Essays & Theses

Custos Logísticos proposta de procedimento para a avaliação das aquisições de equipamentos de defesa de alto valor agregado com emprego do Analytic Hierarchy Process AHP

Description
Este paper demonstra que o processo de compra de meios militares de alta complexidade tecnológica e que envolva grandes somas para o Brasil, é fortemente influenciado pelos custos logísticos não só no momento da compra mas ao longo da vida útil do equipamento. O objetivo desse trabalho foi o de propor uma sistematização no processo de aquisição, utilizando a Decisão Multicritério Discreta (DMD), por intermédio do método Analytic Hierarchy Process (AHP), tendo como importante fator para o decisor os custos logísticos. Montou-se um cenário com a finalidade de comprar um MBT (Main Batlle Tank) e apresentar o processo sugerido. Demonstrou-se que se pode realizar uma seleção criteriosa e efetiva, levando-se em conta os custos logísticos, equilibrando as necessidades técnicas de defesa e as possibilidades orçamentárias do País. Concluiu-se que a compra de um equipamento militar não deve levar em consideração somente aspectos operacionais e que os custos logísticos têm enorme impacto nessa aquisição. Recentemente, publicou o livro Um Ano na Terra dos Elefantes, que narra sua experiência como observador militar da ONU na Costa do Marfim, África, sob o enfoque puramente humano (disponível para venda na internet (https://www.facebook.com/UmAnonaTerradosElefantes).
Published
of 30
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
    Custos Logísticos: proposta de procedimento para a avaliação dasaquisições de equipamentos de defesa de alto valor agregado comemprego do    Analytic Hierarchy Process (AHP)   Por:  Heitor Freire de Abreu  Paper apresentado como requisito parcial para a conclusão do Curso de MBA emLogística Empresarial, Pós-graduação  Lato Sensu , Nível de EspecializaçãoPrograma FGV  Management da Fundação Getúlio Vargas (FGV) Dezembro/2008   2 Custos Logísticos: proposta de procedimento para a avaliação das aquisições deequipamentos de defesa de alto valor agregado com emprego do  Analytic Hierarchy Process (AHP) Heitor Freire de Abreu 1   RESUMO Este  paper  demonstra que o processo de compra de meios militares de alta complexidadetecnológica e que envolva grandes somas para o Brasil, é fortemente influenciado pelos custoslogísticos não só no momento da compra mas ao longo da vida útil do equipamento. Oobjetivo desse trabalho foi o de propor uma sistematização no processo de aquisição,utilizando a Decisão Multicritério Discreta (DMD), por intermédio do método  Analytic Hierarchy Process (AHP), tendo como importante fator para o decisor os custos logísticos.Montou-se um cenário com a finalidade de comprar um MBT (  Main Batlle Tank  ) e apresentar o processo sugerido. Demonstrou-se que se pode realizar uma seleção criteriosa e efetiva,levando-se em conta os custos logísticos, equilibrando as necessidades técnicas de defesa eas possibilidades orçamentárias do País. Concluiu-se que a compra de um equipamento militar não deve levar em consideração somente aspectos operacionais e que os custos logísticos têmenorme impacto nessa aquisição. Palavras-chave: Custos Logísticos, Equipamento de Defesa, Análise Multicritério,  Analytic Hierarchy Process (AHP).  1. Introdução Custo, entendido como o valor de um bem ou serviço utilizado na produção de um outro bemou serviço, é um fator decisório em maior ou menor grau dependendo do empreendimento.Ele transcende ao preço de venda e envolve aspectos nem sempre claros ou facilmentemensuráveis, como a manutenção, a vida útil do bem, o nível de serviço, os tributos, osvalores para desativação e os custos de interrupção de operação em função de panes, dentreoutros. No caso de instituições públicas federais que trabalham sob a égide da Lei 8.666 2 , como é ocaso do Exército Brasileiro (EB), esse assunto não é, normalmente, levado em consideração 1 Concluinte do Curso MBA em Logística Empresarial da Fundação Getulio Vargas. Email:majheitor@gmail.com. 2 Lei Nº 8.666 - de 21 de junho de 1993 - DOU de 22 de junho de 1993 e suas alterações. Institui normas paralicitações e contratos da Administração Pública.   3com o mesmo detalhamento observado nas empresas privadas, por razões diversas. Some-se aisso um grande diferencial: as compras públicas devem, via de regra, atender outras variáveisalém da econômico-financeira, tais como políticas, estratégicas, históricas e diplomáticas. Nesse contexto, surge o objeto desse trabalho: quantificar o impacto dos custos logísticos naaquisição de equipamentos de defesa de alto valor agregado para o Brasil ao longo de sua vidaútil. Define-se meio militar de alto valor agregado aquele que pelo somatório de um alto custo por unidade (geralmente na casa dos milhões de dólares), por envolver alta tecnologia(giroscópios, sistemas de propulsão nucleares, blindagens, itens de robótica, muniçõesespeciais, software,   hardware avançados, telemetria laser, tecnologia stealth 3 etc) e por integrar sistemas complexos, inclusive espaciais, e de domínio restrito, exige que sua escolhaseja baseada em critérios muito sólidos. Alguns equipamentos que se enquadram nessacategoria: aviões, helicópteros, carros de combate (nesse artigo, serão chamados de  Main Batlle Tank  4 – MBT), algumas embarcações, submarinos convencionais e de propulsãonuclear, radares, mísseis e sistemas de comando e controle de combate e de guerra eletrônica,dentre outros.Da mesma forma, para este trabalho, custos logísticos militares são o somatório dos custos de preço de aquisição, de manutenção, de treinamento e de operação. Tal conformação se deve às peculiaridades do Ministério da Defesa (M Def), que procura alocar seus recursos destinadosà logística em um único órgão gestor, aqui denominado “decisor de 1º nível” 5 , a fim deatender as quatro demandas assinaladas, dentre outras.Destaca-se que no Brasil, historicamente, há repetição de um problema relacionado com osMBT e similares: a falta de recursos para a logística desses meios militares ao longo de suavida útil, em função dos vultosos recursos financeiros para mantê-los em operação. Daí surgeum primeiro imperativo na aquisição de MBT para o Brasil: mais importante do que adquirir MBT no “estado da arte”, é adquirir os que demandam custos logísticos mais baixos ao longodo tempo, sejam eles nacionais ou estrangeiros. Tal assertiva é reforçada quando se constataque na América do Sul não existem países que possuam em suas forças MBT em grandequantidade, com alto grau de disponibilidade operacional e de 1ª geração 6 . Assim, possuir  3 Tecnologia que envolve materiais que absorvem sinais de radar ou, até mesmo, refletem mas de forma aenganar o radar. 4 Carro de Combate Principal. 5 Tal encargo, de acordo com a Estratégia Nacional de Defesa, será de responsabilidade da recém-criadaSecretaria de Produtos de Defesa, subordinada ao M Def. 6 São os MBT também conhecidos por “última geração”. São aqueles que possuem equipamentos no “estado daarte”. Alguns exemplos: M2 Abrams (EUA), Leclerc (França), Leopard 2 (França), Challenger 2 (Reino Unido)e Merkava 4 (Israel).   4MBT de 2ª geração 7 , de custo baixo de aquisição e de logística aumenta a probabilidade de semanter a força de blindados com excelentes níveis de aprestamento operacional edisponibilidade. O contrário, a experiência demonstra, torna-se um estorvo logístico insolúvelcom o passar dos anos haja vista os parcos recursos destinados à defesa no País,historicamente 8 .O corolário do problema exposto é que dada as características peculiares dos meios de defesa,a abordagem de custos dos meios militares aqui estudados desde a sua prospecção, passando pela aquisição, pelo uso e pela alienação, deve obedecer a critérios que nem sempre possuemapenas embasamentos financeiros e dedicados ao custo. No entanto, isso não pode significar orelaxamento da análise financeira, que continuará sendo uma das principais variáveis no processo decisório no caso brasileiro.Dentro desse escopo, que procedimento deve ser adotado na compra de equipamentosmilitares de alto valor agregado, tendo em vista atender a outras variáveis intangíveis(políticas, estratégicas e tecnológicas, dentre outras) sem relegar o fator custo logístico a umnível que torne a compra um sucesso em todas as outras áreas e um fracasso na gestão doscustos logísticos?O objetivo deste  paper  é propor um procedimento que sirva como uma primeira abordagemna análise de custos logísticos na compra de meios militares de alto valor agregado. Acredita-se que o estudo realizado venha preencher uma lacuna existente na literatura sobre o tematratado, na medida em que no horizonte pesquisado não foi encontrado qualquer trabalho quetrate especificamente de custos logísticos voltados para a aquisição de equipamentos de altovalor agregado, na área militar, respeitando as idiossincrasias do Brasil. Para se atingir os propósitos deste trabalho, foram realizadas pesquisas bibliográfica e documental. Com basena abordagem multicritério, associou-se a ferramenta AHP a alguns dados técnicos reais,coletados junto a especialistas, tendo em vista simular a compra de um carro de combate pesado sob lagartas – o MBT. O método tem serventia para qualquer outro meio militar dealto valor agregado.A importância desse artigo está ancorada em dois pilares. O primeiro diz respeito a Estratégia Nacional de Defesa (END), apresentada ao presidente da República em 17 de dezembro de2008, pelos ministros de Estado da Defesa e Chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos. De 7 São os MBT cujo projeto remonta dos anos 1960. Possuem equipamentos um pouco mais antigos, massofreram repotencialização, recebendo novos equipamentos como telemetria laser, munições mais sofisticadas eoutras melhorias. Alguns exemplos: T-72 e T-80 (Rússia), M-60 A3TTS (EUA), Leopard 1A5 (França) eChieftain (Reino Unido). 8 Ver <http://www.estado.com.br/editorias/2007/10/21/edi-1.93.5.20071021.1.1.xml>
Search
Similar documents
View more...
Tags
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks