Magazine

A VOZ RP - 1988

Description
A P CONHEÇ WHOO A AR E A NOV M CA D I R M TÊN S DA RAMA I ! C HE A WH P ON Ç OO A OV M RC DE N A A A T NIS DA AMAR M! Ê R I Fundada em 15 julho de 1956 pelo…
Categories
Published
of 12
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
A P CONHEÇ WHOO A AR E A NOV M CA D I R M TÊN S DA RAMA I ! C HE A WH P ON Ç OO A OV M RC DE N A A A T NIS DA AMAR M! Ê R I Fundada em 15 julho de 1956 pelo Comendador Geraldo Antão Piedade (1912-1984) | Jornalista Responsável: Daniel Vasconcellos | R. Felipe Sabbag, 200 - 3ºa. | sl.4Q3 | Distribuição Gratuita | Ano LVII | Nº 1988 | Sexta-feira, 27 de junho de 2014 Volpi recebe visita de Ministra do Uruguai Comerciante e Vanessa Damo brigam na justiça Av. Francisco Monteiro, 1376 - Roncon ACEITAMOS TODOS OS CARTÕES Saulo tem 58 assessores de gabinete PTB realiza neste Domingo convenção estadual 02 Editores: + Com. Geraldo Antão Piedade (1956-1984) Marcelo Marques Jornalista Responsável: Daniel Vasconcellos - MTB: 42.112/SP Editoração e Direção Comercial: Marcelo Marques Publicação semanal de Veritas Comunicação S/S Ltda. CNPJ 09.147.848/0001-12 Administração e Redação: Rua Felipe Sabbag, 200 - 3ºandar | sala4 Q3 Tel.: (11) 4823-6494 - E-mail: vozjornalismo@gmail.com Sexta-feira, de 201427 de junho Assessoria jurídica: Marcus Tiberio Manoel - OABSP 182526 Colaboradores: Casa das Idéias, Ribeiro Pires, Egle Munhoz Publicidade: vozpublicidade@gmail.com Periodicidade semanal. Distribuição gratuita em todos os bairros de Ribeirão Pires/SP uitosdesabafamdizendoqueaclasseestádesacreditadaequetem vergonhadedizerqueé,masnãodeixamdeladoasmordomiasinerentes a função. Outros aproveitam momentos para se erguer em buscadeumespaçonocenárioeleitoral.Oquetodosqueremmesmoéestarlá! Há também os que gostam de rondar, de estar por perto, de aproveitar sobrasemigalhasdeixadaspratrás.Sãosempreosmesmosemudamderumo de maneira inescrupulosa, dando a informação de que estão ali por um motivo só:suaprópriasubsistência. Não é só aqui e nem é só lá que isso acontece. O Brasil inteiro está acostumadoaviveressasituação.Portrásdeumpolíticoexistenomínimo500pessoas vivendo de ajudinhas e esmolas. E isso não é culpa da população, a própria classepolíticacriouessasituação. Nãoéopovooresponsávelpelabadernaemqueestáonossoamadopaís. Não é o povo culpado pela falta de educação e pela agressividade para com a classe política. Se ontem você ofereceu vantagens para ter 'amigos' e hoje não pode mais fazer o mesmo, os 'zumbis' continuarão a lhe rondar, pois foram acostumadosaessasituação. Como animais que sempre buscam uma fonte fácil e segura para se alimentar, a população vive de pequenas ajudas aqui e acolá, sem se preocupar com o todo. Esquecemos que pensar em políticas públicas não é ver apenas a suacalçada,éveraruainteira.Enãosóasua,mastodas. É preciso ser cidadão todos os dias e não somente em época de eleição. Ser cidadão apenas no mundo virtual também é muito cômodo e confortável, mas não adianta nada. Assim como não adianta denunciar os desmandos da classe política apenas até conseguir uma 'boquinha'. Tem que fazer isso de maneiraindependente. O povo precisa se unir para exigir direitos e se tornar uma sociedade. Conquistar direitos para todos, independente de visão política ou sigla partidária. Nosso município é muito pequeno e pobre para sofrer com a corrupção. Ou cobremosjuntosoqueprecisamos,oucontinuaremosachoramingarpeloscantos,aproveitandoasmigalhasdeixadasparatrás. Não devemos nunca nos esquecer que a história da cidade vai se construindo em mandatos que sempre duram quatro anos. É você e sua família que escolhequemdeveounãocontinuar.Évocêesuafamíliaqueescolhequemvai continuar 'mamando' no poder público. Se votar sempre igual, nunca vai mudar. M Ser político ou estar político? pontodevista Mal começaram a aparecer as primeiras informações sobre a realização do Festival do Chocolate em Ribeirão Pires, previsto para o período de 8 a 31 de agosto, para que as manifestações pró e contra também brotassem nas redes sociais, no cafezinho da padaria,nasfilasdasubs´s,dosbancosouaindadossupermercados. Aturmado“deixadisso”torceparaqueafestanãoaconteça,sobalegaçõesdequea cidade tem outras necessidades, inclusive emergenciais, principalmente nas áreas da saúde,segurançaeeducação. Jáaturmado“setivereuvou”torceparaquesefaçaumafestamodesta,comaparticipação de artistas locais misturada aos shows de maior porte, que sabidamente são o grandeatrativoparatrazerapopulaçãodeforadacidade. Por fim, outro grupo defende que a festa aconteça em grande estilo, considerando queoFestivaldoChocolateéograndemomentoturísticodacidade. Relembremos que no ano passado a prefeitura, ou melhor, o próprio prefeito Saulo Benevides deu ordem para o cancelamento da festa, alguns dias depois da coletiva de imprensa que fez o lançamento oficial para toda a mídia local e contrariando alguns de seussecretáriosquedefendiamarealizaçãodofestival,considerandoinclusiveanecessidadedomesmoacontecerparaamanutençãodotítulodeEstânciaTurísticaqueomunicípiocarregaedeveriahonrar. Alegando que ainda estavam “penduradas” ou “em aberto” as contas de edições anteriores do evento e que além de tentar quitá-las, considerava mais importante direcionar verbas para as áreas que todos nós sabemos serem emergenciais, o prefeito chamouparasiaresponsabilidadepeladecisãoevirouosacodepancadasdavez. Agradoualgunsedesagradoutantosoutros,masassimsefezenãotivemosoevento. Entretantoestáaíafestanovamenteempautaeosquestionamentossobresuarealizaçãoounãocomeçamapipocar,afinal,opinartodospodem. Fato é que uma cidade não consegue ser reconhecida como turística e muito menos semantêmessetítulocomapenasumeventoanual. É preciso antes de mais nada encontrar qual o verdadeiro potencial turístico da cidade e fazer dele uma constante que traga para o município visitantes interessados em conheceracidadeemovimentarocomérciolocaldurantetodooano. É preciso também recuperar os equipamentos turísticos que a cidade possui, que se encontramabandonadossemmanutenção,impedindoautilizaçãopelapopulação,mas sendoatrativoparaos“amiguinhosdoalém”queusamessesespaçosparapráticasilícitas. Se teremos festa ou não ficará mais uma vez na decisão do “chefe da casa”, assim como acontece no meu lar e provavelmente no seu, sempre que colocamos as contas e compromissosahonrarsobreamesa. Esperamos então que ele tenha responsabilidade para decidir se teremos festa, festinha,festão,ouquemsabe,nadadisso! Egle Munhoz, Comunicóloga responsável pelo site Ribeirão Pires Tem eglemunhoz@ribeiraopirestem.com.br Festa, festinha, festão... ou nada disso??? E-mail: rp@qprinter.com.br Fone: 4828-6445 ou 4825-6085 O Jeito Fácil de Comprar Av. Francisco Monteiro, 508 / 518 - Ribeirão Pires E-mail: hidelpa@hidelpa.com.br - Site: www.hidelpa.com.br Materiais e Serviços 4823 -595 9 / 4825 -7750 Rua Felipe Sabbag, 162 - Centro - Ribeirão Pires 4827.6686 pontodevista Ribeiro Pires - E-mail: colunadoribeiro@hotmail.com Saudações, nação ribe- ma, sem cultura, sem comfome. fanfarrão, a administração irãopirense! Mias entupido museu, sem opções espor- E a Aciarp vai cuidar do tácheia,amigo! que banheiro público e tivas,saúdedequalidadee Festival neste ano? Ou E o ex-prefeito da barba narizdegripado!Maisaper- educação pros nossos ainda tão magoados com o branca? Já tirou o pijama? tado que calça de funkeira filhos.Tábompravocê?Pra cancelamento do ano pas- Por trás da neblina, dizem e fim de mês do trabaiadô quem tem convênio e paga sado? Vamuvê. Enquanto quetápensandoemserpreassalariado! Mais procura- escola particular sim, mas isso, nos bastidores, a feito de novo. Mas o cara do que macarrão da nona e a maioria do povo? Eu informação é de que o pre- pode concorrer? Sei não. com frango assado! Alô, quero é busão 24h, saúde feitojáentroucomopedido Dizem que a ideia é lançar terra da neblina! Vai um quefuncionaeensinomuni- de férias. Vai viajar de um outro nome do grupo. dinheiro aí? Chama a presi- cipaldegraça,gente! novo?Eitavidão! Enquanto isso, o Marcão denta,rapá! Vai ficar bonito o viadu- E o palhaço o que é que Barba Podre segue firme, É que a Dilma ligou pro to, principalmente quando é?Naprefeitura,évira-casa forte e louco na ideia de ser Saulo. “Ô, meu filho, quer apopulaçãosemsaídador- mesmo. Tomou um chega prefeito. Quem vota? O vice grana pra fazer viaduto? mir ali embaixo. De concre- pra lá da prefeitura e agora é o Paulão. Acorda, RibeiToma aqui, chorão! Eu sou to mesmo, até agora, é a só fala mal do governo. Pô, rão! a mina”. Daóra, agora é afirmação da prefeitura de o cara era funcionário fan- Vounessacomprarpipoesperar o concretão erguer que se não tem teleférico tasma? Há! Há! Há! Perdeu caqueoBrasilaindatávivo a estrada que vai custar nem zoológico, o Festival a boquinha e agora a coisa na Copa! Simbóra caçar caro e vai trazer o que de do Chocolate tá garantido. não funciona? Pra você ver preá no mato pra assar na bom mesmo? Facilidade Tá mesmo? Vem coisa legal como é que são as coisas, fogueira. Um beijo pra praquemandadecarro. ou só os amigos do gospel umdiaéamigo,nooutroini- cumadre, um abraço nos Tá tudo beleza, tamo de cachê caro? Divulga a migo, depende da grana cumpadi. Pula fogueira, iá andando de carro semino- programação com degusta- que pinta no bolso. De iá!Fui! vo numa cidade sem cine- ção pra nóis aí, rapá! Tô palhaço e comissionado Ribeiro Pires Viaduto pá nóis dormir embaixo! 03Sexta-feira, 27 de junho de 2014 Wilson Cunha Perito Avaliador Imobiliário / CNAI 7092 Corretor de Imóveis/CRECISP 45585-2ª Região Avaliação mercadológica de imóveis urbanos para fins comerciais, extrajudiciais e judiciais. Trabalho técnico com descrições, contextualização, diagnóstico, homogeneização de dados e valor atualizado do imóvel, com base na ABNT (autorizado NBRs 14653-1/2/3). 4823-6321 97455-0309 Ivan Hussni – Sebrae-SP Chega a hora em que que a primeira coisa a queaaceitaçãodaspesso- lhava na Bolsa de Valores você quer finalmente colo- fazer é montar um plano as, veja quanto pode quando os molhos de car em prática o projeto de de negócio incluindo deta- cobrar e faça ajustes para pimenta feitos pelo sogro ter um negócio próprio. No lhes do produto ou serviço chegar ao mercado o mais chamaram sua atenção. entanto, precisa do seu a ser oferecido, estudo do seguropossível. Passouentãoatestaroproempregocomcarteiraassi- mercado, análise da viabi- O planejamento ajuda dutocomcolegasdetrabanada para garantir o sus- lidade, levantamento de adefiniradataparaonegó- lho, viu que tinha perspectentoatéaempresaengre- custos, concorrentes, ris- cio começar. Senão, o tiva e organizou o negócio. nar. A solução parece ser, cos e oportunidades, empreendedor pode aca- Levou as duas atividades em um primeiro momento, estratégias de divulgação baradiandooinícioindefi- paralelamente até que, exercer as duas atividades e tudo mais relacionado à nidamente por julgar sem- cerca de dois anos depois, simultaneamente. Muita iniciativa. Esse plano deve pre faltar algo. Por isso, pôde deixar o emprego e gente começa dessa for- ser realista. Nada de entu- estabeleçametas. se dedicar exclusivamente ma. siasmo exagerado, que Selecione bem quem aoempreendimento. Se esta é sua opção, leva a precipitações, nem vai trabalhar com você, Dificuldades surgirão, esteja certo de que será temores excessivos, que busque pessoas a quem mas o verdadeiro empreuma fase de trabalho travamqualqueração. possa delegar tarefas, endedor é persistente. intenso e que exigirá disci- O período de transição pois terão de agir na sua Com dedicação, os obstáplina e organização para entre a vida de empregado ausência. Lembre-se tam- culos podem ser superadar conta da dupla jorna- eadepatrãopodeserapro- bém de separar as contas dos. Conte com Sebrae-SP da. O planejamento, regra veitado para testes. Dê pessoaisdasdaempresa. paraajudá-lo. de ouro do empreendedo- amostras do produto para Um empresário atendirismo, não pode ser parentes, amigos e outros do pelo Sebrae-SP seguiu menosprezado. Significa potenciais clientes. Che- esse caminho. Ele trabaIvan Hussni é diretor técnico do Sebrae-SP Do emprego fixo para o negócio próprio Precisando de um produ- fui para Santo André e no prito de uso geriátrico, fui pro- meiro local que entrei havia curar nos pontos de comér- grandes displays com vários cio de Ribeirão Pires onde tipos e tamanhos do produhavia probabilidade de to. Fui a uma farmácia que encontrar. Fui a todos os tem uma filial em Ribeirão supermercados, lojas espe- Pires e encontrei o produto e cializadas e farmácias da a marca que eu procurava cidade e, quando encontra- com preços e descontos va, só tinha tamanhos muito bons. Logo, as desculpequenos, quando eu preci- pas acima listadas não têm o savadetamanhogrande. menor fundamento mercaAs explicações recebidas dológico, trata-se, na minha foram: O tamanho grande opinião, de descaso com o não sai; Eles (matrizes de consumidor da cidade e falta empresas fora da cidade) de interesse em “servir”, eis não mandam; O fabricante aquestão. não vai mais fazer desse Conclusão, da próxima tamanho; Não sei se existem vez que precisar desse prooutras marcas; Não estamos duto, não vou perder tempo, recebendoultimamente. vou direto para o lugar que Vejo frequentemente tem e não será em Ribeirão campanhas da ACIARP ape- Pires. Quem sabe um dia lando para que as pessoas esses comerciantes acorcomprem em Ribeirão Pres- dam. tes, prestigiando o comércio PS: O produto em queslocalquedáempregosegera tão é roupa íntima geriátrica impostos. Ora, como presti- tamanho grande que é progiar um comércio que não se duzida por, no mínimo três preocupa com o consumidor empresas, sendo que o e está preocupado apenas comérciodeRibeirãoPiressó com o “produto que sai”, conheceumadelas. principalmenteemsetratando de farmácias que, como todo negócio tem que dar lucro, mas, este, tem a obrigação de disponibilizar produtos para o atendimento da população. A solução que encontrei: Daniel de Oliveira Alcântara, empresário do segmento de serviços, profissional de marketing há 49 anos, mestre em Marketing de Relacionamento e Professor universitário. Afinal, para que serve o comércio? vozdoleitor Encomendas Ligue: 4825.3189 RRee dada CCaarrnnee 04 Sexta-feira, 27 de junho de 2014 politica Volpi recebe visita de Ministra do Uruguai Diva questiona distribuição de cestas básicas PTB definirá Muraki como candidato a deputado O secretário adjunto de objetivo a troca de informa- sadas em conhecer nosso tra- Thiago Camilo, do judô, foram Esportes, Lazer e Juventude do ções sobre as atividades balho”–disseVolpi. formados nesses centros. A Estado de São Paulo recebeu esportivas desenvolvidas em Durante a conversa, a Secretaria de Esportes possui visita da ministra do Turismo e São Paulo. Liliam Kechichian e ministra se mostrou bastante hoje16centrosemtodooEstaEsporte do Uruguai Liliam Clóvis Volpi conversaram interessada no programa de do de São Paulo que trabaKechichian. O encontro fez sobre vários assuntos, entre excelênciaesportivadesenvol- lham na formação profissional parte da agenda da ministra os quais os Centros de Exce- vidopelaSeljequerevelaatle- de 1.270 jovens. As modalidano Brasil e ocorreu na sede da lência de Esporte. “É uma tasdepontanoscenáriosesta- des contempladas são vôlei, Secretaria de Esportes, em honra recepcionar autorida- dual, nacional e internacional. basquete, futebol, tênis, atleSão Paulo. A visita teve como des de outros países interes- MaureenMaggi,doatletismoe tismo,judôeciclismo. Vereadora Diva 'do posto' velpelaavaliaçãoeentregado enfrentando problemas finan- tação continuada da assistênBartolo [PR], apresentou um benefício. A vereadora questi- ceiros, que recorrem a nós em cia social e benefícios eventurequerimentoparasolicitarao ona ainda se há sistema de atitude desesperada. Mas ais, em caráter suplementar e executivo municipal, informa- controleparaaentregadosali- também recebemos esperta- provisório. ções sobre a distribuição de mentos e se houver recibos, lhões,queretiramcestasbási- A concessão de alimentos cestas básicas. De acordo querascópiasdosmesmos. cas em outros lugares e tam- é um atendimento destinado com o documento de número De acordo com a parla- bém vem aqui. Tem gente que àsfamíliasemsituaçãodevul485/14, a vereadora quer mentar,encaminhamentosfei- até vende as cestas para com- nerabilidade social e econôsaber a quantidade de cestas tos por seu gabinete não são prardrogas”,acredita. mica, identificadas por assisbásicas fornecidas mensal- atendidos, e a alegação é de A prefeitura informou que tentes sociais. Atualmente, mente, os critérios para a con- que não há disponibilidade. benefícios assistenciais se são entregues em média 60 cessão e quem é o responsá- “Recebemos munícipes dividem em benefício de pres- cestasbásicaspormês. OPartidoTrabalhistaBra- Muraki conta com o apoio sileiro - PTB, realiza neste do presidente estadual do domingodia29,apartirdas9 PTB,CamposMachado,queé horas da manhã, convenção deputadoestadual. que definirá seus candidatos A legenda está buscando paraas eleiçõesde2014. um trabalho de renovação na O evento, que acontece região do ABC Paulista e tem na Assembléia Legislativa do levantado nomes importanEstado de São Paulo, deverá tes e consquistado lideranconfirmar o ex-vereador de çasemtodasascidades. RibeirãoPiresAntonioMuraki A mais recente delas foi a como candidato à Deputado nomeação do ex-prefeito ClóFederalpelalegenda. visVolpiparacoordenação. Apropriação indébita - Continua dando o que falar o prêmio cidadelivredoanalfabetismoconcedidopeloMinistériodaEducação a Ribeirão Pires com base nos dados de 2010. Mais uma vezessasemana,asecretáriadeEducaçãoLeoMouraapareceu em um jornal da região para falar sobre uma conquista da gestão anterior. Pura apropriação indébita, já que a secretária se limitou a parabenizar a equipe e não disse uma palavra sequer sobreoqueaatualadministraçãotemfeitoparamanterouelevaressesmesmosindicadores. Missão cumprida - A se confirmar anúncio feito pelo vereador Hércules Giarolla nas redes sociais, a 9ª edição do Festival do Chocolatecomeçaem8deagosto.Indíciodequeoshomensfortes do governo de Saulo Benevides cumpriram a missão de remanejar os R$ 700 mil que faltavam para completar os R$ 1,5 milhão de recursos públicos que a Prefeitura deve investir na festa. Como havia um zum zum zum de que algumas licitações seriam canceladas para se conseguir o dinheiro, resta saber quemsaiuperdendonessahistória. Seráquedá?-SeoFestivalcomeçarmesmonodia8deagosto, a Prefeitura tem exatamente 42 dias para organizar a festa com toda a infraestrutura que um evento desse porte exige. Neste período em edições anteriores, já se conhecia a programação e a movimentação na cidade era enorme. No final de junho sempre acontecia o concorrido evento de degustação, espécie de previewcomapresentaçãodocardápiogastronômicoecultural da festa. Nos últimos dois anos, a festa de lançamento teve até selocomemorativooficialdoscorreios. Toneladas de alimentos - Outro zum zum zum em torno da 9ª edição do Festival do Chocolate é a expectativa sobre a cobrança de ingressos. Há quem diga que o Festival será feito em parceria com uma agência de eventos que poderá cobrar as entradas. Até agora nada foi comentado sobre a troca de ingressos por alimentos para as entidades sociais do Município, modelo muito elogiado nas duas últimas edições da festa. Em 2012, o FestivaldoChocolatearrecadou10toneladasdealimentos. Apertemoscintos...-Aordeméapertarocintoem2015.APrefeitura vai ter R$ 35 milhões a menos no orçamento do ano que vem, porque a receita deve cair de R$ 292 milhões para R$ 257 milhões. Infelizmente não se trata de zum zum zum. A previsão pessimista está na Lei de Diretrizes Orçamentárias que dá as coordenadasparaaelaboraçãodoorçamentoanual.AleijáchegouàCâmaraefoivotada,mascausouinsatisfaçãoentrevereadores. … o piloto sumiu - Apesar do espanto com a queda do orçamento,parecequeosparlamentaresterãodeapresentaremendas e votar a lei sem muitas explicações do executivo sobre a queda da receita. O prefeito Saulo Benevides se encontra em férias,osecretáriodeFinançasAntônioCarlosdeLimanãocompareceu a audiência pública obrigatória feita pela Câmara para falar do assunto e a LDO tem prazo regulamentar para ser votada. zumzumzum

Rulebook Sc2010

Sep 14, 2017
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks