Documents

A Tentação de Jesus

Description
A Tentação de Jesus
Categories
Published
of 7
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  EBD 26/04/2015 Que é a Palavra de Deus? As Escrituras Sagradas, o Velho e o Novo Testamento, são a Palavra deDeus, a única  regra de fé e prática!! Tim #$%& ' Pedro $#$( '$& !sa )#'*& +uc $%#'(, $& al $#)-(A Escritura deve nos levar além de nossas necessidades perce.idas paranossas necessidades reais, e li.ertar-nos do há.ito de nos en/ergar pormeio das imagens sedutoras, clich0s, promessas e prioridades da culturamassificada 1 s2 3 lu4 da verdade de Deus 5ue n2s nos entendemos corretamente ea.rimos os olhos para a provisão de Deus para a nossa sociedade A67.lia, portanto, precisa ser ensinada e pregada na igre8a 9s serm:esprecisam ser e/posi;:es da 67.lia e de seus ensino, não a e/pressão deopinião ou de idéias do pregador Não devemos aceitar menos do 5uea5uilo 5ue Deus nos tem dadoA o.ra do Esp7rito Santo na e/peri0ncia pessoal não pode serdesvinculada da Escritura 9 Esp7rito não fala em formas 5ue independemda Escritura < parte da Escritura nunca ter7amos conhecido a gra;a deDeus em =risto A Palavra .7.lica, e não a e/peri0ncia espiritual, é o testeda verdade Sola Scriptura >eafirmamos a Escritura inerrante como fonte ?nica de revela;ão divinaescrita, ?nica para constranger a consci0ncia A 67.lia so4inha ensinatudo o 5ue é necessário para nossa salva;ão do pecado, e é o padrãopelo 5ual todo comportamento cristão deve ser avaliadoNegamos 5ue 5ual5uer credo, conc7lio ou indiv7duo possa constranger aconsci0ncia de um crente, 5ue o Esp7rito Santo fale independentementede, ou contrariando, o 5ue está e/posto na 67.lia, ou 5ue a e/peri0nciapessoal possa ser ve7culo de revela;ão!@PE=A6!+!DADE DE ESBS  Podemos argumentar que a pessoa que resiste à tentação conhece todo o poder da tentação.A impecabilidade de Cristo “aponta para uma tentação muito mais intensa, não menosintensa” . Alguém que cede à tentação não sente todo o seu poder, pois cede enquanto atentação ainda não chegou à sua força total, não chegou ao seu extremo. Somente o homemque não cede a uma tentação, “no que diz respeito àquela tentação em particular, éimpecável, [e] conhece aquela tentação em toda sua extensão”.Mas uma pessoa que não peca é realmente humana? Como Erickson destaca, “sedissermos não, estamos sustentando que o pecado faz parte da essência da naturezahumana” . Indo um pouco além, “tal concepção deve ser considerada uma heresia porqualquer pessoa que creia que a humanidade foi criada por Deus, já que Deus seria então acausa do pecado, o criador de uma natureza essencialmente má”. Como abordado nocapítulo 11, segundo as Escrituras, o pecado não faz parte da essência da natureza humana.Erickson destaca que a pergunta correta é: somos tão humanos quanto Jesus? “Pois o tipo denatureza humana que cada um de nós possui não é a natureza humana pura. A verdadeirahumanidade criada por Deus foi, no nosso caso, corrompida e danificada. No fim, só houvetrês seres humanos puros: Adão e Eva, antes da queda — e Jesus”. 143  Após a queda, os sereshumanos não passam de versões corrompidas da humanidade. Como Ericskson conclui:“Jesus não é apenas tão humano quanto nós; ele é mais humano. Nossa humanidade não éum padrão pelo qual possamos medir a dele. Sua humanidade, verdadeira e não adulterada,é o padrão pelo qual nós seremos medidos”.  Que é pecado? Pecado é qualquer falta de conformidade com a lei de Deus, ou a transgressão dequalquer lei por Ele dada como regra, à criatura racional.Rom. 3:23;  !oão 3: ; #al. 3:$%2.  !E !#$% DE &ES'S 9s evangelhos nos dão poucas informa;:es so.re os primeiros anos davida de esus, vimos Ele no templo aos $' anos de idade, e, depois, apr2/ima ve4 em 5ue vemos esus é 5uando Ele vai ao rio ordão para ser.ati4ado por oão o 6atista& e Ele tem * anos de idadeA .7.lia nos conta 5ue Ele cresceu como filho de ose e @aria, e 5ue tudoindica 5ue Ele cresceu em um am.iente de carpintaria @ais a referencia mais usada no ensino de esus é a imagens retiradas dasociedade de sua época do campo da alvenaria, e isso poderia ser um  pouco surpreendente para nos, por5ue não pensamos em esus comoestando no negocio de carpintariaEra uma tarefa .astante árdua, onde as arvores eram cortadas, epreparadas pelo carpinteiro, e na5ueles dias não havia o e5uipamentosofisticado 5ue temos ho8e6em, vemos a importCncia do .atismo de esus, 3 medida 5ue Ele veio,apresentou-se a oão, e oão protestando por ele .ati4ar esus, e 5ueesus o .ati4asseAi esta a importCncia do .atismo, 5ue esus está voluntariamente sesu.metendo a toda a dimensão da +ei de Deus (as )* outro i+portante ele+ento  5ue temos de entender a respeitode seu .atismo, por5ue nos é dito na ocasião do .atismo uando todo o povo estava sendo .ati4ado, tam.ém esus o foi E,en5uanto ele estava orando, o céu se a.riu e o Esp7rito Santo desceuso.re ele em forma corp2rea, como pom.a Então veio do céu uma vo4#FTu és o meu Gilho amado& em ti me agradoF+ucas #'$-''Esta é a sua ordena;ão& este é seu comissionamento divino para a suavoca;ão messiCnica esse é o momento em 5ue o Esp7rito Santo vemso.re Ele, para fa4er dele o ungido de Deus, ou o =hristosH de Deus,por5ue o titulo =ristoH significa o ungidoHEntão esus está agora ungido para o ministério, e ele é ordenado porDeus e separado para come;ar a voca;ão para a 5ual ele foi enviado aomundo em primeiro lugar % outro ele+ento  no registro do .atismo 5ue é importante 5ue nos édito 5ue Deus falou audivelmente do céu nessa ocasiãoIá tr0s momentos no Novo testamento de Deus falando audivelmente, e,em cada uma dessas ocasi:es, a mensagem é su.stancialmente amesma& declarando 5ue esus é seu Gilho Tu és o meu Gilho amado, em ti me compra4oH   +ucas #''E então as Escrituras no di4em 5ue imediatamente 5ue ap2s seu .atismo,o mesmo Esp7rito 5ue o havia ungido, o mesmo Esp7rito 5ue desceu so.reele agora o impelia ou o condu4ia para o deserto, para ser tentado porSatanásE o 5ue segue no registro do evangelho é a historia da tenta;ão de=ristoVem-me a mente o per7odo de prova;ão de Adão e Eva 5uando estavamno ardim, e como eles foram atacados pela serpente E a serpenteprevaleceu e os levou ao pecado 9ra, um dos mais importantes temas do Novo Testamento a respeito deesus é 5ue ele, em seu oficio messiCnico devia cumprir muitasresponsa.ilidades, e uma das 5uais é cumprir o papel do Segundo Adão,o representante da nova humanidade, e alcan;ar vitoria onde o primeiroAdão foi derrotadoEntão, em nome de seu povo, de sua prole, JTodavia, ao Senhor agradoumo0-lo, fa4endo-o enfermar& 5uando a sua alma se puser por e/pia;ãodo pecado, verá a sua posteridade, prolongará os seus dias& e o .ompra4er do Senhor prosperará na sua mãoH !sa7as K #$*L é como se esusfosse condu4ido de volta ao lugar da tenta;ão, e ele é su.metido a esserigoroso testeAssim a sua primeira missão não é pu.lica, mas uma missão particularreali4ada na arena desolada do deserto da udeia+em.re-se do am.iente 5ue Adão e Eva foram tentados 9 local ou oam.iente do ata5ue da serpente contra eles, foi em um .el7ssimo ee/u.erante para7soEles foram atacados por Satanás no meio de uma e/peri0ncia onde lhesfoi dado o privilégio de comer livrementeE ainda assim, o am.iente da tenta;ão de =risto é nesse desertodesolado e durante um 8e8um de 5uarenta dias, onde ele não pode comernadaEm meia a muitos contraste do primeiro Adão e o Segundo Adão, Aindaassim, a coisa 5ue se destaca 5ue não podemos es5uecer entre atenta;ão de Adão e a tenta;ão de esus
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks