Others

Bombas Re-Autoescorvante-texto Comparativo 2011 Fc2

Description
Bombeamentgo de Esgotos. Avalie qual é a melhor alternativa. Reduza os custos e facilite a manutenção das bombas das Estações Elevatórias de Esgotos. www.hidrovector.com.br
Categories
Published
of 5
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
    Hidrovector Bombas e Equipamentos Ltda. Rua Caviana, 348 A  – Taquara / Jacarepaguá  – Rio de Janeiro  – RJ  – 22730-140Telefone: (21) 2423-4099 - Fax: (21) 2435-3954 -vendas@hidrovector.com       P    á   g   i   n   a     1  BOMBAS RE-AUTOESCORVANTES No passado, nas Elevatórias de Esgotos ou de Efluentes, era comum a utilização de Bombas Verticais em poço úmido ou Bombas Horizontais, instaladas “afogadas” em um poço seco. Estas alternativas apresentavam os seguintes aspectos inconvenientes: elevados custos de manutenção e dificuldades para retirada da bombavertical, devido ao seu eixo prolongado com mancais intermediários e no caso das bombas horizontais, os altoscustos de obras civis para construção do poço seco, além dos riscos de inundação.Em um passado mais recente tornou-se freqüente a especificação das chamadas Bombas Submersíveis,que apresentavam vantagens comparando-se com os equipamentos mais antigos. O projeto de uma EstaçãoElevatória com bombas submersíveis tem entre suas principais características:    A bomba é instalada em poço úmido, ficando o conjunto moto-bomba submerso no líquido bombeado;    O poço de sucção, devido aos requisitos hidráulicos das bombas, é de grandes dimensões;    A bomba pode ser instalada com um sistema de acoplamento automático a tubulação de recalque por meio de um tubo guia e pedestal ou através de mangotes flexíveis. Em ambos os casos, para o içamentodas bombas, utiliza-se guincho e correntes.Os usuários destas bombas submersíveis, entretanto, passaram a encontrar as seguintes dificuldades:    Para executar-se a manutenção do equipamento, é necessário retirar a bomba do poço. Ocorrem, então,dois problemas: na retirada a bomba traz o esgoto aderido à carcaça (oferecendo riscos de saúde para ooperador e para o mecânico); o esgoto do poço contamina a junta que faz a vedação entre a bomba e atubulação de recalque e na recolocação raramente a bomba fica perfeitamente encaixada.    O travamento do conjunto girante devido à aspiração de sólidos longos, finos e resistentes (arames, fioselétricos, tiras de couro, etc) que passem pelo crivo da sucção provocam grandes danos devido ao fato doconjunto ser monobloco (um eixo único para a bomba e motor). O travamento gera, na maioria das vezes,quebra da carcaça e dos selos mecânicos com inundação e queima do motor elétrico. Este reparonormalmente alcança entre 60% a 70% do custo de uma bomba nova.    A freqüência de manutenção é alta.    O custo de manutenção também é alto devido requerer mão-de-obra especializada.Atualmente, tanto nos projetos de novas Estações Elevatórias, como na modernização de Estações antigas,as Bombas do tipo Re-autoescorvantes tem sido mais utilizadas que as de concepção de projeto mais antigo(verticais e submersíveis), em uma proporção crescente, na medida que os profissionais envolvidos tenhamconhecimento das vantagens desta nova tecnologia. Os benefícios das Bombas Re-autoescorvantes estãopresentes na fase de elaboração de projeto e na construção da Elevatória, isto é, simplicidade da instalação ebaixos custos das obras civis.    Hidrovector Bombas e Equipamentos Ltda. Rua Caviana, 348 A  – Taquara / Jacarepaguá  – Rio de Janeiro  – RJ  – 22730-140Telefone: (21) 2423-4099 - Fax: (21) 2435-3954 -vendas@hidrovector.com       P    á   g   i   n   a     2  Deve-se ressaltar, entretanto, que os maiores benefícios serão notados pelos usuários do equipamento(operadores e mecânicos de manutenção) devido à facilidade, autonomia e rapidez para a execução de eventuaisreparos e com custos muito menores que os das bombas submersas ou verticais.As elevatórias equipadas com bombas Re-autoescorvantes têm as seguintes características:    A bomba é instalada em casa de bombas estanque, sem contato com o poço de sucção. Apenas o tubo desucção fica submerso no líquido.    O poço de sucção é condicionado apenas por requisitos hidráulicos, sendo reduzido ao essencial, portantoo volume de concreto empregado é menor que no caso das bombas submersíveis.Bombas auto-escorvantes convencionais, também chamadas de auto-aspirantes, são adequadas para operar,exclusivamente, com líquidos limpos, isentos de partículas e também sem possibilidades de sedimentação, poisnão têm capacidade de fazer re-escorvamento. Na hipótese de ocorrer falha na válvula flap (na parte interna dabomba), devido a uma pequena partícula (grão de areia, por exemplo), sedimentação ou desgaste, a bomba auto-escorvante convencional não terá capacidade de eliminar o ar da tubulação de sucção. ETE Rio Quitandinha - Petrópolis - RJ Bombas E-8 - 875.000 litros/hora. Com capacidade para tratamento de 21 milhões de litros de dejetos/dia, a ETE (Estaçãode Tratamento de Esgoto) Rio Quitandinha utiliza processo biológico e vai beneficiar 70 mil moradores da Região Sul domunicípio. Diferente da média nacional, em que apenas 30% do esgoto recebem tratamento, Petrópolis tem 64% do esgotoda cidade tratado e a água devolvida aos rios voltará com 85% de redução da carga orgânica inicial. A obra, realizada emparceria com o BNDES, a prefeitura e a Companhia Águas do Imperador, integra o Programa de Despoluição dos Rios doCentro Histórico de Petrópolis.    Hidrovector Bombas e Equipamentos Ltda. Rua Caviana, 348 A  – Taquara / Jacarepaguá  – Rio de Janeiro  – RJ  – 22730-140Telefone: (21) 2423-4099 - Fax: (21) 2435-3954 -vendas@hidrovector.com       P    á   g   i   n   a     3  VEJA TABELA COMPARATIVA NAS PÁGINAS SEGUINTES Comparativo entre Bomba Submersa (A) X Bomba Horizontal Re-autoescorvante (B) DADOS CONSTRUTIVOS (A)   Bomba Submersa (B) Bomba Re-autoescorvante Carcaça em Ferro Fundido Carcaça em vários materiais (Ferro Nodular,Aço Inox, etc)Rotor em vários materiais Rotor em vários materiaisEixo único em aço inox para bomba e motor Eixo em aço inox 420 para a bombaRolamentos especiais Rolamentos StandardLubrificação à graxa mineral Lubrificação à óleo SAE 30 (comum)Não tem placa de desgaste substituível Com placa de desgaste substituívelMotor Elétrico especial Motor Elétrico StandardRPM único para cada modelo RPM’s variados no mesmo modelo Potência única Potências variadas no mesmo modelo DADOS DA INSTALAÇÃO  (A)   Bomba Submersa (B) Bomba Re-autoescorvante Conjunto Moto-bomba e tubulaçãosubmerso no líquido bombeadoConjunto moto-bomba externo ao poço,somente tubulação de sucção interna aopoçoGuincho com corrente para colocação,içamento e sustentaçãoNão necessita.Acionamento exclusivamente por motorelétricoAcionamento por motor elétrico ou decombustão    Hidrovector Bombas e Equipamentos Ltda. Rua Caviana, 348 A  – Taquara / Jacarepaguá  – Rio de Janeiro  – RJ  – 22730-140Telefone: (21) 2423-4099 - Fax: (21) 2435-3954 -vendas@hidrovector.com       P    á   g   i   n   a     4  MANUTENÇÃO REQUERIDA  (A)   Bomba Submersa (B) Bomba Re-autoescorvante Para todo conjunto (bomba monobloco). Apenas para o conjunto rotativo.Não tem placa de desgaste. Troca somente da placa de desgaste. Acesso as partes internas requer desmontagemgeral, após a remoção de dentro do poço. Acesso as partes internas através de tampasde fixação manual.Não tem placa de desgaste, portantoimpossível fazer ajuste.Ajuste da folga da placa de desgaste X rotorfeita através de parafusos externos.Engraxamento trimestral Troca de Óleo anual VANTAGENS  (A)   Bomba Submersa (B) Bomba Re-autoescorvante Bombeamento do líquido quando a EstaçãoElevatória superar a 8 metros do nível.Livre acesso ao equipamentos.Conjunto único Grande capacidade de bombeamento desólidos.Dispensa construção de skid (base). Grande durabilidade.Não ocupa espaço externo ao poço. Fácil manutenção.Potências e rotações variadas na mesmabomba.Operador não entra em contato com olíquido bombeado.Escorva automática mesmo com seu corpotendo uma parte de ar. Não necessita a desmontagem do conjunto moto-bomba com a tubulação para se efetuar reparos. Dispensa a uso de guincho com correntes.Desmonte e montagem do conjunto rotativoem torno de 30 minutos.Baixo custo de manutenção.Pintura interna especial em epóxi.Manutenção feita no local.Não requer mecânico especializado.
Search
Tags
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x