Documents

Muito Se Fala Sobre a Valorização Dos Profissionais de Educação

Description
muito bom
Categories
Published
of 3
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  Muito se fala sobre a valorização dos profissionais de Educação — que é umdos pilares da qualidade de ensino socialmente referenciada, ao lado dofinanciamento e da gestão democrática. Falar de valorização implica aprimorar a formação inicial, a formação continuada, a definição de um piso salarial e,também, da carreira do professor.o campo das pol!ticas de formação de professores o munic!pio entende quedeve ser um processo permanente. or isso, constantemente por meio decursos ,formação em outras instituiç#es, encontros e outros eventospromovidos pela $ecretaria de Educação como %$emana edag&gica,formação continuada, incentiva o professor a progredir, a criar maneiras detrabal'ar que permitam aos alunos mel'or aprendizagem, tanto no que serefere ao dom!nio dos conte(dos curriculares como nos aspectos formativosmais amplos da cidadania.)oda a formação continuada que acontece a cada *+ dias com todos ossegmento é baseada na dialética entre teoria e prática, valorizando a práticaprofissional como momento de construção e ampliação do con'ecimento. -lém das formaç#es temos também o -/0 rograma acional dealfabetização na dade /erta. Essa formação é realizada pelos coordenadorese formadores pedag&gicos da $EME/ que são nomeados em função edesenvolvem esse trabal'o con1untamente com as escolas.2utro aspecto que favorece a formação docente é a ação con1unta nas esferas municipal e estadual que se esforçam para assegurar o diploma de n!velsuperior aos docentes em efetiva reg3ncia de classe. rogramas deformação v3m sendo implantados no munic!pio em parceria com instituiç#esde n!vel superior e outros que o pr&prio sistema de ensino gerencia, a e4emplodo roletramento, Escola de 5estores, rograma de /apacitação a 6ist7nciapara 5estores Escolares 8 rogestão e 5estão da -prendizagem Escolar  e . - alta rotatividade de professores pode pre1udicar o ensino, a escola, seupro1eto pol!tico0pedag&gico e os estudantes, que são a razão maior dae4ist3ncia da escola. Mas, mesmo com esse entendimento ainda e4iste nomunic!pio uma alta rotatividade de professores. 2 tempo de perman3ncia deprofissionais na escola, é menos de dois anos impedindo do professor consolidar naquele ambiente pro1etos afinados 9 proposta pedag&gica e sefi4ar como profissional.E4iste no munic!pio o plano de /arreira para os rofissionais do Magistério,que foi elaborado no final de :;;< com a participação de representantes dascategorias e dos sindicatos que representam os mesmos. Embora não ten'asido feito observando os critérios estabelecido na =ei n> **.?@<A:;;< e nãoatenda a todos os anseios da categoria o munic!pio na época em que o mesmofoi feito dedicou uma atenção especial 9 sua elaboração e percebeu que épreciso estratégias mais adequadas para que possa construir e implantar umplano de cargos, carreiras e salários capaz de valorizar os trabal'adores daeducação.  Mas em se tratando da valorização do professor o munic!pio valoriza a titulaçãodos profissionais. E na medida em que o professor busca aperfeiçoamento esteé valorizado estimulando0os na diferenciação salarial de pelo menos +;B dequem tem n!vel médio ou superior.Cuanto a um processo de avaliação de desempen'o dos profissionais daeducação o munic!pio ainda não disp#em de um sistema efetivo de avaliação,mesmo porque no Drasil esse sistema ainda engatin'a e uma prova nacionalde seleção de professores, anunciada em :;;, nem sequer saiu do papel. orém é um assunto que vem sendo discutido no munic!pio por secompreender que a avaliação do professor é de e4trema import7ncia. $abemos que o trabal'o con1unto entre o diretor e os consel'eiros é essencialpara que ambos aprendam sobre o processo democrático da divisão de direitose responsabilidades na educação escolar. Mas, embora saibamos dessaimport7ncia ainda encontramos resist3ncia dos professores e dos pais paraparticipar do consel'o escolar. Mesmo assim *;;B das escolas do munic!piopossuem consel'o escolar. 2s consel'os e colegiados escolares, e4istentes,t3m apenas a incumb3ncia de 'omologar as decis#es da direção escolar.Cuanto da elaboração do  ro1eto pol!tico pedag&gicoG da escola é umatarefa dif!cil obter a participação dos professores que apresentam diversasdesculpas. - necessidade da qualificação do profissional do magistério é uma dasprioridades na atualidade. E, para que isso aconteça, é necessário que ocorratambém a formação continuada. 2 compromisso com a mel'oria da qualidadedo ensino depende, além do professor, do poder p(blico, pois ele deve estar sempre atualizado. E para essa realidade e preciso garantir a formaçãocontinuada para os profissionais em educação, uma prática que não e4iste nomunic!pio pois não 'á nen'um programa de formação municipal para osmesmos. - formação continuada em serviço que fortalece a prática docenteencontra muitos obstáculos. as escolas, 'á poucos profissionais atuandona coordenação pedag&gica o que contribui para a desvalorização dasatividades complementares que poderiam proporcionar o trabal'opedag&gico coletivo e solidário com 3nfase na aprendizagem. Faltaespaço destinado especialmente 9 formação permanente e qualificaçãocont!nua dos docentesH espaços dispon!veis para promoção de cursos,oficinas,   seminários e estudos relacionados 9s quest#es técnico0pedag&gicas. ara inferir e propor sobre a formação continuada e a valorização do magistérioem nosso munic!pio, deve0se partir de uma visão geral de como seencontra a distribuição das funç#es docentes. Iale ressaltar que omesmo docente pode estar atuando em mais de um n!vel eAou  modalidade de ensino, e em mais de um estabelecimento do ensino ora naJede (blica, ora na Jede rivada. -lém desses dados sobre a formação docente outros aspectoscontribuem para tornar desafiador o e4erc!cio docente em nosso munic!pio. -pesar da orientação que vem sendo dada desde a implantação da =ei de6iretrizes e Dases da Educação acional @KAL, a gestão do sistema deensino no munic!pio, ainda se mostra, no seu feitio e nas suas aç#es, umforte caráter centralizador, controlador e normatizador. á pouco incentivo 9 5estão 6emocrática. -s escolas t3m muito poucaautonomia administrativa, financeira e pedag&gica. 2s 6iretores ecoordenadores pedag&gicos e4ercem suas funç#es com forte centralismoburocrático. -lém da formação inicial e continuada, é preciso que a pol!tica devalorização e formação do profissional da educação garanta o acesso adiversos meios e equipamentos que possibilitem a busca de informaç#es,conte(dos e viv3ncias para a ampliação do con'ecimento pessoal visitas,e4curs#es, encontros, bibliotecas, computadores,internetG. - pol!tica da valorização e formação dos profissionais da educação deveráenvolver, além dos professores, todos os demais profissionais que atuam noprocesso educativo.$ão muitos os obstáculos e desafios a serem enfrentados para que se promovaa valorização docente a partir da adoção de uma pol!tica p(blica eficazde formação inicial e continuada, a fim de garantir o desenvolvimento daEducação Dásica. Embora a consci3ncia social de sua import7ncia ven'a seampliando de modo significativo, persiste, ainda, a fraca mobilização socialem torno dos problemas educacionais. á que se incluir na agenda pol!tica,o status que a Educação merece através de aç#es efetivas por parte do poder p(blico, avaliadas permanentemente com o concurso de toda a sociedade. ortanto, urge que se organize um comit3 local com vistas a fortalecer aimplementação das pol!ticas p(blicas de educação, com representantesdas associaç#es de empresários, trabal'adores, sociedade civil,Ministério (blico, /onsel'o )utelar e dos dirigentes do sistema educacionalp(blico, encarregado da mobilização da sociedade.
Search
Tags
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks