Crafts

Apostila Técnico Ambiental

Description
Apostila Técnico Ambiental Ecologia e Ecossistemas Brasileiros Ecologia O que a ecologia estuda? A floresta Amazônica apresenta uma vegetação riquíssima. E a variedade de animais também é enorme. Calcula-se que em uma única árvore da floresta Amazônica podem ser encontradas mais de mil espécies diferentes de insetos.De fato, se reunirmos todas as florestas tropicais do planeta, veremos que nelas se encontra mais da metade das espécies vivas. Podemos dizer então que a floresta Amazônica possui u
Categories
Published
of 79
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  Apostila Técnico Ambiental Ecologia e Ecossistemas Brasileiros EcologiaO que a ecologia estuda?Afloresta Amazônicaapresenta uma vegetação riquíssima. E a variedade de animais também é enorme. Calcula-seque em uma única árvore da floresta Amazônica podem ser encontradas mais de mil espécies diferentes deinsetos.De fato, se reunirmos todas as florestas tropicais do planeta, veremos que nelas se encontra mais da metadedas espécies vivas. Podemos dizer então que a floresta Amazônica possui uma grandebiodiversidade.Porque existeessa diferença? Essa é uma das muitas perguntas que a ecologia tenta responder.Veja só mais alguns exemplos dequestões importantes, relacionadas à nossa vida, e as quais a ecologia tenta responder: O que pode acontecer se umfloresta for destruída? ; É possível explorar uma floresta sem provocar a sua destruição? , Como o ser humanointerfere na vida dos outros organismos? ; O que provoca o aumento da temperatura na Terra? ; E o que podeacontecer se a temperatura da Terra aumentar muito? ; etc.Vamos dar um exemplo. Considere o Bugio, um dosmaiores macacos neotropicais, vivem deste a Bahia até o Rio Grande do Sul. Vive em bandos de três a dozeindivíduos, de ambos os sexos e várias idades, chefiados por um macho adulto. Sua dieta é predominantementefolívora (folhas). Os outros alimentos são: flores, brotos, frutos, caules de trepadeiras.A Ecologia pode estudar:    as relações que um bando de Bugios tem com os outros seres da floresta;    a influência do clima sobre todos os organismos da floresta;    a influência das florestas neotropicais sobre o clima;    a influência da ação do ser humano sobre o clima de todo o planeta.Você pode concluir que a ecologia é um campo de estudo muito amplo. E todas essas informações nos ajudam amelhorar o ambiente em que vivemos, diminuindo a poluição, conservando os recursos naturais e protegendo nossasaúde e a das gerações futuras.Resumindo: Ecologia é a ciência que estuda as relações dos seres vivos entre si e com o ambiente.  Os Principais Ecossistemas BrasileirosO Brasil possui uma grande diversidade de ecossistemas. Quase todo o seu território está situado na zona tropical.Por isso, nosso país recebe grande quantidade de calor durante todo o ano, o que favorece essa grande diversidade.Veja, no mapa a seguir, exemplos dos principais ecossistemas encontrados no Brasil.   Floresta AmazônicaEstende-se além do território nacional, com chuvas frequentes e abundantes. Apresenta flora exuberante, comespécies, como a seringueira, o guaraná, a vitória-régia, e é habitada por inúmeras espécies de animais, como opeixe-boi, o boto, o pirarucu, a arara. Para termos uma idéia da riqueza da biodiversidade desses ecossistemas, eleapresenta, até o momento, 1,5 milhão de espécies de vegetais identificadas por cientistas.Mata de cocaisA mata de cocais situa-se entre a floresta amazônica e a caatinga. São matas de carnaúba, babaçu, buriti e outraspalmeiras. Vários tipos de animais habitam esse ecossistema, como a araracanga e o macaco cuxiú.Pantanal mato-grossenseLocalizado na região Centro-Oeste do Brasil, engloba parte dos estados do Mato Grosso e do Mato Grosso do Sul.Área que representa a terra úmida mais importante e conhecida do mundo (maior planície alagável do planeta), comespantosos índices de biodiversidade animal. Sofre a influência de diversos ecossistemas, como o cerrado, a florestaAmazônica, a mata Atlântica, assim como os ciclos de seca e cheia, e de temperaturas elevadas. São 140 milquilômetros quadrados só no Brasil, equivalente a 5 Bélgicas ou ao território de Portugal. É onde vivem jacarés -cerca de 32 milhões - , 365 espécies de aves, 240 de peixes, 80 de mamíferos e 50 de répteis. Mais de 600.000capivaras habitam a região. O pantanal é escolhido como pouso de milhões de pássaros, entre eles o tuiuiús, a ave-símbolo da região. Os cervos-do-pantanal, bem mais raros, também fazem parte da fauna local.Campos sulinosOs campos sulinos são formações campestres encontradas no sul do país, passando do interior do Paraná e SantaCatarina até o sul do Rio Grande do Sul. Os campos sulinos são conhecidos como pampas, termo de srcemindígena que significa regiões planas . Em geral, há predomínio das gramíneas, plantas conhecidas como grama ourelva. Animais como o ratão-do-banhado, preá e vários tipos de cobras são ali encontrados.  CaatingaA caatinga localiza-se na maior parte da região Nordeste. No longo período da seca, a vegetação perde as folhas efica esbranquiçada. Esse fato srcinou o nome caatinga que na língua tupi, significa mata branca . Os cactos, comoo mandacaru, o xique-xique e outras plantas, são típicos da caatinga. A fauna inclui as cobras cascavel e jibóia, ogambá, a gralha, o veado-catingueiro etc.RestingaA restinga é típica do litoral brasileiro. Os seres que habitam esse ecossistema vivem em solo arenoso, rico em sais.Parte desse solo fica submersa pela maré alta. Encontramos nesse ecossistema animais como maria-farinha,besourinho-da-praia, viúva-negra, gavião-se-coleira, coruja-buraqueira, tiê-sangue e perereca, entre outros. Comoexemplos de plantas características da restinga podemos citar: sumaré, aperta-goéla, açucena, bromélias, cactos,coroa-de-frade, aroeirinha, jurema e taboa.ManguezalA costa brasileira apresenta, desde o Amapá até Santa Catarina, uma estreita floresta chamada manguezal, oumangue. Esse ecossistema desenvolve-se, principalmente, no estuário e na foz dos rios, onde há água salobra e localparcialmente abrigado da ação das ondas, mas aberto para receber a água do mar. Os solos são lodosos e ricos emnutrientes. Os manguezais são abrigos e berçários naturais de muitas espécies de caranguejos, peixes e aves.Apresentam um pequeno número de espécies de árvores, que possuem raízes-escoras. Essas raízes são assimchamadas por serem capazes de fixar as plantas em solo lodoso.CerradoO cerrado ocorre principalmente na região Centro-Oeste. A vegetação é composta de arbustos retorcidos e depequeno porte, sendo as principais espécies: o araçá, o murici, o buriti e o indaiá. É o habitat do lobo-guará, dotamanduá-bandeira, da onça-pintada etc.Mata AtlânticaEsse ecossistema estende-se da região do Rio Grande do Norte até o sul do país. Apresenta árvores altas e vegetaçãodensa, pouco espaço vazio. É uma das áreas de maior diversidade de seres vivos do planeta. Encontra-se plantascomo o pau-brasil, o ipê-roxo, o angico, o manacá-da-serra e o cambuci e várias espécies de animais, como a onçapintada, a anta, o queixada, o gavião e o mico-leão-dourado.A mata de araucária situa-se na região sub-tropical, nosul do Brasil, de temperaturas mais baixas. Entre outros tipos de árvores abriga o pinheiro-do-paraná, tambémconhecido como araucária. Da sua fauna destacamos, além da ema, a maior ave das Américas, a gralha-azul, o tatu,o quati e o gato-do-mato.Ciclos BiogeoquímicosO ciclo biogeoquímico é o percurso realizado nomeio ambientepor umelemento químicoessencial à vida. Ao longo do ciclo, cada elemento é absorvido e reciclado por componentesbióticos(seres vivos) eabióticos(ar, água, solo) dabiosfera,e às vezes pode se acumular durante um longo período de tempo em um mesmo lugar. É por meiodos ciclos biogeoquímicos que oselementos químicosecompostos químicossão transferidos entre osorganismose entre diferentes partes doplaneta.O estudo e a compreensão dos ciclos biogeoquímicos pode ajudar a identificarpotenciaisimpactos ambientaiscausados pela introdução de substâncias potencialmente perigosas nos diversosecossistemas. [1] As relações entre os organismos vivos e o ambiente físico caracterizam-se por uma constantepermuta dos elementos, em uma atividade cíclica. Na verdade, o fenômeno é estritamente cíclico apenas em relaçãoao aspecto químico, no sentido de que os mesmos compostos químicos alterados se reconstituem ao final dociclo.Assim, há uma espécie de intercâmbio contínuo entre meio físico, denominadoabiótico(relativo à parte semvida do meio físico) e obiótico(conjunto de seres vivos), sendo esse intercâmbio de tal forma equilibrado, emrelação à troca de elementos nos dois sentidos, que os dois meios se mantêm praticamente constantes.Meteorologia e Climatologia  A meteorologia é uma dasciênciasque estudam aatmosfera terrestre,que tem como foco o estudo dos processos atmosféricos e aprevisão do tempo.Os estudos no campo da meteorologia foram iniciados há mais de doismilênios, mas apenas a partir do século XVII a meteorologia progrediu significativamente. No século seguinte, odesenvolvimento da meteorologia ganhou um ímpeto ainda mais significativo com o desenvolvimento de redes deintercâmbio de dados em vários países. Com a maior eficiência na observação da atmosfera e uma mais rápida trocade dados meteorológicos, as primeirasprevisões numéricas do tempotornaram-se possíveis com o desenvolvimentode modelos meteorológicos no início do século XX. A invenção docomputadore daInternettornou mais rápido e mais eficaz o processamento e o intercâmbio de dados meteorológicos, proporcionando assim um maiorentendimento dos eventos meteorológicos e suas variáveis e, conseqüentemente, tornou possível uma maior precisãona previsão do tempo.O foco de estudo da meteorologia é a investigação dos fenômenos observáveis relacionados com a atmosfera. Oseventos atmosféricos que são observáveis somente em um amplo período de tempo são o foco de estudo daclimatologia.Os fenômenos meteorológicos estão relacionados com variáveis que existem na atmosfera, que sãoprincipalmente atemperatura,apressão atmosféricae aumidade do ar,suasrelaçõese as suas variações com o passar do tempo. A maior parte dos eventos meteorológicos ocorre natroposfera,a camada mais baixa da atmosferaterrestre, e podem afetar o planeta Terra como um todo ou afetar apenas uma pequena região, e para isso ameteorologia é subdividida para melhor estudar os eventos meteorológicos em escala global, ou eventosestritamente locais.A meteorologia faz parte de um conjunto deciências atmosféricas.Faz parte deste conjunto aclimatologia, afísica atmosférica,que visa às aplicações da física na atmosfera, e aquímica atmosférica,que estuda os efeitos das reações químicas decorrentes na atmosfera. A própria meteorologia pode se tornar uma ciênciainterdisciplinar quando se funde, por exemplo, com ahidrologia,tornando-se ahidrometeorologia,que estuda o comportamento das chuvas numa determinada região, ou pode se fundir com aoceanografia,tornando-se ameteorologia marítima, que visa ao estudo da relação dos oceanos com a atmosfera.As aplicações da meteorologiasão bastante amplas. O planejamento daagriculturaé dependente da meteorologia. A política energética de um paísdependente de suabacia hidrográficatambém pode depender das previsões do tempo. Estratégias militares e aconstrução civil também dependem da meteorologia, e a previsão do tempo influencia o cotidiano de toda asociedade.Climatologia a análise dos episódios climatológicos é fundamento básico daclimatologia geográficaetenta explicar os processos naturais que causam influência nasocupações humanas. Tempoeclimasão popularmente considerados a mesma coisa, mas na verdade, possuem diferenças importantes para a Climatologia. O tempo pode ser cronológico e meteorológico, podendo o primeiro ser observado a partir doespaço geográfico e o segundo, momentâneo, dependendo da atmosfera de determinado local.Clima é uma noçãocriada pelohomem,formada por informações coletadas a partir das noções de clima. Pode ser compreendido a partirde noçõesmatemáticase numéricas, ou a partir de informações qualitativas, de natureza maisdescritiva.Os dois focos de estudo pressupõem uma sucessão de tipos de tempo.É importante o estudo dos diferentesfluxos de energia: horizontalevertical.O vertical reflete diretamente os resultados daradiação solar,tendo essa, influência direta sobre os fluxos de energia horizontal:massas de ar,frentes quentesefrias,centros de ação.A radiação solar determina todo o sistema, podendo ser analisado pelos seus elementos:temperatura,pressãoeumidade,tendo grande influência sobre as característicasbiogeográficas,fenômenosgeomorfológicos,hidrológicosetc.Os estudos climáticos estão atraindo muito mais a atenção da população em geral, sendo divulgados largamente pelos meios decomunicação de massa.Também têm tido atenção em estudos dirigidos e gestões de políticas ambientais. Devemestar atentos ao problema daágua,contaminação,desmatamento,sem esquecer dos elementos tradicionais.    O problema da água está relacionado com fatoresambientaise climáticos;    A contaminação atmosférica tem relação íntima com a ação destrutiva do homem, sendo desuma importância estudos como, por exemplo, o dachuva ácida;     Odesmatamentonão é causado por fatores climáticos, mas acaba tendo influência direta sobreapopulação,no que se refere ainundaçõescausadas por ele, e a diminuição daevapotranspiração,que é feita pelas plantas,o que conseqüentemente diminui a quantidade de água naatmosfera.  O clima é um resultado complexo de diversas variáveis definidas a partir de fatores climatológicos.A Climatologia éum ramo da Geografia, sendo matéria e assunto pertinente à grade dos cursos de geografia de todo o mundo. AMeteorologia estuda mais diretamente o tempo, e a Climatologia o clima. Aogeógrafointeressa os três quilômetrosinferiores da atmosfera, que sofre influência mais direta dalitosfera,dosoceanos,da radiação solar, e é de grande interesse para as populações humanas. Cabe a ele também isolar os elementos a fim de entender melhor o conjuntodeles.Existe um confronto ideológico entre a Geografia e a Meteorologia, mas a Climatologia faz parte de ambas as
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks