Documents

ANÁLISE BÍBLICA DA ORAÇÃO SALVE RAINHA

Description
Análise bíblica das heresias católicas, principalmente no que tange à oração conhecida como Salve Rainha, um tributo à idolatria.
Categories
Published
of 15
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  ANÁLISE BÍBLICA DA ORAÇÃO CATÓLICA “SALVE RAINHA”:SALVE RAINHA Salve, Rainha, mãe de misericórdia,vida, doçura, esperança nossa, salve!A vós bradamos os degredados filhos de Eva.A vós suspiramos, gemendo e chorando neste vale de lágrimas.Eia, pois, advogada nossa,esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei,e depois deste desterro mostrai-nos Jesus,bendito fruto do vosso ventre,Ó clemente, ó piedosa,ó doce sempre Virgem MariaRogai por nós santa Mãe de DeusPara que sejamos dignos das promessas de Cristo.   A srcem da oração mariana da Salve Rainha “Ela é atribuída ao monge Herman Contrat  que a teria escrito por volta de 1.050 , no mosteiro de Reichenan, na Alemanha... ele nasceraraquítico e deforme; adulto, mal conseguia andar e escrevia com dificuldade,de mirrados que eram os dedos das suas mãos...Foi no fundo de todas as misérias, as próprias e as alheias, que a almade Frei Contrat elevou à Rainha dos céus essa maravilhosa prece, carregada desofrimento e esperança, que é a “Salve Rainha”...Quando veio a ser conhecida pelos fiéis a “Salve Rainha” teve umsucesso enorme e logo era rezada e cantada por toda parte. Um século maistarde, ela foi cantada também na catedral de Espira, por ocasião de umencontro de personalidades importantes, entre elas, a do imperador Conrado ea do famoso São Bernardo, conhecido como o “cantor da Virgem Maria”, pelosincendiados louvores que lhe dedicava nos seus sermões e escritos (ele foi umdos primeiros a chamá-la de “Nossa Senhora”). Dizem que foi nesse dia e lugar que, ao concluir o canto da “Salve Rainha” (cujas últimas palavras eram“mostrai-nos Jesus, o bendito fruto do vosso ventre”), no silêncio que seseguiu, ouviu-se a voz potente de São Bernardo que, num arrebato deentusiasmo pela mãe do Senhor, gritou, sozinho, no meio da catedral: “óclemente, ó piedosa, ó doce sempre Virgem Maria”... E a partir dessa dataestas palavras foram incorporadas à “Salve Rainha” srcinal...”  Prof. Juan Antonio Zumalde / Paróquia N. Sra. do Carmo – Itaquera (Informações colhidas de um site católico: www.presbiteros.com.br) 1  INTRODUÇÃO : COMO SURGIU A A   DORAÇÃO A MARIA: “A falsa adoração a uma deusa-mãe, rainha dos céus, senhora,madona, etc. teve início na antiga Babilônia e se espalhou pelas nações atéchegar a Roma. Os gregos adoravam Afrodite; em Éfeso, a deusa era Diana;Ísis era o nome da deusa no Egito.Milhares desse tipo de adoradores aderiram ao catolicismo em Roma para ficarem mais próximos do poder, haja vista que o Império Romano noséculo III adotou o cristianismo como religião oficial. Então, esses cristãos nominais levaram suas práticas idólatras e pagãs para a Igreja de Roma. Emvez de coibir o abuso e conduzir os fiéis pelos caminhos da fé exclusiva emDeus, os líderes do catolicismo romano contemporizaram a situação: aos poucos as imagens pagãs foram substituídas por imagens cristãs; os deuses pagãos, substituídos pelos deuses cristãos (os santos bíblicos) e, na esteiradesse sincretismo religioso, a Santa Maria surgiu como Mãe de Deus , Senhora , Sempre Virgem , Concebida sem Pecado , Assunta aos céus , Mediadora e Advogada .”    [A verdade sobre Maria, autor: Pr. Airton Evangelista da Costa,disponível em:http://www.solascriptura-tt.org/Seitas/Romanismo/VerdadeSobreMaria-AECosta.htm]. Em momento algum, encontramos em toda a Bíblia a instrução defazermos qualquer oração a Maria (ou a qualquer outro “santo”), masunicamente ao Pai. E, a oração ao Pai deve ser feita da forma como o próprioFilho (Jesus Cristo) ensinou aos discípulos, quando Ele foi indagado sobre amaneira correta de se orar a Deus.Vejamos: E aconteceu que, estando ele a orar num certo lugar, quandoacabou, lhe disse um dos seus discípulos: Senhor, ensina-nos a orar, como também João ensinou aos seus discípulos. E ele lhes disse: Quando orardes, dizei: Pai nosso   ,que estás nos céus, santificado seja o teu nome; venha o teu reino; seja feita a tuavontade, assim na terra, como no céu. Dá-nos cada dia o nosso pão cotidiano; eperdoa-nos os nossos pecados, pois também nós perdoamos a qualquer que nosdeve, e não nos conduzas em tentação, mas livra-nos do mal . (Lucas 11:1-4)[grifos meus]Vemos que a oração deve ser dirigida ao Pai, em nome do Filho, pois nãotemos nenhuma “mãe” no céu: “O Senhor te ouça no dia da angústia, o nome doDeus de Jacó te proteja” (Salmo 20:1); “Confiai nele, ó povo, em todos os tempos;derramai perante ele o vosso coração. Deus é o nosso refúgio” (Salmo 62:8); “Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai,senão por mim” (João 14:6); “E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, paraque o Pai seja glorificado no Filho”. (João 14:13) [grifos meus].Na Palavra de Deus, lemos ainda uma clara exortação para não orarmosda maneira errada, pois Deus não ouve este tipo de oração: “E, orando, nãouseis de vãs repetições, como os gentios, que pensam que por muito falarem serãoouvidos. Não vos assemelheis, pois, a eles; porque vosso Pai sabe o que vos énecessário, antes de vós lho pedirdes”. (Mateus 6:7-8) [grifos meus] Entre todas as mulheres que já viveram, a mãe de Jesus Cristo é a maiscelebrada, a mais venerada... Entre os católicos romanos, a Madona, ou NossaSenhora, é reconhecida não somente como a Mãe de Deus, mas também, deacordo com muitos papas, a Rainha do Universo, Rainha dos Céus, Trono deSabedoria e até Esposa do Espírito Santo. (Revista Time, Serva ou 2  Feminista? , 30/12/1991, pg. 62-66) [A Adoração à Virgem Maria e às Deusas Pagãs, autor: David Bay, The Cutting Edge Ministries, disponívelem: http://www.espada.eti.br/ce1008.asp   ]   ANÁLISE BÍBLICA:1) Salve, Rainha, mãe de misericórdia: Segundo o dicionário, a palavra “SALVE” significa: “voz paracumprimentar ou saudar, equivalente a “Deus te salve!”, do latim salvere”. Como descendente de Adão e Eva, Maria também nasceu pecadora ecarecia de salvação. Tanto é que, em seu cântico, conhecido pelos católicoscomo Magnificat  , lemos: “Disse então Maria: A minha alma engrandece ao Senhor,e o meu espírito se alegra em Deus meu Salvador”. (Lucas 1:46-47) [grifos meus]Ora, só necessita de Salvador quem é pecador. Na Bíblia, lemos aindaque: “... todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus”   (Romanos3:23).Nesse versículo não diz “exceto Maria”. Mas, sim, que todos os sereshumanos são pecadores, pois TODOS (exceto Jesus Cristo, que é Deus)descenderam de Adão e Eva e, portanto, herdaram o pecado. (Leia ainda Isaías6:3; Salmos 5:9; 99:3; 1 Pedro 1:15-16; Apocalipse 15:4).O dogma da “Imaculada Conceição de Maria” (“Concebida sem a manchado pecado srcinal”) somente foi proclamado (inventado) pelo Papa Pio IX, naBula Ineffabilis Deus, aos 8 de dezembro de 1854.Só Jesus Cristo nasceu imaculado (e nunca pecou), pois Ele é Deusencarnado (Adão e Eva foram “criados” sem pecado, depois pecaram). Só Ele éperfeito! Maria não é Deus e, portanto, é um ser criado, descendente de Adão eEva e, conseqüentemente, pecadora, carecendo de um Salvador: “Portanto,como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assimtambém a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram”. (Romanos5:12) [grifos meus] “A única forma de Maria ter sido gerada sem pecado seria mediante aintervenção direta do Espírito Santo no ventre de sua mãe, tal comoaconteceu com Jesus. E essa exceção teria registro prioritário na Bíblia”.   [Averdade sobre Maria, autor: Pr. Airton Evangelista da Costa, disponível em:http://www.solascriptura-tt.org/Seitas/Romanismo/VerdadeSobreMaria-AECosta.htm]. “Se para Jesus ser imaculado fosse necessário que sua mãe também ohouvesse sido, logicamente entende-se que as mesmas razões existem paraque tivessem sido imaculadas a mãe de Maria e sua avó, e assimsucessivamente, até chegar a Eva [que, por sua vez, não era imaculada]. Estaé uma conseqüência teórica que, ainda que repugne ao bom sentido, temosque admitir, se aceitamos como válidas as suposições apologéticas dosconcepcionistas marianos”.   [O Dogma da Imaculada Conceição de Maria, autor: Pb Paulo Cristiano, disponível em:http://www.cacp.org.br/catolicismo/artigo.aspx?lng=PT-BR&article=367&cont=1&menu=2&submenu=3   ] 3  Maria nunca foi “Rainha” e muito menos teve um reinado. Pelocontrário. Ela mesma se identifica como uma humilde serva do Senhor, em suaresposta ao anjo Gabriel: “... Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mimsegundo a tua palavra... ” (Lucas 1:38).A única “divindade” que a Bíblia identifica com o título de “Rainha dosCéus” é um abominável ídolo pagão (um demônio!!!), que provocou a ira deDeus contra o Seu povo: “Os filhos apanham a lenha, e os pais acendem o fogo, eas mulheres preparam a massa, para fazerem bolos à rainha dos céus, e oferecemlibações a outros deuses, para me provocarem à ira”. (Jeremias 7:18) [grifosmeus]Veja também: Jeremias 44:17; Salmos 21:13; 47:9; 57:5; Filipenses 2:9-10; Apocalipse 5:12, dentre outros. “  Curiosa é a descrição da deusa Diana feita por R.N. Champlin. Esserenomado teólogo diz que a deusa Diana e a deusa Maria se confundem, o quetorna difícil encontrar a diferença entre a “Diana dos efésios” e a “Maria dosefésios”. Em 431 d.C., a idolatria tornava a entrar pela porta de onde saíra:“Em Éfeso ela recebeu as mais altas honrarias. De acordo com uma inscriçãoexistente no local, ela trazia estes títulos: Grande Mãe da Natureza,Patrocinadora dos Banquetes, Protetora dos Suplicantes, Governanta, Santíssima, Nossa Senhora, Rainha , a Grande, Primeira Líder, Ouvidora...”  . ”   [O Culto à Deusa Mãe, autor: Eguinaldo Hélio de Souza, disponível em:http://www.cacp.org.br/culto%20a%20deusa%20mae.htm]  Jesus, e apenas Ele, é o Rei dos reis : “Estes combaterão contra o Cordeiro,e o Cordeiro os vencerá, porque é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis   ; vencerãoos que estão com ele, chamados, e eleitos, e fiéis”. (Ap 17:14) [grifos meus]Com relação à expressão “Mãe de misericórdia” , na Bíblia, lemos ocontrário; pois, nós temos é um “PAI de misericórdia” e este título só pertenceao Senhor: “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai dasmisericórdias e o Deus de toda a consolação” (2Co 1:3).A própria Maria declarou: “Porque me fez grandes coisas o Poderoso; esanto é seu nome. E a sua misericórdia é de geração em geração Sobre os que otemem”. (Lucas 1:49-50) (grifos meus) 2) vida, doçura, esperança nossa, salve:  Jesus é a ÚNICA esperança de todos os homens: “Paulo, apóstolo de JesusCristo, segundo o mandado de Deus, nosso Salvador, e do Senhor Jesus Cristo,esperança nossa” (1 Tm 1:1) [grifos meus]. Até porque, a Bíblia nos diz arespeito de Jesus Cristo que: “... em nenhum outro há salvação, porquetambém debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qualdevamos ser salvos”. At 4.12Lemos, ainda, na Palavra de Deus, que para a pessoa ser salva, a mesmadeverá invocar o nome do SENHOR e não o nome de Maria: “Porque todo aqueleque invocar o nome do Senhor será salvo”.   (Rm 10:13) 3) A vós bradamos os degredados filhos de Eva:  Jesus é nosso auxílio. Só Ele é “... o caminho, e a verdade e a vida” (João14:6a). 4
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks