Documents

Allegra Gray - Á Sombra de Um Escândalo (CH 441)

Description
À Sombra de um Escândalo Allegra Gray Inglaterra, 1814 Tudo começou com uma proposta inocente... Após a morte do pai, Liz Medford se viu sem um centavo e com uma terrível perspectiva para o futuro: casar-se com o desprezível Harold Weter! . #ua família aprovava a uni$o, mas Liz %& testemunara a natureza cruel de Weter! e sa!ia 'ue teria uma vida infeliz ao lado da'uele omem. #e ao menos ele desistisse do casamento...
Categories
Published
of 206
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
   À  Sombra de umEsc â ndalo  Allegra Gray  Inglaterra, 1814  Tudo começou com uma propostainocente...Após a morte do pai, Liz Medfordse viu sem um centavo e com umaterrível perspectiva para o futuro:casar-se com o desprezível HaroldWeter! . #ua família aprovava auni$o, mas Liz %& testemunara anatureza cruel de Weter! e sa!ia'ue teria uma vida infeliz ao ladoda'uele omem. #e ao menos eledesistisse do casamento... A (nicamaneira de desencora%&-lo seriaarruinar sua própria reputaç$o, 'ue eraili!ada... At) a'uele momento...Liz, ent$o, ar'uitetou um plano!rilante para escapar de seuindese%&vel pretendente. * (nicoempecilo era o omem com cu%a cooperaç$o ela contava paraarruinar sua reputaç$o + o irresistível Ale ain!ride, du'uede eaufort. Ale, contudo, tina seus próprios seredos, 'ue olevavam a evitar Liz a todo custo, para o !em de am!os. /le semostrou irredutível em sua decis$o de n$o participar da'ueleplano maluco... 0or)m, Liz estava determinada a faz1-lo ver 'ueera tam!)m um plano muito tentador...   À Sombra de um Escândalo  T í tulo *riinal: 2otin ut#candal Disponibilização: DaniDigitalização: MarinaRevisão: GiseldaFormatação: Edina  Allegra Gray 2   À Sombra de um Escândalo ap!t lo I Londres, abril de 1814. /pectativas de família, e a culpa por n$o estar 3 alturadelas, seriam a ruína de Liz Medford. 4ado 'ue seu pai, o!ar$o 5ames Medford, %amais fora um !asti$o daresponsa!ilidade, tendo acumulado uma verdadeiramontana de dívidas de %oo at) morrer inesperadamente,parecia in%usto 'ue os parentes esperassem 'ue ela, ossalvasse ao se casar com Harold Weter! . * terceiro primopodia ter uma renda consider&vel, mas a lem!rança das m$ossuadas de Harold, tocando-a 'uando tina apenas catorzeanos, era o su6ciente para convenc1-la de 'ue n$o poderia secasar com ele.Al)m disso, uma vez 'ue avia se revelado umretum!ante fracasso na seara do casamento, Liz tina umnovo plano... A ser implementado na'uela man$.2o momento em 'ue se encerrou o des%e%um, apressou airm$ mais nova, 7arit , e a criada, /mma, para fora da casados Medford e direto para o H de 0ar8, inorando a torrentede peruntas en'uanto se aprontavam./stavam no par'ue n$o tina mais de um minuto,'uando 7arit encarou Liz e le levantou o 'ueio.+ Aora vai dizer o 'ue est& acontecendo9 #e continuara me provocar desta maneira, vou aca!ar morrendoLiz olou para tr&s. /mma caminava próima o su6-ciente para 'ue atuasse como acompanante, mas sem ouvira conversa.+ /st& certo. 0elas (ltimas semanas, pensamos apenasem uma coisa: conseuir um omem, 'ual'uer omem 'uen$o se%a Harold, para 'ue me peça em casamento. Aora 'uedeiamos o luto por papai, titio e mam$e est$o ansiosos para'ue eu aceite a oferta. /stou 6cando sem desculpas, mastalvez a%a outro modo de escapar.+ 2$o compreendo.+ 0ense. * 'ue Harold anaria ao se casar comio9+ #eus contatos. /le 'uer respeito, ascens$o social.+ /atamente + con6rmou Liz, com aleria.+ 2$o ve%o onde isso vai dar.+ 2$o 'uero me casar com Harold, certo9 em, nósest&vamos pensando 'ue eu precisaria de uma oferta melor  Allegra Gray 3   À Sombra de um Escândalo para me ver livre. Mas n$o preciso. 0reciso apenas 'ue eleretire sua oferta.+ Mas o 'ue o levaria a fazer isso9 /le %& sa!e so!re asituaç$o 6nanceira de papai, e nem esse rande 6asco o fezretroceder + assinalou 7arit .+ 2$o, por'ue, po!re ou n$o, sou uma ;moça defamília;.+ 7)us, Liz, n$o sei se osto do 'ue est& pensando+ #e eu n$o fosse mais respeit&vel, se eu estivesse,diamos arruinada, Harold voltaria atr&s + <uase tropeçouso!re uma raiz, tamana a ecitaç$o diante da ideia.+ =sso ) muito ousado. Mas como voc1 faria9 / pense no'ue mam$e e titio fariam Atirariam voc1 para fora,certamente. >oc1 seria deserdada, desonrada. 0ara onde iria9+ /u poderia tra!alar para viver, por eemplo. + Lizmordeu o l&!io, ciente de 'ue seu plano tina mais coraemdo 'ue conte(do. + /u teria o 'ue fazer. #ou !oa comaulas, assim poderia tra!alar para uma costureira. *uent$o tornar-me uma overnanta. <ual'uer coisa seriamelor do 'ue casar-me com Harold. /u seria forçada atolerar seu to'ue e...Arrepiou-se, mas lutou para recuperar o controle so!reas emoç?es. A irm$ mais nova n$o precisava sa!er o 'uantoo primo distante a assustava. /le avia tentado camar suaatenç$o anos antes, e aora 'ue ela estava mesmo ao seualcance, n$o pararia por nada at) 'ue a ouvesse desposado.A n$o ser ) claro, 'ue se casar com ela ameaçasse suasam!iç?es e le ferisse a preciosa reputaç$o.+ @ com voc1 'ue estou preocupada. Meu casamentodeveria arantir seu !em-estar tam!)m.+ aça o 'ue precisar. / n$o se preocupe demaiscomio. 0elo amor de 4eus, n$o se case com o monstro sópor'ue ele se ofereceu para manter-me alimentada e vestida.Mas, para 'ue seu plano d1 certo, sua reputaç$o deve sertotalmente destruída, e em !reve. >oc1 parece se es'uecerde 'ue, apesar dos escBndalos e dívidas de papai, voc1, irm$'uerida, n$o tem 'ual'uer peso so!re seu nome.+ At) aora.*s olos de 7arit se apertaram.+ >oc1 %& pensou em tudo. /st& tramando alo.+ @ claro.  Allegra Gray 4
Search
Tags
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks