Articles & News Stories

a04v35n6.pdf

Description
Download a04v35n6.pdf
Published
of 10
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  11~11 ARTIGOS SIGNIFICADODOTRABALHO UMESTUDOENTRETRABALHADORESINSERIDOSEMORGANIZAÇÕESFORMAIS * AntonioVirgílioBittencourtBastos Virgilio@ufba.br ~AnaPaulaMorenoPinhoOCléristonAlvesCosta PALAVRAS-CHAVE:significadodotrabalho,centralidadedotrabalho,valoresrelativosaotrabalho,normassocietaisrelativasaotrabalho. KEYWOR S meaningofworking workcentrality workvalues societalnormsandwork * ProfessordoDepartamentodePsicologiadaUFBAePesquisadordoCentrodeEstudosInterdisciplinaresparaoSetorPúblico(ISP/UFBA).~BolsistadeIniciaçãoCientíficadoProgramaUFBA/CNPq.OBolsistadeIniciaçãoCientíficadoProgramaUFBA/CNPq. (rae@eaesp.fgvsp.br)AssinaturaE-mail   RAE-RevistadeAdministraçãodeEmpresasSãoPaulo,v.35,n.6,p.20-29Nov./Dez.1995  SIGNIFICADODOTRABALHO UMESTUDOENTRETRABALHADORES SemelhançasediferençasentreoestudodoMeaningofWorkingInternationalResearchTeam 1987)paraoitopaísesedeSoares 1993)paraoBrasil,combasenumaapli-caçãodosdadosrelativosaocontextobra-sileiro. C ornoconstataLévy-Leboyer,  asati-tudescoletivasfrenteaotrabalhoforamsubmetidasaprofundasreviravoltase o significadodotrabalho,assimcomoasuaim-portânciafrenteaoutrasatividadeshumanas,mudaaolongodosséculosdemaneiraradicalenumerosasvezes sucessioamente ', Hoje,prossegueaautora,asmudançassociais,econômicas,tecnológicaseseusimpactosnaestruturadeempregoecondiçõesdetra-balhoestãoimplicandoumacomplexaemultifacetada  crisedasmotivações : um  enfraquecimentodovalorsocialepsicológicodaatividadeprofissional ...)desaparecimentoprogressivodaéticadotrabalhoedaconsciên-cia proiissional >. Parecehaver,comoassi-nalamHarmaneHorman,umaincapaci-dadedasociedademoderna,independen-tementedemodelospolítico-econômicosexistentes,deseorganizardeformaaga-rantiratodososcidadãos amplasoportu-nidadesdeencontrarumtrabalhosignificativoesatisfatório 3. Arelevânciaqueaesferadevidapes-soalocupadapelotrabalhoadquireparaamaioriadaspessoasdassociedadesmoder-naséevidentequandoseobservaqueeleéutilizadocomodefinidordaestruturadetempo(dias,meses,anos),divisorentreatividadespessoais(autodeterminadas)eimpessoais(heterodeterminadas),legiti-madorsocialdediferentesfasesdavida(estudo,trabalhoeaposentadoria),comoafirmamQuitanillaeWilpertt.Alémdis-so,otrabalhosecolocacomoumanecessi- ResemblancesanddifferencesbetweentheMeaningofWorkingInternationalResearchTeam'sstudyforeightcountries (1987) andSoares' (1993) forBrazil,based onan applicationoftherelativedata to theBraziliancontexto dadeexistencial,cujosrendimentosservemparaasatisfaçãodenecessidadeshuma-nas(alimentação,moradia,educação,la-zer,bem-estarsocial,arteeprestígio),tor-nando-se,portanto,umelementocríticocontribuidorparaoautoconceitoeidenti-dadepessoais.Assim,otrabalhopossuiumfortecaráterestruturantenosníveispes-soalesocial ,Omomentodeintensastransformaçõessociais,econômicas,tecnológicasepolíti-casquemarcamestefinaldeséculoéfértilemestimular,emperspectivasdiferencia-das,análisessobreosdeterminantesepos-síveisalteraçõesnosignificadodotraba-lhoparaosindivíduos.Nessecontexto,inserem-sealteraçõesimportantesnasati-tudesevaloresrelativosaotrabalho,comodestacamNorthcrafteNeale eOffermaneGowing ,Cresceodesejodeautonomia,departicipação,deexperiênciasdetraba-lhosignificativas,demaiorenvolvimentonasdecisõesqueafetamoindivíduo,deequilíbrioentreotrabalhoeoutrasesferasdavida. ACERCADOTRABALHOEDESEUSIGNIFICADO Umrápidoexamedousodotermotra-balhonanossalinguagemcotidianadeixaexplícitosdoisgrandeseixosdesignifica-doscomcomponentesavaliativosclara-menteantagônicos.Taiseixosrefletem,cer-tamente,asgrandestradições(histórico- © 1995,RAE-RevistadeAdministraçãodeEmpresas/EAESP/FGV,SãoPaulo,Brasil. 1.LÉVY-LEBOYER,C. Acrisedasmotivações. SãoPaulo:Atlas, 1994 p. 50. 2.Idem,ibidem,p. 59. 3.HARMAN, w. HORMAN,J. Otrabalhocriativo opapelconstrutivodosnegóciosnumasociedadeemtransfor mação. SãoPaulo:Cultrix, 1992 p. 26. 4.QUITANILLA,S.A.R.,WILPERT,B.Themeaningofworking-scientificstatusofaconcept.ln:KEYSER,V.,QVALE, 1 WILPERT,B.,QUITANILLA,S.A.R.(eds.). Themeaningotworkandtechnologicaloptions. Chischester,NewYork:JohnWiley   Sons, 1988. 5.TEZANOS,J.F. Transforma çõesnaestruturadeclassesnasociedadetecnológicaavançada.Osocialismonofu turo.Ofuturodotrabalho. Sal-vador:InstitutoPensar,n.6,p. 67-87 1993; CAMPS,V. Osen tidodotrabalhoeoethosin dividualista.Ofuturodotra balho. Salvador:InstitutoPen-sar,n. 6 p. 123-32 1993. 6.NORTHCRAFT,G.B.,NEALE,M.A. Organizationalbehavior:amanagementchallenge. Chi-cago:TheDrydenPress, 1990. 7.OFFERMAN,L.R.,GOWING,M.K.Organizationsofthefuture:changesandchallenges. AmericanPsychologist v. 45 n. 2 p. 95-108 1990.    11~lE ARTIGOS econhecimentosacercadomundoqueoscerca.Talconstrução,emboradebasein-dividual,éumprocessoeminentementesocial,porsedarnointeriordeumcon-juntopartilhadodecrenças,valoresesig-nificadosquedefinemocontextoculturalnoqualasinteraçõesentreindivíduosegruposocorrem.Nonívelindividual,es-sesconhecimentosepercepçõesseorgani-zamemestruturascognitivas  schemas,jra-mes) quedesempenhamimportantepapelnadeterminaçãodepercepçõesecompor-tamentosfuturosemrelaçãoaosobjetos,situaçõesoupessoas,aopermitiremaoin-divíduoidentificarpadrõesglobais,sobreosquaisreagem.Nessesentido,osignificadosubjetivodotrabalhopodeserconceitualizadocomoumaestruturacognitiva,um schema, quetemforteimpactosobreaspercepções,ava-liações,atribuições,esobreoprópriocom-portamentodoindivíduonotrabalho.Ape-sardenãoexistirumateoriaclaramenteformuladaqueorganizeocorpodeconhe-cimentosexistenteedaqualpossamserretiradasimplicaçõespolíticaspertinentes,háumatentativaimportantedesistemati-zaroconceitode significadodotrabalho emumestudodesenvolvidoporumaequi-pedepesquisadores MeaningofWorkinglntemationalResearchTeam) .Essegru-poconduziu,nosanos80,umaamplapes-quisacomparativaacercado significadodotrabalho emoitopaíses,quepassare-mosacomentaraseguir,porconstituirabasedopresenteestudo.Umadasprincipaiscontribuiçõesdoestudoconsistiu,deinício,naconstruçãodopróprioconceitode significadodotra-balho ,articulandooutrosconceitosquecontamcomtradiçõesdepesquisabemmaisestabelecidas.Há,assim,umatenta-tivaderecomporumaáreadeestudoex-cessivamentefragmentada,buscandoapreendercomooindivíduoarticulasuaspercepçõesrelativasadiversasdimensõesdotrabalho.Aestruturageraldoconceitodesignifi-cadodotrabalhoenvolvetrêsgrandesdo-mínios:acentralidadedotrabalho,asnor-massocietaisdotrabalho,eosresultadoseobjetivosvalorizadosdotrabalho.Sobreessestrêsgrandescamposdefinidoresdoconstrutonosdeteremosaseguir.filisófico-religiosas)quemodelaramadi-mensãoavaliativa/afetivacomquenosreportamosao trabalho naatualidades.Oprimeiroeixo,talvezdominante,vin-culaotrabalhoànoçãodesacrifício,deesforçoincomum,decarga,fardo,algoes-gotanteparaquemorealiza.Trabalhocomosinônimodeluda,lida,lide. Dartrabalho significaalgoqueimplicaesfor-ço,atenção,quecausatranstornooupreo-cupação.Nesseeixo,trabalhoassocia-se,também,ànoçãodepunição,comoestánoAntigoTesta-mento puniçãopelope-cadooriginal),deãondedecorreosentidodeobri-gação,dever,responsabili-dade.Essa B.Umainteressantedicussãodossignificadosdotrabalho,comocomparecememdiversasmanifestaçõesartísticasecul-turais(porexemplo,letrasdemúsicaspopulares),encontra-senotrabalhodeURT,S.C. Umaanálisepsicossocialdosignificadodotrabalhoparajovens. Campinas:Unicamp,1992.(Tesededoutorado)9.Meaningofworkingresearchteam. Meaningofworking. London:AcademicPress,1987. 10. Deagoraemdiante,essegruposeráreferido,comonoprópriolivropublicadocomosresultadosdapesquisacon-duzida,comoMOW.   vertente-que,pode-ríamosdizer,trazumaava-liaçãonegativadotrabalho-re-laciona-sedireta-menteaosignificadodotermolatinoqueori-ginouopalavratrabalho  tripalium, instrumentodetortura;traba-lhartemorigemem tripaliare, oumartiri-zarcomo tripalium). Háumsegundoeixoavaliativo,comumaclaravalorizaçãopositiva,quevêotrabalhocomoaaplicaçãodascapacidadeshumanasparapropiciarodomíniodana-tureza,sendoresponsávelpelaprópriacondiçãohumana.Acompanhaanoçãodeempenho,esforçoparaatingirdetermina-doobjetivo.Trabalharalgo,significatam-bémfazercomcuidado,esmerar-senaexe-cuçãodeumaação,deumatarefa.Natra-diçãocristã,comaReformaprotestante,otrabalhopassaaservistocomoinstrumen-todasalvaçãoeformaderealizaravonta-dedivina.Natradiçãooriental,asreligiõestendemaverotrabalhocomoumaativi-dadequeharmonizaoshomenscomana-turezaequedesenvolveoseucaráter .Emumaperspectivapsicológicaecog-nitivista,admite-sequeaexperiênciacoti-dianadosindivíduosconstituiabaseso-breaqualelesconstroemsuaspercepções RAEã v. 35ã n. 6ã Nov./Dez. 1995  SIGNIFICADODOTRABALHO UMESTUDOENTRETRABALHADORES  Centralidadedotrabalho Acentralidadedotrabalhoédefinida comoograudeimportânciageralqueo trabalhopossuinavidadeumindivíduo emdeterminadomomento ,independen- tementedasrazõesàsquaisseatribuital importância(porexemplo,ocuparparte significativadoseutempo,propiciarganhos econômicosoupsicológicos,ouimplicar custosdecorrentesdasuainter-relaçãocom outrasesferasvitais,comofamília,lazer, religiãoouvidacomunitária). ParaoMOW12,acentralidadedotraba- lhodefine-secomo  umacrençageralacerca dovalordotrabalhonavidadoindivíduo , constituindo-sededoiscomponentesteó- ricos:a.valorativo,otrabalhocomoopa- peldesempenhadonavida;eb.orienta- çãoparaadecisãosobreasesferasdevida preferidas.Enquantooprimeirotomao próprio sei comoreferênciaparaavaliara importânciadotrabalho,osegundotoma asdemaisesferasoupapéisdesempenha- dospeloindivíduo. Ocomponentevalorativoapresenta duaspropriedades: ãidentificação:resultantedeprocessos cognitivosqueenvolvemacomparação dotrabalhocomoatividadecomaper- cepçãodo sel], podendootrabalhoser centralouperifériconadefiniçãodasua auto-imagem; ãenvolvimentooucomprometimento:im- plicarespostascomportamentaiseafeti- vasaotrabalho,indicandoograuemque otrabalho é considerado,peloindivíduo, comopartedesuaprópriavida.Esses doiscomponentessãovistoscomomu- tuamentereforçadores. Resultadosouprodutosvalorizadosdo trabalho Osresultadosouprodutosvalorizados dotrabalhorelacionam-secomasfinalida- desqueasatividadesdetrabalhopossuem paraoindivíduo,respondendoàindaga- çãoacercadoporquêoindivíduotrabalha. Seriaocomponentemotivacional,segun- doadefiniçãodeQuitanillaeWilpert .As informaçõessobreprodutosvalorizados permitementenderoquetornaosindiví- duosmaisoumenossatisfeitoscomsuas ocupaçõesouoquetornaumasituaçãode RAEã v.35ãn.6ãNov./Dez.1995 trabalhomaisatrativadoqueoutra.Trata- se,portanto,deumconceitoassociadoàs noçõesdesatisfaçãoemotivação,comoassinalaSoares ,sendo,porconseguinte, omaisestudadodentreosdomíniosdosig- nificadodotrabalho. NoestudodesenvolvidopeloMOW,os produtosvalorizadosdotrabalhoenvol- vemasseguintesfunçõesabrangentes,ex- pressivaseinstrumentais,queotrabalho podedesempenharparaoindivíduo,apoian- do-selargamentenapropostadeKaplane Tausky :a.otrabalhoquepermiteaob- tençãode status eprestígio;b.afunçãoeco-nômica,obtençãodosrendimentosneces- sários;c.afunçãodemanteroindivíduo ocupado,ematividade;d.afunçãodecon- tatosocial,depermitirestabelecerrelações interpessoais;e.afunçãodesesentirfa- zendoalgoútilàsociedade;e f. afunçãoauto-expressivaouintrínseca,quandose valorizaotrabalhointeressanteequeper- miteaauto-realização. Normassocietaisrelativasaotrabalho Umterceirocomponenteimportantedo significadodotrabalhoconsistenarelação queoindivíduoestabelececomasnormassocialmenteaceitasacercadotrabalho.Nos sistemassociais,taisnormassãoingredien- tesimportantesparaviabilizaremantera coesãodosgrupos.Taisnormasfuncionam comopadrõessociaisquebalizamasava- liaçõesindividuaisacercadasrecompen- sasobtidaspelotrabalho : Quantoaestedomíniodosignificadodo trabalho,oestudorealizadopeloMOW 17 utilizou-sedeprincípiosdoraciocínionor- 11.ENGLAND,G. w.  MISUMI, J.WorkcentralityinJapanand UnitedStates. Journalof Cross CulturalPsychology  v. 17,n. 4 p. 399-416,1986. 12.MOW.Op. cit., p.17. 13. QUITANILLA, S. A.R., WILPERT,B.Op.cit. 14. SOARES, C. R. Significa  dodotrabalho:umestudo comparativodecategorias ocupacionais. Brasilia:Institu- todePsicologiaUniversidadede Brasilia,1992.(Dissertaçãode Mestrado) 15.KAPLAN,H.R.,TAUSKY,C. Themeaningofworkamongthe hardcoreunemployed. PacificSociologicalReview  v. 17, p  185-98,1974. 16. QUITANILLA,S.A.R. WILPERT,B.Op.cit. 17.MOW.Op. cít,  3
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks