Documents

Inovações No Ensino Superior a Utilização de Tecnologias de Informação e Comunicação Nas

Description
Utilização de Tecnologias de Informação e Comunicação
Categories
Published
of 11
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
   ÁREA TEMÁTICA:   Educação e Aprendizagens Sociais Inovações no Ensino Superior: a utilização de tecnologias de inforação e counicação nas pr!ticas educacionais MARTI S# $uil%ere&outorando e Sociologia'niversidade do Estado do Rio $rande do orteguil%ereartins(uern)*r  +alavras,c%ave: educação - dist.ncia# tecnologia# inovação)   /MER0 &E S1RIE:  234 Resuo0 uso de novas tecnologias de inforação e counicação no ensino superior inovou pr!ticas educacionais# odificando principalente o paradiga da educação - dist.ncia) A utilização do icrocoputador e da Internet propiciou o desenvolviento de u odelo pedag5gico ais interativo na educação - dist.ncia) Tal odelo perite odos de interação s6ncronos e ass6ncronos) Contudo# o*serva,se 7ue não %! u consenso e torno da via*ilidade da educação - dist.ncia ou so*re o uso de novas tecnologias de inforação e counicação nas pr!ticas educacionais) Resultados parciais de investigações realizadas no 8rasil e e +ortugal evidencia controv9rsias entre os educadores e torno da educação - dist.ncia e do uso de novas tecnologias de inforação e counicação nas pr!ticas educacionais) 0 presente estudo te coo o*etivo analisar as inovações na educação - dist.ncia co a inserção de novas tecnologias de inforação e counicação no ensino superior# os pro*leas e controv9rsias e torno da educação - dist.ncia e do uso de novas tecnologias de inforação e counicação nas pr!ticas educacionais) +ara tanto# toar,se,ão coo refer;ncias as e<peri;ncias da 'niversidade de 8ras6lia# da 'niversidade =ederal do Mato $rosso# da 'niversidade =ederal do Cear! e da 'niversidade do Estado do Rio $rande do orte# *e coo da 'niversidade A*erta de +ortugal# co a educação - dist.ncia)  >I C0 $RESS0 +0RT'$'?S &E S0CI0@0$IA  de BB  >I C0 $RESS0 +0RT'$'?S &E S0CI0@0$IA 1INTRODUÇÃO 0 desenvolviento de novas tecnologias de inforação e counicação odificou o odo de organização das sociedades) A possi*ilidade de digitalização# arazenaento e transissão de inforações tornou,se poss6vel co as inovações na icroeletrnica e na coputação) Assi# o s9culo DDI vivencia udanças consider!veis na infra,estrutura de diversos setores sociais# coo na econoia e na difusão da cultura) a educação  e especificaente no .*ito do ensino superior  não 9 diferente) Co a difusão e o uso de novas tecnologias de inforação e counicação nas pr!ticas educacionais# ocorrera udanças na produção de ateriais did!ticos e nas etodologias de ensino,aprendizage) Tais udanças são ais evidentes 7uando nos referios - educação - dist.ncia) As tecnologias de inforação e counicação são utilizadas tanto e atividades de ensino,aprendizage coo nos odos de gestão da educação - dist.ncia# tornando,a ais fle<6vel e descentralizada)&esde a d9cada de B43F# %! u processo de e<pansão da educação - dist.ncia no ensino superior e diversos pa6ses da Europa# nos Estados 'nidos# Austr!lia# C%ina# Gapão# 8rasil# Argentina# Costa Rica# ig9ria# entre outros) A presente counicação te coo o*etivo analisar as inovações na educação - dist.ncia co a inserção e o uso de novas tecnologias de inforação e counicação no .*ito do ensino superior# levando e consideração os pro*leas vivenciados por educadores e as controv9rsias e torno do uso de prograas coputacionais nas pr!ticas educacionais)+ara tanto# o te<to su*dividir,se,! e tr;s partes) +rieiraente# ser! retoada# de odo superficial# a %ist5ria da educação - dist.ncia) a segunda parte# dar,se,! ;nfase -s inovações nas propostas etodol5gicas e na produção de ateriais did!ticos para a educação - dist.ncia co o uso de novas tecnologias de inforação e counicação) 0s pro*leas vivenciados por educadores e as controv9rsias e torno da educação - dist.ncia serão tratados na terceira e Hltia parte do te<to) A te!tica concernente -s controv9rsias e torno da educação - dist.ncia no ensino superior e aos odos coo os educadores ustifica suas pr!ticas educacionais te coo refer;ncia te5rica a perspectiva de 8oltansi e T%9venot JB44BK acerca das operações cr6ticas e dos regies de ação)0 presente estudo corresponde aos resultados parciais de pes7uisa desenvolvida no Curso de &outoraento do +rograa de +5s,$raduação e Sociologia da 'niversidade de 8ras6lia# no 8rasil) 1.1 O paradigma da educação à distância  A educação - dist.ncia pode ser entendida coo u odo de transissão do con%eciento 7ue se tornou poss6vel co o desenvolviento da escrita) +ara Aretio JB444: p)BLK e +eters JFF: p)4K# a srce da educação - dist.ncia nos reeteria - AntigNidade) 0s autores enciona as cartas das civilizações su9rias# eg6pcias e gregas# al9 das ep6stolas encain%adas a &ion6sio por +latão# as cartas de S;neca e as ep6stolas de São +aulo) Estas são visualizadas coo as e<peri;ncias 7ue teria srcinado a educação - dist.ncia)Se dHvida# o desenvolviento da escrita propiciou udanças significativas no odo de transissão da cultura e do con%eciento) Coo ostra $oodO e Patt JFFQK# e<iste diferenças entre o odo de 2 de BB  >I C0 $RESS0 +0RT'$'?S &E S0CI0@0$IA transissão da cultura e sociedades não,letradas e sociedades letradas) A transissão dos eleentos ver*ais da cultura por eio oral pode ser visualizada coo ua longa cadeia de conversações conectadas entre e*ros de u grupo) &essa aneira# todas as crenças e valores# todas as foras de con%eciento são counicadas entre indiv6duos no contato face,a,face )))U J$00&VW PATT# FFQ: p)BK)Todavia# segundo $oodO e Patt JFFQ: p)LK# na AntigNidade# o sistea de escrita cuneifore dos su9rios# os %ier5glifos dos eg6pcios# ou a escrita dos %ititas e c%ineses# seria eios de counicação liitados se coparados ao sistea de escrita grego) Su9rios# eg6pcios# %ititas e c%ineses tivera avanços consider!veis na adinistração e organização social co a criação da escrita) o entanto# a escrita peranece# entre essas civilizações# coo u eio de counicação restrito a ua elite) Tanto 9 7ue no Egito e na Mesopot.ia# *e coo na C%ina# ua elite de religiosos letrados# adinistradores e coerciantes eergiu e se anteve coo u governo *urocr!tico centralizado de aneira *astante seel%anteU J$00&VW PATT# FFQ: p)3K)' fator essencial para a difusão da escrita coo eio de counicação foi o desenvolviento do alfa*eto na $r9cia) 0rigin!rio dos sila*!rios fen6cios# o alfa*eto grego seria o e<eplo !<io de difusão cultural )))U J$00&VW PATT# FFQ: p)3K) Co o sistea de escrita grego surge u odo de counicação autnoo e independente) X!# portanto# ua udança no odo de difusão da cultura 7ue doravante caracterizar! as sociedades letradas# nas 7uais o sistea de escrita tornar,se,ia u eio de counicação fundaental para a organização social# possi*ilitando a transissão de con%ecientos independente do espaço geogr!fico e do tepo)Contudo# a retoada a %ist5ria da g;nese da educação - dist.ncia não 9 o o*etivo central deste estudo e ne ca*eria neste te<to) A alusão ao sistea de escrita coo u eio de counicação independente e autnoo 9 iportante para refletiros so*re as inovações nos odos de difusão da cultura e transissão do con%eciento) Coo sugere PedeeOer Japud ARETI0# B444: p)4K# o uso da escrita tornou poss6vel o desenvolviento da educação - dist.ncia coo ua odalidade educacional na 7ual professor e aluno# eso separados pela dist.ncia geogr!fica# pode realizar atividades de ensino e aprendizage) Apesar de sua longa %ist5ria# as discussões te5ricas so*re a educação - dist.ncia coo u paradiga educacional são ais recentes) ' fato iportante para a an!lise da %ist5ria ais recente da educação - dist.ncia 9 o surgiento do ensino por correspond;ncia) As prieiras e<peri;ncias de ensino por correspond;ncia aparece no s9culo D>III nos Estados 'nidos e na Europa) Cale* +%ilipps Japud  ARETI0# B444: p)BLK teria oferecido o prieiro curso por correspond;ncia) ' curso de ta7uigrafia e u anHncio na $azeta de 8oston# e B3Y) &e acordo co o anHncio# as lições do curso de ta7uigrafia seria enviadas aos estudantes interessados por correio) o final do s9culo DID# v!rias instituições e colleges  na Europa passa a oferecer cursos por correspond;ncia) 1 o caso do =ouls @Onc% Correspondence Tuition Service de @ondres# instituição criada e BYY# da 'niversitO Correspondence College de Ca*ridge# fundada e BYY3# do Centre 1cole C%ez Soi# instituição francesa criada e BY4B# *e coo do Xeros Zorrespondensinstitut da Su9cia# criado e BY4Y JARETI0# B444: p)BQK)&iversas instituições no undo passa a oferecer cursos de educação - dist.ncia no decorrer do s9culo DD# coo a e[ Sout% Pales 0pen and Training and Education et[or# de SOdneO# Austr!lia# fundada e B4F4# o Centre ational d\Enseigneent - &istance JC E&K de +oiters# na =rança# criado e B424# a 0pen +olOtec%nic of e[ ]ealand at @o[er Xutt# da ova ]el.ndia# fundada e B4Q e o ational E<tension College de Ca*ridge do Reino 'nido# criado e B4Q2 J@A$ART0# FF: p)43K) A e<pansão da educação - dist.ncia no ensino superior ocorreu ta*9 no decorrer do s9culo DD co a criação de instituições coo a 'niversidade da África do Sul# a 0pen 'niversitO da Inglaterra# a 'niversidad acional de Educaci5n a &istancia   da Espan%a# entre outras# confore 9 poss6vel o*servar na ta*ela a seguir:  de BB
Search
Similar documents
View more...
Tags
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks