Documents

11 - A Bíblia, Você e Os Anjos

Description
A BIBLIA
Categories
Published
of 4
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
    ESTUDO DIGITALIZADO PELO SITE WWW.SEMEANDOVIDA.ORG Projeto exclusivo de resgate de revistas antigas de Escola Bíblica Dominical. Para mais estudos visite o nosso site.    Página | 1 Para mais estudos visite o site www.semeandovida.org   A BÍBLIA, VOCÊ E OS ANJOS Hebreus 1.5-14 Precisamos ser comedidos e cautelosos quanto ao estudo dos anjos, para não irmos além do que convém, como por exemplo, o conceito que muitos têm, consoante ao ensino que receberam, de que as criancinhas mortas se tornam anjos. Isto não tem a mínima base bíblica. Billy Graham, no livro ANJOS - Os Agentes Secretos de Deus, pág. 21, faz a seguinte citação do repórter McCandlis Phillips: A iniciativa da descoberta científica pertence exclusivamente ao homem. A iniciativa da revelação espiritual pertence exclusivamente a Deus. Os homens podem saber apenas o que Deus resolve revelar-lhes a respeito do espiritual e do sobrenatural... Nada podemos saber sobre os anjos... além da revelação. 1 - O ENSINAMENTO DA BÍBLIA SOBRE OS ANJOS 1.  Diretamente, a Bíblia não tem ensinamento sobre os anjos. Apenas refere- se a eles e, nalgumas das referências, apresenta algum ensinamento sobre os mesmos. A Bíblia não diz nada da criação dos anjos; não diz qual foi o pecado daqueles que não guardaram o seu estado srcinal, nem se todos são iguais em aparência. Assim, o ensino que encontramos na Bíblia, a respeito dos anjos, é mais por inferência ou dedução. Em algumas questões, as referências se evidenciam tanto que nos permitem uma conclusão segura; noutras, não há evidências suficientes como se ter uma certeza. 2.  Quando Jesus diz que na ressurreição nem casam nem se dão em casamento; são, porém, como os anjos no céu (Mt 22.30), Jesus não está ensinando a respeito dos anjos, mas, sim, da ressurreição dos homens. E também não diz, explicitamente, que os anjos são assexuados (sem sexo), mas, sim, que não se casam nem se dão em casamento. No texto básico, o ensino não é, diretamente, sobre os anjos, e, sim, sobre o Filho de Deus: os anjos são ali referidos tão somente para ajudar numa comparação de contraste, já que as questões referentes a eles são expressamente declaradas (v. 14): são espíritos ministradores enviados para serviço, tudo isto em favor dos crentes. 3. A Bíblia não ensina que há hierarquia entre os anjos, mas menciona-os ora como anjos (SI 91.11), ora como arcanjo (Jd 9) e diz que Miguel e os seus anjos pelejaram contra o dragão (Ap 12.8); e também fala de serafins (Is 6.2) e querubins (Gn 3.24; SI 18.10). Destas referências conclui-se que há diferenças entre eles, de funções, de autoridade e de aparência. 4. As referências aos anjos são abundantes na Bíblia, mas elas não têm ensino direto a respeito deles.  Página | 2 Para mais estudos visite o site www.semeandovida.org   2 - O QUE VOCÊ PODE ESPERAR DOS ANJOS, SEGUNDO A BÍBLIA 1.  Certamente, você pode esperar dos anjos mais do que espera dos homens, porque eles são maiores do que os homens (Hb 2.7), em sabedoria e em condições. 2.  Você pode esperar deles mais do que você imagina, pois eles veem incessantemente a face de Deus (Mt 18,10), e são espíritos ministradores enviados para serviço, a favor dos que hão de herdar a salvação (Hb 1.14); e acampam-se ao redor dos que temem ao Senhor e os livra (SI 34.7) 3.  Mas você pode esperar deles o que Deus lhes ordenar a seu respeito, e não, evidentemente, as coisas que você deseja. Assim sendo, você não pode esperar que eles estejam às suas ordens, pois eles estão às ordens do próprio Deus (SI 91.11), a favor de todos aqueles que hão de herdar a salvação. Você pode esperar deles o cumprimento das ordens, justas e perfeitas de Deus. 4.  Portanto, você pode esperar dos anjos cuidado de Deus, que lhes dá ordens a respeito dos crentes, para protegê-los nos perigos, e também os envia para que realizem serviço a favor dos crentes, na salvação. 3 - COMO VOCÊ DEVE TRATAR OS ANJOS Sendo os anjos superiores aos homens (Hb 2.7), o nosso tratamento para com eles deve ser de respeito devido a uma autoridade superior (Rm 13.1 -7). Além de eles próprios serem superiores a você, são enviados do supremo Senhor, devendo, pois, ser tratados com toda deferência e honra. 1.  Contudo, eles são criaturas e não podemos tratá-los como se fossem Deus (Rm 1.25). O proceder desta forma é causa suficiente para que Deus entregue quem o faça a paixões infames (Rm 1.26). Os próprios anjos rejeitam este tratamento (Ap 22.8,9). 2.  Você não pode, porém, tratá-los como se eles estivessem às suas ordens, como se fossem seus servos, a quem você pudesse dizer a este: Vai, e ele vai; e a outro: Vem, e ele vem;... Faze isto, e ele o faz. (Mt 8.9). Eles são conservos seus e não servos. Servos eles são de Deus, como você também. E você não pode esquecer que eles são conservos seus, mas acima de você. 4 - O COMPORTAMENTO DOS ANJOS Como seres celestiais, que não têm pecado e, por isso, sem depravação de suas faculdades, comportam-se de maneira correta e adequada à sua finalidade. 1.  Em relação a Deus, o comportamento dos anjos é de tal acatamento, com inteira submissão para cumprir-lhe as ordens, em completa obediência para irem aonde Ele os enviar, em plena fidelidade a Deus ao transmitir Sua mensagem ao destinatário, sem distorção, com integral abnegação em glorificá-lo e sem qualquer usurpação. Diz Billy Graham, no mesmo livro citado, na pág. 111: Embora os anjos tenham tremenda autoridade, esta se acha limitada a cumprir apenas a vontade de Deus. Eles nunca se apartam da mensagem de Deus, nunca diluem a Sua mensagem, nunca mudam o plano de Deus. Através dos séculos, eles glorificaram somente a Ele, nunca a si mesmos .  Página | 3 Para mais estudos visite o site www.semeandovida.org   2.  Em relação à Bíblia, o comportamento dos anjos é de respeito, em consonância com os ensinamentos que ela apresenta, por ser o registro da palavra de Deus. Em 1 Pe 1.12 se diz: ... cousas essas que os anjos anelam perscrutar . Essas cousas são as que foram anunciadas pelos apóstolos. (O Evangelho de Jesus Cristo, portanto). O qual os anjos anelam perscrutar . Desejam conhecer, compreender sua mensagem, para não deturpá-la. O texto não diz o que pensam e afirmam algumas pessoas que os anjos anelam realizar a obra de evangelização. 3.  Em relação aos homens, o comportamento dos anjos não é de competição. Quando o Senhor tinha uma palavra a dizer ao oficial de Candace, o anjo não foi diretamente àquele etíope, mas sim, a Filipe para lhe dizer: Dispõe-te e vai para a banda do sul... (At 8.36). São executores das ordens de Deus, não apenas como guarda-costas , os quais às vezes, até como vingadores. Quando o Senhor, para castigar a Davi por causa do recenseamento que mandou fazer do povo, enviou a peste a Israel, esta foi executada pela mão de anjo (2 Sm 24.16). O comportamento dos anjos não é o de agradar aos homens, mas de cumprir as ordens do Senhor. CONCLUSÃO ã  Mesmo não ensinando a respeito dos anjos, a Bíblia apresenta bastante ensino acerca deles. ã  Segundo este ensino, nós podemos esperar auxílio dos anjos; não podemos, contudo, tratá-los como a empregados nossos e nem como se fossem Deus. ã  Os anjos não deturpam coisa alguma em seu comportamento, e em tudo cumprem as ordens de Deus.

Sagrada Eucaristia

Jul 31, 2017

FiloSofia

Jul 31, 2017
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks