 2012 na primeira semana de Março, numa altura em que já conta com o seu próprio Campus Universitário, um empreendimento de raiz erguido no bairro de Ncoripo, arredores da Cidade de Montepuez, deixando assim as salas da Escola Secundária local, que vinha utilizando há quatro anos. Segundo Prof. Doutor Carlos Mussa em Montepuez - A UP deve abandonar a velha maneira de conceber os cursos A cerimónia teve como seu epicentro a oração de sapiência proferida pelo Director da Escola Superior de Contabilidade e de Gestão Prof. Doutor Carlos Mussa, intitulada “Desafios da Universidade Pedagógica face aos Desafios sócio-económicos de Moçambique”, onde estiveram o director da Delegação, Mestre Lourenço Lindonde, o governador da província de Cabo Delgado, Eliseu Machava, membros do governo provincial e distrital, docentes, Corpo Técnico Administrativo (CTA) e estudantes, para além da sociedade no geral. Durante a aula inaugural, Carlos Mussa afirmou que a UP deve abandonar a velha maneira de conceber os cursos sob risco de se ver ultrapassada por instituições similares emergentes que procuram carimbar o seu nome no mercado. Num outro desenvolvimento, Mussa, referiu que a UP deve lançar cursos práticos para formar mão-de-obra capaz de competir na região e no mundo globalizado, sem abster-se da sua principal missão. Por seu turno, o director da Delegação indicou que a falta de salas que a UP Montepuez enfrentava ficou para história. No entanto, a nossa fonte indicou que o aproveitamento pedagógico em 2011 foi na ordem de 90.7%, conseguido com comprometimento do corpo docente que apesar de estar a viver em condições precárias, sem alojamento condigno, tudo tem feito para que o processo de ensino e aprendizagem decorra sem sobressaltos. O director da UP Montepuez destacou a abertura de quatro Centros de Ensino a Distância nos distritos de Mueda, Mocimboa da Praia, Pemba e Montepuez, com um total de 200 estudantes dos cursos de Administração e Gestão Educacional (AGE), Biologia e Química, contratação de novos docentes e CTA, para responder a novas exigências da instituição e a demanda do Campus Universitário de Ncoripo. Intervindo na ocasião, o governador enalteceu as realizações da UP como instituição pública que tem vindo a responder de forma positiva aos desafios do governo, no que concerne à formação de quadros superiores para o sector de educação, que constitui uma espinha dorsal do combate à pobreza no país. Apesar das dificuldades que a Delegação de Montepuez vive, falta de energia eléctrica, transporte, mobiliário, via de acesso em estado avançado de degradação, o governador desafiou a instituição a pautar pelo ensino de qualidade, prometendo que o seu executivo tudo fará para atenuar a maior parte dos problemas já identificados. De referir que, a UP Montepuez, fundada a 19 de Maio de 2008, conta actualmente com sete cursos: Português, História, Biologia, Química, Psicologia Educacional, AGE e Historia Política e Gestão Pública, sendo os cinco primeiros em regime regular e os outros no pós-laboral. Actualmente a UP Montepuez conta com mais de mil estudantes, assistidos por 50 docentes. Por: João Maurício Presidium na UP Montepuez Director Lourenço Lindonde e o Governador Eliseu Machava Bolentim informativo 4.indd 4 4/23/12 11:02 AM AUPestáemtodooPaís BOLETIMINFORMATIVO 05 Abril 2012 A Metafil, Lda., uma empresa vocacionada no fabrico, reparação e venda de material imobiliário, para escolas, escritórios e hospitais, ofereceu à Universidade Pedagógica (UP) cinco secretárias para professores, 50 carteiras e as respectivas cadeiras. Metafil, LDA oferece carteiras à UP De acordo com o administrador Matafil, Lda., José Domingos, este gesto visa contribuir para o desenvolvimento e engrandecimento do país na formação do homem, algo que a UP tem vindo a desenvolver, desde a sua criação, tendo em conta que a educação é tarefa de todos. Num outro desenvolvimento, Domingos assegurou que a oferta tem como objectivo substituir as cadeiras em mau estado para facilitar a sua reparação, sem que, no entanto, se ponha em causa o decurso normal das aulas. Por seu turno, o director da Direcção do Património da UP, Mestre José Guambe, agradeceu o gesto e indicou que o equipamento vai ser entregue à Delegação de Montepuez, como forma de responder às necessidades daquela delegação. Refira-se que as relações entre a UP e Metafil, Lda. datam de há 5 anos, desde então, esta empresa tem vindo a prestar assistência à Universidade na reparação de carteiras, cadeiras e secretárias para professores. Por: Diogo Homo José Domingos, Administrador da METAFIL Dr. David Bembele e Dr. José Guambe assinando o termo de entrega UP celebra 10º aniversário do Acesso Livre Vendaval destrói cobertura do novo edifício menta de divulgação do saber. O evento foi transmitido em directo para o país através do programa cultural “Compasso” da antena nacional da Rádio Moçambique, que vai para o ar de segunda à sexta-feira, no período das 16h às 18h e teve como oradores o Reitor da UP, Prof. Doutor Rogério Uthui, Prof. Doutor Marcos Cherinda, docente e pesquisador, Prof. Doutor Manuel Mangue, Doutor Ranito Varela e a Doutora Aissa Mithá, bibliotecários, que se referiram da importância do acesso livre à informação de carácter científico, num país pobre como Moçambique. De acordo com alguns dos oradores, no país, existem mais de 70 mil títulos disponíveis, dentre textos integrais e livros que têm custado ao Estado 80 mil dólares anualmente para se pôr á disposição dos internautas. Para abrilhantar o evento foram desenvolvidas diversas actividades culturais e recreativas, musica ao vivo e declamação de poemas, encabeçadas pelos músicos Paito Tcheco, Mário Baloi, Noémia, Mike, Joel Manguele e Jaime Santos, Polinésio. Num momento em que o país testemunhava a abertura do ano lectivo de 2012, uma parte da zona sul do país é fustigada por um vendaval, apelidado de “Ciclone Dando”, deixando muitas infra-estruturas sociais destruídas, incluindo o edifício de três pisos da UP Gaza, que ficou sem uma parte da sua cobertura, a rua que dá acesso ao campus danificada e às escuras devido a explosão do posto de transformação de energia. Segundo o director da UP-Gaza, Mestre Ernesto Chambisse, a destruição do tecto colocou em causa o arranque normal das aulas, pois para o presente ano tinha-se planificado os novos ingressos a contar com o novo edifício. “O ano lectivo está comprometido, teremos que usar o edifício mesmo assim, porque, se não vamos ficar com quatro turmas sem aulas”, afirmou Chambisse, tendo acrescentado que o vendável veio deitar abaixo todo o trabalho de há muitos anos. No entanto, esta intempérie acontece numa altura em que se concluía uma parte do projecto de construção do Campus da UP-Gaza, iniciado em 2006, com financiamento da Unidade de Desenvolvimento do Ensino Básico (UDEBA). Por: Adelino Nhampule Prof. Doutores Marcos Cherinda, Rogério Uthui, Manuel Mangue e Dr. Ranito Varela Parte do Edifício distruido UP-Gaza Para celebrar a data a Universidade Pedagógica (UP), organizou na Biblioteca Central, um leque de actividades que serviram para esclarecimento das potencialidades do uso do acesso livre como ferraBolentim informativo 4.indd 5 4/23/12 11:02 AM 06 BOLETIMINFORMATIVO AUPestáemtodooPaís Abril 2012 Bolentim informativo 4.indd 6 4/23/12 11:02 AM
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x