Screenplays & Play

A matriz inicial: Friedrich Ratzel (1844/1904) - Formação como zoólogo. - Viagem à América do Norte (1874/1875)

Description
A matriz inicial: Friedrich Ratzel (1844/1904) - Formação como zoólogo - Viagem à América do Norte (1874/1875) O papel dos migrantes A ideologia do destino manifesto A teoria da fronteira de Turner - Contribuição
Published
of 45
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
A matriz inicial: Friedrich Ratzel (1844/1904) - Formação como zoólogo - Viagem à América do Norte (1874/1875) O papel dos migrantes A ideologia do destino manifesto A teoria da fronteira de Turner - Contribuição para o determinismo alemão: «Antropogeografia» (1882/1891) John Gast, American Progress, 1872 Geografia Política: uma geografia do Estado, do comércio e da guerra (1897) «Aos olhos de certos politólogos e sociólogos, também para numerosos historiadores, o Estado flutua no ar e o seu território nada mais é que uma forma superior de propriedade fundiária». O Estado como organismo Simbiose Estado/solo O espaço vital (lebensraum) Malthus Crescimento demográfico Darwin Evolucionismo Ratzel Espaço vital Karl Haushofer As leis de crescimento dos Estados 1) As dimensões do Estado crescem com a sua cultura. 2) O crescimento do Estado segue outras manifestações do crescimento dos povos, que devem necessariamente preceder o crescimento do Estado. «Expansões apolíticas»: - Produção - Comércio - Idéias 3) O crescimento do Estado se processa pela anexação dos membros menores ao agregado. Ao mesmo tempo, a relação entre a população e a terra torna-se continuamente mais próxima. Mera anexação: «conglomerados frouxos» 4) As fronteiras são o órgão periférico do Estado, o suporte e a fortificação do seu crescimento, e participam de todas as transformações do organismo do Estado. 5) No seu crescimento, o Estado esforça-se pela delimitação de posições politicamente valiosas. 6) Os primeiros estímulos ao crescimento espacial dos Estados vêm-lhes do exterior. 7) A tendência geral para a anexação e fusão territoriais transmite-se de Estado para Estado, e cresce continuamente de intensidade. Rudolph Kjellen ( ) O surgimento do termo geopolítica «As grandes potências» (1905) A sistematização «O Estado como forma de vida» (1916) A geopolítica é o estudo do Estado como organismo geográfico ou fenômeno espacial. As cinco dimensões do poder do Estado: Demopolítica Povo/raças/demografia Sociopolítica Estrutura da sociedade Cratopolítica Forma de governo Ecopolítica Economia Geopolítica - Território Geopolítica - Topopolítica posição - Fisiopolítica sítio - Morfopolítica - forma As heranças ratzelianas O determinismo geográfico. O excepcionalismo estatal. Estado como unidade política básica do sistema internacional, cujo atributo principal é o poder. Poder como capacidade de uma unidade política fazer com que outras se comportem de acordo com seus interesses. Emergência das hipóteses geoestratégicas de poder mundial As bases do poder terrestre O poder deriva das grandes extensões com abundância de recursos 28% mundo são terras emersas A maior parte dessa extensão está no hemisfério norte Forma-se um anel quase contínuo no entorno do Ártico Sir Halford John Mackinder (1861/1947) Acadêmico / professor em Oxford e na London School of Economics Membro do Parlamento A defesa do pensamento político e estratégico na geografia inglesa 1897: «On the scope and methods of geography» «Pode a geografia se tornar uma disciplina, ao invés de um mero corpo de informações?» «Causalidade geográfica»: «É o homem e não a natureza quem inicia, mas é a natureza quem dirige em grande parte.» 1904 «The Geographical Pivot of History» Virada para o século XX: o fim da «era colombiana» A história da Europa Ocidental sob a perspectiva das ameaças a leste A presença de uma «core area» na massa eurasiana, inacessível por mar O avanço da mobilidade terrestre sobrepujando o poder marítimo O mundo segundo Halford Mackinder Os recursos de poder da «Área Pivot» a) A extensão «Do Ártico ao Himalaia, do Volga ao Yang-Tsé» b) Os recursos naturais c) A fortaleza natural d) A integração 1919 Democratic ideals and reality Real-politik + revolução soviética vs. «nações livres» Idealists vs. Organizers «O modo de pensar do organizer é essencialmente estratégico, enquanto o do verdadeiro democrata é ético. O organizer está pensando em como usar os homens, enquanto o democrata está pensando no direito dos homens, direitos estes que representam perdas no caminho do organizer.» A expansão da «Área Pivot»: o heartland O Heartland e as mudanças da «Ilha Mundial»: Crescente externo: satélites África subsaariana: southern heartland Novas áreas centrais: - Mar Báltico - Baixo e médio Danúbio - Mar Negro - Ásia Menor - Armênia - Pérsia - Tibete - Mongólia «Quem domina a Europa Oriental domina o heartland, Quem domina a o heartland, domina a Ilha Mundial, Quem domina a Ilha Mundial, domina o mundo.» O cordão sanitário: Polônia, Tcheco-Eslováquia, Hungria, Iugoslávia, Bulgária, Romênia, Grécia, Estados Bálticos, Finlândia «The round world and the winning of peace» Necessidade de revisão das hipóteses anteriores As transformações das estratégias de conflito A emergência do EUA como potência A nova divisão geopolítica: - O Midland Ocean e o Heartland como centros - As periferias: - As costas tropicais do Atlântico Sul - A Ásia de monções - Os «vazios» Karl Haushofer (1869/1946) Pré 1a Guerra Mundial A formação no Japão e a geografia Doutor em Geografia Política (Munique/1919) A «Escola de Munique» ou «Círculo de Munique» Revista de Geopolítica «Geopolítica é o fundamento científico da arte da ação política na luta de vida e morte entre os organismos estatais pelo espaço vital» «A Geopolítica é a ciência das características culturais que determinam o desenvolvimento dos povos e dos estados.» «A Geopolítica surgiu da Geografia Política. Ela ativa o repositório de conhecimentos desta última e põe-no a serviço do líder político» A hipótese das Pan-Regiões Alfred Mahan (1840/1914) «O evangelista do poder marítimo» «O profeta do imperialismo americano» Poder marítimo Poder naval + Frota mercante «Who commands the sea commands the trade of the world and who commands the trade of the world commands the riches of the world.» Sir Walter Raleigh Correlação de causa e efeito entre poder marítimo e grandeza nacional. Contraposição à «marcha para oeste» Uma ótica americanista na geopolítica 1890: «The influence of sea power upon history» Condições do poder marítimo: 1) Posição 2) Configuração física 3) Extensão do território e densidade da população 4) Caráter nacional 5) Caráter do governo Requisitos necessários ao poderio estratégico: Produção Transporte Colônias «Trindade mahaniana» Capacidade de defesa ativa Nicholas Spykman (1893/1943) A «teoria do Rimland» «Who controls eastern Europe rules the Heartland; Who controls the Heartland rules the World Island; and Who rules the World Island rules the World» «Who controls the rimland rules Eurasia; Who rules Eurasia controls the destinies of the world.» Heartland Rimland Novo Mundo Ilhas offshore Abertura dos canais e as cinco ilhas do mundo As políticas de contenção A negação do «esplêndido isolamento» «A geopolítica é o planejamento da política de segurança de um país em termos de seus fatores geográficos» «O Mundo Novo poderia influir na política da Europa e da Ásia se fosse capaz de organizar-se e unir-se de tal modo que grandes massas de força não compensada ficassem disponíveis para atuar além-oceanos, as quais poderiam exercer papel decisivo no Antigo Continente e determinar a sua política se este continuasse dividido e equilibrado. Mas se, pelo contrário, o Mundo Antigo lograsse unir-se e organizar-se de tal maneira que grandes massas de poder não compensado ficassem disponíveis para atuar além-oceanos, o Novo mundo ficaria cercado. A possibilidade de cercar ou ser cercado depende dos potenciais de poder de ambos os mundos e da capacidade de integrar-se ou não, cada um deles, em uma só unidade ou coalizão política» America's strategy in world politics, the United States and the balance of power The geography of peace Política de segurança norte-americana 1)Assegurar o equilíbrio de poder na Eurásia para evitar que se estabeleça um centro de poder excessivamente influente na Europa e no extremo oriente 2)Manter uma situação de indiscutível hegemonia no hemisfério ocidental 3)Impedir o controle do Rimland pelos comunistas
Search
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks