Documents

A função da falta

Description
texto que aborda a funçao da falta na experiencia psicanalitica
Categories
Published
of 4
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
   A função da falta Essa pecinha faltante, o a, no caso (...) é o fato de ela faltar que produz toda a realidade do mundo em que o inseto passeia . (Lacan, J. Seminário 10 –  A Angústia) A função da falta é tão central na elaboração psicanalítica que Lacan chega a firmar que nada nesse campo pode ser articulado se não a considerarmos. Desde os primórdios –  quando Freud afirma que movimento do desejo não é o de encontrar um objeto, mas sim, de reencontrar um objeto perdido –  está em jogo uma certa noção de falta. Com Lacan, temos uma radicalização dessa função, inicialmente com os desenvolvimentos que ele realiza em relação ao conceito de falo. É em torno das elaborações que se dão à partir da descoberta de que à mãe falta algo que vai se instaurar a possibilidade de construção de uma pergunta sobre o desejo do Outro –  Que Vuoi? –  questão em torno da qual o próprio sujeito vai surgir como desejante. No texto de 1958 “A Significação do Falo” ele afirma que o falo não é uma fantasia, nem um objeto, nem mesmo um órgão (pênis ou clitóris) mas um significante que vem marcar o lugar de uma ausência e que dá a razão do desejo do Outro. Se no registro simbólico é o falo que surge como significante que vem recobrir a ausência como falta, na via do real está em jogo também uma outra inscrição, dessa vez como perda marcada no próprio corpo. Trata-se aqui, como afirma Lacan no Seminário “A Angústia” de uma falta irredutível ao significante, mas que é radical na constituição subjetiva. Nesse semestre nos propomos a iniciar um trilhamento dessas diferentes modalidades de inscrição da falta no pensamento de Freud e Lacan. Início: 17 de Março de 2014 Horário: semanalmente de 18:00 às 20:00h Coordenação: Lia Silveira Contato: 8787-1973  Seminário do Campo Lacaniano em Fortaleza O Seminário do Campo Lacaniano em Fortaleza já se consolidou como um espaço de transmissão que convoca a um trabalho em torno da causa analítica. Entrando agora no seu sétimo ano consecutivo, o seminário tem sido uma oportunidade de ouvirmos (e trabalharmos) com colegas de todo o Brasil e também de outros países. Este ano adotamos como tema de trabalho o estudo do Seminário XX de Lacan –  Mais Ainda. A escolha desse seminário se deve ao fato de ser um texto fundamental no ensino de Lacan pois marca um momento em que ele avança nas elaborações que vem fazendo acerca do campo do Gozo e que vão permiti-lo desenvolver a questão da diferença sexual em termos lógicos, situando o homem do lado todo fálico e a mulher do lado não todo fálico, concernindo a esta última um gozo suplementar. Trata-se, portanto, de um importante passo no caminho da pergunta freudiana “O que quer uma mulher? ” mas que , no entanto, se aventura numa resposta que está situada para além do “rochedo da castração”.  Como estratégia de trabalho teremos a seguinte sistemática: Em Março, teremos um momento de abertura com a participação do psicanalista argentino Marcelo Mazzuca que abordará o seminário XX através de um tema que articula diversos pontos deste texto, intitulada “O Amor e a   Sexuação na Clínica da Histeria”. Marcelo certamente trará excelentes contribuições para o nosso debate pois se trata de alguém comprometido com o trabalho de Escola, tendo inclusive passado os dois últimos anos testemunhando da sua experiência no dispositivo do passe. No meses subsequentes, cada convidado irá abordar dois ou tres capítulos do Seminário XX, dando-nos assim a oportunidade de ler todo o texto. Além disso, antes da data de cada seminário, nos reuniremos em torno de um grupo de estudos, visando explorar cada capítulo, buscando inclusive as referências trazidas por Lacan. O convite está lançado! Aguardamos todos aqueles que desejem e se disponham ao trabalho. Cronograma de Atividades  - 14 e 15/03: Marcelo Mazzuca - EPFCL/Argentina. O Amor e a Sexuação na Clínica da Histeria Sábado às 08:30 - O Amor e a Sexuação na Clínica da Histeria (cont.) - 25 e 26/04: Ana Laura Prates - AME da EPFCL-Brasil, Fórum São Paulo.  Capítulos I (Do Gozo) e II (À Jakobson) - 23 e 24/05: Andrea Brunetto - Ame da EPFCL-Brasil, Fórum Campo Grande . Capítulos III (A função do Escrito) e IV (O amor e o significante) - 22 e 23/08: Elisabeth da Rocha Miranda - AME da EPFCL- Brasil, Fórum Rio de Janeiro. Capítulos V (Aristóteles e Freud: a Outra satisfação), VI (Deus e o Gozo d’/A Mulher) e VII (Letra de uma carta de Almor)   - 26 e 27/09: Dominique Fingermann - AME da EPFCL-Brasil, Fórum São Paulo.  Capítulos VIII (O Saber e A Verdade) e IX (Do Barroco) - 24 e 25/10: Zilda Machado - AME da EPFCL-Brasil, Fórum Belo Horizonte.  Capítulos X (Rodinhas de Barbante) e XI (O Rato no Labirinto). O grupo de estudos ocorrerá todas as quartas-feiras, á partir das 20:00h, na sede do FCL-Fortaleza, iniciando no dia 19/03/14, com a discussão dos dois primeiros capítulos do Seminário XX. Coordenação local: Lia Silveira (silveiralia@gmail.com) Coordenação nacional: Delma Gonçalves   Informações e inscrições:   Lia Silveira (85) 8787-1973, Elynes Barros Lima (85) 8898-7288 e (85) 9603-7294; Andrea Rodrigues: 9994- 0161(85); Osvaldo Martins: 8896-9907; Francisco Paiva: 87227520 Sandra Mara N. Dourado (85) 8889-8779 e (85) 9998-3393.   Investimento:   Profissionais Estudantes Antecipadas (05 cheques pre-datados): R$140,00 R$70,00 Por Seminário: R$160,00 R$80,00     

copy of japan

Apr 8, 2018
Search
Tags
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks