Documents

A-VISAO-DO-MDA

Description
A-VISAO-DO-MDA
Categories
Published
of 57
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  A visão do MDA ÍNDICE CAPÍTULO 1 Introdução02 CAPÍTULO 2  A Importância da Igreja Local 04 CAPÍTULO 3  A Importância da Célula 07 CAPÍTULO 4  A importância do Discipulado Um a Um ! D A #0$ CAPÍTULO 5 %s &ipos de 'rupos (e)uenos*+ CAPÍTULO 6  A ,scada do -ucesso na .isão do ! D A */ CAPÍTULO 7 Discipulando Com ,ic1cia* CAPÍTULO 8 %s &r3s 56eis do Discipulado2* CAPÍTULO 9  A .isão de Um Discipulado muito (roundo2+ CAPÍTULO 10 % ue é o Discipulado .ital5cio ! D A . # 24 ANEXO !odelo da Agenda -emanal#2 IGREJA DA PAZ1  CTL – Centro de Treinamento de LíderesO Coração Da Igreja Loa! CAPÍTULO 1 INTODU! O1#A I$E%A EM C&LULA'  A Igreja do -en8or 9esus est1 atualmente e:perimentando uma mudança de paradigma ao redor do mundo ,sta mudança est1 acontecendo na 6isão; estrutura; e uncionamento da Igreja Local ,u me reiro ao resgate da pr1tica da Igreja (rimiti6a de se reunir nos lares (or muitos anos; di6ersas igrejas tem promo6ido células ou grupos caseiros <; mas como um entre muitos ministérios A 6isão da igreja neo<testament1ria; porém era =em dierente a Igreja (rimiti6a; os cristãos se reuniam nos lares; não como uma opção; mas por)ue o coração da Igreja Local < e o centro de suas ati6idades < era nos seus lares ,sta mudança de paradigma tem sido c8amada; por alguns; de -egunda >eorma A (rimeira >eorma; oi liderada por !artin8o Lutero ao le6ar a Igreja de 6olta ?s suas srcens doutrin1rias =aseadas somente na (ala6ra de Deus ,sta -egunda >eorma est1 le6ando a Igreja de 6olta ?s suas estruturas srcinais no sentido de restaurar a @Igreja no Lar e colocar o ministério nas mãos do po6o uando uma Igreja Local; realmente passa por esta -egunda >eorma; os grupos nos lares Células# se tornam o coração da)uela igreja ,ste tipo de igreja tem sido c8amada de Igreja de  Células em contraste com  a Igreja com Células  B onde as Células são uma de muitas opçes#; ou igreja em Células em contraste com a igreja com Células # 2#A I$E%A EM C&LULA' NA (I' O DO M#D#A# &odas as maiores Igrejas Locais do mundo j1 estão neste no6o paradigma promo6ido pela -egunda >eorma todas são Igrejas em Células ,:istem; porém; di6ersos modelos de Igrejas em Células % @!odelo /E/ é usado pelo (r Da6id Fonggi C8o pastor da maior Igreja do mundo com 700 000 mem=ros# ,ste modelo organiGa cada / grupos de=ai:o de um super6isor e assim por diante &al6eG; mais )ue )ual)uer outro 8omem; Deus tem usado o (r Da6id Fonggi C8o para moti6ar muitas e muitas igrejas; para entrarem na 6isão de células Um outro método desen6ol6ido pelo Dr >alp8 eig8=our 9r ; é o @!odelo dos 'rupos de Interesse ,ste modelo d1 a c8ance de cada mem=ro ormar @-u=<'rupos gan8ando pessoas para 9esus na 1rea de seu interesse InHmeras igrejas ao redor do mundo estão praticando este modelo Ultimamente muitas igrejas estão implantando um modelo )ue se c8ama @' *2 'rupos de Discipulado de *2 pessoas# )ue tem tido um sucesso impressionante na igreja e6angélica @!issão Carism1tica Internacional de ogot1; ColJm=ia A 6isão é de )ue todos sejam l5deres; e uma das 6antagens deste modelo é )ue o discipulado tem 65nculos mais duradouros IGREJA DA PAZ   CTL – Centro de Treinamento de LíderesO Coração Da Igreja Loa! Um modelo ainda mais recente )ue tem surgido é o A D ! Apostolic Disciples8ip !odel#; )ue em portugu3s é ! D A !odelo de Discipulado ApostKlico# ,ste modelo prioriGa o discipulado um a um; e tam=ém procura apro6eitar as 6antagens dos outros modelos a 6isão do ! D A ; é poss56el ? Igreja Local gan8ar multides para 9esus sem dei:ar de cuidar =em de cada cristão B é o modelo de discipulado um a um em ação9esus; sendo o primeiro ApKstolo; demonstrou )ue o discipulado era um conjunto de atores comoM con6i63ncia ; o modelar do ministério; in6estir um a um; in6estir em grupo de discipulado; orar juntos; congregar juntos; etc .emos; depois; os apKstolos e l5deres da Igreja (rimiti6a seguindo este modelo ,m nen8um outro lugar diG )ue )ual)uer um deles te6e doGe disc5pulos % nHmero era o=6iamente le:56el A 5=lia dei:a =em claro; porém; )ue o @!odelo  ApostKlico de Discipulado )ue 9esus 8a6ia iniciado continuou arna=é oi atr1s de -aulo (aulo# e o=6iamente in6estiu muito na 6ida dele (aulo in6estiu muito em -ilas; &imKteo; Lucas; etc A 8istKria diG )ue (edro in6estiu muito em 9oão !arcos e assim por diante ,ste é o @!odelo de Discipulado ApostKlico !ateus 2NM*N<20 II &imKteo 2M2 % !odelo de Discipulado ApostKlico o !odelo ! D A # a=range di6ersos atores englo=ados na Igreja Local -em dH6ida; o ator central do !odelo de Discipulado ApostKlico ! D A # é o discipulado um a um )ue todos na igreja rece=em porém; este modelo ! D A# ala da 6isão geral de como cremos )ue a Igreja Local de6e uncionar !esmo )ue pudéssemos alar =em proundamente acerca dos outros modelos das Igrejas em Células; nesta apostila estaremos desen6ol6endo a @.isão do ! D A  &emos aprendido muito com tantos e:celentes modelos de Igrejas em Células; e )ueremos continuar aprendendo mais e mais com todo o Corpo de Cristo a -ua rica graça e misericKrdia; Deus tem dado uma 6isão clara e n5tida uma 6isão )ue tem uncionado e produGido rutos permanentes uma 6isão )ue tem a plena =enção e conirmação da nossa liderança  A Visão do M.D.A.!!!  IGREJA DA PAZ#  CTL – Centro de Treinamento de LíderesO Coração Da Igreja Loa! CAPÍTULO 2 A IMPOT)NCIA DA I$E%A LOCAL “O SENHOR me respondeu, e disse escree a isão, raa#a so$re %&$uas, para 'ue a  possa ler a%é 'uem passa correndo(. (Habacuque 2;2).  A .isão do ! D A 6em do ,sp5rito -anto e é somente pelo ,sp5rito -anto )ue alguém pode implant1<la !uitos 8omens e mul8eres tem in6estido as suas 6idas para termos 8oje o conteHdo desta 6isão !eu irmão (r Lucas Ou=er; morreu pela 6isão %utros tem tido perdas )ue somente a eternidade poder1 os recompensar ,sta 6isão tem sido gerada !uitos de nKs temos pagado um preço muito grande; e ainda estamos pagando; para )ue esta 6isão possa ser alcançada  A !issão (AP tem como inalidade undar *00 000 Igrejas B e Isto é -K o Começo A .isão do ! D A tem tudo a 6er com isto Dei:e<me e:plicarM9esus disseM @uscai; pois; em primeiro lugar; o -eu >eino  !ateus M++# Deus est1 implantando o -eu >eino a)ui na &erra e ,le tem dei:ado =em claro )ual é a 6isão dQ,le para nKsMDeus 8a6ia dito para o OomemM @-ede ecundos; multiplicai<6os; enc8ei a terra  '3nesis *M2N# (or)u3R (or)ue Adão e ,6a goGa6am de pereita comun8ão com Deus e assim reletiam a glKria de Deus pereitamente a medida )ue eles o=edecessem a ordem de crescer e multiplicar; toda a terra icaria c8eia da glKria de Deus como as 1guas co=rem o mar IGREJA DA PAZ$
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks