Documents

Relatorio de Fisica - Lei de Hooke.pdf

Description
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS CAÇAPAVA DO SUL RELATÓRIO DE LABORATÓRIO DE FÍSICA I LEI DE HOOKE AUGUSTO CÉSAR DE OLIVEIRA CAÇAPAVA DO SUL 2012 Augusto César de Oliveira Relatório de laboratório de física I: Lei de Hooke Dissertação apresentada ao programa de Graduação em Geofísica da Universidade Federal do Pampa, como requisito parcial para obtenção do diploma para bacharel em Geofísica. Orientador: Aline Balladares Caçapava do Sul 2012 Resumo Este relatório mostra o movimento
Categories
Published
of 8
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
    UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPACAMPUS CAÇAPAVA DO SULRELATÓRIO DE LABORATÓRIO DE FÍSICA ILEI DE HOOKEAUGUSTO CÉSAR DE OLIVEIRACAÇAPAVA DO SUL2012     Augusto César de OliveiraRelatório de laboratório de física I: Lei de HookeCaçapava do Sul2012Dissertação apresentada ao programade Graduação em Geofísica daUniversidade Federal do Pampa, comorequisito parcial para obtenção dodiploma para bacharel em Geofísica.Orientador: Aline Balladares    Resumo Este relatório mostra o movimento elástico de uma mola, onde é provocadauma deformação nesta mola por diferentes pesos, para que possamos analisar estas deformações relacionando-os com a lei de Hooke. Objetivos O experimento tem como objetivo testar a lei de Hooke, com base em umsistema de forças, onde é demonstrada a força elástica de uma mola. Desenvolvimento Teórico  A lei de Hooke descreve a força restauradora que existe em diversos sistemasquando comprimidos ou distendidos. Qualquer material sobre o qual exercer umaforça sofrerá uma deformação, que pode ou não ser observada. As forças deformadoras podem ser elásticas ou plásticas, dizemos que umadeformação é elástica quando desaparece com a retirada das forças que asrcinaram, enquanto que uma deformação plástica é uma que persiste mesmo apósa retirada das forças que a srcinaram.     A mola helicoidal é um exemplo simples de um corpo material elástico, queapresenta uma deformação  muito grande em seu comprimento de equilíbrio Lo,quando sujeita a uma força deformadora. A elongação (ou contração)  que a molaapresenta é diretamente proporcional à força aplicada. A força restauradora Fr,exercida pela mola (que se opõe à força externa F) é proporcional à sua deformaçãolinear   .  (1) A relação apresentada acima é conhecida como lei de Hooke, onde existe umaconstante de proporcionalidade k, chamada de constante elástica da mola, o sinalnegativo em k na equação 1 indica o fato de que a força Fr tem sentido contrario a  . A definição da elongação  de uma mola ou corpo elástico é apresentada nafigura abaixo. A unidade no SI da constante K da mola é Newton por metro (N/m). Podemosobter a constante elástica (k) de uma mola elástica através da declividade (  ) dareta de seu gráfico força x deformação, como indicado abaixo.
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x