Documents

A Sentença de Morte Em Nós Mesmos

Description
Interpretação da seguinte passagem bíblica: “ Mas nós tivemos a sentença de morte em nós mesmos, para que não confiemos em nós mesmos, mas em Deus, que ressuscita os mortos, que nos libertou de tão grande morte e nos livra, em quem confiamos que Ele ainda nos livrará. (2 Cor 1: 9, 10)
Categories
Published
of 48
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
    Sentença de Morte em Nós Mesmos Título srcinal: TheSentenceofDeathinOurselves  Por  J. C. Philpot  1802-1869) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra Abr/2017  2    P571 Philpot,J.C. – 1802-1869   A sentença de morte em nós mesmos / J. C. Philpot Tradução , adaptação e edição por Silvio Dutra  –  Rio de Janeiro, 2016. 48p.; 14 x 21cm Título srcinal: The Sentence of Death in Ourselves 1. Teologia. 2. Vida Cristã 2. Graça 3. Fé. 4. Alves, Silvio Dutra I. Título CDD 230  3 Mas nós tivemos a sentença de morte em nós mesmos, para que não confiemos em nós mesmos, mas em Deus, que ressuscita os mortos, que nos libertou de tão grande morte e nos livra, em quem confiamos que Ele ainda nos livrará. (2 Cor 1: 9, 10)  P odemos admirar a graça de Paulo, e surpreender-nos com a profundidade e variedade de sua experiência, e quase invejá-lo pela abundância de suas revelações e consolações. Mas, nós o invejaríamos por suas aflições profundas, por suas perseguições cruéis, por suas pesadas provações, por suas tentações dolorosas, por seus sofrimentos incessantes por amor de Cristo? Quando lemos sobre ele sendo arrebatado ao terceiro céu, e ouvindo palavras inexprimíveis que não era lícito (ou possível) para um homem pronunciar , podemos desejar ser igualmente favorecidos; mas o que diríamos se tivéssemos o posterior espinho lacerante na carne, o impiedoso e implacável mensageiro de Satanás para nos esbofetear? Podemos invejá-lo por suas abundantes consolações; mas nós cobiçamos os seus açoites, as suas prisões, os seus tumultos, os seus trabalhos, as suas vigílias, os seus jejuns? E quanto ao que deveríamos pensar, dizer ou fazer, deveria a sua sorte ser a nossa, como ele mesmo a descreveu tão vividamente? Três vezes fui açoitado com varas, uma vez fui apedrejado, três vezes sofri naufrágio, uma noite e um dia passei no abismo; em  viagens muitas vezes, em perigos de rios, em perigos  4 de salteadores, em perigos dos da minha raça, em perigos dos gentios, em perigos na cidade, em perigos no deserto, em perigos no mar, em perigos entre falsos irmãos.”  (2 Cor 11:25, 26). Poderíamos suportar um décimo de tais aflições como ele aqui enumera? Mas, estas coisas devem ser colocadas uma contra a outra, pois há uma proporção entre elas, como ele declara neste capítulo: Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e Deus de toda a consolação, que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, pela consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus. Porque, como as aflições de Cristo transbordam para conosco, assim também por meio de Cristo transborda a nossa consolação. (2 Cor 1: 3-5). E para nos mostrar que esses sofrimentos e essas consolações, tanto na sua natureza quanto na sua proporção, não são peculiares aos apóstolos e ministros, ele diz, dirigindo-se a seus irmãos coríntios: e a nossa esperança acerca de vós é firme, sabendo que, como sois participantes das aflições, assim o sereis também da consolação. Se não há sofrimento, então, nenhum consolo; se nenhuma aflição, nenhum prazer; se não há provação, nenhum apoio; se não há tentação, nenhuma libertação. Não

Comparing CMSs

Jul 31, 2017

El Liderazgo Es

Jul 31, 2017
Search
Tags
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks