Documents

Aula_2_-_ABS_e_ESP

Description
ABS
Categories
Published
of 28
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
    󰁓󰁩󰁳󰁴󰁥󰁭󰁡󰁳 󰁁󰁵󰁴󰁯󰁭󰁯󰁴󰁩󰁶󰁯󰁳󰁕󰁮󰁂󰀭󰁇󰁡󰁭󰁡 󲀓 󰀱󰂺󰀯󰀲󰀰󰀰󰀹 󰁁󰁕󰁌󰁁 󰀱󰀸󰁓󰁩󰁳󰁴󰁥󰁭󰁡󰁳 󰁤󰁥 󰁓󰁥󰁧󰁵󰁲󰁡󰁮󰃧󰁡 󰁖󰁥󰁩󰁣󰁵󰁬󰁡󰁲  󰁁󰁮󰁴󰁩󰀭󰁌󰁯󰁣󰁫󰁩󰁮󰁧 󰁂󰁲󰁡󰁫󰁥 󰁓󰁹󰁳󰁴󰁥󰁭 (󰁁󰁂󰁓)  󰁃󰁯󰁮󰁴󰁲󰁯󰁬󰁥 󰁤󰁥 󰁔󰁲󰁡󰃧󰃣󰁯 (󰁁󰁓󰁃 󰁥 󰁔󰁃󰁓)  󰁅󰁬󰁥󰁴󰁲󰁯󰁮󰁩󰁣 󰁓󰁹󰁳󰁴󰁥󰁭 󰁐󰁲󰁯󰁧󰁲󰁡󰁭 (󰁅󰁓󰁐) Profs. Marcus Vinicius Girão de Morais    Sistema de Frenagem -ABS Sistema Antibloqueio : São dispositivos de controle no sistema de freios, que evitam o bloqueio das rodas na frenagem mantendo a dirigibilidade e a estabilidade .Geram distâncias de frenagem menores, em geral. Casos particulares, a distância de frenagem aumenta mais a estabilidade e dirigibilidade mantem-se. ABS – angl. Anti-Lock Brake System  História: Sistemas antibloqueio datam de antes de 1930 (Gillespie, 1992), no entanto tornaram-se realmente verdadeiramente efetivos com o advento da meios eletrônicos embarcados nos carros moder-nos. Os primeiros ABS fabricados em séries estão em uso desde de 1978.Na Europa América do Norte, estes dispositivos equipam 80%, mundialmente 70%. A marca do 100Méssimo ABS fabricado em 2003.A figura mostra a evolução do ABS de 1978 à2003.    Processo de Controle Básico  Processo de Controle Escorregamento de frenagem λ = ( υ F  –  υ R )/ υ F ·100%Velocidade do veículo υ F Velocidade da roda υ R = r ·  ω Força de frenagem F B =  µ HF ·G –  µ HF coeficiente de fricçãoForça lateralF S =  µ S ·G –  µ HF coeficiente de força lateral    Processo de Controle Básico  Fatores de Interferência no Circuito de Controle Mudanças na aderência entre pneu e pista causadas por diferentes superfícies da pista e alterações das cargas sobre as rodas, e.g., curvas.Irregularidades na pista que provocam vibrações nas rodas e nos eixos.Falta de concentricidade, histerese e fading dos freios.Variações de pressão no cilindro mestre induzidas pelo motorista.Diferentes circunferências dos pneus, e.g., estepes.  Critérios na Qualidade do Controle Manutenção da estabilidade de marcha mediante a formação de forças de condução lateral suficientes nas rodas traseiras.Manutenção da dirigibilidade mediante a formação de forças de condução lateral suficientes nas rodas dianteiras.Redução das distâncias de frenagem com relação àfrenagem com bloqueio com aproveitamento otimizado da aderência entre pneu e pista.Rápida adaptação da pressão de frenagem a diferentes coeficientes de atrito, e.g., ao passar poças d’àgua ou placas de neve e gelo.Garantia de pequenas amplitudes de regulagem do torque de frenagem para evitar oscilações na suspensão.Alto conforto mediante reações pequenas do pedal e baixo nível de ruído dos atuadores.
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks