Documents

Verdes são Os Campos Da Cor Do

Description
Verdes são os campos da cor do limão assim são os olhos do meu coração. Análise de composições poéticas - A influência tradicional - A medida velha Se Helena apartar Do campo seus olhos, Nascerão abrolhos Aquela cativa que me tem cativo, Porque nela vivo Já não quer que viva Mote: Verdes são os campos da cor do limão assim são os olhos do meu coração. Voltas: Campo que te estendes com verdura bela; ovelhas que nela vosso pasto tendes: d ervas vos mantendes que traz o Verão, e eu das lembran
Categories
Published
of 23
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  Verdes são os camposda cor do limãoassim são os olhosdo meu coração. Aquela cativaque me tem cativo,Porque nela vivoJá não quer que vivaSe Helena apartarDo campo seus olhos,Nascerão abrolhos Análise de composições poéticas-A influência tradicional-A medida velha    M ote:Verdes são os camposda cor do limãoassim são os olhosdo meu coração.Voltas:Campo que te estendescom verdura bela;ovelhas que nelavosso pasto tendes:dervasvos mantendesque traz o Verão,e eu das lembrançasdo meu coração. Gado que paceis,cocontentamentovosso mantimentonão o entendeis;isso que comeisnão são ervas , não:São graças dos olhosDo meu coração.  Mote alheio V erdessãoos camposdacor do limãoassim sãoos olhosdo meu coração. O sujeito poéticocomeça por apresentaro ponto de partidapara a criação poética:  A semelhança entre acor dos olhos daamada e a cor doscampos/ da Natureza. Estabelece umacomparação entreambos. Os olhos representama amada no seu todo(a parte pelo todo sinédoque) Está já presente a devoção amorosa eos elementos daNatureza. Destaca-se já a banalidade etrivialidade dainspiração poétic  a . O s elementos bucólicos estão presentes,reforçando essasimplicidade etrivialidade .  V oltas:Campo que te estendescom verdura bela; ovelhas que nelavosso pasto tendes:d¶ervas vos mantendesque traz o V erão, e eu das lembrançasdo meu coração. É apresentadoo destinatário ou destinatáriosdeste lamento: Campo, O velhas e Gado. O sujeito poético dirige-se a estes elementos.Primeiro começa por invocar o campo verdeque se estende de forma bela, mas passa logode seguida para as ovelhas que estão tãopróximas dessa beleza verde. O sujeito poético deixa-lhes um recado, aolembrar-lhes que, por um lado, elas sealimentam/ elas se mantêm vivas por causadessa verdura que o verão torna possível, poroutro lado o sujeito poético alimenta-se vivepor causa das lembranças/ das memórias quetem da amada. Pressupomos, portanto uma relação dominadapela saudade, pela tristeza e pela nostalgia.
Search
Tags
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks