Documents

A Vida Na Escola e a Escola Da Vida

Description
A vida na escola e a escola da vida O livro “a vida na escola e a escola da vida” de Claudius Ceccon, Miguel Darcy de Oliveira e Rosiska Darcy de Oliveira, tem como objetivo para todos nós (sociedade) a realidade em que vivemos na área da educação. Que no qual muitas pessoas não têm noção do problema e o pior ainda, não sabem de onde vem o problema e como resolvêlo. Sim, “ninguém está contente com a escola”, menciona o autor. Todos vivem se queixando da escola e que as coisas não podem continua
Categories
Published
of 2
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
    A vida na escola e a escola da vida O livro “a vida na escola e a escola da vida” de Claudius Ceccon, Miguel Darcy de Oliveira e Rosiska Darcy de Oliveira, tem como objetivo para todos nós (sociedade) arealidade em que vivemos na área da educação. Que no qual muitas pessoas não têmnoção do problema e o pior ainda, não sabem de onde vem o problema e como resolvê-lo. Sim, “ninguém está contente com a escola”, menciona o autor. Todos vivem se queixando da escola e que as coisas não podem continuar desse jeito. Os pais estãopreocupados e insatisfeitos.Muitas vezes os filhos não conseguem vagas nas escolas e quando conseguem, tiramnotas baixas, são reprovados e correm o risco de sair da escola. Para os pais, osculpados são os próprios filhos ou professores. Os pais também se sentem culpados.Os professores se sentem cansados, e com razão, salário indigno. São cercados pordificuldades. Só esses pequenos problemas entre tantos já faz com que o professor nãotrabalhe de forma apropriada.O autor comenta que os professores para se defender de tudo, adotam por vezes, umaatitude autoritária. Isso já não é bom.Os alunos sentem que a escola não foi feita para eles. O professore não é visto comoum amigo. Os problemas são tantos na vida das crianças que elas vão perdendo amotivação para continuar.Um absurdo uma professora tratar seus alunos fazendo acepção.Pois comenta que os mais pobres são os mais desfavorecidos. Não são ouvidos e sãodesprezados. Como aguentar uma situação dessas ?Se a lei diz que a escola existe para todos, por que o exclusivismo ? Aceita-se um,rejeita-se outros. Durante muito tempo a escola esteve reservada a uma pequenaminoria.Outro ponto, na linha da memória e que é uma tolice, são as reprovações. Não atingemda mesma maneira crianças de diferentes meios sócio-culturais.São as crianças bem pobres que fracassam nas escolas e são forçadas a interromperseus estudos.Como se os pobres fossem menos capazes que os ricos.  São detalhes importantes : De quem é a culpa do fracasso ? É da própria criança ? É dafamília da criança ? A culpa seria da criança que trabalha ? Da professora ? Ou dapobreza ? “ Mas será que é justo continuar a pôr a culpa do fracasso das crianças mais pobres inteiramente na pobreza e absorver a escola de qualquer responsabilidade ?”   “Mas se as crianças pobres fracassam, isso não é culpa delas. É consequência de uma série de coisa s que podem ser mudadas”“O autor comenda que é preciso conhecer a escola por dentro, o que acontece com ascrianças dentro da escola.”  Para finalizar o autor do livro menciona que a escola da vida começa em casa, aeducação não começa na escola. Com certeza ! E que a maneira de ensinar tem que sermudada, que o povo pode mudar a escola. E o caminho a ser seguido para a mudança éo mesmo caminho que o povo já vem trilhando em busca da solução.O povo aprende na medida em que vai vendo mais claro onde está a raiz de cada umdos problemas e unidos as coisas irão mudar. É preciso levar para dentro da escola aslições que o povo tem aprendido e ensinado na escola da vida. É só enfrentar oproblema.

hidraulica

Aug 21, 2017
Search
Tags
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks