Internet

EFICIÊNCIA DE NEMATICIDAS NO CONTROLE DE Rotylenchulus reniformis NA CULTURA DO ALGODOEIRO

Description
EFICIÊNCIA DE NEMATICIDAS NO CONTROLE DE Rotylenchulus reniformis NA CULTURA DO ALGODOEIRO Guilherme Lafourcade Asmus (Embrapa Agropecuária Oeste / RESUMO - Conduziu-se um experimento
Categories
Published
of 6
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
EFICIÊNCIA DE NEMATICIDAS NO CONTROLE DE Rotylenchulus reniformis NA CULTURA DO ALGODOEIRO Guilherme Lafourcade Asmus (Embrapa Agropecuária Oeste / RESUMO - Conduziu-se um experimento de campo em Aral Moreira, MS, visando avaliar a eficiência de abamectin em tratamento de sementes (3,6 e 7,2g/100 kg de sementes) ou pulverização da parte aérea (9,0g.ha -1 ) em comparação com aldicarbe (1950g.ha -1 ) e terbufós (4050g.ha -1 ), ambos em aplicação granulada no sulco de plantio, no controle de Rotylenchulus reniformis na cultura do algodoeiro, em área naturalmente infestada (1158 nematóides/200cc). As maiores reduções da população do nematóide ocorreram nas parcelas tratadas com terbufós refletindo-se em maior produção de algodão em caroço, quando comparadas com a testemunha não tratada. Abamectin, nas doses e modalidades de aplicação testadas, não foi eficiente no controle do nematóide. Palavras-chave: Gossypium hirsutum, nematóide reniforme, controle químico EFFICACY OF NEMATICIDES FOR THE CONTROL OF Rotylenchulus reniformis IN COTTON ABSTRACT - A field trial was carried out in Aral Moreira, MS, Brazil, to evaluate the efficacy of abamectin used either in seed dressing (3.6 or 7.2 g.a.i./100kg of seeds) or foliar sprays (9,0 g.a.i./ha) compared to aldicarb (1950g.a.i./ha) and terbuphos (4050g.a.i./ha), both applied as granules in furrow, for the control of Rotylenchulus reniformis in cotton grown in a naturally infested soil (1158 nematodes/200cc). Lower final population and reproduction factor of the nematode were observed in plots treated with terbuphos. Compared to the no-treated check-plots, higher cotton yields were obtained with terbuphos also. Despite of the dose and the application technique, abamectin was not efficient for the control of the reniform nematode in cotton. Key words: Gossypium hirsutum, reniform nematode, chemical control INTRODUÇÃO O nematóide reniforme (Rotylenchulus reniformis Linford e Oliveira, 1940) é considerado um dos principais problemas fitossanitários da cultura do algodoeiro (STARR, 1998). Devido ao alto grau de polifagia e à limitada resistência em variedades comerciais de algodoeiro (ROBINSON et al., 1997), seu controle é baseado num conjunto de medidas, como o uso de cultivares mais tolerantes, rotação com milho, sorgo, ou cultivares de soja resistente, uso de culturas de cobertura resistentes, controle de plantas daninhas e o uso de nematicidas. Atualmente são três os nematicidas recomendados e registrados para o controle do nematóide reniforme: aldicarbe, carbofurano e terbufós. Desses, aldicarbe e terbufós são os de uso mais freqüente. A escolha de um ou outro produto depende muito do sistema de produção utilizado e das condições climáticas, tendo em vista as diferenças na solubilidade entre os mesmos. No entanto, todos são utilizados em altas doses e, embora frequentemente se obtenham ganhos em rendimentos de algodão, não raro a população final do nematóide se mantém igual ou até mesmo aumenta ao final do ciclo da cultura (BRANCALION e LORDELLO, 1982; LORDELLO et al., 1984; OLIVEIRA e KUBO, 1999). Observações de campo recentes têm evidenciado que o uso do acaricida abamectin, em tratamento de sementes e/ou pulverizações da parte aérea de soja, tem permitido melhores colheitas em áreas infestadas por fitonematóides. Alguns poucos trabalhos experimentais avaliaram esse produto como nematicida nas culturas de alface, banana, tomateiro e soja (CAYROL et al., 1993; SANTOS e SOUZA, 1996; JANSSON e RABATIN, 1998; PEDROZO et al., 1999). Nesta última, o uso de abamectin em pulverizações da parte aérea propiciou a redução da população do nematóide de cisto e o aumento da produção de matéria seca, em condições de casa de vegetação. O objetivo do presente trabalho foi avaliar, em condições de campo, a eficiência de abamectin, utilizado quer em tratamento de sementes quer em pulverização da parte aérea, em comparação com aldicarbe e terbufós, no controle do nematóide reniforme no algodoeiro. MATERIAL E MÉTODOS O trabalho foi instalado no município de Aral Moreira, MS, em área naturalmente infestada por R. reniformis (1158 nematóides/200cm 3 de solo), onde o algodoeiro é cultivado há oito anos, em monocultivo, no sistema plantio direto. Em 23/11/2004, foram estabelecidas as parcelas experimentais de 48m 2, dispostas ao acaso em cinco blocos, sobre a resteva da cultura de centeio. Cada parcela foi amostrada para a determinação da população do nematóide por ocasião da instalação do experimento (população inicial = Pi). Para isso, foram coletadas, com trado, oito subamostras de solo, na profundidadel de 0 20 cm. As subamostras foram homogeneizadas para formarem uma amostra composta por parcela e encaminhadas ao Laboratório de Nematologia da Embrapa Agropecuária Oeste, onde se procedeu à extração dos nematóides do solo (JENKINS, 1964). Os nematóides foram inativados em banho maria (55ºC/ 5 min.) e mantidos em formalina (2 %). A determinação do número de nematóides em alíquotas de 1,0 ml foi realizado em câmara de Peters, sob microscópio óptico. Após a amostragem do solo, efetuou-se a abertura dos sulcos de plantio, no espaçamento de 0,80m entre linhas e efetuado o tratamento com os nematicidas granulados (aldicarb e terbufós). Estes foram distribuídos manualmente nos sulcos de plantio e incorporados com sacho. A seguir procedeu-se a semeadura do algodoeiro Delta Opal nas parcelas, na razão de 12 sementes/ m. Os nematicidas testados e respectivas doses são apresentados na Tabela 1. Tabela 1. Nematicidas com respectivas doses e modo de aplicação utilizados em experimento de controle do nematóide reniforme em algodoeiro. Aral Moreira, MS, NEMATICIDA DOSE MODO DE Nome técnico Nome comercial i.a.ha -1 ou por p.c.ha -1 ou por APLICAÇÃO kg de semente kg de semente Aldicarbe Temik g 13000g Granulado no sulco Terbufós Counter 150 G 4050g 27000g Granulado no sulco Abamectin Abamectin Nortox 3,6g 200ml Tratamento de sementes Abamectin Abamectin Nortox 7,2g 400ml Tratamento de sementes Abamectin Abamectin Nortox 9,0g 500ml Pulverização da parte aérea i.a. = ingrediente ativo p.c. = produto comercial O abamectin foi utilizado tanto em tratamento de sementes quanto em pulverização da parte aérea. O tratamento de sementes foi realizado imediatamente antes do plantio; as sementes foram colocadas em sacos plásticos e o produto adicionado, na respectiva dose, misturado em água, de forma a obter-se 4ml da calda/kg de semente. As sementes foram agitadas até ficarem uniformemente revestidas com o produto. O tratamento de parte aérea foi realizado em 04/01/05 e repetido em 14/01/05. As pulverizações foram realizadas com equipamento costal (CO 2 ) com barra contendo quatro bicos do tipo leque (8002), na vazão de 200 litros.ha -1 Em 01/02/05, por ocasião da floração do algodoeiro, foi realizada a amostragem das raízes e a medição da altura de quatro plantas/parcela e, em 02/05/05, por ocasião da colheita, a amostragem da população final no solo (Pf). As determinações de nematóides nas amostras de solo seguiram a mesma metodologia descrita anteriormente. A determinação dos nematóides nas raízes foi realizada em quatro plantas colhidas, ao acaso, em cada parcela. No laboratório, as raízes foram lavadas em água corrente, pesadas e os nematóides extraídos utilizando-se a técnica de Coolen e D Herde (1972). Após as contagens, calculou-se o número de nematóides (ovos, formas jovens e adultos) por grama de raiz e o fator de reprodução (FR = Pf/Pi). Em 02/05/05 realizou-se a colheita e pesagem de algodão produzido em 5m das duas linhas centrais de plantas das parcelas. Foram também determinados o peso médio dos capulhos e a percentagem de fibra de uma amostra de 20 capulhos colhidos ao acaso da área útil das parcelas. Os dados de todas as avaliações foram submetidos à análise de variância e os tratamentos comparados pelo teste de Duncan (p=0,05). Quando necessário, os dados originais foram transformados para a realização da análise estatística. RESULTADOS E DISCUSSÃO Os resultados das avaliações da população do nematóide no solo e nas raízes são apresentados na Tabela 2. O menor número de nematóides/g de raiz foi observado nas parcelas tratadas com terbufós, que diferiu significativamente de abamectin (3,6g/100kg e 9,0g.ha -1 ) e foi semelhante a aldicarbe e a abamectin (7,2g/100kg). Nenhum dos tratamentos diferiu da testemunha sem tratamento. Terbufós foi o único tratamento que diferiu da testemunha quanto à população final do nematóide (Pf), com reflexos significativos no fator de reprodução (FR), evidenciando um efeito mais duradouro de controle. Nenhum dos tratamentos com abamectin, em ambas modalidades de aplicação, mostrou-se eficiente em reduzir a população do nematóide. Tabela 2. População inicial (Pi), população final (Pf), fator de reprodução (FR) e número de nematóides da espécie Roylenchulus reniformis por grama de raiz nos diferentes tratamentos. Faz. Bom Futuro, Aral Moreira, MS, TRATAMENTO i.a./100 kg ou ha Pi Pf FR x Nema/g de raiz y Aldicarbe 1950g ab 0,25 ab 69,14 bc Terbufós 4050g b 0,05 b 11,19 c Abamectin 3,6g a 0,36 a 624,44 a Abamectin 7,2g ab 0,22 ab 140,70 bc Abamectin 9,0g ab 1,34 ab 250,17 ab Testemunha a 0,67 a 205,64 abc Média 157,7 314,1 0,47 216,88 C.V. (%) 49,75 77,79 47,52 60,61 Médias seguidas de mesma letra, na coluna, não diferem entre si pelo teste de Duncan (p = 0,05) x Para análise estatística os valores foram transformados em arcsen x y Para análise estatística os valores foram transformados em x Maior altura de plantas foi observada nas parcelas tratadas com terbufós, seguidas de aldicarbe, que diferiram significativamente, entre si, e dos tratamentos (Tab. 3). No entanto, o tratamento com terbufós foi o único que diferiu da testemunha quanto à produção de algodão em caroço, evidenciando que o efeito sobre a altura de plantas não se refletiu sobre a produtividade. Independente da dose ou da modalidade de aplicação, o abamectin não diferiu da testemunha para todas as variáveis avaliadas. É possível que as pulverizações de parte aérea, aos 30 e 45 dias após a emergência do algodoeiro, sejam muito tardias pois, sob condições adequadas de temperatura e umidade, esse período é suficiente para que o nematóide conclua um ciclo de vida, aumentando a população. A baixa população do nematóide na avaliação final (Pf) retrata a severa estiagem ocorrida na região, o que contribuiu para as baixas produtividades observadas e, eventualmente, para limitar a ação dos nematicidas. Tabela 3. Altura de plantas (cm), peso médio de capulhos (g), produção de algodão em caroço (kg/ha) e rendimento de fibra (%) nos diferentes tratamentos. Faz. Bom Futuro, Aral Moreira, MS, TRATAMENTO i.a./100 kg ou ha Altura (cm) Peso de capulhos (g) Produção (kg/ha) Fibra (%) Aldicarbe 1950g 87,8 a 5, ab 42,24 Terbufós 4050g 77,1 b 5, a 42,06 Abamectin 3,6g 65,0 c 5, ab 42,77 Abamectin 7,2g 64,4 c 5, ab 42,81 Abamectin 9,0g 62,1 c 5, b 42,48 Testemunha - 62,6 c 5, b 42,55 Média 69,8 5, ,49 C.V. (%) 7,59 3,35 10,81 1,50 Médias seguidas de mesma letra, na coluna, não diferem entre si pelo teste de Duncan (p = 0,05) CONCLUSÕES 1. Terbufós (4050g i.a./ha), aplicado no sulco de plantio, apresenta o melhor desempenho para o controle do nematóide reniforme, com reflexos na produção de algodão; 2. Nas doses e modalidades de aplicação testadas, abamectin não é eficiente para o controle do nematóide. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS BRANCALION, A. M.; LORDELLO, L. G. E. Controle químico de Rotylenchulus reniformis em algodoeiro. In: REUNIÃO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE NEMATOLOGIA, 5., Londrina, Trabalhos apresentados... Piracicaba: Sociedade Brasileira de Nematologia, p (Sociedade Brasileira de Nematologia. Publicação, 5). CAYROL, J. C.; DJIAN, C.; FRANKOWSKI, J. P. Efficacy of abamectin B1 for the control of Meloidogyne arenaria. Fundamental of Applied Nematology, v. 16, n. 3, p , COOLEN, W. A.; D HERDE, C. J. A method for the quantitative extraction of nematodes from plant tissue. Ghent: Ghent State Nematology and Entomology Research Station, p. JANSSON, R. K.; RABATIN, S. Potential of foliar, dip, and injection application of avermectins for the control of plant-parasitic nematodes. Journal of Nematology, v. 30, n. 1, p , JENKINS, W. R. A rapid centrifugal-flotation technique for separating nematodes from soil. Plant Disease Reporter, v. 48, n. 9, p. 692, LORDELLO, A. I. L.; LORDELLO, R. R. A.; SABINO, N. P. Efeito de nematicidas nos carcteres econômicos de algodoeiros culltivados em solo infestado por Helicotylenchus sp. e Rotylenchulus reniformis. Nematologia Brasileira, Piracicaba, v. 8, p , 1984. OLIVEIRA, C. M. G.; KUBO, R. K. Controle químico de nematóides em algodoeiro com terbufós. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ALGODÃO, 2., 1999, Ribeirão Preto. Anais... Campina Grande: Embrapa-CNPA, p PEDROZO, I. B. de; HENNING, A. A.; HOMECHIN, M. Controle químico do nematóide de cisto da soja Heterodera glycines em casa de vegetação. Semina, v. 20, n. 1, p , ROBINSON, A. F.; INSERRA, R. N.; CASWELL-CHEN, E. P.; VOVLAS, N.; TROCCOLI, A. Rotylenchulus species: identification, distribution, host ranges, and crop plant resistance. Nematropica, v. 27, n. 2, p , SANTOS, H.S.; SOUZA, R. J. Efeito de métodos de plantio do solo infestado com Meloidogyne javanica na produção de alface sob estufa plástica. Horticultura Brasileira, v. 14, n. 1, p , STARR, J. L. Cotton. In: BARKER, K. R.; PEDERSON, G. A.; WINDHAM, G. L. (Eds.). Plant and nematode interactions. Madison: American Society of Agronomy, cap. 17, p
Search
Similar documents
View more...
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks