Documents

o_povo_no_enem

Description
www.opovonoenem.com.br Universidade Aberta do Nordeste É deste fascículo. Cópia não proibida a duplicação ou reprodução e Ensino a Distância são marcas regist radas da Fundação Demócrito Rocha . autorizada é Crime. orientações gerais 1 © 2010 by Edições Demócrito Rocha Fundação Demócrito Rocha Universidade Aberta do Nordeste Presidente Luciana Dummar Coordenação da Universidade Aberta do Nordeste Sérgio Falcão Coordenação do Curso Sílvio Mota Coordenação Editorial Eloísa Vidal Coordena
Categories
Published
of 16
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  1    U niversidade A berta do Nordeste e E nsi noa  Distâ ncia são marcas registradas da  F u ndação  Demócrito  Roc ha. Éproi bida ad up licaçãoo u reprod uçãodestefascíc u lo.Cópianão a utorizada éCrime. www.opovonoenem.com. br orientações gerais  Presidente Luciana Dummar Coordenação da Universidade Aberta do Nordeste Sérgio Falcão Coordenação do Curso Sílvio Mota Coordenação Editorial Eloísa Vidal Coordenação Acadêmico-Administrativa Ana Paula Costa Salmin Coordenação de Design Grá fi co Deglaucy Jorge Teixeira Projeto Grá fi co e Capas Mikael BaimaSuzana PazWelton Travassos Editoração Eletrônica Mikael BaimaWelton Travassos Ilustrações Suzana Paz Revisão Wilson Pereira da Silva  © 2010 by Edições Demócrito Rocha UNIVERSIDADE ABERTA DO NORDESTE Av. Aguanambi, 282 - Joaquim Távora - 60.055-402 - Fortaleza - Ceará - BrasilFones: (85) 3255-6327 / 3255-6328 / 3255-6343 / Fax: (85) 3255-6271Site: www.fdr.com.brE-mail: uane@fdr.com.brTodos os direitos desta edição reservados à Fundação Demócrito RochaUniversidade Aberta do Nordeste O povo no Enem /Mota, Sílvio Henrique Araújo... [et.al] –Fortaleza: Fundação Demócrito Rocha /UniversidadeAberta do Nordeste , 2010. 272 p. (Curso em 17 Fascículos) ISBN 978-85-7529-458-1Em parceria com Colégio 7 de setembroI. Enem II. Educação III. Ensino a DistânciaIV. Título V. Lima Filho, José Juarez  CDU 37.018.43 P739  3 Apresentação A educação brasileira tem sofrido profundase signi fi cativas mudanças nos últimos anos. Des-de que o modelo de avaliação do Exame Nacio-nal do Ensino Médio (Enem) – interdisciplinare com ênfase na relação dos conteúdos com a“realidade” dos alunos – ganhou espaço entreas escolas e conquistou a preferência de muitoseducadores, o antigo currículo enciclopédico epautado na memorização mostrou que está comos dias contados.Da primeira edição em 1998 a esta última (semdúvida a mais polêmica), o exame promoveugrandes transformações na forma como enxerga-mos e fazemos educação no país. As instituiçõesde ensino superior passaram a usá-lo como partede seus processos seletivos e, mais recentemente,algumas decidiram empregá-lo em substituiçãototal a seus antigos vestibulares. Em 2004, com acriação do ProUni, as universidades particulares fi zeram dele critério único para seleção dos alu-nos que concorrem às bolsas.O Enem foi criado para aferir e valorizar ascompetências e habilidades básicas desenvolvidas,transformadas e fortalecidas com a mediação daescola. Mais até que o conteúdo puro e simples:na hora do teste, não interessa se o aluno tem naponta da língua o signi fi cado de prosopopeia oucatacrese – é in fi nitamente mais importante queele consiga ler e compreender plenamente o sen-tido do texto com o qual será confrontado. A fi nal,os conhecimentos são construídos por estruturasmentais que vão muito além da memória. É verda-de que ela é de fundamental importância para queconsigamos desenvolver essas estruturas, mas,sozinha, a memória não consegue formar alunoscapazes de compreender o mundo extremamentecomplexo com o qual convivem diariamente, com-posto por rápidas e constantes transformações so-ciais, econômicas e tecnológicas.Mais do que reter um grande universo de da-dos, o estudante (ou qualquer um de nós) precisasaber re fl etir acerca dos valores, atitudes e conheci-mentos que pautam sua vida em sociedade. A ma-triz que estrutura o Enem foi montada justamenteem observação a isso: as teorias, as leis, o espaçogeográ fi co, a ética, a política e os meios de comu-nicação (alguns dos temas centrais para a constru-ção do conhecimento) estão todos lá, ano após ano,traduzidos em questões do exame e devidamentetransformados em conceitos formais das ciências.A Universidade Federal do Ceará (UFC) e oInstituto Federal de Educação, Ciência e Tecno-logia do Ceará (IFCE) anunciaram recentementeque o Enem será utilizado como processo seletivodos cursos de graduação em 2011. A UFC usarápara 100% das vagas e o IFCE para 40%. Ou seja,os estudantes cearenses, para conquistar vagasnas duas instituições federais, terão que mostrarsuas competências e habilidades no Enem, parti-cipando do Sistema de Seleção Uni fi cada (Sisu) econcorrendo no âmbito nacional.O Colégio 7 de Setembro e a Fundação De-mócrito Rocha, cientes de sua responsabilidadesocial e educacional com a população cearense,conceberam o projeto O POVO no Enem visan-do socializar e ampliar oportunidades para os jo-vens estudantes que se deparam com esse novodesa fi o. A excelente preparação do corpo técnicodo Colégio 7 de Setembro - associada à experi-ência da Fundação Demócrito Rocha, por meioda Universidade Aberta no Nordeste (UANE),serão colocadas à disposição de estudantes dasescolas públicas e privadas e dos egressos doensino médio, na busca por vagas na UFC e noIFCE. Silvio MotaSupervisor Geral de Pré-Universitário doColégio 7 de Setembro  4 1. Objetivos ã Disponibilizar materiais didáticos que orien-tem os estudantes no novo modelo de provado Enem, adotado como processo seletivopara admissão dos cursos de graduação daUFC e IFCE.ã Colaborar com a preparação dos egressos ealunos do Ensino Médio para obtenção deuma vaga em cursos de graduação nas Ins-tituições de Ensino Superior que adotaram oEnem como processo seletivo.ã Contribuir para a melhoria da qualidade daeducação pública cearense. 2. Público-alvo ã Alunos regularmente matriculados no EnsinoMédio nas escolas públicas e privadas.ã Alunos que estão cursando Educação de Jo-vens e Adultos.ã Concludentes do Ensino Médio que vão sesubmeter a processo seletivo em Instituiçãode Ensino Superior. 3. A Prova do novo Enem O novo Enem é constituído por um conjun-to de 4 provas, com 180 questões e uma reda-ção aplicadas em dois dias. Os principais focosdas provas do Enem são a interdisciplinaridadee a contextualização. O exame, no entanto, exi-ge também domínio dos conteúdos trabalhadosno Ensino Médio. Cada prova envolve uma áreade conhecimento e consta de 45 questões, sendoque a área de Linguagens e Códigos tem tambémuma Redação. As áreas de conhecimento são asseguintes:ã Linguagens, Códigos e suas Tecnologias: en-volve conhecimentos de Língua Portuguesa,Literatura e Língua Estrangeira Moderna (in-glês e espanhol).ã Matemática e suas Tecnologias.ã Ciências Humanas e suas Tecnologias, comquestões de Geogra fi a, História, Filoso fi a eSociologia.ã Ciências da Natureza e suas Tecnologias, queavalia conhecimentos de Física, Química eBiologia.No primeiro dia, com quatro horas e meia deduração, o aluno responde às 90 questões de Ci-ências Humanas e Ciências da Natureza. No se-gundo dia, com cinco horas e meia de duração,o estudante responde às 90 questões das outrasduas áreas e elabora uma Redação.As questões são elaboradas com base na Ma-triz de Referência para o Enem, publicada peloMinistério da Educação em maio de 2009.A matriz descreve cinco eixos cognitivos quesão comuns às quatro áreas do conhecimento e àredação e pressupostos de amplo domínio paraaqueles que concluem o Ensino Médio, que são: I. Dominar linguagens (DL): dominar a nor-ma culta da Língua Portuguesa e fazer usodas linguagens matemática, artística e cien-tí fi ca e das línguas espanhola e inglesa. II. Compreender fenômenos (CF): construir eaplicar conceitos das várias áreas do conhe-cimento para a compreensão de fenômenosnaturais, de processos histórico-geográ fi cos,da produção tecnológica e das manifesta-ções artísticas. III. Enfrentar situações-problema (SP): selecio-nar, organizar, relacionar, interpretar dadose informações representados de diferentesformas para tomar decisões e enfrentar situ-ações-problema. IV. Construir argumentação (CA): relacionarinformações, representadas em diferentesformas, e conhecimentos disponíveis em si-tuações concretas para construir argumenta-ção consistente. V. Elaborar propostas (EP): recorrer aos co-nhecimentos desenvolvidos na escola paraelaboração de propostas de intervenção so-lidária na realidade, respeitando os valoreshumanos e considerando a diversidade so-ciocultural.As questões são corrigidas pela Teoria daResposta ao Item (TRI), sistema que atribui pe-sos diferentes, ou seja, questões mais difíceistêm pontuação maior do que as outras questõesconsideradas mais fáceis.
Search
Tags
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x