Magazine

A(s) Ciência(s) de um Crime: Entomologia Forense

Description
2 “Quando em Março foi encontrado um cadáver em avançado estado de decomposição na Serra da Arrábida, Setúbal, pouco podia ser feito para confirmar a…
Categories
Published
of 10
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
2 “Quando em Março foi encontrado um cadáver em avançado estado de decomposição na Serra da Arrábida, Setúbal, pouco podia ser feito para confirmar a identidade da vítima. A polícia desconfiava tratar-se de um homem que tinha desaparecido em Outubro do ano passado. A pista final chegou por intermédio de uns pequenos casulos encontrados no corpo chamados chrysoma albiceps - que mostraram que a morte só podia ter acontecido antes do Inverno, já que se trata de uma espécie que não existe naquela estação do ano. ” Rosa Ramos, Publicado em 27 de Novembro de 2009 in http://www. ionline. pt/conteudo/35002entomologia-forense-quando-uma-mosca-pode-ajudar-resolver-um-crime 3 Vem do grego (entom = insecto e logos = estudo) e é a ciência que estuda os artrópodes (invertebrados que possuem patas articuladas, tendo como esqueleto uma carapaça protectora externa) sob o aspecto morfológico e biológico e a sua relação com os outros seres vivos, num contexto legal. 4 As aplicações são diversas, sendo a mais comum a determinação do intervalo postmortem (IPM), do tempo que decorreu desde a morte até ao momento presente, em casos de investigação criminal. Outras aplicações são a entomologia urbana, que envolve os artrópodes que afectam o ser humano nas suas habitações e estrutura, e a entomologia dos produtos armazenados, que é responsável pelos problemas de infestações e pragas (em produtos conservados). 5 Na determinação do IPM (intervalo postmortem), o estudo é feito com base na idade dos insectos, a partir do pressuposto de que o corpo não está morto há mais tempo do que o necessário para os insectos chegarem ao cadáver. Os insectos com maior idade determinam o IPM mínimo. 6 Dos insectos mais úteis neste processo contam-se as varejeiras, da família Calliphoridae, pois são os que mais rapidamente colonizam o corpo após a morte do indivíduo. 7 As varejeiras conseguem identificar os odores de putrefacção, estando adaptadas para essa funcionalidade. O local escolhido pelos insectos para depositar os ovos são, geralmente, os mais escuros e húmidos, sendo as cavidades como os olhos, o nariz, a boca, os mais comuns. 8 Em todos os insectos, a taxa de desenvolvimento depende directamente das condições ambientais, sobretudo da temperatura. Dentro de certos limites, quanto maior for a temperatura, maior a taxa de desenvolvimento. Também outros factores influenciam o desenvolvimento dos insectos como:  o calor gerado pela “massa larval”;  a fonte alimentar, como o tipo de tecido em que são depositados os ovos;  toxinas ou substâncias que possam prejudicar ou estimular o desenvolvimento dos insectos. 9 Para além do intervalo do IPM, a entomologia forense verifica, ainda, se o cadáver faleceu no local onde foi encontrado, ou se foi deslocado; e serve também para reforçar os outros métodos de datação forense. 10  http://www. scienceinschool. org/2006/issue2/forensic/portuguese  http://www. ionline. pt/conteudo/35002-entomologia-forensequando-uma-mosca-pode-ajudar-resolver-um-crime  http://en. wikipedia. org/wiki/Forensic entomology  https://woc. uc. pt/botanica/getFile. do?tipo=2&id=2456
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks