Documents

A criminalidade- Escola de chicago..pdf

Description
PUCPR – Escola de Educação e Humanidades Curso de Licenciatura em Ciências Sociais Disciplina: Sociologia II: Clássica e moderna Professor: Cezar Bueno de Lima Alunos: Davi V. Holtman, Lenilda F. Marçal, Lucas Fragoso, Fabio Jr. de Campos. A criminalidade As gangues de Chicago As gangues de Chicago, segundo Thrasher em sua tese de doutorado de 1923, são grupos de adolescentes q
Categories
Published
of 3
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  PUCPR  –  Escola de Educação e Humanidades Curso de Licenciatura em Ciências Sociais Disciplina: Sociologia II: Clássica e moderna Professor: Cezar Bueno de Lima  Alunos: Davi V. Holtman, Lenilda F. Marçal, Lucas Fragoso, Fabio Jr. de Campos.  A criminalidade  As gangues de Chicago  As gangues de Chicago, segundo Thrasher em sua tese de doutorado de 1923, são grupos de adolescentes que se juntam para ajudarem-se e estimularem-se mutuamente, se encontram em um cinturão de pobreza que ele chama de intersticial, onde a maioria da população é imigrante, divididos entre os bairros da classe média e alta. Os fatores além da pobreza, ineficiência das instituições, da família, da religião é a desorganização social. Todas as gangues são diferentes entre si, com suas características próprias. Duas características importantes são as gangues difusas, onde os integrantes não se mantem leais por muito tempo e se desfazem, e as solidificadas que tem o componente lealdade e constroem uma moral do grupo e são verdadeiras maquinas de combate.  A pesquisa feita por Thrasher, ainda são validas se for comparar com a realidade brasileira, onde as gangues são representadas pelos comandos das favelas, onde se vê os componentes por ele citados em sua pesquisa, tais como desorganização social, ineficiência das instituições, falta de base familiar, educação precária. A forma do jovem ter uma perspectiva de vida diferente da pobreza, se dá ao entrar em um comando, que o ajuda e tira-o da situação precária que está presente em seu cotidiano. O crime organizado Esse tema no livro trata do trabalho que John Landesco realizou referente as gangues da cidade de Chicago nos anos de 1924, a pedido da Illinois Association for Criminal Justice, a ideia era descobrir os fatores sociais que pudessem facilitar ou levar ao entendimento do comportamento do indivíduo criminoso, algo que era uma novidade para a época já que o Estado e a sociedade agiam em prol de um endurecimento das leis e um aumento maior das penalidades o que não teve muito efeito já que a criminalidade e a guerra das gangues em Chicago e de uma forma geral nos E.U.A. estava aumentando. É interessante destacar as próprias palavras de Landesco onde ele diz: “do mesmo modo que o bom cidadão, o gangster é um produto de seu ambiente.  O bom cidadão foi criado em uma atmosfera de respeito e obediência à lei. O gangster frequentou um bairro em que a lei, ao contrário, é infringida constantemente”(p.221). Ele também abordou uma questão interessante que é a relação entre os gangsteres e os políticos e de como eles interagiam, muitas vezes de forma criminosa nos dias de eleição. Assim como o trabalho de Landesco deve-se levar em consideração o trabalho de Reckless (1933) que realizou um estudo através de entrevistas e fontes estatísticas sobre os esforços de 20 anos para limparem a cidade de Chicago dos gangsteres; atualmente esses estudos e pesquisas vem corroborar o pensamento de que o indivíduo não nasce simplesmente criminoso e que em muitos casos ele é um produto de seu meio, portanto há muitas medidas que o Estado e a sociedade podem tomar para diminuir a incidência na criminalidade e para recuperar tais indivíduos. Delinquência juvenil Clifford Shaw afirma, que em consequência da desorganização social, a delinquência só seria reduzida se houvesse melhora nas condições econômicas e sociais em que os jovens cresciam. Pois as comunidades ofereciam um quadro propicio ao surgimento e desenvolvimento da delinquência, apresentando desordem social com relação à economia, mobilidade da população e a heterogeneidade de imigrantes pobres, gerando um enfraquecimento no controle social por parte das estruturas comunitárias.  A abordagem biográfica interpreta narrativas que são sustentadas pelos testemunhos e depoimentos dos sujeitos que são objetos de pesquisa. O emprego do método biográfico foi enriquecedor para a sociologia da época, pois destacou a delinquência. O conhecimento da trajetória de vida de um indivíduo delinquente ou criminoso forneceu, bases empíricas para se estudar o comportamento desviante sobre a criminalidade em suas variadas formas, os estudos mostraram que as zonas ou regiões urbanas que se encontravam em estado de deterioração, desorganizadas e carentes de serviços públicos básico são as mais afetadas pelo fenômeno da criminalidade. O ladrão profissional O estudo baseado no relato autobiográfico de um ladrão que exerceu o oficio por mais de 20 anos, publicado por Edwin Sutherland, aborda que a “profissão” de ladrão, trata -se de uma instituição social, que possui sua técnica, seu código, suas tradições e sua organização, assim se torna uma atividade quase cientifica, onde o ladrão aprende o oficio como se estivesse estudando. Deste modo entende-se a importância do criminoso que desenvolve suas técnicas, diminuindo a chance de serem presos, condenados. Tal como pessoas  que se dedicam a ocupações convencionais, os ladrões profissionais conferenciam com seus colegas sobre seus “trabalhos”.  Na atualid ade o uso do termo “ladrão profissional” determina o tipo de sociedade que temos, o que está instituído e mesmo sendo reprovado legalmente ainda encontra lugar no social. Se é um fato social constituído, faz parte das relações sociais e nos interessa, determinando comportamentos e orientações sociais. Referencia: COULON, Alain. “  A criminalidade ”  In: Escola de Chicago . Trad. Tomas R. Bueno. Campinas, SP: Papirus, 1995.

ENAM 2012.pdf

Jul 30, 2017
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks