Presentations

Magisterio no Brasil

Description
Magisterio no Brasil
Categories
Published
of 16
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  Universidade Anhanguera – UNIDERPCentro de Educação a Distância DESAFIO PROFISSIONALCURSO: PEDAGOGIA2º SEMESTRE DISCIPLINAS NORTEADORAS: PSICOLOGIA DAEDUCAÇÃO E FUNDAMENTOS FILOSÓFICOS DA EDUCAÇÃO Professor Tutor Presen!"# : Samanta ernandes No$es: atima A!Da Assunção "a#hardo  % RA:  $%&'()*))+ ,oce#ia -oreira dos Santos  % RA : $%.%(+./'. 0icia-aria de Pau#a Porto  % RA :$'*())/))$ -a1ara "ag#iano Da Si#va  % RA:  ($.$&)))* -iche#e Sa#es De#gado  % RA $%.((*%$)( 2A3454 DA SERRA 6 SP 1  ./)% INDICEINTRODUÇÃO&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&'(ETAPA ) * &&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&'+ETAPA 2 * &&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&',ETAPA ( *&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&'-RELATÓRIO FINAL&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&'.REFER/NCIAS 0I0LIOGR1FICAS&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&)' 2  Este desa7io tem como o89etivo aresentar a hist;ria do magist<rio no 3rasi#! Sendo assim rea#i=amos es>uisas e entrevistas com ro7essores do magist<rio! Atrav<s de uma #inha do temo? entrevistas e i#ustraç@es? este desa7io tem comoro;sito tra=er ao #eitor uma visão am#a dos acontecimentos do assado e suasin7#uncias nos dias atuais! 3  • Em   )%//  chegam ao 3rasi# os adres 9esuBtas? com e#es temse o inBcio dahist;ria da educação em nosso aBs durante dois s<cu#os – FI e FII – e#es7oram raticamente os nossos Gnicos educadores! Atrav<s da o8ra daeducação ou#ar? nos Htios de co#<gios ou em a#deias? e#es 7ormaram eorgani=aram os 7undamentos do nosso sistema de ensino? os 9esuBtaseerceram uma oderosa in7#uncia >ue se registrou na 7ormação dasociedade 8rasi#eira e se constituBram nos rinciais? senão os Gnicos?mentores inte#ectuais e esirituais da co#Jnia! A educação 7eminina nesta<oca era restrita Ks 8oas maneiras e Ks rendas dom<sticas K e#ite ca8ia arearação ara o tra8a#ho inte#ectua# segundo o mode#o re#igioso! • Na rimeira metade do s<cu#o FIII? o tra8a#ho educaciona# e de cate>ueseda Comanhia de ,esus entra em decadncia? devido H acusação de ser umemeci#ho K conservação da unidade cristã e da sociedade civi#? educava aserviço da ordem re#igiosa? e não dos interesses do aBs! •  A eu#são da comanhia de ,esus dos domBnios ortugueses? dH inicio a umrocesso de su8stituição de um coro de ro7essores re#igiosos L so8 ocontro#e da igre9aM or um coro de ro7essores #aicos L so8 o contro#e doestadoM! •  A 0ei de )%6 )/6 )$.'? >ue mandava criar esco#as de rimeiras #etras emtodas as cidades? vi#as e #ugares mais ou#osos do im<rio? tam8<mesta8e#ecia eames de se#eção ara mestres! A rimeira 7orma de rearaçãode ro7essores deuse nas rimeiras esco#as de ensino mGtuo insta#adas aartir de )$./? no 3rasi#? ois havia a reocuação não somente de ensinar?mas de rearas docentes! • Surgia um movimento de renovação edag;gica conhecido comoesca#ovinismo? discutia a educação r<esco#a? or<m os estudos da <ocaeram vo#tados ara crianças das camadas sociais mais 7avorecidas! • 0ei L+/.+ &)M 0ei das diretri=es e 3ases da Educação Naciona#? >ue inc#uiu osmaternais? 9ardins de in7ância e r<esco#as no sistema de ensino! Com ointeresse cada ve= maior das mães de c#asse m<dia? não somente das mãesde c#asse ou#ar or atendimento as crianças? #evou a#gumas instituiç@es sereocuarem com o carHter edag;gico no atendimento Ks crianças!   -antida e#o Estado de São Pau#o? com o o89etivo de romover atividadeseducativas e cu#turais atrav<s do rHdio e da te#evisão & • Posgrand;s "raduação 2utoria# a Distancia e#a Caes Coordenação de Aer7eiçoamento do Pessoa# de Ensino Suerior – do -EC? administrado e#a A32 – Associação 3rasi#eira de 2ecno#ogia Educaciona# – com o o89etivo decaacitar docentes universitHrios do interior do aBs! • Criação da 2F educativa? Pro9eto IO? da Secretaria da Educação do Estadode São Pau#o e da7undação Padre Anchieta? com cursos ara atua#i=ação eaer7eiçoamento do magist<rio de ) e . "raus? uti#i=andose de mu#timeios! • Educando o Educador: cursos or corresondncia ara caacitação dero7essores de educação 3Hsica de ,ovens L EDUCARM? com o aoio derogramas te#evisivos atrav<s da Rede -anchete! • Universidade edera# do -ato "rosso? em arceria comUnematLUniversidade do Estado do -ato "rossoM e a Secretaria de Estadode Educação e com aoio da 2e#e Universit< Du Que8ec LCanadHM? cria o 4  ro9eto de 0icenciatura P#ena em Educação 3Hsica: ) a + s<rie do ) grau?uti#i=ando a EAD! • 4 rograma Universidade ara todosLProUniM 7oi criado em .//+? e#a 0ei n))! /(&6.//%? temcomo 7ina#idade a concessão de 8o#sas de estudo integraise arciais a estudantes de cursos de graduação e de cursos se>uenciais de7orma esecB7icas? eminstituiç@es rivadas de educação suerior! Asinstituiç@es >ue aderem ao rograma rece8em isenção de tri8utos! • Desde ./)/ o IES assou a oerar em 7#uo contBnuo? o estudante odeso#icitar o 7inanciamento em >ua#>uer erBodo do ano? de acordo com anecessidade! As inscriç@es são 7eitas e#o Sistema In7ormati=ado do IESLSisIESM? disonBve# ara acesso!4 ro7issiona# da educação vem ao #ongo da hist;ria assando or di7erenteseigncias? isto inc#ui o >ue se esera do educador e o ae# do ro7essor 7rente K 7ormação da criança! Essas ersectivas 7oram se trans7ormando ao#ongo dos anos! Atua#mente veri7icase uma grande reocuação com a>ua#idade da Educação In7anti#? o 7oco < o desenvo#vimento da criança so8todos os asectos–corora#? inte#ectua# e a7etivo! A 7ormação ro7issiona# vemcomo 7erramenta ara romover essa >ua#idade!Entrevistamos in7orma#mente trs ro7issionais? >ue nos contaram vHrias hist;rias acerca do magisterio!São E#es:Nome: o#anda de 0ima osioaormação: -agist<rio? Pedagogia? Psicoedagogia!2emo de eerincia: ./ Anos como ro7essora e * anos como 4rientadoraData da entrevista: )(6/*6./)%Qua# 7oi sua rincia# motivação ara sua esco#ha ro7issiona#T -Sempre quis ser professora, queria ensinar as crianças, eser diferente, não errar como os adultos pois já percebia os erro... Observando tudo dentro da sala de aula. De acordo com suas eerincias o >ue mudou na didHtica de ensino das esco#asda atua#idadeT -Em minha opinião mudou, quando eu era criança o professor falava e eraadmirado, umexemplo, respeitado, os pais não interferiam tanto em sala de aula edavam disciplina aos filhos.om o passar do tempo os professores não podiam maischamar atenção dos alunos porque ! traumati"ava#.$oje temos uma %eração de adultos onde os filhos mandam nos pais, na escola, eos professores tem pouca autoridade. D sua oinião so8reo rocesso de a#7a8eti=ação in7anti#T 5
Search
Tags
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks