Documents

CUIDADO-FARMACÊUTICO-DOMICILIAR-AO-IDOSO-ANÁLISE-DE-PERFIL-E-NECESSIDADES-DE-PROMOÇÃO-E-EDUCAÇÃO-EM-SAÚDE.pdf

Description
CUIDADO FARMACÊUTICO DOMICILIAR AO IDOSO: ANÁLISE DE PERFIL E NECESSIDADES DE PROMOÇÃO E EDUCAÇÃO EM SAÚDE Janete Stefani Both1, Carla Kauffmann 2, Luísa Scheer Ely3, Rodrigo Dall’Agnol4, Marinês Pérsigo Morais Rigo5, Maurício Fernando Nunes Teixeira6, Luís César de Castro7 Resumo: Este estudo objetivou traçar o perfil de idosos em município de pequeno porte no interior do RS, descrevendo a relação entre Atenção Farmacêutica (AF) e o uso de medicamentos por idosos. Foram de
Categories
Published
of 19
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  C󰁡󰁤󰁥󰁲󰁮󰁯 󰁰󰁥󰁤󰁡󰁧󰃳󰁧󰁩󰁣󰁯, L󰁡󰁪󰁥󰁡󰁤󰁯, v. 12, n. 3, p. 66-84, 2015. ISSN 1983-0882  66 CUIDADO FARMACÊUTICO DOMICILIAR AO IDOSO: ANÁLISE DE PERFIL E NECESSIDADES DE PROMOÇÃO E EDUCAÇÃO EM SAÚDE  Janete Stefani Both 1 , Carla Kauffmann 2 , Luísa Scheer Ely  3 , Rodrigo Dall’Agnol 4 , Marinês Pérsigo Morais Rigo 5 , Maurício Fernando Nunes eixeira 6 , Luís César de Castro 7 Resumo:  Este estudo objetivou traçar o perfil de idosos em município de pequeno porte no interior do RS, descrevendo a relação entre Atenção Farmacêutica (AF) e o uso de medicamentos por idosos. Foram delineadas as condições sanitárias encontradas, tipos de dispensação, condições de uso dos medicamentos e possíveis riscos acarretados pelo desconhecimento da farmacoterapia. É um estudo na forma de pesquisa de campo, em que os dados foram obtidos por meio de uma entrevista padrão. Foram encontrados problemas nas prescrições médicas, dispensação e fracionamento dos medicamentos, possíveis vendas irregulares de fármacos em estabelecimentos comerciais, armazenamento domiciliar de modo errôneo, consumo irracional na automedicação. É percebida a importância do trabalho farmacêutico, visto grande número de idosos não deter conhecimentos necessários sobre o Uso Racional de Medicamentos. Palavras-chave:  Atenção Farmacêutica Domiciliar. Orientação Farmacêutica Domiciliar. Análise de Medicamentos Estocados. Automedicação.1 Graduanda em Farmácia, Bacharelado pelo Centro Universitário UNIVAES.  jboth@universo.univates.br2 Professora do Curso de Farmácia e doutoranda do PPGAD do Centro Universitário UNIVAES. Mestra em Ciências Farmacêuticas pela Ufrgs. carlakauffmann@yahoo.com.br3 Professora do Curso de Farmácia do Centro Universitário UNIVAES. Farmacêutica Industrial, mestra e doutora em Gerontologia Biomédica pela Pucrs. luisa.ely@univates.br4 Professor do Curso de Farmácia do Centro Universitário UNIVAES. Mestre em Ciências Farmacêuticas pela Ufrgs. rodrigodall@gmail.com5 Professora e coordenadora do Curso de Farmácia do Centro Universitário UNIVAES. Farmacêutica Bioquímica pela UFSM, mestra em oxicologia e Genética Aplicada pela Ulbra. marines.rigo@univates.br6 Professor e coordenador do Curso de Odontologia do Centro Universitário UNIVAES. Cirurgião dentista, mestra em Odontologia pela Ufrgs. mauricioteixeira@univates.br7 Professor Adjunto do Centro Universitário UNIVAES. Farmacêutico Bioquímico pela UFSM, mestra e doutor em Microbiologia Agrícola e do Ambiente pela Ufrgs. lucamsc@univates.br  C󰁡󰁤󰁥󰁲󰁮󰁯 󰁰󰁥󰁤󰁡󰁧󰃳󰁧󰁩󰁣󰁯, L󰁡󰁪󰁥󰁡󰁤󰁯, v. 12, n. 3, p. 66-84, 2015. ISSN 1983-0882  67  J󰁡󰁮󰁥󰁴󰁥 S󰁴󰁥󰁦󰁡󰁮󰁩 B󰁯󰁴󰁨 󰁥󰁴 󰁡󰁬. HOMECARE PHARMACIST THE ELDERLY: PROFILE  ANALYSIS AND PROMOTION OF NEEDS AND HEALTH EDUCATION  Abstract:  Tis study aimed to profile of elderly patients in a small city inside in the RS, describing the relationship between pharmaceutical care and medication use by the elderly. Were outlined sanitary conditions found, types of dispensing and medication use conditions, possible risks posed by lack of pharmacotherapy. It is a study on the form of field research, where data were obtained using a standard conference. Problems were found in medical prescriptions, fractioned dispensing of medicines, possible illegal sales of drugs in shops, home storage wrongly, irrational consumption in self-medication. Te importance of the pharmacist’s work shows to be relevant, as large numbers of older people does not hold the necessary knowledge of the rational use of medicines. Keywords:  Homecare Pharmaceutical Care; Pharmaceutical Orientation Homecare; Drug Analysis Stocked; Self-medication. INTRODUÇÃO A parcela de idosos na população brasileira vem aumentando nas últimas décadas, sobretudo devido às ações de saúde pública e aos avanços médico-tecnológicos. Além disso, os processos de urbanização e planejamento familiar ocasionam significativa redução da fecundidade, resultando no aumento da proporção de idosos (FONSECA et al., 2000; SILVA e PRA, 2014).O Brasil, especialmente a partir dos anos 2000, passou de um perfil de mortalidade típico de população jovem para um quadro caracterizado pelas enfermidades crônicas e múltiplas, principalmente nas faixas etárias mais avançadas - as quais, devido às deficiências fisiológicas e enfermidades crônicas, precisam usar grande número de medicações -, exigindo acompanhamento médico e farmacoterapêutico constante (GORDILHO et al., 2000; VERAS, 2003; BOROLON et al., 2007). Destaca-se, assim, a importância científica e social da investigação sobre as condições que interferem no bem-estar do processo senil e os fatores integrados à qualidade de vida dos idosos, com a finalidade de gerar alternativas de intervenção e propor ações e políticas na área da saúde, procurando atender as suas demandas (FLECK, 2003).A Organização Mundial da Saúde - WHO (2005) emprega o padrão de idade para descrever pessoas “ mais velhas”  , as definindo a partir da idade cronológica. São consideradas idosas as pessoas com 60 anos ou mais, em países em desenvolvimento, e com 65 anos ou mais em países desenvolvidos. Entretanto, é importante considerar o entendimento de que a idade cronológica não é um marcador preciso para as mudanças que acompanham o envelhecimento. Existem diferenças significativas relacionadas ao estado de saúde, participação e níveis de independência entre pessoas que possuem a mesma idade (BRASIL, 2005).  CUIDADO FARMACÊUTICO DOMICILIAR AO IDOSO: ANÁLISE DE...C󰁡󰁤󰁥󰁲󰁮󰁯 󰁰󰁥󰁤󰁡󰁧󰃳󰁧󰁩󰁣󰁯, L󰁡󰁪󰁥󰁡󰁤󰁯, v. 12, n. 3, p. 66-84, 2015. ISSN 1983-0882  68 O cuidado com os idosos implica em oferecer serviços cuja estrutura apresente características que possibilitem o acesso e o acolhimento adequados, respeitando as limitações inerentes (SILVA; PRA, 2014). Os trabalhadores nesses serviços devem estar capacitados em termos de conhecimentos, habilidades e atitudes para elaborar e atuar em ações específicas diante das necessidades dos gerontos, de maneira integrada com as demais práticas da rede de cuidado social (BRASIL, 2000; BRASIL, 2013).O uso de medicamentos por idosos tem uma linha tênue entre o perigo e o benefício, ou seja, o grande uso de fármacos pode afetar a qualidade de vida. Por outro lado, são eles que, na sua maioria, auxiliam a prolongá-la. Assim, a questão não pode ser atribuída ao consumo dos fármacos, mas sim à irracionalidade do seu uso, que expõe o idoso a iminentes riscos (MARIN et al., 2008).Vale ressaltar que os idosos apresentam peculiaridades em relação à farmacoterapia, se comparado ao restante da pirâmide etária (BURON, 2005). Muitas vezes se observa falta de qualidade na terapia medicamentosa, tencionando para a polifarmácia, uso de medicamentos impróprios e duplicidade terapêutica, o que contribui para maior probabilidade de reações adversas e interações medicamentosas (ROZENFELD, 2003).A intervenção do farmacêutico é importante, pois é um profissional que, além das habilidades humanísticas como prática, detém os conhecimentos sobre medicamentos, e poderá orientar tanto o paciente quanto o familiar ou acompanhante em relação ao uso racional dos medicamentos, fazendo-os compreender desde a sua prescrição até as orientações quanto ao uso e possíveis interações (CORDEIRO et al., 2005). A Atenção Farmacêutica (AF) tem o paciente como ponto de partida para a solução dos problemas com os medicamentos. É um modelo de prática profissional que avalia a dispensação responsável de fármacos com a intenção de alcançar resultados em réplica ao tratamento prescrito e que melhorem a qualidade de vida do usuário. Almeja prevenir ou resolver as questões farmacoterapêuticas de maneira sistematizada e documentada. Além disso, envolve o acompanhamento do paciente com dois principais objetivos: a) responsabilizar-se com o paciente para que o fármaco prescrito seja seguro e eficaz ministrado, na posologia correta e resulte no efeito terapêutico desejado; b) atentar para que, durante o tratamento, as reações adversas aos medicamentos sejam as mínimas possíveis e, quando surgirem, que possam ser logo dirimidas (CIPOLLE et al., 2000).O aconselhamento farmacêutico no Sistema Único de Saúde (SUS) pode apresentar benefícios, tanto na orientação quanto na racionalização do uso, prevenindo falhas no tratamento, minimizando os riscos relacionados à automedicação, além de melhorar o sistema de saúde, pois reduz os custos com consultas médicas ou nos casos de espera entre as consultas. Os serviços prestados pelo farmacêutico auxiliam na conservação do melhor estado de saúde possível desses pacientes, pois eles precisam de especial atenção, requerem frequentes atendimentos para o monitoramento das doenças  C󰁡󰁤󰁥󰁲󰁮󰁯 󰁰󰁥󰁤󰁡󰁧󰃳󰁧󰁩󰁣󰁯, L󰁡󰁪󰁥󰁡󰁤󰁯, v. 12, n. 3, p. 66-84, 2015. ISSN 1983-0882  69  J󰁡󰁮󰁥󰁴󰁥 S󰁴󰁥󰁦󰁡󰁮󰁩 B󰁯󰁴󰁨 󰁥󰁴 󰁡󰁬. crônicas e precisam ser orientados para problemas de saúde que possam ocorrer. Devido à proximidade com os medicamentos, necessitam de informações claras sobre eles e ter as dúvidas do tratamento e doenças esclarecidas (BOROLON et al., 2007). METODOLOGIA  Esta pesquisa foi desenvolvida de forma exploratória de dados quantitativos, observando e descrevendo a relação entre atenção farmacêutica e o uso de medicamentos por idosos em ravesseiro, município de pequeno porte no interior do Rio Grande do Sul (RS).O município de estudo foi escolhido por intencionalidade e a amostra de estudo foi uma seleção não probabilística de uma quota preestabelecida da população.Nos procedimentos técnicos, o delineamento adotado foi “pesquisa de campo”.Para obtenção de informações, foi utilizado o método de entrevistas, a fim de compreender e entender as percepções e atitudes do público estudado.A entrevista foi um questionário padrão (seguindo um roteiro previamente estabelecido) com respostas fechadas e mistas (conjunto de alternativas e respostas objetivas, diretas).Com base nos objetivos, o projeto foi descritivo em relação à observação sistemática de dados. A análise de dados deu-se pela codificação dos dados obtidos e das informações coletadas. Critérios de inclusão e exclusão A pesquisa foi realizada em ravesseiro, município de pequeno porte do interior do RS, somente com idosos na faixa etária dos 70 aos 79 anos, maioria da população senil residente, obedecendo ao critério de usuários de medicamentos de uso contínuo.Por não ter acesso físico a toda a quota de idosos da cidade, foi estabelecido um número razoável de pesquisados para ter-se uma base de estudo e poder concluir o trabalho no espaço temporal preestabelecido.Os pesquisados foram escolhidos, então, por conveniência e similaridade da quota. Assim, optou-se por 13% da amostra total disponível, valor válido para cálculos estatísticos.Não foi excluído nenhum pesquisado preestabelecido que se enquadrasse na pesquisa, pois, caso o idoso possuísse qualquer tipo de debilidade para responder ao questionário, este era aplicado ao seu cuidador.
Search
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks