Documents

A Importância Do Ensino Religioso Para

Description
A Importância Do Ensino Religioso Para
Categories
Published
of 17
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
    A IMPORTÂNCIA DO ENSINO RELIGIOSO PARAFORMAÇÃO DOS VALORES DO ALUNO  Autora Maria Aparecida Dantas Morais Mestranda em Ciências da EducaçãoResumo O presente artigo procura a partir de estudos e analise bibliográfica descrever a importância do ensino religioso para a formação cidadã do aluno Em ! # a promulgação da revisão do artigo $$ da %D& '(( de )ul*o+%ei ,#-./ orienta o perfil do Ensino Religioso como parte integrante da formação básica do cidadão, Dessa forma ficou assegurado o respeito 0 diversidade cultural religiosa do &rasil sem 1ual1uer esp2cie de proselitismo no Ensino 3undamental '!,4 0 5,4 s2ries/, 6al orientação e7plicita a possibilidade das novas geraç8es compreenderem um dos aspectos 1ue mesmo diante de uma aparente negação 2 responsável por fatos relevantes do cotidiano da sociedade brasileira desde os nomes pr9prios 1ue carregamos em nossas identidades at2 preceitos ou tabus 1ue desafiam as relaç8es interpessoais, A pedagogi:ação do Ensino Religioso 1ue busca superar o uso desse mesmo ensino como um interventor de concepç8es religiosas para a formação de novos adeptos desta ou da1uela tradição 2 um desafio, ;ada tão dif<cil por2m 1ue o diálogo com *onestidade cient<fica não permita estabelecer, =m sinal 1ue pretendevisibili:ar este percurso são os ob)etivos 1ue se encontram no >arâmetro Curricular do Ensino Religioso? Palavras chave @Ensino religioso, 3ormação cidadã tica B alores morais, Intr! #$  Este artigo tem como ob)etivo mostrar como o Ensino Religioso das escolas podecontribuir para a formação de valores nos alunos bem como pode contribuir para a convivência *armoniosa no seio familiar,Muito se tem dito sobre a 1uestão do Ensino Religioso nas Escolas alguns at2 sem o con*ecimento elementar da ;ova %ei de Diretri:es e bases da Educação em seu artigo $$  %ei n ,$ - de (F de de:embro de ! G com redação dada pela %ei n -#. de (( de )ul*o de ! # 1ue legisla sobre este assunto do seguinte modo? Art,$$ @ O ensino religioso de matr<cula facultativa 2 parte integrante da formação básica do cidadão e constitui disciplina dos *orários normais das escolaspHblicas de ensino fundamental assegurado o respeito 0 diversidade cultural religiosa do &rasil vedadas 1uais1uer formas de proselitismo,  I ! @ Os sistemas de ensino regulamentarão os procedimentos para a definição dos conteHdos do ensino religioso e estabelecerão as normas para a *abilitação e admissão dos professores,I ( @ Os sistemas de ensino ouvirão entidade civil constitu<da pelas diferentes denominaç8es religiosas para a definição do ensino religioso, Esta %ei 2 bastante ampla e amb<gua dei7ando várias lacunas a serem preenc*idas pelos Consel*os Estaduais de Ensino conforme realidade e vivências regionais ficando para as Jecretarias Estaduais de Educação e os Consel*os de Educação sua regulamentação, Al2m disto e7iste a possibilidade do >ro)eto >ol<tico >edag9gico de cada unidade escolar adaptar tal legislação 0 sua realidadevivencial,  A 1uestão central no Ensino Religioso nas Escolas não 2 concordar ou não sobre sua e7istência nas =nidades Escolares mas como serão ministradas tais aulas podendo ser um instrumento na formação dos cidadãos e cidadãs, O Ensino Religioso e a educação da religiosidade 1ue 2 algo 1ue se mostra revelam ou manifesta na e7periência *umanaK 2 o resultado do processo do ser *umano em busca da f2 e da crença em um ser supremo Deus, A religiosidade desenvolve@se e promove o ser *umano em todas as suas dimens8es em relação a si e ao outro conseguindo assim integrarem@se nos demais grupos sociais, E ainda essa nova disciplina em sala de aula favorecerá grupos discriminados de raças ou religi8es e classes sociais ao conv<vio respeitoso entre os alunos a tolerância para a diversidade sem negar a sua pr9pria crença 1ue indica um modo poss<vel e ade1uado para o tratamento dos temas transversais, Desenvlv%&entO ENSINO RELIGIOSO NA FORMAÇÃO '(SICA DO CIDADÃO Em ! # a promulgação da revisão do artigo $$ da %D& '(( de )ul*o+%ei ,#-./ orienta o perfil do Ensino Religioso como parte integrante da formação básica do cidadão, Dessa forma ficou assegurado o respeito 0 diversidade cultural religiosa do &rasil sem 1ual1uer esp2cie de proselitismo no Ensino 3undamental '!,4 0 5,4 s2ries/, 6al orientação e7plicita a possibilidade das novas geraç8es compreenderem um dos aspectos 1ue mesmo diante de uma aparente negação 2responsável por fatos relevantes do cotidiano da sociedade brasileira desde os nomes pr9prios 1ue carregamos em nossas identidades at2 preceitos ou tabus 1ue desafiam as relaç8es interpessoais, A partir de (FF( as escolas do Estado de Minas Lerais farão nada mais do 1ue o previsto em uma lei federal, Outros Estados da 3ederação )á cumprem tal normati:ação *á algum tempo, Com certe:a este Estado da 3ederação o >araná ainda não operacionali:ou o preceito por problemas de interpretação desse pe1ueno artigo pois o Ensino Religioso como componente do curr<culo ainda 2  percebido por alguns legisladores como instrumento de manipulação desta ou da1uela tradição religiosa, sso evidencia completa ignorância do processo de discussão sobre o Ensino Religioso e7istente no &rasil,6anto legisladores como religiosos não perceberam 1ue a proposta de Rui &arbosa em defender um Estado livre da pressão da gre)a e vice@versa foi para favorecer o desenvolvimento de ambos propiciando a corresponsabilidade dos segmentos 1ue formam esta nação pois a todos e a cada um 2 permitido acreditar ou mesmo negar a relação com algo 1ue nos transcende, Estado e gre)a se utili:aram destas relaç8es para manipular a população para interesses 1ue nem sempre eram claros, A pedagogi:ação do Ensino Religioso 1ue busca superar o uso desse mesmo ensino como um interventor de concepç8es religiosas para a formação de novos adeptos desta ou da1uela tradição 2 um desafio, ;ada tão dif<cil por2m 1ue o diálogo com *onestidade cient<fica não permita estabelecer, =m sinal 1ue pretendevisibili:ar este percurso são os ob)etivos 1ue se encontram no >arâmetro Curricular do Ensino Religioso?>roporcionar o con*ecimento dos elementos básicos 1ue comp8em o fenNmeno religioso a partir das e7periências religiosas percebidas no conte7to do educandoK subsidiar o educando na formulação do 1uestionamento e7istencial em profundidade para dar sua resposta devidamente informadaK analisar o papel das tradiç8es religiosas na estruturação e manutenção das diferentes culturas e manifestaç8es socioculturaisK facilitar a compreensão do significado das afirmaç8es e verdades de f2 das tradiç8es religiosasK refletir o sentido da atitude moral como conse1ência do fenNmeno religioso e e7pressão da consciência e daresposta pessoal e comunitária do ser *umanoK possibilitar esclarecimentos sobre o direito 0 diferença na construção de estruturas religiosas 1ue têm na liberdade o seu valor inalienável,Com certe:a 2 desafiador pensar nos profissionais 1ue serão capa:es de articular e concreti:ar tais ob)etivos mas lentamente vão aparecendo espaços formadores 1ue com seriedade estão viabili:ando esta concepção para o Ensino Religioso,  Aos poucos vão@se e7plicitando os diferentes mati:es religiosos não para organi:ar um sincretismo mas para contribuir para a formação de um cidadão 1ue con*eça mais 1ue a *ist9ria de suas comunidades, Deve con*ecer a articulação conceitual e saber 1ue entre os pilares está 0 dimensão religiosa do ser *umano 1ue simboli:a as suas con1uistas e buscas por meio de e7press8es 1ue manifestam a presença de algo 1ue o transcenda,Mesmo 1uando alguns dese)am fa:er acreditar 1ue o nosso adolescente )ovem oumesmo os adultos neguem estas e7periências acredito sim 1ue e7ista um afastamento ou mesmo recusa das instituiç8es mas não da busca, Jinais desta 1uestão poderiam indicar a apro7imação de tantas pessoas das tradiç8es como o  budismo os movimentos carismáticos mesmo as inHmeras guerras religiosas 1ue o s2culo PP assistiu e estes primeiros anos do novo milênio presenciam, A linguagem do fenNmeno religioso 2 algo 1ue nos perturba, Os militares 1uando na %D& .,G (+#! apoiaram o Ensino Religioso concebiam e esperavam uma disciplina 1ue faria parte dum pro)eto cu)o ob)etivo era manter sobre controle nosso povo assim como outras categorias sociopol<ticas, Enfati:avam Qos bons costumes a ordem e o progresso socialQ, Jerá 1ue estes erros do passado  )ustificam não buscar um novo percurso no presenteCom certe:a 1uando não sabemos para onde estamos indo 1ual1uer estrada noslevará a esse lugar, O problema 2 1ue a 1uestão do Ensino Religioso desafia algo maior como a intencionalidade e a intensidade do processo pedag9gico 1ue talve: não este)amos sabendo reali:ar, Jerá 1ue a 1uestão 2 de fato se o Ensino Religioso nas escolas pHblicas deve ser laico ou religiosoO 1ue estran*amos 2 1ue ainda se faça esta pergunta pois a Constituição brasileira e a pr9pria %D& nos recordam a identidade do processo escolar no &rasil, nicialmente o artigo !,S das Diretri:es afirma? QA educação abrange os processos formativos 1ue se desenvolvem na vida familiar na convivência *umana no trabal*o nas instituiç8es de ensino e pes1uisa nos movimentos sociais e organi:aç8es da sociedade civil e nas manifestaç8es culturais,Q Essa afirmação 2 confirmada pelos parágrafos !,S e (,SK !,S QEsta %ei disciplina a educação escolar 1ue se desenvolve predominantemente por meio do ensino em instituiç8es pr9priasQK (,S QA Educação escolar deverá vincular@se ao mundo do trabal*o e 0 prática social,Q 6al compreensão 2 reforçada ainda pelo Artigo (,S da %D&? QA educação dever da fam<lia e do Estado inspirada nos princ<pios de liberdade e nos ideais de solidariedade *umana tem por finalidade o pleno desenvolvimento do educando seu preparo para o e7erc<cio da cidadania e sua 1ualificação para o trabal*oQ,En1uanto o Ensino Religioso for compreendido como o espaço do 1ual as 6radiç8es Religiosas se utili:am para manter o proselitismo religioso ao fa:erem da escola uma e7tensão da instituição religiosa buscando novos adeptos ou transformando a disciplina Ensino Religioso num cabide de empregos para seus fi2is mantendo ou reforçando seus salários esse tipo de atitude evidencia@se 1ue não 2 a disciplina de Ensino Religioso a problemática, O problema 2 a competência pedag9gica dos 1ue orientam o processo de ensino@aprendi:agem nainstituição, importante destacar 1ue nestes tempos de crise de um mundo globali:ado a maior tarefa a ser reali:ada 2 a de procurar resgatar a *umanidade da pessoa pois a crise está a bestiali:ar a esp2cie *umana, A partir deste 1uadro percebemos a importância do Ensino Religioso na formação dos cidadãos e cidadãs por2m terá 1ue ser vista como disciplina integrada ao processo de construção de valores 2ticos dentro de um conte7to socioeducativo e portanto um
Search
Tags
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks