Documents

Expedições Geograficas_6_21_2.pdf

Description
1. Inicie uma discussão sobre o clima e os fatores geográfcos. Pergunte aos alunos: como é o clima na cidade em que vivemos? O que acontece no verão? É chuvoso ou seco? E no inverno? Como está o tempo hoje, com relação à temperatura e à umidade? 2. Peça aos alunos que realizem uma pesquisa sobre os desertos do Saara, do Atacama e de Gobi. Nessa pesquisa, eles deverão descobrir: ã a localização dos desertos no globo (em quais países se localizam); ã as variáveis geográfcas que levaram a
Categories
Published
of 2
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  1.  Inicie uma discussão sobre o clima e os fatores geográficos. Pergunte aos alunos: como é o clima na cidade em que vivemos? O que acontece no verão? É chuvoso ou seco? E no inverno? Como está o tempo hoje, com relação à temperatura e à umidade? 2.  Peça aos alunos que realizem uma pesquisa sobre os desertos do Saara, do Atacama e de Gobi. Nessa pesquisa, eles deverão descobrir: ã a localização dos desertos no globo (em quais países se localizam);ã as variáveis geográcas que levaram a sua formação (correntes marítimas, relevo, continentalidade, massas de ar etc.); Sugestões de trabalho com este infográfico A arquitetura em muito se relaciona com as condições climáticas de um lugar. O saber das populações, em diferentes partes do mundo, traduziu-se em moradias com formas bastante adequadas à função, como mostram os telhados da cidade de Calw, na Alemanha. Com o passar do tempo e o desenvolvimento tecnológico na arquitetura, o conforto ambiental passou a ser elemento de fundamental importância nas construções, levando em consideração não apenas a qualidade do ar interno, mas também a qualidade visual e acústica dos ambientes.O clima é elemento de central importância no desenvolvimento da economia agrícola, uma vez que as espécies de cultivo se desenvolvem melhor ou pior em função das quantidades de radiação solar, umidade e temperatura, além do solo e do relevo. As regiões de clima mediterrâneo — localizadas no sul da Europa, norte da África, porções do Oriente Médio, sul da África do Sul e da Austrália e na Califórnia —, caracterizadas por invernos secos e úmidos e verões quentes e secos, são ótimas para o cultivo de uva, de azeitonas e orégano (principalmente na Europa). EXPEDIÇÃO 6 168    R  e  p  r  o   d  u  ç   ã  o  p  r  o   i   b   i   d  a .   A  r   t .   1   8   4   d  o   C   ó   d   i  g  o   P  e  n  a   l  e   L  e   i   9 .   6   1   0   d  e   1   9   d  e   f  e  v  e  r  e   i  r  o   d  e   1   9   9   8 .   4 0 ˚  L        T    r    ó    p     i   c   o   d   e    C    â    n   c   e    r     1    0    ˚     2    0    ˚    3    0    ˚   4    0    ˚    5  0   ˚    6   0   ˚    7  0   ˚   8  0   ˚ G  r  e  e  n  w  i   c  h   Polo Norte    C   í  r  c  u   l  o    P  o   l  a  r    Á  r   t   i  c  o 12 Infográfico  Calw Latitude: 48° 43’ NLongitude: 8° 44’ LAltitude: 320 m 1 Nessa cidade do sul da Alemanha, na Europa, as casas em estilo arquitetônico enxaimel, com telhados pontiagudos, permitem que a neve dos meses de inverno não se acumule sobre as construções. As médias térmicas mensais variam de –4 a 23 °C durante o ano. O clima e os fatores geográficos Vimos que a latitude, a altitude e a vegetação têm influência sobre o clima. Imagine uma viagem do norte até o extremo sul do planeta. Passaríamos  por lugares e regiões com características climáticas e formas de ocupação bem diversas. A Itália, na Europa, é a maior produtora mundial de uvas e vinhos. São as altas temperaturas e as baixas umidades, características do verão de algumas regiões desse país, que favorecem a vinicultura, pois as videiras desenvolvem-se mais em períodos quentes, e o ambiente seco evita o ataque de fungos. A alta insolação gera uvas mais doces e também atrai muitos turistas para o sul da Europa.O clima quente e úmido que predomina na região equatorial favorece o desenvolvimento de uma vegetação densa e diversa no continente africano. A umidade da floresta, por sua vez, contribui para a ocorrência de chuvas por meio da evapotranspiração.  Floresta do Congo Latitude: 1° 24’ SLongitude: 18° 67’ LAltitude: 0-1.500 m 3  Palermo Latitude: 38° 07’ NLongitude: 13° 22’ LAltitude: 14 m 2 EXPEDIÇÃO 6 168    S   C   I   R   O   C   C   O   3   4   0    /   S   H   U   T   T   E   R   S   T   O   C   K   J   E   A   N  -   P   I   E   R   R   E   D   E   G   A   S    /   H   E   M   I   S .   F   R    /   A   F   P   D   E   S   I   R   E   Y   M   I   N   K   O   H    /   A   F   P    /   G   E   T   T   Y   I   M   A   G   E   S Expedições   geográficas    6 Explorando o infográfico  Expedição 6 - Clima e vegetação natural Percurso 21 - O clima A altitude influencia no clima de uma área em função da concentração de gases que absorvem calor: quanto maior a altitude, menor a concentração de oxigênio, o que dificulta a prática esportiva. Em 2005, a Fifa chegou a proibir a realização de partidas de futebol em localidades a 2.500 metros acima do nível do mar, prejudicando as cidades de La Paz, na Bolívia (a 3.600 metros) e Quito, no Equador (a 2.850 metros). Respostas: 3. a) A alta biodiversidade da Floresta do Congo se justifica pelo clima quente e úmido da região, marcado pela alta quantidade de chuvas (resultado da evapotranspiração da própria floresta).b) A Itália é a maior produtora mundial de uva porque possui clima mediterrâneo, ideal para o cultivo, com verões quentes e secos e invernos frios e úmidos. ã as maiores temperaturas registradas;ã as menores temperaturas registradas;ã a maior estiagem (período de seca) registrada;ã espécies vegetais e animais que vivem na área.  A partir da pesquisa, discuta com os alunos a importância das variáveis geográ-ficas na definição de um mesmo tipo de clima, no caso, o desértico. 3.  Com base no infográfico, responda: a)  Por qual motivo a Floresta do Congo apresenta alta biodiversidade? b)  Explique por que a Itália é a maior produtora de uvas do planeta. PERCURSO 21 169    R  e  p  r  o   d  u  ç   ã  o  p  r  o   i   b   i   d  a .   A  r   t .   1   8   4   d  o   C   ó   d   i  g  o   P  e  n  a   l  e   L  e   i   9 .   6   1   0   d  e   1   9   d  e   f  e  v  e  r  e   i  r  o   d  e   1   9   9   8 .      E  q    u  a   d  o   r        T     r      ó     p       i    c    o     d    e      C    a     p     r       i    c      ó     r     n       i    o Polo Sul     1    0    ˚       2      0       ˚      3      0       ˚    4    0    ˚     5   0    ˚     6     0     ˚      7     0     ˚     8     0     ˚           C            í         r        c         u            l        o            P        o            l       a         r           A         n          t           á         r          t            i        c        o 453   G  r  e  e  n  w  i   c  h      E  q    u  a   d  o   r 4  0  ˚  L           ˚      ˚      ˚   A faixa em destaque está situada entre o Meridiano de Greenwich e o meridiano 40° Leste.A distância entre os polos geográficos da Terra é de aproximadamente 20.004 km. Nesta representação, a altitude do relevo foi exagerada para permitir melhor visualização. 1. Qual é a amplitude térmica anual da cidade de Calw? A localização da cidade tem influência sobre esse valor? 2. Identifique influências do clima sobre as atividades humanas em Cawl, Palermo e na Estação Dome Fuji.  Montes Ruwenzori Latitude: 0° 23’ NLongitude: 29° 52’ LAltitude: 5.109 m 4 Situada em plena região equatorial, na fronteira entre a República Democrática do Congo e Uganda, na África, essa cadeia montanhosa tem neve em seus picos. Isso se deve à altitude, que torna o ar mais frio.  Estação Dome Fuji Latitude: 77° 30’ SLongitude: 37° 30’ LAltitude: 3.810 m 5 Nesse ponto da Antártida, a temperatura média anual é de -54,4 ºC. Na espessa camada de gelo os pesquisadores japoneses buscam informações sobre o clima da Terra no passado, fazendo perfurações e analisando as bolhas de ar presentes no gelo. A amostra mais profunda obtida na estação foi alcançada no verão de 2007, a uma profundidade de 3.035 m, com indícios de estar bem próxima ao substrato de rochas. A idade estimada da amostra foi de 720 mil anos. Fontes:  FAO. Disponível em: <www.fao.org>.Acesso em: 29 nov. 2010; National Institute of Polar Research. Disponível em: <www.nipr.ac.jp/english/>. Acesso em: 30 nov. 2010; National Geographic. Disponível em: <www.nationalgeographic.com>. Acesso em: 6 dez. 2010. PERCURSO 21 169    R   I   C   H   A   R   D   P   A   C   K   W   O   O   D    /   O   X   F   O   R   D   S   C   I   E   N   T   I   F   I   C    /   G   E   T   T   Y   I   M   A   G   E   S   T   H   E   A   S   A   H   I   S   H   I   M   B   U   N   P   R   E   M   I   U   M    /   G   E   T   T   Y   I   M   A   G   E   S A Antártida é uma das áreas mais inóspitas do globo. Localizada no Polo Sul e com 14 milhões de quilômetros quadrados, é o continente mais frio (já chegou a registrar -89,02 ºC), mais seco (com a presença de alguns desertos de gelo) e que tem a maior altitude média do planeta (com picos que ultrapassam os 5 mil metros, como o Vinson, de 5.140 m). A administração da área se dá pelo Tratado da Antártida, que viabiliza as pesquisas de cientistas na região, os únicos moradores do continente, de presença temporária. Melhem AdasSérgio Adas
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks