Documents

A.F.Chalmers_-_O_que_e_ciencia_afinal.pdf

Description
A. F. CHALMERS O QUE É CIÊNCIA AFINAL? Editora Brasiliense 1993 ____________________________________ 2 Alan F. Chalmers – O que é Ciência afinal? ALAN F. CHALMERS O QUE É CIÊNCIA AFINAL? Tradução: Raul Filker Editora Brasiliense 1993 Como todos os jovens eu decidi ser um gênio, mas felizmente o riso interveio.
Categories
Published
of 210
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
   ____________________________________ Alan F. Chalmers – O que é Ciência afinal? 2  A.   F.   C HALMERS   O QUE É CIÊNCIA AFINAL? Editora Brasiliense 1993   ____________________________________ Alan F. Chalmers – O que é Ciência afinal? 3 ALAN F. CHALMERS O QUE É CIÊNCIA AFINAL? Tradução: Raul Filker Editora Brasiliense 1993 Como todos os jovens eu decidi ser um gênio, mas felizmente o riso interveio. Cléa , Lawrence Durrell   ____________________________________ Alan F. Chalmers – O que é Ciência afinal? 4   SUMÁRIO Obs. Nº das páginas no srcinal registrado no lado superior de cada página Prefácio à primeira edição.......................................................................... 11 Prefácio à segunda edição.......................................................................... 15 Introdução.................................................................................................. 17 I.  Indutivismo: ciência como conhecimento derivado dos dados da experiência......................................................................... 23 1. Uma concepção de senso comum da ciência amplamente aceita........... 23 2. Indutivismo ingênuo............................................................................... 24 3. Raciocínio lógico e dedutivo.................................................................. 28 4. Previsão e explicação no relato indutivista............................................. 3O 5. A atração do indutivismo ingênuo.......................................................... 34 II. O problema da indução......................................................................... 36 1. O princípio de indução pode ser justificado?......................................... 36 2. O recuo para a probabilidade.................................................................. 40 3. Respostas possíveis ao problema da indução......................................... 43 III.  A dependência que a observação tem da teoria ................................... 46 l. Uma explicação popular de observação.................................................. 47 2. Experiências visuais não determinadas pelas imagens sobre a retina........................................................................................................ 48 3. As proposições de observação pressupõem teoria.................................. 53 4. Observação e experimento orientam-se pela teoria................................ 58

Review Paper

Dec 15, 2017

A Birthday Note

Dec 15, 2017
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks