Brochures

Mãe Criadeira Tem Uma Função Especialíssima Dentro de Um Axé

Description
yakekere
Categories
Published
of 4
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  Mãe Criadeira tem uma função especialíssima dentro de um axé. Ela representa a Iemanjá de cada roncó. É ela quem prepara esse l!o esse adolescente iniciado di#amos assim para o futuro. É ela quem imp$e que implanta a !ierarquia o respeito pelo axé o comportamento de sala o comportamento de um I%a&o quer di'er normalmente um I%a&o descompreendido que é o termo que se usa está ofendendo no caso a mãecriadeira dele porque o I%a&o mal criado si#nica que ele te(e uma má criação. Muitas (e'es a mãe criadeira não é (ista com muita simpatia pelo I%a&o porque ela tem que ser rí#ida tem que ser ri#orosa ela tem que co)rar posicionamento ela tem que co)rar mil!ares de paós ela tem que co)rar toda uma postura de I%a&o* porque a #rande (erdade é que quem não sa)e ser um I%a&o jamais será um )om 'elador porque a )ase de um )om 'elador é ter sido um )om I%a&o. Então a função da mãe criadeira é  justamente essa além de co)rar a parte cultural do axé que são as re'as doroncó re'ar com o I%a&o pela man!ã ao meio+dia na c!e#ada da noite e co)rar a presença do ,rixá tam)ém nos momentos especícos porque cadasequencia de re'as tem um momento que o ,rixá se manifesta o ,rixá se fa' presente e é ela que tem que polari'ar essa perman-ncia ou essa c!e#ada do ,rixá no I%a&o acompan!ar o seu desen(ol(imento com o seu próprio ,rixá porque esse período de / dias é todo um processo de encontros de desencontros de roupa#em cultural e ela que passa todo esse processo para o I%a&o ou seja ela tem uma função especial. 0ão é  justo colocar uma pessoa sem )ase cultural para criar um I%a&o. , ideal é cada casa cada axé ter uma I%arrunsó ou Mãe Criadeira especíca mas lamenta(elmente requer tempo requer a)dicar+se de uma (ida familiar porque todo ser !umano tem que ter sua prole seu marido seus l!os e muitas (e'es não pode car / dias ou mais porque na realidade ca mais que / dias porque ela só deixa o axé quando o I%a&o sai e (ai para a sua casa e mesmo assim na realidade é ela quem de(e le(ar o I%a&o para a casa dele juntamente com o 'elador se isso se 'er necessário. 1oje a coisacou deteriorada de(ido 2 e(olução de(ido a simplicar muitas coisas mas deteriorou+se muito porque anti#amente a mais ou menos 3 2 45 anos atrás era le(ado o I%a&o para casa. 6 mãe criadeira c!ama(a o ,rixá do I%a&o na porta na entrada da casa apresenta(a as depend-ncias da casa para o ,rixá. Muitas (e'es a mãe criadeira ia até a casa do I%a&o antes de sua c!e#ada para defumar para colocar quartin!as com á#ua do lado de fora do portão era tudo muito )onito e tudo funciona(a mais. 7in!a+se maisI%a&o qualicados pois a mãe criadeira ela acompan!a o I%a&o durante todo o período de 8el- porque na realidade o compromisso da I%arrunsó a mãe criadeira não termina quando o I%a&o dá o ,run9ó no salão. , compromisso dela só termina quando o 8el- do I%a&o cai e daí então ela é c!amada no(amente para acompan!ar o seu :ori suas o)ri#aç$es intermediárias quer sejam elas quais forem ela acompan!a ela fa' parte ela tem uma função muito importante na criação desse I%a&o até ele (irar um E#)omi. , 'elador de santo não tem tempo e não quer esse compromisso de car dentro de um roncó tomando re'a de I%a&o tomando cultura de I%a&o tomando paó como é que se dá um ado)á ensinando a  dar um #in9á mostrando e fa'endo os ensaios )ásicos que tem que ser feito para as saídas fa'endo o seu )en#;e dando as maion#as enm cuidando do I%a&o como se fosse seu próprio l!o. <amenta(elmente nós temos por aí muitas mães criadeiras desrespeitadas dentro de um axé porque a elas infeli'mente não dele#aram os poderes que a elas pertencem.1oje pe#am+se para mães criadeiras I%a&os como se fossem acompan!antes como se fosse uma dama de compan!ia para o I%a&o e aí ca lá dentro do roncó de con(ersa ada jo#ando con(ersa fora muitas (e'es até que)rando podres inde(idos e aí lamenta(elmente o I%a&o sai sem um pin#o de cultura sai sem um um comportamento de axé adequado.e muitas (e'es depois que tira seu 8el- com menos de um ano de santo já estão dando pião na casa dos outros já estão frequentando candom)lés de todo mundo e aí quando se (- está o I%a&o estra#ado e é uma pena pois é um tra)al!o lon#o cansati(o dicultoso para o 'elador e muitas (e'es por má qualicação de mães criadeiras ou até mesmo por elas não terem oportunidade porque na (erdade a maior preocupação de um 'elador não de(e ser a de por I%a&o para dentro se ele não tem quem crie adequadamente* é mel!or que não coloque para dentro. É preciso qualicar a Mãe Criadeira é preciso sa)er se ela tem todas as re'as se ela sa)e as posiç$es certas se ela con!ece a !ierarquia do axé se ela con!ece como é a proced-ncia do 'elador ela tem que ser que nem aquela mãe que fala com o l!o= >?il!o ol!a o seu comportamento ol!a seu pai (ai c!e#ar !eim daqui a pouco quando ele c!e#ar eu (ou falar pra ele o que (oc- está fa'endo> aí o l!o com medo da a#ressão do pai da co)rança do pai ele muda o seu comportamento. É mais ou menos por aí a função de uma mãe criadeira. 6#ora colocar uma nin#uém sa)e tudo dentro do roncó só terá I%a&o estra#ado. Esse I%a&o (ai rodar (ai dar nome e (ai se perder porém a culpa não é só de quem cria. 6 culpa é de quem coloca uma pessoa qualquer para criar am de )otar I%a&o para fora quer )otar o )oneco pararodar e #ritar ,run9ó e sai com a ca)eça (a'ia sai despro(ido de cultura e muitas (e'es qui'ilado sem fundamento nen!um sem doutrina de sala sem comportamento de I%a&o pois o que anda acontecendo por aí é I%a&ocom menos de uma ano de santo já não quer usar mucan não quer usar sendala já não quer a)aixar a ca)eça já não quer mais tomar a )enção aose#)omis não quer tomar a )enção aos ,#ãs as E9édis tudo porque não foiensinado passo a passo para ele./3@53@/A =5B M + D33 / F3BB+A5G= 1oje (ou falar so)re l!as de ,)áHH0ão tem como não ol!ar para (oc-e não sentir enxer#ar excesso de paixão e amor em teus ol!os0asceu a mul!er que fa' tudo com coração 7ão raciosa que costuma exalar seu axé por onde passa  És uma (erdadeira ama'ona Mul!er de )ra que !onra seu ,rí És amor quando todos )uscam #uerraessoas rasas não permanecem em seu camin!oessoas fortes sempre estão presentes É ami#a e presente na (ida das pessoas que amaMas tam)ém é fera e sa)e se defender com classeÉ uma mul!er forte quando precisamas não deixa de lado seu jeito meninaÉ um c!ame#o só É uma )ele'ura de Jer Jorrisos lar#os c!eio de ternuraKoc- é aquele (ento quente Lue (em do norteLue c!e#a para todos Lue precisam do calor do teu axéorém tam)ém é forte Como a pororoca 0ão é qualquer um que tem cora#em de enfrentarMais é tão deusa Lue muitos arriscam a tentar É o )ril!o do entardecer 1á quem dera todos (issem , que ,)á (- em (oc-HH/3@53@/A =5B M + D33 / F3BB+A5G= ireeeeNNN/3@53@/A =5B M + D33 / F3BB+A5G= ,)2 e ,%á=, culto 2 essas duas %a)ás por (e'es se funde e se confunde. Jão deusas com aspectos e estórias em comum porem com personalidades e domínios  diferentes. Muitos são os itans que narram as estórias da sen!ora dos (entos e)oseira que controla os e#uns. Em contraste ,)á é uma di(indade pouco cultuada e cercada de mistériosOEm aspectos #erais am)as são #uerreiras ao lado de ,#um caçadoras ao lado de ,xóssi e rain!as em ,%ó ao lado de an#POMas diferem muito entre si*,%á é mais jo(em ale#re comunicati(a* ,)2 é mais (el!a introspecti(a aprecia a solidão e fala pouco*am)as são #enerosas e explosi(as porém ,%á é de fácil reconciliação ao passo que ,)á não aceita pedidos de desculpas. ,%á a sen!ora dos (entos é li(re e sem limites ,)2 a sen!ora das inundaç$es é contida e calculista. 7em a seu fa(or a experi-ncia que os anos l!e trouxeram. ,%á #uerreia por uma causa ,)2 éa própria #uerra é a força que !a)ita os campos de )atal!a a (ontade férrea de triunfar so)re seu oponente. ,%á é a sen!ora das tempestades e (enda(ais dona dos e#uns carre#adeira de E)ó sensual de temperamento #enioso e impulsi(o. ,)2 é a sen!ora das inundaç$es da #uerra é a #uardião da mul!er de temperamento irascí(el passional e ciumento. ,%á tem o dom da transmutação ,)á é sen!ora de muitos feitiços. ,%á aprecia a compan!ia do sexo oposto ,)á despre'a os desmandos e o autoritarismo masculino. ,%á #uerreia ao lado do !omem e sente+se i#ual ,)2 #uerreia contra o poder masculinoO/3@53@/A
Search
Tags
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks