Documents

A Ratoeira.doc

Description
A Ratoeira Um rato olhando pelo buraco da parede, vê o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote. Pensou logo no tipo de comida que poderia haver ali. Ao descobrir que era uma ratoeira, ficou aterrorizado. Correu ao pátio da fazenda advertindo a todos. Foi ao galinheiro e falou: — Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira na casa !!! A galinha disse: — Desculpe-me, Senhor Rato, eu entendo que isso seja um grande problema para o senhor, mas não me prejudica em
Categories
Published
of 2
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  A Ratoeira Um rato olhando pelo buraco da parede, vê o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote.Pensou logo no tipo de comida que poderia haver ali. Ao descobrir que era uma ratoeira,ficou aterrorizado. Correu ao pátio da fazenda advertindo a todos. Foi ao galinheiro efalou! á uma ratoeira na casa, uma ratoeira na casa ### A galinha disse! $esculpe%me, &enhor 'ato, eu entendo que isso se(a um grande problema para osenhor, mas n)o me pre(udica em nada, n)o me incomoda.* rato foi at+ o chiqueiro e disse ao porco! á uma ratoeira em casa, uma ratoeira### * porco respondeu! $esculpe%me, &enhor 'ato, mas n)o há nada que eu possa fazer, a n)o ser rezar.'atoeira + pra pegar ratos. Fique tranquilo que o senhor será lembrado nas minhaspreces.* rato dirigiu%se ent)o a vaca.  ela lhe disse! * que, &enhor 'ato- Uma ratoeira- Por acaso estou em perigo- Acho que n)o###nt)o o rato voltou para casa, cabisbaio e abatido, para encarar a ratoeira do fazendeiro./aquela noite ouviu%se um barulho, como o de uma ratoeira pegando uma v0tima. Amulher do fazendeiro correu para ver o que havia pegado. /o escuro, ela n)o viu que aratoeira havia pegado a cauda de uma cobra venenosa.  a cobra picou a mulher1 *fazendeiro a levou imediatamente ao hospital. la voltou com febre.  todo mundo sabeque para alimentar algu+m com febre, nada melhor que uma can(a de galinha. *fazendeiro pegou sua faca e foi providenciar o ingrediente principal galinha.Como a doen2a da mulher piorava a cada dia, os amigos, parentes e vizinhos vieramvisitá%la. Para alimentar os visitantes, o fazendeiro matou o porco.3nfelizmente, apesar de todos os cuidados, a mulher n)o melhorou e acabou falecendo.4uita gente veio para o funeral. * fazendeiro ent)o sacrificou a vaca para alimentar aquele povo todo. MORAL DA HISTÓRIA:  /a pr5ima vez em que você ouvir algu+m dizer que está diantede um problema e acreditar que esse problema n)o lhe diz respeito, lembre%se que,quando há uma ratoeira na casa, toda a fazenda corre o risco. 6. A fábula que você leu tem o ob(etivo de produzir a refle)o sobre alguns sentimentos e valores que os seres humanos devem preservar. $entre outros, podemos destacar7 8 a solidariedade7 8 a verdade7 8 honestidade7 8 a beleza9. * rato ficou aterrorizado ao ver a ratoeira porque7 8 a ratoeira estava desarmada.7 8 sentiu%se amea2ado.7 8 a mulher do fazendeiro corria perigo.7 8 era muito medroso.:. Ao sair correndo avisando os outros animais da eistência de uma ratoeira na fazenda, o rato pretendia7 8 receber a a(uda dos amigos para se desfazer da perigosa armadilha.7 8 espalhar um boato.  7 8 se divertir com a rea2)o dos amigos.7 8 assustar os companheiros.;. Podemos classificar a rea2)o da galinha, do porco e da vaca como uma atitude7A8 amigável7<8 preconceituosa7C8 (usta7$8 ego0sta=. * rato voltou para casa, cabisbaio e abatido, para encarar a ratoeira do fazendeiro porque al+m da preocupa2)o inicial7A8 suspeitava que talvez houvesse cobras na fazenda.7<8 sabia que estava condenado > morte.7C8 estava muito decepcionado com a atitude dos companheiros.7$8 tinha medo da mulher do fazendeiro.?. Assinale @ ou F A moral da hist5ria ensina que1 A. 7 8 numa comunidade deve eistir amizade, solidariedade e uni)o entre as pessoas.B<. 7 8 o problema do outro n)o nos diz respeito.BC. 7 8 ignorar um pedido de a(uda pode nos ser fatal.B$. 7 8 as pessoas n)o dependem umas das outras.B. 7 8 o amor ao pr5imo deve manifestar%se em atitudes práticas.BF. 7 8 a vida pode nos punir pela nossa indiferen2a >s necessidades do pr5imo.B. 7 8 cada um deve pensar apenas em si mesmo.B . 7 8 o bem estar dos membros de uma comunidade deve ser um ob(etivo comum.BD.'espondaa8 Euando ouvirmos algu+m dizer que está diante de um problema, qual deve ser a nossa atitude-b8 $e que maneira podemos demonstrar o amor ao pr5imo-
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks