Novels

A EvoluçãO do Espaço de Culto Cristão. Gabriel Frade

Description
A EvoluçãO do Espaço de Culto Cristão Gabriel Frade 1 Cor 3, 9c Vós sois edifício de Deus. Segundo a graça de Deus que me foi dada, eu, como sábio arquiteto, coloquei o alicerce e outro levanta
Categories
Published
of 106
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
A EvoluçãO do Espaço de Culto Cristão Gabriel Frade 1 Cor 3, 9c Vós sois edifício de Deus. Segundo a graça de Deus que me foi dada, eu, como sábio arquiteto, coloquei o alicerce e outro levanta o edifício. Veja cada um como constrói: ninguém pode colocar outro alicerce além do que está posto, que é Jesus Cristo. Não sabeis que sois templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destrói o templo de Deus, Deus o destruirá. Porque o templo de Deus é santo e vós sois esse templo. BIBLIOGRAFIA Documentos da Igreja CONCÍLIO VATICANO II. Sacrosanctum Concilium, São Paulo: Paulinas, ASSEMBLÉIA PLENÁRIA DOS BISPOS, CIDADE DO VATICANO. Via Pulchritudinis. São Paulo: Loyola, CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS NO BRASIL. Guia Litúrgico-Pastoral. Brasília: CNBB, CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS NO BRASIL. Animação da Vida Litúrgica no Brasil. São Paulo: Paulinas, CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS NO BRASIL. A Sagrada Liturgia 40 anos Depois. São Paulo: Paulus, Introdução do Missal Romano Ritual de Dedicação de Igrejas e Altares Introdução ao Lecionário Cerimonial dos Bispos Código de Direito Canônico Catecismo da Igreja A Bíblia de Jerusalém BIBLIOGRAFIA ALDAZÁBAL, José. A Eucaristia. Petrópolis: Vozes, ALDAZÁBAL, José. Gestos e Símbolos. São Paulo: Loyola, ARGAN, Giulio Carlo. Arte Moderna. São Paulo: Companhia das Letras, ARROYO, Leonardo. Igrejas de São Paulo. São Paulo: Cia. Editora Nacional, 1966, 2ª ed. BALEN, Catharinus Van. À Procura de uma Morada. Mogi das Cruzes: Gráfica Brasil, BAZIN, Germain. A Arquitetura Religiosa Barroca no Brasil. 2 Vol. Rio de Janeiro: Record, BECKHÄUSER, Alberto. Símbolos Litúrgicos. Petrópolis: Vozes, BECKHÄUSER, Alberto. Os Fundamentos da Sagrada Liturgia. Petrópolis: Vozes, BENEVOLO, Leonardo. Introdução à Arquitetura. São Paulo: Mestre Jou, 1972 BOTTE, Bernard. O Movimento Litúrgico: Testemunho e Recordações. São Paulo: Paulinas, BURCKHARDT, Titus. A Arte Sagrada no Oriente e no Ocidente. São Paulo: Attar, ELIADE, Mircea. O Sagrado e o Profano. Lisboa: Livros do Brasil, [s.d.]. ELIADE, Mircea. Imagens e Símbolos. São Paulo: Martins Fontes, ETZEL, Eduardo. Arte Sacra: Berço da Arte Brasileira. São Paulo: Melhoramentos, FRADE, Gabriel. Arquitetura Sagrada no Brasil. São Paulo: Loyola, FREIRE, Luiz Alberto Ribeiro. A Talha Neo-Clássica Na Bahia. Rio de Janeiro: Versal, GOMBRICH, E. H. A História da Arte. 15. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1993 GOUGH, Michael. Os Primitivos Cristãos. São Paulo: Editora Verbo, GUARDINI, Romano. O Espírito da Liturgia. Rio de Janeiro: Lúmen Christi, GUARDINI, Romano. Os Sinais Sagrados. São Paulo: Quadrante, JOHNSON, Cuthbert. O Espaço Litúrgico da Celebração. São Paulo: Loyola, 2006. BIBLIOGRAFIA LELOUP, Jean-Yves. O Ícone, Uma Escola do Olhar. São Paulo: Unesp, LEMOS, Carlos A. C. O que é Arquitetura. São Paulo: Brasiliense, LUTZ, Gregório. Celebrar em Espírito e Verdade. São Paulo: Paulus, LUTZ, Gregório. Liturgia Ontem e Hoje. São Paulo: Paulus, LUTZ, Gregório. O que é Liturgia? São Paulo: Paulus, MACHADO, Regina Céli de Albuquerque. O Local de Celebração: Arquitetura e Liturgia. São Paulo: Paulinas, MENEZES, Ivo Porto de. Bens Culturais da Igreja. São Paulo: Loyola, MENEZES, Ivo Porto de. Arquitetura Sagrada. São Paulo: Loyola, OTTO, Rudolf. O Sagrado. s.l., Edições 70, s. d. PANOFSKY, Erwin. Arquitetura Gótica e Escolástica. São Paulo: Martins Fontes, PASTRO, Cláudio. Guia do Espaço Litúrgico. São Paulo: Loyola, PASTRO, Cláudio. Arte Sacra. São Paulo: Paulinas, PASTRO, Cláudio. Arte Sacra: O Espaço Sagrado Hoje. São Paulo: Loyola, PLAZAOLA, Juan. El Arte Sacro Actual. Madrid: Biblioteca de Autores Cristianos, RIGHETTI, Mario. Historia de la Liturgia. 5 Vol. Madrid: BAC, SARTORE, Domenico e TRIACCA, M. Achille (orgs.). Dicionário de Liturgia. São Paulo: Paulus, SAS-ZALOZIECKY, Wladimir. Arte Paleocristã. Lisboa: Editorial Verbo, 1970 SILVA, José Ariovaldo da; SIVINSKI, Marcelino. Liturgia: um Direito do Povo. Petrópolis: Vozes, SILVA, José Ariovaldo da, O Movimento Litúrgico no Brasil. Petrópolis: Vozes, TIRAPELI, Percival (org.). Arte Sacra Colonial: Barroco Memória Viva. São Paulo: Unesp, TIRAPELI, Percival. Igrejas Paulistas: Barroco e Rococó. São Paulo: Unesp, ZEVI, Bruno. Saber Ver a Arquitetura. São Paulo: Martins Fontes, 2002. Documentos da Igreja SC 124: Na construção de edifícios sagrados, tenha-se grande preocupação de que sejam aptos para lá se realizarem as ações litúrgicas e permitam a participação ativa dos fiéis. Doc. 43 CNBB: (ver nn. 138ss) 140. Por isso, a igreja-edifício é sinal também da Igreja-Comunidade. Assim este edifício não é uma construção qualquer: é sinal da Igreja peregrina, é imagem da Igreja celeste. Documentos da Igreja Instrução Geral do Missal Romano 291. Todos os interessados na correta construção, reparação e adaptação dos edifícios sagrados, devem consultar a Comissão diocesana da sagrada Liturgia e de Arte sacra. Quanto ao Bispo diocesano, recorrerá ao conselho e ajuda da referida Comissão, sempre que tenha de estabelecer normas sobre a matéria, aprovar projetos de novas construções ou decidir questões de certa importância. Guia Litúrgico Pastoral (CNBB) p. 91 O primeiro espaço a ser cuidado, o espaço por excelência, são as pessoas Pinturas rupestres: Altamira Pinturas rupestres: Lascaux Índia: Rio Ganges Monte Sinai Monumentos megalíticos: Stonehenge Mesopotâmia: Portal de Ishtar Mesopotâmia: detalhe do baixo-relevo Egito: Arquitetura Monumental Stupa: Borobodur Tikal Templos gregos: Hefestos e Atená 1 Rs 8, 22ss Oração de Salomão Mas será verdade que Deus habita com os homens nesta terra? Se os céus dos céus não podem te conter, muito menos esta casa que construí! O Templo de Salomão Jo 2, 18ss Que sinal nos mostras para agires assim? Respondeu-lhes Jesus: Destruí este templo, e em três dias eu o levantarei. Disseram-lhe os judeus: Quarenta e seis anos foram precisos para construir este Templo, e tu o levantarás em três dias? Ele, porém, falava do templo de seu corpo. O Templo de Jerusalém Jo 4, 23 mas vem a hora e é agora em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e verdade. Mt 18, 20 Pois onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, ali estou eu no meio deles Sinagoga de Gamla Lc 4, 16 Ele foi a Nazara, onde fora criado, e, segundo o seu costume, entrou em dia de sábado na sinagoga e levantou-se para fazer a leitura Sinagogas Sinagoga de Kfar Bir am Ap 21, 22 Não vi nenhum templo nela [a cidade de Jerusalém], pois o seu templo é o senhor, o Deus todo-poderoso, e o Cordeiro. A cidade não precisa do sol ou da lua para a iluminarem, pois a glória de Deus a ilumina, e sua lâmpada é o Cordeiro. O Bom Pastor At 2, 42ss Eles mostravam-se assíduos ao ensinamento dos apóstolos, à comunhão fraterna, à fração do pão e às orações. Dia após dia, unânimes, mostravam-se assíduos no Templo e partiam o pão pelas casas... Domus ecclesiae Casa dos Vettii: Pompéia Rm 16, 22 Eu, Tércio, que escrevi esta carta, saúdovos no Senhor. Saúda-vos Gaio, que hospeda a mim e a toda a Igreja... Tabernae e insulae Dura-Europos Domus ecclesiae: Quirk Bizzeh - Síria Basílica de Úlpia Basílica grega Cavername do barco S. Miniato Telhado Capela S. Miguel Pta. Símbolos cristãos encontrados em catacumbas S. Miniato Bizantino: Haghia Sophia Bizantino: S. Marcos S. Marcos Abadia de Cluny Românico Catedral de Chartres Estruturas do gótico S. Pedro S. Pedro Il Gesù Il Gesù Reduções: S. Miguel Igreja N. Sra. da Graça - Olinda Planta N. Sra. da Graça Capela de S. Miguel Pta. Planta Capela de S. Miguel Pta. Mosteiro da Luz Carmo e S. Francisco Ouro Preto Barroco mineiro S. Francisco Ouro Preto Catedral da Sé - SP Neo Românico: Sta. Cecília S. Francisco S. Francisco S. Francisco Pampulha Tipo de reformulação proposta pelo Movimento Litúrgico Nossa Senhora da Paz - Maquete Nossa Senhora da Paz Nossa Senhora da Paz Capela do Cristo Operário Capela do Cristo Operário Cristo Operário - Volpi Igreja de S. Antonio - S. Roque Cristo Operário São Domingos S. Domingos S. Domingos S. Domingos S. Domingos - Campanário Igreja da luz Tadao Ando Japão Igreja da Santa Trindade - Viena Igreja de Deus Pai Misericordioso - Roma Igreja de Santa Maria Marco Canavezes Portugal (Álvaro Siza) Igreja do Redentor Bergamo Itália (Mario Botta) Sagrado Coração Munique Capela Nossa Senhora da Ano 2006 Conceição Recife (PE) Arquitetos: Paulo Mendes da Rocha e Eduardo Colonelli. Igreja Construída sobre as ruínas de um casarão do Século XIX de propriedade da família Brennand. Conceito de mínima intervenção Fonte: Capela Nossa Senhora da Conceição Capela Nossa Senhora da Conceição Capela Nossa Senhora da Conceição Capela Nossa Senhora da Conceição Capela Nossa Senhora da Conceição Capela Nossa Senhora da Conceição Capela Nossa Senhora da Conceição Esboço de Rudolf Schwarz e Emil Steffan (Berlim 1936) Vários estudos de Rudolf Schwarz sobre a disposição da assembléia Vários estudos de Rudolf Schwarz sobre iluminação e disposição da assembléia 1Pd. 2,4 Aproximai-vos d Ele, pedra viva, rejeitada pelos homens, mas escolhida e preciosa aos olhos de Deus. E vós mesmos, como pedras vivas, entrai na construção de um edifício espiritual, por meio de um sacerdócio santo, cujo fim é oferecer sacrifícios espirituais, que serão agradáveis a Deus, por Jesus Cristo. ou
Search
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks