Brochures

Desconcentração Versus Descentralização - Uma Análise Histórico-econômica Das Décadas de 1970 e 1980 Entre São Paulo e o Brasil

Description
Severino Félix de Souza (UFRN) Desconcentração Versus Descentralização - Uma Análise Histórico-econômica Das Décadas de 1970 e 1980 Entre São Paulo e o Brasil
Categories
Published
of 15
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
    ________________________________________________________________________________ Natal/RN Universidade Federal do Rio Grande do Norte 22 a 24 de outubro de 2014 1 DESCONCENTRAÇÃO VERSUS DESCENTRALIZAÇÃO: UMA ANÁLISE HISTÓRICO-ECONÔMICA DAS DÉCADAS DE 1970 E 1980 ENTRE SÃO PAULO E O BRASIL Severino Félix de Souza 1   RESUMO O Sudeste é uma região recebedora de muitos recursos, porém, ocorreram movimentos desconcentradores que fizeram com que esses investimentos fossem feitos em outras regiões, como por exemplo: As regiões Norte e Nordeste. Boa parte dos recursos investidos passaram a migrar, sendo aplicados em diversos setores. Na Região Norte, os investimentos foram responsáveis pela criação da Zona Franca de Manaus, o que gerou uma expansão em diversos setores, como o de microeletrônica, entre outros. No Nordeste, órgãos como a SUDENE, fomentavam e faziam crescer a desconcentração. No geral, alguns setores da economia avançaram com ganhos devido ao movimento desconcentrador, porém, de forma contrária outros setores não tiveram o mesmo desempenho. Vários são os fatores que contribuíram para o aumento da desconcentração, como exemplo: a alocação de grandes investimentos petrolíferos de extração, continuidade da desconcentração agrícola e mineral, políticas estaduais fomentadas por órgãos como a SUDENE e SUDAM, São Paulo se tornaria o centro da crise, entre outros. Portanto, este estudo tem como objetivo desmistificar o que aconteceu com São Paulo e o Brasil nas décadas de 1970 e 1980 no que concerne a desconcentração ou descentralização produtiva de São Paulo para as regiões. Especificamente, objetivou-se detalhar e caracterizar as décadas de 1970, 1980 e as relações entre São Paulo e o Brasil nas duas décadas analisadas. A metodologia utilizada consiste em uma revisão bibliográfica, concernente à temática abordada caracterizando as décadas estudadas, bem como mostrando a diferença entre desconcentração e descentralização. De acordo com o estudo realizado, fica claro que desconcentração é diferente de descentralização, ou seja, a região Sudeste, em específico o estado de São Paulo desconcentrava seu capital e seus setores econômicos para outras regiões. Porém, São Paulo ainda era o centro econômico do país, desta forma, ainda recebia grande parte do capital, onde, esse mesmo capital ainda era centralizado no estado paulista. Palavras-chave: Desconcentração, Descentralização, Desenvolvimento Regional. 1  Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Economia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. E-mail: severinofelix@hotmail.com    ________________________________________________________________________________ Natal/RN Universidade Federal do Rio Grande do Norte 22 a 24 de outubro de 2014 2 ABSTRACT The Southeast i t’s a recipient region of many resources, however, unconcentrated movements that made these investments were made in other regions, such as occurred: The North and Northeast regions. Most of the funds invested began to move, being applied in various industries. In the North, the investments were responsible for creating the Zona Franca de Manaus, which generated an expansion in several sectors such as microelectronics, among others. In the Northeast, as SUDENE organs, were fostered and grow devolution. Overall, some sectors of the economy forward with gains due to unconcentrated movement, however, contrary to other sectors did not have the same performance. Several factors contributed to the increased unconcentrated, such as: the allocation of large oil investments extraction, continuation of agricultural unconcentrated and mineral, state policies promoted by agencies such as the SUDENE and SUDAM, São Paulo has become the center of the crisis, among others. Therefore, this study aims to demystify what happened to Sao Paulo and Brazil in the 1970s and 1980s regarding the unconcentrated movement or decentralization of production from Sao Paulo to the regions. Specifically aimed to detail and characterize the decades to 1970, 1980 and relations between São Paulo and Brazil in the two decades analyzed. The methodology consists of a literature review concerning the selected theme featuring the decades studied, as well as showing the difference between unconcentrated movement and decentralization. According to the study, it is clear that unconcentrated movement is different from decentralization, ie the Southeast, in particular the state of São Paulo unconcentrated their capital and economic sectors to other regions. However, São Paulo was still the economic center of the country, thus still receiving much of the capital, where, this capital was still centralized in that State. Key words: Unconcentrated, Decentralization, Regional Development    ________________________________________________________________________________ Natal/RN Universidade Federal do Rio Grande do Norte 22 a 24 de outubro de 2014 3 INTRODUÇÃO  As décadas 2  analisadas são de profunda importância para o país, devido à conjuntura econômica e seus efeitos vivenciados de Norte a Sul. A década de 1970 é importante pela “ saída ”  de uma industrialização de restringida a uma industrialização pesada (CAIADO, 2002), como também devido aos altos e baixos vividos referentes ao boom  econômico, da mesma forma, pela a crise do petróleo. Já a década de 1980, marcada por crises e perdas na economia, chega a ser conhecida e chamada pelos economistas e estudiosos  –  sociólogos, geógrafos, entre outros  –   como a “década perdida”, uma vez que os investimentos privados declinaram, houve queda no PIB, aceleração da inflação, esgotamentos dos programas de assistência regional, entre outros fatores. A década de 1980 no Brasil foi a década que levou o final do ciclo de expansão vivido nos anos passados  –  década de 1970. Concernente a todo esse cenário econômico, são vários os fatores que fizeram com que houvesse essa desconcentração: Nordeste e Rio de Janeiro recebiam a alocação de grandes investimentos petrolíferos de extração, havia a continuidade da desconcentração agrícola e mineral, algumas políticas estaduais passavam a vigorar,  –  essas políticas desconcentraram de São Paulo em direção principalmente a Zona Franca de Manaus  –  São Paulo era tido como o epicentro da crise, em que o movimento migratório inter-regional, provavelmente, viu-se inibido de continuar tendo esse estado como destino, entre outros diversos fatores. Diante dos acontecimentos, da conjuntura econômica e de todo o apanhado histórico, é peculiar em debates acadêmicos ou até mesmo em “rodas de conversas” entre economistas e diversos estudiosos, o fomento da dúvida entre o que realmente aconteceu no decorrer dessas décadas: desconcentrou ou apenas descentralizou? 2  É de sabedoria do autor que todas as décadas são importantes no que concerne aos acontecimentos históricos,  políticos, sociais, econômicos, entre outros, porém, a colocação está no sentido referente aos acontecimentos das duas décadas analisadas.    ________________________________________________________________________________ Natal/RN Universidade Federal do Rio Grande do Norte 22 a 24 de outubro de 2014 4 1 OBJETIVOS 1.1 Objetivo Geral Este estudo tem como objetivo desmistificar o que aconteceu com São Paulo e o Brasil nas décadas de 1970 e 1980 no que concerne a desconcentração ou descentralização produtiva de São Paulo para as regiões. 1.1.2 Objetivos Específicos   Detalhar e caracterizar a década de 1970 e as relações econômicas entre São Paulo e o Brasil;     Detalhar e caracterizar a década de 1980 e as relações econômicas entre São Paulo e o Brasil.  1.2 Metodologia  A metodologia utilizada consiste em uma revisão bibliográfica, concernente à temática abordada caracterizando as décadas estudadas, bem como mostrando a diferença entre desconcentração e descentralização, fazendo assim uma análise histórico-econômica.  2 REFERENCIAL TEÓRICO  A economia brasileira durante as décadas passadas passou por diversas alterações, sofrendo assim diversas modificações no que diz respeito a sua conjuntura. Segundo Lima (2011), já a partir da década de 1930 os papéis dos países concernentes à estruturação econômica começaram a ser transformados, ou seja, os países que antes eram exclusivamente fornecedores de matérias primas e produção primária para as os países de economias mais desenvolvidas passaram a ter características diferenciadas, decorrente da crise de 1929.
Search
Similar documents
View more...
Tags
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks