Documents

A Saga de Uma Sinha (Psicografia Maria Nazareth Doria - Espirito Luis Fernando)

Description
esp
Categories
Published
of 157
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
    A SAGA DE UMA SINHÁ PELO ESPÍRITO LUÍS FERNANDO –  PAI MIGUEL DE ANGOLA PSICOGRAFIA DE MARIA NAZARETH DÓRIA  Sinhá Margareth tem um filho proibido com o negro Antônio. A criança escapa da morte ao nascer. Começa a saga de uma mãe em busca de seu menino. Um novo sinhozinho assumiu os negocios daquela fazenda no Brasil colônia. Trouxe consigo Margareth, a esposa delicada vinda da Europa, meiga e sensível. O jovem negro Miguel, que a todos os movimentos da casa acompanhava com atenção e humildade, previa tempos difíceis naquela propriedade, inclusive para a sinhazinha. As previsões de Miguel estavam corretas. O sinhozinho, homem devasso e inescrupuloso, obriga a jovem Margareth a ter uma aproximação íntima com o negro Antônio, que servia dentro da casa como ajudante geral. Começam aí o drama e a saga da sofrida sinhazinha. Dessa relação nasce o pequeno Frederico, bebê que consegue escapar da morte graças a uma fuga espetacular organizada por Miguel, avó Joana e o velho Zacarias. Muito tempo vai se passar até que a sinhazinha Margareth volte a ter alguma notícia de seu filho. Teria ele sobrevivido? Seria possível um reencontro? Como ficaria a situação dos escravos naquela fazenda após tanto tormento? O final desse enredo será surpreendente. Esta é a história real que o espírito Luís Fernando, nosso Pai Miguel de Angola, nos conta agora com a emoção de quem viveu minuto a minuto e profundamente a memória e a evolução de cada espírito ali reencarnado. Hoje um espírito iluminado, Luís Fernando, por intermédio da psicografia de Maria Nazareth Dória, vem trazer a todos nós exemplos de humildade e resignação que abrirão nossos caminhos rumo a um mundo melhor, com mais fraternidade e paz, acima da cor da pele ou da classe social. Afinal, todos somos filhos de Deus. A médium Maria Nazareth Dória nasceu no dia 28 de fevereiro em Canhoba, no interior do estado de Sergipe, mais precisamente em uma aldeia indígena. Lá permaneceu até os 9 anos de idade, quando foi matriculada em um colégio interno de freiras na capital, Aracaju, completando seus estudos até o segundo grau. Aos 17 anos, casou-se e mudou-se para São Paulo. Teve duas filhas. Nesse período, deu sequência aos estudos e iniciou sua carreira profissional, trabalhando durante 30 anos, dos quais 22 como funcionária da Petrobras, empresa pela qual se aposentou. A mediunidade de Maria Nazareth Dória se manifestou desde cedo, por volta dos 7 anos. Sendo descendente de índios, Nazareth sempre foi orientada sobre a exis-tência da vida espiritual e a importância da natureza em nossas vidas, sobretudo no campo da medicina alternativa, Graças a esse aprendizado, Maria Nazareth Dória tem se dedicado hoje exclusivamente às atividades espirituais e à pesquisa de plantas medicinais, obtendo excelentes resultados alternativos com essências naturais. E fundadora e dirigente de instituição sem fins lucrativos há 15 anos, atendendo e  orientando centenas de pessoas (inclusive jovens), contando com o apoio de médicos, dentistas, advogados, enfermeiras, psicólogos e professores. O atendimento à população carente estende-se em diversas áreas, do apoio às necessidades básicas da família até o trabalho de afirmação de cidadania daqueles que vivem à margem da sociedade. Além das atividades filantrópicas, Maria Nazareth Dória ministra cursos e palestras sobre a Doutrina Espírita e exerce sua mediunidade há mais de 30 anos, psico-grafando diversos romances sobre o mundo espiritual, mensagens de auto-ajuda e pensamentos espirituais notadamente sob a ótica da Lei de Ação e Reação, um dos pilares básicos dos ensinamentos trazidos pelos amigos do Além que trabalham com a médium. Dedicatória   Dedico este livro ao maior tesouro que possuímos na Terra: a família. Aos estudantes da espiritualidade que são todos irmãos e médiuns. Aos editores das obras psicografadas e aos nossos queridos leitores. LUÍS F ERNANDO (P AI M IGUEL DE A NGOLA ) Sumário  Uma palavra da autora ................................... Apresentação —  Bate-papo com Pai Miguel Capítulo I —  O cenário da fazenda ............. Capítulo II —  Mudanças à vista .................. Capítulo III —  Humilhações ........................ Capítulo IV —  Segredos ................................ Capítulo V —  Saindo da tormenta .............. Capítulo VI —  Surge o administrador ...... Capítulo VII —  Um dia após o outro ........ Capítulo VIII —  Novo plano em ação ...... Capítulo IX —  A viagem ............................. Capítulo X —  A chegada de um novo senhor Capítulo XI —  A vida livre ......................... Uma palavra da autora Para falar de amor, e confortar nossas almas, Luís Fernando novamente nos presenteia com mais uma de suas benditas obras. Neste livro, podemos e devemos pesquisar cada detalhe por ele narrado; só assim vamos nos conscientizar da grandeza de Deus em conceder aos encarnados a grande oportunidade de evoluírem através dos seus mestres espirituais (nossos mentores). Os espíritos de luz nunca param de evoluir, estão sempre aprendendo e nos  ensinando. As obras de Luís Fernando, que carinhosamente chamamos de Pai Miguel de Angola (nome que lhe foi dado em cativeiro), não estão unicamente em minhas mãos, mas nas mãos de muitos filhos de Deus, espalhados pelos quatro cantos do mundos Para qualquer médium, trabalhar em sintonia com este grande cientista do espaço é uma bênção, uma honra. Humildemente ele se identifica entre nós apenas como um Negro Velho chamado Pai Miguel de Angola. Na sua obra Lições da Senzala, nosso Pai Miguel abriu uma porta da espiritualidade, mostrando momentos vividos por irmãos que hoje podem viver lado a lado conosco, passando naturalmente por outros obstáculos, mas longe das correntes e dos troncos. Hoje sofremos outras pressões, que não são mais dos senhores das casas-grandes , mas de uma política mal administrada que nos leva a um tipo diferente de escravidão. Temos a ilusão de sermos livres, mas na verdade ainda somos cativos de um sistema deficiente na distribuição de renda, e nada para o trabalhador é facilitado. É o espírito de luta e liderança que nos faz vencer tantos obstáculos! Nascidos num planeta abençoado, como é a nossa Terra, em hipótese alguma poderíamos ver irmãos morrendo de fome e de sede. Todos deveriam receber instruções para aprender a fazer do mundo um lugar melhor para todos; infelizmente, padecemos pelo egoísmo de alguns, que lucram com a falta de educação dos desfavorecidos. Os Mestres que passam por este planeta deixam ensinamentos de alto nível. Se hoje não somos um planeta justo em educação, medicina, saúde e fé, a culpa é do próprio homem; não podemos negar o que recebemos diariamente do grande Pai. Esse vagalume chamado Pai Miguel de Angola vem pedindo passagem em nossos corações, vem semeando o seu amor em forma de luz e de esperança. E muitos outros mestres, que também estão encarregados de levar ao mundo inteiro o Evangelho de Cristo. Vamos mais uma vez ouvir os relatos do nosso amado Pai Miguel, e fazer nossas reflexões a respeito da vida de nossos ancestrais e nossa vida de hoje. Em que evoluímos? O que perdemos? O que aconteceu no Brasil e no mundo com o fim da escravatura? A escravidão acabou mesmo? Os nossos sofrimentos continuam. Porém, olhando para trás, descobrimos que nossos antecessores lutaram e sofreram muito para nos deixar novos caminhos abertos. Para entender nossos caminhos de hoje, é necessário uma compreensão maior dos esforços dos nossos antecessores. M ARIA N AZARETH D ÓRIA  
Search
Tags
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks