Internet

Bovinocultura de Corte

Description
Bovinocultura de Corte Mercado Interno O mês de setembro encerrou com valorização no preço da arroba no Mato Grosso do Sul. No dia 30/09 o preço médio, à vista, da arroba do boi foi R$ 143,00, alta de
Categories
Published
of 6
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
Bovinocultura de Corte Mercado Interno O mês de setembro encerrou com valorização no preço da arroba no Mato Grosso do Sul. No dia 30/09 o preço médio, à vista, da arroba do boi foi R$ 143,00, alta de 2,9% em relação aos R$ 139,00 cotados no dia 01/09. Para a arroba da vaca a valorização foi 3% saiu de R$ 133,00 no dia 01/09 para R$ 137,00 em 30/09. No comparativo com igual período de 2015, os preços seguem mais valorizados. No acumulado de setembro de 2015 o preço médio da arroba foi R$ 132,00 para o boi e R$ 129,00 para a vaca. Em setembro de 2016 o boi registrou arroba ao valor médio de R$ 141,00, alta de 6,8% e a vaca R$ 135,00, valorização de 4,6% (gráfico 3). 144 Gráfico 1 Preço médio à vista da arroba do boi, em Mato Grosso do Sul, setembro/ set 2-set 5-set 6-set 8-set 12-set 13-set 15-set 19-set 20-set 21-set 23-set 26-set 27-set 28-set 29-set 30-set Fonte e Elaboração: DECON/ SISTEMA FAMASUL. *Valor nominal BOLETIM CASA RURAL - PECUÁRIA 1 Gráfico 2 - Preço médio à vista da arroba da vaca, em Mato Grosso do Sul, setembro/ set 2-set 5-set 6-set 8-set 12-set 13-set 15-set 19-set 20-set 21-set 23-set 26-set 27-set 28-set 29-set 30-set Fonte e Elaboração: DECON/SISTEMA FAMASUL. *Valor nominal Gráfico 3 - Comparativo preço médio à vista da arroba da vaca e do boi em Mato Grosso do Sul Boi - Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Vaca - Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Fonte e Elaboração: DECON/SISTEMA FAMASUL. *Valor nominal BOLETIM CASA RURAL - PECUÁRIA 2 Indicadores do Custo Entre os principais insumos que compõem os custos da pecuária em Mato Grosso do Sul a maior participação é da compra de animais (gráfico 4). Insumo que tem significativa importância na composição dos custos dos sistemas de recria e engorda, onde os valores dos animais para reposição influenciam diretamente o custo de produção. Nos oito meses de 2016 a participação desse item no Custo Operacional Efetivo (COE) correspondeu a 25,8%, queda de 8,1% pontos percentuais em relação a igual período de 2015 em que representou 33,9% do COE. Os outros itens ampliaram a participação, o insumo mão de obra saiu de 16,4% para 18,9% e suplementação mineral de 18,1% para 19,7%. Gráfico 4 Ponderação média dos insumos no COE no Mato Grosso do Sul (jan-ago 2016 e 2015). 36,00% 33,50% 31,00% 28,50% 26,00% 23,50% 21,00% 18,50% 16,00% 13,50% 11,00% 8,50% 6,00% 3,50% 1,00% 19,77% 18,10% Suplementação mineral 18,92% 16,47% Mão de obra 25,83% 33,98% Compra de animais 8,68% 7,89% Administrativo Utilitários - Manutenção + Combustível ,56% 3,24% 3,59% 3,17% 3,40% 3,00% Máquinas para Pastagem - Manutenção + Combustível Despesas com Venda de Animais 16,25% 14,17% Outros (medicamentos, energia, adubo e fertilizantes, serviços terceirizados)* Fonte: CEPEA/ESALQ. Elaboração: DECON/ SISTEMA FAMASUL. BOLETIM CASA RURAL - PECUÁRIA 3 02/01/15 08/01/15 14/01/15 20/01/15 26/01/15 01/02/15 07/02/15 13/02/15 19/02/15 25/02/15 03/03/15 09/03/15 15/03/15 21/03/15 27/03/15 02/04/15 08/04/15 14/04/15 20/04/15 26/04/15 02/05/15 08/05/15 14/05/15 20/05/15 26/05/15 01/06/15 07/06/15 13/06/15 19/06/15 25/06/15 01/07/15 07/07/15 13/07/15 19/07/15 25/07/15 31/07/15 06/08/15 12/08/15 18/08/15 24/08/15 30/08/15 05/09/15 11/09/15 17/09/15 23/09/15 29/09/15 05/10/15 11/10/15 17/10/15 23/10/15 29/10/15 04/11/15 10/11/15 16/11/15 22/11/15 28/11/15 04/12/15 10/12/15 16/12/15 22/12/15 28/12/15 03/01/16 09/01/16 15/01/16 21/01/16 27/01/16 02/02/16 08/02/16 14/02/16 20/02/16 26/02/16 03/03/16 09/03/16 15/03/16 21/03/16 27/03/16 02/04/16 08/04/16 14/04/16 20/04/16 26/04/16 02/05/16 08/05/16 14/05/16 20/05/16 26/05/16 01/06/16 07/06/16 13/06/16 19/06/16 25/06/16 01/07/16 07/07/16 13/07/16 19/07/16 25/07/16 31/07/16 06/08/16 12/08/16 18/08/16 24/08/16 30/08/16 05/09/16 11/09/16 17/09/16 23/09/16 29/09/16 Relação de troca No dia 30 de setembro de 2016 a relação de troca voltou a registrar duas unidades de bezerros, ou seja, o valor de um boi gordo permitiu ao pecuarista do sistema de recria e engorda adquirir dois bezerros. O que representou alta de 3,1% em relação aos 1,94 de 01/09. Quando comparado ao igual período de 2015, em que era possível adquirir 1,86 bezerros, a alta foi de 7,5%. Gráfico 5 - Relação de troca no Mato Grosso do Sul Boi X Bezerro, 2015 a R$/bezerro* 1.600, , , , , , ,00 900,00 Unidade bezerro 2,25 2,00 1,75 1,50 1,25 800,00 1,00 Preço bezerro Relação de troca Fonte: CEPEA. Elaboração: DECON/ SISTEMA FAMASUL. * Valor nominal. Nota: Boi gordo de Mercado Futuro No fechamento de 30 de setembro os preços da arroba do boi gordo na BM&F Bovespa registraram valorização em todos os negócios. No contrato de outubro/2016 arroba encerrou o mês ao valor de R$ 155,35, valorização de 2,35% frente aos R$ 151,79 do dia 01/09. Nos vencimentos de novembro e dezembro/2016 a alta foi de 2,48% e 2,58%, respectivamente, com arroba negociada ao valor de R$ 157,80 e R$ 157,98. O Indicador Esalq/BM&F para o boi gordo fechou a sexta-feira (30/09) cotado ao valor de R$ com valorização de 1,98% em relação ao dia 01/09. BOLETIM CASA RURAL - PECUÁRIA 4 162,50 160,00 157,50 155,00 152,50 150,00 147,50 145,00 142,50 140,00 137,50 135,00 Gráfico 6 - Preço médio dos contratos futuros do boi gordo, em setembro/2016 outubro/2016 novembro/2016 dezembro/2016 Janeiro/2017 Maio/2017 Outubro/2017 Fonte: BM&F; Elaboração: DECON/ SISTEMA FAMASUL. *Valor nominal BOLETIM CASA RURAL - PECUÁRIA 5 Departamento de Análise Econômica Adriana Mascarenhas Economista Gestora do Departamento Eliamar Oliveira Economista Analista Técnica Luiz Eliezer Economista Analista Técnico Sistema Famasul Federação da Agricultura e Pecuária de MS Endereço: Rua Marcino dos Santos, 401. Bairro Cachoeirinha II, Campo Grande-MS. Fone: (067) ou (67) EXPEDIENTE Presidente: Mauricio Koji Saito Vice-Presidente: Nilton Pickler Diretor Executivo: Lucas Galvan 1º Secretário: Terezinha de Souza Candido Silva 2º Secretário: Diogo Peixoto da Luz 3º Secretário: André Ribeiro Bartocci 1º Tesoureiro: Luis Alberto Moraes Novaes 2º Tesoureiro: Thaís Carbonaro Faleiros 3º Tesoureiro: Rogério de Menezes Realização BOLETIM CASA RURAL - PECUÁRIA 6
Search
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks