Documents

Fluxo Do Processo de Revenda e Transfer - Normal

Description
AQUISIÇÃO NORMAL POR COMPRA NO FORNECEDOR Aquisição é feita por pedido de compra com geração de remessa gerando entrada no centro CDXX com movimento 101 O pedido é gerado tendo como base a ZSUG (Sugestão de pedido) Gera-se um pedido com a ME21N normal (pedido 45) O recebimento é criado na VL31N e pode ser modificado na VL32N Na identificação externa colocar o número da nota Dentro desta transação utiliza-seo “Ir para” em “Cabecalho” para cada item selecionado para Informar a transportadora na op
Categories
Published
of 4
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  AQUISIÇÃO NORMAL POR COMPRA NO FORNECEDOR Aquisição é feita por pedido de compra com geração de remessa gerando entrada no centroCDXX com movimento 101O pedido é gerado tendo como base a ZSUG (Sugestão de pedido)Gera-se um pedido com a ME21N normal (pedido 45)O recebimento é criado na VL31N e pode ser modificado na VL32N Na identificação externa colocar o número da notaDentro desta transação utiliza-seo “Ir para” em “Cabecalho” para cada item selecionado para Informar a transportadora na opção“parceiro”, maioria das vezes é o próprio fornecedor.e com item selecionado ir em criação “partição” de lote e informar os lotes eas quantidades de cada lote se forem vários lotes ou a quantidade total se for um único lote.Então é criado um um recebimento, anota-se o número deste recebimento.Então ao ir na VL32N, selecionar o item e ir em “Ir para”->”Item”->”Dadosdo material” e informar a data de produção se for material sem lote.Se for material com lote ir em cada linha em “Partição do lote”. Selecioná-locom duplo clique ou lupa, ir na aba “Material” e então sim informar a Datade produção de cada lote. (Tem que fazer para cada lote).Depois executar a entrada de mercadoria.Atenção que se tiver WM ficará uma crítica antes de conseguir gravar aentrada de mercadoria e então deve-se ir pela VL06I (no caso de saída demercadoria VL06O) e verificar as pendências de WM em pendências dePicking, distribuição gerar OT em background e depois fazer as pendênciasde confirmação também pelo monitor. No caso de crítica de recebimento “A entrada de mercadoria para esterecebimento já foi registrada” acontece se no caso de devolução parafornecedor ou mais de um recebimento, estiver-mos tentando fazer a entradacom a mesma NF em Identificação externa, neste caso tem que ser outranota, se porventura precisar entrar com a mesma nota o processo tem que ser feito com 102 (estorno). A identificação externa (NF) de um recebimentonão se altera, apenas estorna-se o recebimento e se faz outro.Pode haver mudança de depósito com o movimento 311 se for necessárioPara faturas de material vindo do fornecedor, após o recebimento, dve ser feita a MIROCom a opção 1 (Fatura), com referência ao pedido/item que for faturar A revisão de fatras sozinha tira o material do CQ e passar para utilização livre (???)Para fazer uma devolução é com Nota de crédito “E4” referenciando o pedido e depoisselecionando o que se quer devolver.Depois deve-se fazer o movimento de devolução pela MB0A122 ou 102 se não conseguir fazer o 122. – antes deve-se fazer o movimento paraqualidade, pois para devolução ou estorno o material tem que estar como entrou, omovimento é o 322.  Colocar o Aviso de recebimento no campo “aviso”Colocar o centro , o depósito e aceitar detalhes e colocar o motivo.(Verificar qual é.)Depois da entrada faz-se a MIRO normal para pagamento e o material está em estoqueTRANSFERENCIA ENTRE CDS (Centros) e de CD para a lojaExemplo de transferencia do CD03 para o CD01Para os pedidos de transferencia pode gerar pela ME27 e começam com 1 No caso a Organização de compra competente (Revenda do CD que transfere) e o grupo“TRA”.Dados propostos coloca-se o CD receptor ou a lojaCria-se então o pedido de transfer que começa com o numero “1”, por exemplo1005567199A saída do CD para o centro é através da geração de remessa VL10B, tem que pegar comlocal de expedição “LEXX” no caso tem sido gerado pelo CD01 LE01, ver na aba“Expedição do pedido”Também pode-se criar pela VL01N (Criar entrega)Coloca o local de expedição e regra 3 e então faz o processamento em backgroundApós a criação da remessa que fica no histórico do pedido o estoque fica em trânsito para oCD e a receber para a loja vide MMBEEntão pode modifica-la na VL02N e criar se precisar a partição do lote e a validade domaterialEntão após fazera saída da mercadoria é criado automaticamente o documento contábil de omovimento de material que podem ser vistos no histórico.Já sai tudo autometico – movimento 862, nota fiscal GT e etc...ATENÇÂO PARA OS WMS SE PRECISAR gerando a remessa e movimento 862 com baixa no centro fornecedor e entrada no trânsitodo centro receptor receptor (loja) (gera docto de material 49....)Após este procedimento é que é criada o documento de nota fiscal, mas fica faltando dar asaída pela j1b3n em Nota fiscal -> Saída.O estoque fica em trânsito, podendo ser visto na MMBE ou na MB5TA chegada no centro receptor se dá através da MB0A referenciando a remessa commovimento 861, porém dando entrada na nota e fazendo a efetiva chegada no estoque docentro receptor (loja) e baixando o trânsito (gera docto de material 50.....) Todo o resto écalculado automaticamente.A NF fica o mesmo numero com categoria GT e movto 861 para a saída e Catgoria RT emovto 862 para entrada.  O baixa na loja para venda é através do consumo com movimento 251 após o movimentode vendas do concentrador chegar e é feito pela transação MB11. Esta contabilização éestoque (-) e custo de vendas (+) No caso de transferencia de loja para CD é necessário indicar na criação do pedido detransferencia o tipo ZL e lembrar que a area de expedição é LE01 e o movimento de saída éo Z62 ao invés de 862.DEVOLUÇÃO DE NÂO VENDÁVEIS POR SDExecuta-se o pedido na VA01, tipo de Ordem ZDFS, Org. de vendas OVOT, / OT / UM,Escrit. de vendas OUTR e equipe YOT, cnd. De pagamento YA30, motivo da Ordem DF3DEVOLUÇÃO, Inconterms CIF RIO DE JANEIRO. Nas categorias dos itens colocar XDA7, hierarqui HB, UM = UM, Grupo Mat = X1,Remessa C e condição YA30. Tem uma aba do IVA que tem que mudar nos itens; é nestaou na transação seguinte. O IVA por exemplo pode ser o D2 ao invés do Y2.O Depósito seria o DP05, mas se não aceitar, digita no final de tudo que vai aceitar, masantes tem que selecionar cada item e ir na LUPA (primeiro ícone da parte de baixo).Verificar todas as abas que devem estar preenchidas já com os dados corretos exceto a decondições. Na aba condições, tem que colocar provavelmente as condições ZPFD (2 vezes)uma sem nada etambém a condição RA01 por duas vezes, uma com –10% e a outra com – 25% por exemplo.Após gravar este pedido que gera um número de documento parecido com 871921, deve-seir na geração de entrega VL01NVerificar também na aba expedição se os locais estão preenchidos normalmente com LE01.Informar o peso em Gramas, as datas, as informações de picking, colocar as informaçõesdos itens copiando do pedido anteriormente criado. Se houver lote fazer a separação delotes por pedido na aba materia lapós selecionar a partição (por item) e fazer também por item a data de validade e produção (só se for materia lpor lote e com validade).Depois de tudo escrito gravar e depois ir na VL02N para fazer a saída da mercadoria.Provavelmente vai ar mensagens de bloqueio devido a WM e picking. Então tem que ir naVL06O e fazer desde o picking até em baixo e ir gravando. Para fazer o picking, pode-seclicar no botãozinho de + para abrir mais opções de pesquisa, colocar a data e o numero daentrega e executar e depois fazaer o picking. No final de tudo quando chegar na última opção Lista remessas entrega, coloca-seofornecimento (que é o documento de entrega e a data ) e então executa-se. Quando vier aentrega listada, clica-se nela vai em funções subssequentes e faz-se a opção Criar documento de faturamento (antes verifique se foi feita realmente a saída de mercadoria) edeois é só ir na j1b3n e dar saída na nota, pois o docnum da not já estará criado.PARA ESTORNAR A DEVOLUÇÂO DE NÂO VENDÁVEIS POR SDDa mesma forma que para os estornos de devolução que perderam o prazo também como éfeito para os casos de notas de MM, faz-se J1B1N com categoria N5, JV01, filial 0001 ou0256, Emissor de Ordem e o ID parceiro é o numero do cliente, se for fornecdcor, tem que   por o numero do cliente também. Coloca-se a data dos documentos e em observaçõescoloca-se o numero da nota de referencia que é a nota de devolução srcinal e nodocumento srcinal coloca-se o docnum da nota de devolução srcinal. Coloca-se os dadosdo item e a CFOP correta, no caso de filial 256 normalmente 2411/01 e no caso de filial0001 normalmente 1411/01, par acada item tem-se que informar na mão os valores deimpostos em detalhe de item, colocar os parceiros (fornecedor, recebedor, pagador,transportadora) para o cabecalho da nota, bem como os dados de transporte, colocar peso evolumens em transporte e a condição em dados contábeis (Z045) por exemplo. Então é soógravar o docnum e dar saída na NF.
Search
Similar documents
View more...
Tags
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks