Documents

Marx e a América para além da história do capitalismo - Jair Antunes

Description
A história para Marx aparece como a História da separação entre homem e natureza. Esta história teria como princípio fundante as formas de apropriação privada das condições objetivas de existência surgidas de forma imanente na sociedade ocidental. Ela se manifestaria como um processo de desenvolvimento da contradição da luta de classes. No Oriente esta história somente teria se assentado quando da conquista européia, quando os europeus teriam destruído o milenar modo de produção asiático e assentado ali as formas da apropriação burguesa. Na América, este princípio ocidental teria se manifestado quando da formação das colônias. Marx diz que teriam sido três as formas principais de colônias estabelecidas na América: as colônias do tipo do México, as colônias de Plantação e as colônias de Povoamento. Estas colônias, segundo Marx, cada uma a seu modo, estariam conformes às necessidades burguesas de acumulação originária de capital. As colônias de Plantação (Pflanzungskolonien), para Marx, seriam colônias produtoras de formas excepcionais de mais-valia. Nestas colônias, as formas de trabalho compulsório, aparentemente pré-capitalistas, encobririam, no fundo, segundo Marx, o caráter essencialmente burguês das relações de produção coloniais. Marx faz também a aproximação entre colônias de Plantação e colônias de Povoamento, afirmando que, quanto ao conteúdo, elas seriam essencialmente idênticas. Esta afirmação de Marx, porém, coloca em xeque a tradicional classificação da história colonial americana dividida entre ‘colônias de povoamento’ versus ‘colônias de exploração’, pois, a ‘tradição’ historiográfica latinoamericana tenderia a aproximar as colônias de Plantação às colônias do tipo do México. Marx, enfim, deixa claro que na América as forças produtivas estariam fadadas a atingir seus mais elevados níveis de desenvolvimento, e as relações de produção atingiriam graus de pureza muito além daquelas postas na própria Europa. Seria na América, segundo Marx, que o capitalismo se ajustaria plenamente ao seu próprio conceito. É esta teoria do caráter capitalista da colonização americana de Marx e as desventuras de tal tese ao longo do último século que estão no centro de nosso trabalho.
Categories
Published
of 174
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  c!- JAIRANTUNES MarxeaAméricaparaalémdahistóriadocaPitalismo/' TesedeDoutoradoapresentadaaoDepartamentodeFilosofiadoInstitutodeFilosofiaeCiênciasHumanasdaUniversidadeEstadualdeCampinassoborientaçãodoProf.Dr.HectorBenoit.EsteexemplarconespondeàredaçãofinaldaTesedefendidaeaprovadapelaComissãoJulgadoraem09deAgostode2007 / BANCA // 'I Prof.Df.AlcidesHectorRodriguezBenoi!(orienta~or)c(. J r I rof.Dr.PlíniodeAnudaSampaioJr.(membro) ~ S ~ ~ ~ ~ ./LAA-~{ ~-;z Prof.Dr.MárcioBilharinhoNaves(membro)Prof.Dr.RuyGomesBragaNeto(membro) /~ Prof.Dr.CarlosAlvesdoNascimento(membro)Prof.Dr.CaioNavarrodeToledo(suplente)Prof.Dr.ArmandoBoitoJr.(suplente)Prof.Dr.ÁlvaroBianchi(suplente)Agosto/2007  UN\DADE~r:WCHAMÁ~ .T/UNICAMP J:Aj!J 1'\ v.EX. TO~v1BO8CC~ 4 ~~ lf ~RocJ6. 6P PREÇ~~ ATAj , - O~ IB-IO '\ FICHACATALOGRÁFICAELABORADAPELABIBLIOTECADOIFCH - UNICAMPAn89mAntunes,JairMarxeaAméricaparaalémdahistóriadocapitalismo/Jair Antunes.-Campinas,SP:[s.n.],2007. Orientador:AlcidesHectorRodriguezBenoit. Tese(doutorado) - UniversidadeEstadualdeCampinas, InstitutodeFilosofiaeCiênciasHumanas. 1.Marx,Karl,1818-1883.2.Filosofia-História.3.História-Teoria.4.Capitalismo.5.América-História-Períodocolonial.6.Ásia-Aspectoseconômicos.I.Benoit,AlcidesHectorRodriguez,1951-.I.UniversidadeEstadualdeCampinas.InstitutodeFilosofiaeCiênciasHumanas.lU.Título. Títuloeminglês:MarxandAmericabeyondthecapitalismhistoryPalavraschaveseminglês(keywords):Philosophy - HistoryHistory-TheoryCapitalism America - History-ColonialPeriod Asian-Economicaspects ÁreadeConcentração:FilosofiaTitulação:DoutoremFilosofiaBancaexaminadora: AlcidesHectorRodriguezBenoit,PlíniodeArrudaSampaioJr.,MárcioBilharinhoNaves,RuyGomesBragaNeto,CarlosAlvesdoNascimentoDatadadefesa:09-08-2007ProgramadePós-Graduação:Filosofia 2     para Isabela e Angela 3    Resumo: A história para Marx aparece como a história da separação entre homem enatureza. Esta história teria como princípio fundante as formas de apropriação privada dascondições objetivas de existência surgidas de forma imanente na sociedade ocidental. Elase manifestaria como um processo de desenvolvimento da contradição da luta de classes.No Oriente esta história somente teria se assentado quando da conquista européia, quandoos europeus teriam destruído o milenar modo de produção asiático e assentado ali as formasda apropriação burguesa. Na América, este princípio ocidental teria se manifestado quandoda formação das colônias. Marx diz que teriam sido três as formas principais de colôniasestabelecidas na América: as colônias do tipo do México, as colônias de Plantação e ascolônias de Povoamento. Estas colônias, segundo Marx, cada uma a seu modo, estariamconformes às necessidades burguesas de acumulação srcinária de capital. As colônias dePlantação ( Pflanzungskolonien ), para Marx, seriam colônias produtoras de formasexcepcionais de mais-valia. Nestas colônias, as formas de trabalho compulsório,aparentemente pré-capitalistas, encobririam, no fundo, segundo Marx, o caráteressencialmente burguês das relações de produção coloniais. Marx faz também aaproximação entre colônias de Plantação e colônias de Povoamento, afirmando que, quantoao conteúdo, elas seriam essencialmente idênticas. Esta afirmação de Marx, porém, colocaem xeque a tradicional classificação da história colonial americana dividida entre ‘colôniasde povoamento’ versus ‘colônias de exploração’, pois, a ‘tradição’ historiográfica latino-americana tenderia a aproximar as colônias de Plantação às colônias do tipo do México.Marx, enfim, deixa claro que na América as forças produtivas estariam fadadas a atingirseus mais elevados níveis de desenvolvimento, e as relações de produção atingiriam grausde pureza muito além daquelas postas na própria Europa. Seria na América, segundo Marx,que o capitalismo se ajustaria plenamente ao seu próprio conceito. É esta teoria do carátercapitalista da colonização americana de Marx e as desventuras de tal tese ao longo doúltimo século que estão no centro de nosso trabalho.   5
Search
Similar documents
View more...
Tags
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x