Homework

Análise Ergonômica do Posto de Trabalho - Soldagem Sobre-Cabeça em Estaleiros

Description
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE ESCOLA DE ENGENHARIA Organização do Trabalho - Ergonomia Análise Ergonômica do Posto de Trabalho Soldagem Sobre-Cabeça em Estaleiros Grégori da Silva Troina - 42676 Alfredo Satte Alam - 40722 Rio Grande, Junho de 2012 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 1.1 OBJETIVOS 1.1.1 Objetivo Principal 1.1.2 Objetivos Específicos 1.2 ESTRUTURA DO TRABALHO 2. SOLDAGEM EM ESTALEIROS 1.1 CONTEXTUALIZAÇÃO 1.2 TECNOLOGIA DA SOLDAGEM 3. ERGONOMIA DO POSTO DE TRABALHO 4. METODOLOGIA 5
Categories
Published
of 25
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDEESCOLA DE ENGENHARIAOrganização do Trabalho - Ergonomia  Análise Ergonômica doPosto de Trabalho Soldagem Sobre-Cabeça em Estaleiros Grégori da Silva Troina - 42676Alfredo Satte Alam - 40722Rio Grande, Junho de 2012  SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO   1.1   OBJETIVOS 1.1.1 Objetivo Principal 1.1.2 Objetivos Específicos 1.2 ESTRUTURA DO TRABALHO   2. SOLDAGEM EM ESTALEIROS 1.1   CONTEXTUALIZAÇÃO1.2 TECNOLOGIA DA SOLDAGEM   3. ERGONOMIA DO POSTO DE TRABALHO   4. METODOLOGIA   5. AEPT – ANÁLISE ERGONÔMICA DO POSTO DE TRABALHO 1.1 ANÁLISE DA DEMANDA1.1 ANÁLISE DA TAREFA  6. SUGESTÃO DE MELHORIAS7. CONCLUSÃOREFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS    1.   INTRODUÇÃO O tema de estudo do presente trabalho trata-se do posto de trabalho de soldadoresque trabalham em estaleiros. Estaleiros em geral são instalações costeiras dotadas dedique-seco e cais, voltados para a construção e reparo de estruturas navais de grandeporte. É um ramo de produção onde existe muita pressão no que se refere aocumprimento de prazos, e as condições de trabalho quase sempre são muito pesadas. Oprocessamento de chapas espessas e grandes volumes de solda são característicasbastante comuns nesse segmento da engenharia. A técnica de união de estruturasmetálicas e tubulações é predominantemente a soldagem por arco elétrico, valendo-sedas mais variadas tecnologias existentes – desde a pioneira técnica do EletrodoRevestido até as mais modernas como a utilização de Arames Metálicos tubulares oumaciços, ambos com proteção gasosa.A quantidade de riscos em relação à segurança e a saúde física e mental dosenvolvidos em soldagem nos estaleiros se assemelha, em muitos pontos, aos trabalhosconvencionais realizados com essa técnica de união de materiais, mas se diferenciaespecialmente devido as peculiaridades existentes em obras de porte gigantesco, o que éinerente à maioria dos estaleiros.Mesmo com a introdução de técnicas mais avançadas, a postura é ainda o fator queoferece mais dificuldades ao se trabalhar com serviços manuais de soldagem, e maisuma vez, os efeitos da postura na construção naval são bem mais intensos. Acessosestreitos, espaços confinados de dimensões e localidades bastante desfavoráveis,acabam por tornar o trabalho do soldador e demais funcionários envolvidos nesse postode trabalho (Inspetores, Esmerilhadores, Encarregados, Ajudantes) ainda mais fatigante.Não obstante, é uma das atividades de maior interesse para o estudo de projeto de postode trabalho e busca de melhorias ergonômicas. Sem deixar de valorizar as outrasatividades, é de reconhecimento de que o trabalho de um soldador vigora como um dosmais exigentes no que tange a esforço físico e mental de um trabalhador em umestaleiro.O maquinário e a tecnologia hoje existente no campo da soldagem por vezes nãoconsegue acessar determinados lugares, nem mesmo realizar determinadas atividadesbem específicas, continuando a mão de obra humana ainda objeto de extremo valor. Otrabalho executado pelo ser humano é único e completo pela grande capacidade deadaptação que o sistema corpóreo possui às diversas condições e situações adversas,mas é interessante que um estudo prévio de projeto de posto de trabalho contemple acriação de sistemas ergonômicos, de forma que o trabalhador possa executar os serviçosque exijam a capacidade humana com o devido auxílio de técnicas, máquinas,equipamentos e procedimentos. O resultado final de uma boa análise ergonômica de umposto de trabalho e implantação das melhorias resultará na garantia de uma adaptação eintegração entre homem e tarefa, não dando espaço para a mentalidade da “adaptação aotrabalho a qualquer custo”.  1.1   OBJETIVOS 1.1.1   Objetivo Principal   O objetivo principal consiste em realizar uma análise ergonômica do posto detrabalho de soldadores que atuam no segmento naval, tomando por base a utilização dateoria da AEPT (Análise Ergonômica do Posto de Trabalho) para entender e analisar ossoldadores de uma empresa que atua no Pólo Naval de Rio Grande, na construção emontagem da plataforma FPU P-55, que está sendo executada nas instalações do ERG1(Estaleiro Rio Grande 1). 1.1.2   Objetivos Específicos   Atender a demanda da disciplina de Organização do Trabalho - Ergonomia daGraduação em Engenharia Mecânica, FURG. Além disso, reunir conhecimento na áreada ergonomia versus soldagem para completar a formação acadêmica e possuir umdiferencial de competência em relação aos demais engenheiros formados no Brasil,tendo em vista que o segmento naval está em ascensão e um dos integrantes da dupla jáatua, através do estágio, diretamente com esse posto de trabalho estudado. 1.2   ESTRUTURA DO TRABALHO O presente trabalho está estruturado em mais 6 capítulos, além dessa introdução.No capítulo 2 e 3, consta a revisão bibliográfica para levantamento do estado da arte dasoldagem em estaleiros e da ergonomia do posto de trabalho, respectivamente. Nocapítulo 4 é descrita a metodologia empregada para a realização da análise ergonômica,bem como as considerações feitas para adaptar a análise ao que estava disponível paraser analisado dentro da empresa. No capítulo 5 são apresentados os dados, informaçõese imagens coletadas na observação do posto de trabalho e realizadas as análises dedemanda e de tarefa. Visando dar um valor contributivo ao trabalho é apresentado nocapítulo 6 algumas sugestões de melhorias. Por fim, no capítulo 7, são feitos oscomentários finais em uma seção reservada à conclusão.
Search
Tags
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks