Documents

Neves - A incrível e triste história da Startup que se desmanchou no ar.docx

Description
A incrível e triste história da Startup que se desmanchou no ar No meio de uma noite de agosto de 2015, a Zirtual, uma startup do setor de serviços que havia levantado US$ 5,5 milhões, se dissolveu e deixou de existir. Desativou suas contas no Twitter, as páginas no Facebook e o perfil no Google+. Seu site passou a informar que estava com operações suspensas . Demitiu seus 400 funcionários por e-mail. No dia seguinte, a executiva Maren Kate Donovan foi a público e forneceu uma explicação sim
Categories
Published
of 3
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  A incrível e triste história da Startup que se desmanchou no ar No meio de uma noite de agosto de 2015, a Zirtual, uma startup do setor de serviços que havia levantado US$ 5,5 milhões, se dissolveu e deixou de existir !esativou suas ontas no #itter, as p%ginas no &a e'oo( e o per)l no *oogle+Seu site passou a inormar que estava om -operações suspensas- !emitiu seus .00 un ion%rios por e/mailNo dia seguinte, a exe utiva aren ate !onovan oi a p'li o e orne eu uma expli aç3o simples4 a ompanhia gastou mais dinheiro do que oi apa de gerar at6 ent3o e n3o tinha omo prosseguir om as operações 7res eu a uma taxa superior 8 que poderia suportar Nas palavras da empres%ria4 -os d6) its sa9ram do ontrole mesmo om nossas altas re eitas, o que nos levou a paralisar os serviços da Zirtual- So're a situaç3o dos empregados, !onovan de larou que os demitidos re e'eriam o pagamento pelas horas tra'alhadas e teriam o umprimento das o'rigações legais:m uma de suas mensagens, a empres%ria orne eu sua vis3o do o orrido, expli ando o on eito que em ingl;s 6 expresso pela palavra -'urn- <gerar d6) its ou, em uma traduç3o livre, aer -queima-= 4 A queima é aquela coisa delicada sobre a qual não se conversa na comunidade do Vale do Silício porque o acesso ao capital, nos tempos bons, parece tão fácil. A queima é a quantidade de dinheiro que vai porta afora, além e acima daquilo que entra.  Assim, se você anha !## em um mês mas paa !$#, você queimou !$#.   > on eito da Zirtual 6 relativamente simples4 oere er serviços virtuais de se retariado e assist;n ia pessoal a empres%rios, pro)ssionais li'erais e pequenos grupos de pessoas, em atividades omo aux9lio na programaç3o de ompromissos, realiaç3o de pesquisas pela internet, plane?amento de itiner%rios, reservas em hot6is e restaurantes, aquisiç3o de passagens, respostaa e/mails, preen himento de ormul%rios, en aminhamento de do umentos pararegistro, et @ exe utiva expli ou que a Zirtual n3o era uma desperdiçadora de re ursos, e sim uma empresa enxuta Anormou que, em'ora houvesse levantado mais de in o milhões de dBlares em tr;s anos, a onte eu de tomar uma de is3o que aetou negativamente sua apa idade )nan eira ao alterar o sistema vigente de ontrataç3o4 os un ion%rios passaram da ondiç3o de tra'alhadores independentes para a de empregados, e ent3o os ustos se elevaram de orma expressiva / algo entre 20 e C0D a mais na remuneraç3o por hora paga a uma quantidade de pessoas que tam'6m res eu4 o nmero de assistentes virtuais aexe utar as atividades da empresa havia passado de 150 para .00 em 1E meses:m uma entrevista que orne eu tr;s dias antes da paralisaç3o, a empres%ria havia de larado que a parte mais di9 il de aer uma empresa omo a Zirtual deslan har era o pro'lema de o'rir as ne essidades de apital do negB io enquanto ele n3o se onsolida :n errou a entrevista diendo que a opç3o por tra'alhar om un ion%rios empregados, e n3o om autFnomos ontratados, eraum sinal de -estar om olhos no uturo, ?ogando o ?ogo a partir de ?%-Sua estrat6gia para tentar resolver o pro'lema da insu) i;n ia de apital oi 'us ar mais re ursos para suprir o d6) it existente, oisa que tentou aer at6 oltimo minuto, sem su esso @o per e'er que n3o teria mais omo pagar seus empregados, de idiu interromper as atividades Seus lientes deixaram de ter, de uma hora para a outra, o orne imento dos serviços :m seguida ao ann io da paralisaç3o, a Startups o <uma ompanhia administrada por um amigo da empres%ria, Gil S hroter= se oere eu para omprar os ativos da Zirtual e reativar a operaç3o, suprindo as ne essidades dos lientes que se viram a'andonados @ Startup o se dispFs a re ontratar parte do pessoal demitido onorme isso se mostrasse poss9vel> mer ado dir% se o on eito do negB io pode ser onsiderado su) ientemente ro'usto :nquanto isso, olo am/se algumas alternativas de soluç3o4 a a'sorç3oda operaç3o por outra empresa, a entrada de um investidor que reestruture as )nanças e o'tenha o reorço de re ursos at6 que o negB io se resta'eleça, a  ?unç3o om outra empresa ou a autogest3o, isto 6, a onduç3o do empreendimento pelos ex/un ion%rios :m qualquer aso, a orma de tra'alharter% de ser revista, a gest3o do aixa e das )nanças dever% passar a ser onsistente e o plane?amento das despesas ter% de ser melhorado :is a9 tr;s temas u?a reHex3o seria re omend%vel para qualquer empresa   IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII    José Luís Neves  é pro%ssional da área de plane&amento e %nan'as.  Administrador e economista, tem mestrado em Administra'ão pela (S). )ossui mais de *$ anos de e+periência em empresas de consultoria e servi'os como estor de %nan'as, coordenando processos de controladoria, %nanceiro e contábil. eside em São )aulo, S).
Search
Tags
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks